Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Fernando Frazão/ Agência Brasil

Governo Bolsonaro inicia seu último ano com maioria das famílias brasileiras endividadas

Por Redação

08 de fevereiro de 2022 : 12h47

O Governo Bolsonaro começou o último ano de gestão com um número gigantesco de famílias brasileiras que estão sumariamente endividadas devido a crise econômica.

De acordo com a Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), divulgada pelo Valor, cerca de 76,1% dessas famílias estavam com dividas em janeiro.

O índice é um pouco abaixo dos 76,3% registrados em dezembro do ano passado, recorde da série histórica, iniciada em 2010. Foi o primeiro recuo desde novembro de 2021

Mas por outro lado, a taxa de inadimplência explodiu para o maior nível desde agosto de 2020 e para meses de janeiro de toda a série histórica. Segundo o levantamento, o índice de famílias inadimplentes subiu de 26,2% em dezembro para 26,4% do total.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

canastra

08 de fevereiro de 2022 às 13h26

O Governo Bolsonaro começou com metade dos brasileiros economicamente ativos no SPC graças ao credito estimuado pela quadrilha vermelha e comparsas para entupir de dinheiro os bancos ao som de juros recorde e passar aos coitados dos brasileiros (que obviamente nao podiam ficar fora e cair nessa) a sensaçào que nao eram mais pobres. Essas pessoas foram parar no SPC e nunca mais sairao.

A pandemia e a idiotice sem antecedentes na historia do #fiquemcasa obviamente piorou tudo, principlamente par os mais pobres que a esquerda finge defender.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador da Bahia O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes