Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Imagem: Agência Brasil

Aras é pressionado pelo STF para acelerar investigações contra Bolsonaro e aliados

Por Redação

01 de janeiro de 2022 : 16h41

Nas últimas semanas, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) subiram o tom contra a falta de supervisão nos expedientes protelatórios do Procurador Geral da República, Augusto Aras, das investigações sobre os crimes praticados por Jair Bolsonaro.

A primeira consequência dessas críticas devem ser a maior pressão do STF neste ano sobre a PGR para tramitar as investigações contra Bolsonaro e aliados.

De acordo com informações da Folha, de janeiro a novembro de 2021, o órgão chefiado por Augusto Aras contabilizou 412 representações criminais que passaram a ser investigadas internamente na PGR.

Na prática, é mais de um caso por dia. O inquilino do Planalto, por exemplo, foi alvo de 25 procedimentos desta natureza.

Outro detalhe relevante é que os ministros da Suprema Corte estão cada vez mais críticos das chamadas investigações preliminares que, no ano passado, foram usadas por Aras para dizer que estava sendo diligente na apuração dos crimes de Bolsonaro, ou seja, fazendo uma manobra protelatória. 

Vale lembrar que em outubro, a ministra Cármen Lúcia iniciou um movimento para limitar os poderes de Aras nessas investigações.

Ela pediu ao PGR que detalhasse ao STF quais medidas seriam tomadas em relação aos pedidos de investigação contra Bolsonaro devido sobre as declarações golpistas no 7 de Setembro.

Já em dezembro, o ministro Alexandre de Moraes ordenou o trancamento de uma apuração preliminar instaurada pelo próprio Aras para apurar o crime de Bolsonaro por ter feito uma falsa associação entre a Covid-19 e o risco de contrair o vírus da Aids. 

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

02 de janeiro de 2022 às 11h32

Agora é tarde. Precisamos rediscutir a indicação do PGR, ou não haverá mais República. E o STF também…

Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Bolsonaro O 2021 de Ciro Gomes O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade