Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Imagem: Nikolai Ryutin/Nord Stream 2

Na Europa, preço do gás registra disparada histórica

Por Redação

03 de março de 2022 : 11h10

Nesta quinta-feira, 3, os preços europeus do gás natural dispararam para quase US$ 2.280 por 1.000 metros cúbicos. É a primeira vez na história do mercado energético que o produto chega nesse nível de preço. O aumento é ocasionado pelo conflito entre Rússia e Ucrânia.

Vale lembrar que os russos fornecem cerca de 40% do suprimento de gás na Europa. Outro ponto é que a Ucrânia possui canais de passagem para o gás russo.

Porém, com o conflito atingindo seu oitavo dia, as preocupações com a escassez de oferta do produtor estão elevando os preços para um patamar histórico.

Os mercados futuros de gás para o mês de abril, no hub TTF na Holanda, dispararam para cerca de US$ 2.279 por 1.000 metros cúbicos, ou mais de € 200 por megawatt-hora em termos domésticos, atingindo um recorde, segundo dados da bolsa ICE de Londres.

Com informações da RT

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário

O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro