Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Imagem: Agência Senado

Jaques anuncia mudanças na estratégia para sucessão de Rui Costa

Por Gabriel Barbosa

07 de março de 2022 : 10h07

Na manhã desta segunda-feira, 7, o senador Jaques Wagner (PT-BA) afirmou nas redes sociais que o governador da Bahia, Rui Costa (PT), vai ficar até o final do mandato e Otto Alencar (PSD) vai tentar reeleição ao Senado.

No último sábado, 5, Jaques se reuniu com o próprio Otto e segundo ele, o pessedista não demonstrou “tesão” para se lançar ao Palácio de Ondina. Por sua vez, o petista esclarece que abriu mão da candidatura ao governo baiano para ajudar o ex-presidente Lula na campanha presidencial.

Com isso, o PT volta a ficar com a cabeça de chapa. No momento, as lideranças petistas que disputam o posto são: a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, o secretário de Relações Institucionais, Luiz Caetano, e o secretário de Educação Jerônimo Rodrigues.

Vale lembrar que no último dia 24, o governador Rui se reuniu com Otto Alencar e algumas lideranças da base aliada para definir os ponteiros sobre a disputa pela sucessão. O encontro aconteceu no Palácio de Ondina, sede do governo baiano.

No encontro a portas fechadas, foi acordado que o petista seria candidato ao Senado e o principal fiador da candidatura de Otto ao executivo baiano, com aval do próprio Lula.

O pessedista aproveitou o feriadão de Carnaval para conversar com as lideranças locais sobre sua candidatura ao executivo estadual, mas não houve consenso, além das resistências internas no próprio PT baiano.

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM. Pós-graduando em Comunicação e Marketing Político.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Sebastião

07 de março de 2022 às 13h03

A questão que Wagner esperava o gesto que ele teve com Rui, deste fazer o mesmo com ele. Foi a condição que Wagner impôs pra ser candidato ao governo da Bahia. Mas, quando Rui viu que Dino e Camilo iriam ser candidatos ao senado, decidiu ser também, e iria renunciar e deixar o vice Leão no lugar.

Só que o vice, tem um filho muito ligado a ACM Neto. E o partido dele(PP) é aliado de Bolsonaro. Leão, iria inaugurar várias obras do PT e Rui, ganhando popularidade e podendo nem sequer, apoiar a candidatura do governo Rui. Além de Bolsonaro injetar dinheiro, com o aval de Ciro Nogueira.

Nesse imbróglio todo, Wagner acabou desistindo e colocando Otto no lugar. Mas, houve um rebuliço no PT baiano, achando que era absurdo o PT abrir mão de candidatura ao governo e vice, por capricho exclusivo de Rui. E Rui, é bom lembrar. Que foi imposto por Wagner contra Lula, que preferia Gabrielli. E depois, Rui faz uma dessa com Wagner?

Espero que Wagner seja o candidato, se não, Jerônimo. Porque, Moema e Caetano, ninguém merece.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador da Bahia O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes