Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Moro diz que se eleito vai acabar com foro privilegiado para “todo mundo”

Por Redação

31 de janeiro de 2022 : 09h06

Durante entrevista ao programa Canal Livre, da TV Bandeirantes, o ex-juiz e pré-candidato a presidência Sérgio Moro (Podemos) fez mais uma de suas promessas demagógicas e udenistas.

Desta vez, ele disse que caso seja eleito, vai acabar com o foro privilegiado para presidente da República. Ele detalhou dizendo que vai apresentar uma PEC para acabar com o que chamou de “privilégio”.

“Nós vamos apresentar uma proposta de emenda constitucional, já no início, para acabar com o foro privilegiado. Para todo mundo, inclusive para presidente da República”, disparou.

Como se sabe, Moro também defende um tribunal de exceção para “corruptos”. Esse tribunal seria gerido por “organismos internacionais”. Ainda durante a entrevista, o ex-juiz parcial fez a famigerada defesa de reformas nos moldes do neoliberalismo.

“A classe tem que demonstrar que ela está disposta a fazer críticas a outros grupos. Por exemplo, a gente precisa fazer essas reformas, tributária, administrativa. São fundamentais para que a gente consiga ter um governo e um serviço público de qualidade, para que a gente tenha um sistema de impostos minimamente racional”.

Veja a entrevista completa!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

EdsonLuíz.

31 de janeiro de 2022 às 23h44

Minhas diferenças com o ex-juiz Sérgio Moro são grandes, mas são diferenças políticas. Minhas diferenças com o ex-juiz não têm a natureza criminosa das divergências que os cúmplices de Lula, os cúmplices de Flávio Bolsonaro e os cúmplices do esquartejador e traficante Fernandinho Beira Mar têm com o ex-juiz.

É isso que eu observo aqui no post após este:

Responder

EdsonLuíz.

31 de janeiro de 2022 às 23h38

Minhas diferenças políticas com Sérgio Moro à parte:

Foi Sérgio Moro quem investigou, provou e
deu a decisão inicial de condenar Lula. Mas ele só deu a decisão inicial.

Também foi o mesmo Sérgio Moro que, arranjando coragem que outros juízes não tiveram, CONDENOU o megatraficante internacional de drogas e esquartejador de meninos do tráfico, de pequenos usuários de drogas e de adversários em geral.

Essa condenação do traficante esquartejador feita pelo ex-juiz foi a primeira vez que o esquartejador foi condenado. Depois dessa ele seria condenado a penas que, somando tudo, dá mais de 200 anos de prisão. Mas sempre tem que haver alguém com coragem para começar a combater esses criminosos.

Alguém acha que os familiares, os amigos e os cúmplices do esquartejador e traficante Fernandinho Beira Mar, certamente o homem mais perigoso deste nosso país, não xingam o ex-juiz? Alguém acha que os jagunços e “juristas” ligados a Fernandinho Beira Mar não chamam o ex-juiz de ladrão em português, em francês, em espanhou e em inglês todos os dias?

Os petistas desabam puro ódio sobre o ex-juiz, distorcem o verdadeiro sentido das coisas, inventam e repetem como atrocidade para duas ou três pequeníssimos erros que o ex-juiz cometeu quanto ao rito do processo, mas sem fraudar ou inventar provas contra Lula, pelo contrário, o ex-juiz usou provas reais de corrupção para condenar Lula como corrupto. Provas reais e vastas de corrupção! E a condenação inicial foi confirmada no TRF e no STJ, cujas decisões são a condenação de fato, são a confirmação e a reconfirmação de que o juiz que deu a primeira decisão sobre as provas para condenar estava certo.

Você, petista sério, você pensa o porquê desses soldados petistas fazerem tanta guerra contra o ex-juiz, que foi apenas um voto para condenar, sendo que a decisão no TRF foi 3X0 e no STJ foi 5X0 pela condenação? Você pensa no porquê de esses jagunços petistas se agarrarem em três pequenos erros rituais do processo para despejar ódio no ex-juiz? Então pensem, eu peço, no porquê de eles nunca despejarem esse ódio nos outros oito juízes que condenaram Lula ao confirmarem e reconfirmarem a condenação inicial.

Lula é corrupto! Eu não estou defendendo o ex-juiz não, eu estou defendendo a mim! O que eu estou defendendo é que corruptos não fiquem impunes e menos ainda que virem presidentes, normalizando e institucionalizando a corrupção!

Se um corrupto condenado vira presidente, o que veremos é centenas de milhares de policiais corruptos fazerem a cabeça de uns dois milhões de policiais que ainda resistem à corrupção! O que eu quero evitar é que os milhares e milhares de deputados, vereadores e outros representantes sociais não passem a entender corrupção como uma coisa normal! O que eu não quero é que o Brasil fique mais corrupto ainda do que já está!

Corrupção não pode ser normal!
Só um corrupto defende outro corrupto!

Erros de rito processual : um juiz receber uma denúncia sobre onde encontrar uma prova contra um traficante, contra um pedófilo, contra um estuprador, contra um homicida ou contra um corrupto e avisar a um promotor, por exemplo, para o promotor ou procurador ir verificar, e ministros judiciais sacanas usarem isso como desculpas para invalidar provas reais contra o criminoso.

Foi um erro desse, e mais dois pequenos erros, que usaram como desculpas para rasgarem as provas que já haviam sido examinadas por nove juízes em três instâncias diferentes e a decisão de TODOS foi pela condenação de Lula como corrupto.

Você quer um corrupto no poder? E se for um dos reis da corrupção, você quer?

Fora Lula!
Fora bolsonaro!
Fora corruptos!

Petista sério, se você é realmente de ezquerda, você tem a opção de ir para o PSOL. Você vai ficar no PT convivendo com essa gente covarde? No PSOL você pode, inclusive, ajudar a evitar que o PSOL vire um puxadinho do lulismo.

Responder

Sá Pinho

31 de janeiro de 2022 às 20h27

Jornalista: “Depois de muita pressão o senhor revelou um salario de US$40 mil na Alvarez e Marsal…, que cuida da recuperação judicial das empresas que o senhor como juiz tomou decisões importantes que inclusive tornaram as condições financeiras dessas empresas mais graves e em decorrências das suas decisões essas empresas tiveram que entrar num processo de recuperação judicial…

Moro: “(…) Eu desmantelei o império de corrupção DA Odebrecht, eu não ajudei A Odebrecht a nada, eu cumpri meu dever como juiz aplicando a lei…”

Jornalista: “(…) Mas a respeito da lava jato e as empresas, que visão o senhor tem dessa diferença entre a pessoa física e a pessoa jurídica? As empresas, a pessoa jurídica, com seus empregos, com a sua tecnologia, com seus compromisso, não devem ser preservadas…, isso não deveria fazer parte das suas preocupações no tempo da lava jato?”

Moro: “Sempre foi.” (com muita convicção e nenhuma coerência).

Jornalista: “…como, vendo tantas empresas quebrarem?”

Moro: “Quem quebrou essas empresas foi o esquema de corrupção que foi construído pelo PT durante o governo do PT, essas empresas se envolveram nisso ao invés de investirem em produtividade, tecnologia, elas investiram na capacidade de se aproximarem dos governantes.”

Enquanto Jack Palance entra com o bordão adequado à narrativa, fico pensando com as pontas soltas às mãos, como possível pensar-se assim de multinacionais da indústria da construção pesada, com mercado e obras ganhas até na terra do DOJ e do Marlboro, pra rimar com Moro.

Sei não, tantas são as pontas soltas deixadas com convicção e incríveis coincidências a desamarra-las a cada nova não explicação, que o Marsalão aos poucos o deixará completamente sem pena, a ponto de dar pena.

Mas é deveras interessante, entre tantas empresas especializadas disponíveis no mercado nacional e internacional, para recuperação judicial de empresa desmantelada por Moro no comando da lava jato, ser escolhida empresa de grupo norte-americano, que coincidentemente, contrata justamente o juiz que está a afirmar que: “Eu desmantelei o império de corrupção DA Odebrecht, eu não ajudei A Odebrecht a nada, eu cumpri meu dever como juiz aplicando a lei…”

Resta a dúvida, como ficou o desmantelamento DOS Odebrecht: Pobrezitos? Desempregados? Sem posses? Na rua da amargura com tornozeleira? Na pindaíba? Morando num Minha Casa, Minha Vida?

Só mesmo, gargalhando!

Responder

Alexandre Neres

31 de janeiro de 2022 às 20h20

É muita desfaçatez um juiz useiro e vezeiro em desrespeitar o ordenamento jurídico querer alterar as regras do jogo, criando um tribunal de exceção para combater a corrupção, até porque oficiosamente a República de Curitiba atuava dessa forma. Parece querer institucionalizar a roubalheira.

Por sua vez, em um país no qual um juiz de piso vazou seletivamente as conversas de uma presidenta, pediu uma desculpa meia-boca e ficou por isso mesmo, enquanto a claque aplaudia, é evidente a falta de maturidade para tratar de assunto tão complexo como é o foro especial por prerrogativa de função.

Responder

Paulo

31 de janeiro de 2022 às 20h14

É por isso que a classe política o teme tanto…É por isso também que é atacado por lulistas e bolsonaristas, indistintamente…

Responder

Walter

31 de janeiro de 2022 às 14h17

Esse aí é um tremendo babacão, no Brasil todo mundo é ladrão só ele que é honesto.

Responder

Ary Martins Pachêco

31 de janeiro de 2022 às 11h20

Na política se faz tudo para mudar-se tudo, o candidato se transforma de uma maneira tão genial, que as pessoas se imprecionam.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro