Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Imagem: Reprodução

FUP apresenta aos petroleiros principais pontos da pauta de reivindicações do Sistema Petrobrás

Por Redação

06 de junho de 2022 : 08h00

FUP – Em live nesta sexta-feira, 03, a FUP apresentou aos trabalhadores do Sistema Petrobrás os 13 principais pontos da pauta de reivindicações do Acordo Coletivo de Trabalho 2022, que foi protocolada na quinta-feira, 02, em ato unificado realizado pelas duas federações de petroleiros.

Nesta sexta, estava prevista a primeira rodada de negociação com a estatal, mas a gestão bolsonarista, em mais um ataque à organização sindical, cancelou em cima da hora a reunião. A FUP e a FNP repudiaram a tentativa da gestão da Petrobrás de esvaziar o processo de negociação e realizaram um protesto pela manhã, no EDIHB,  unidade administrativa da empresa no Rio de Janeiro, onde ocorreria a reunião.

A pauta de reivindicações para os ACTs da Petrobrás e subsidiárias (Transpetro, PBio, TBG e Termobahia) foi definida na 10ª Plenafup (Plenária Nacional da FUP), realizada em maio, após uma série de debates com os trabalhadores nos congressos regionais e em assembleias setorias nas bases.

Os petroleiros também aprovaram a antecipação das negociações, entendendo a importância do engajamento da categoria nas lutas contra a privatização da Petrobrás e na campanha eleitoral, que será definidora para os trabalhadores brasileiros. A Plenafup aprovou o apoio à candidatura de Lula para Presidência da República e também às candidaturas de petroleiros e petroleiras para a Cãmara dos Deputados Federais e as Assembleias Legislativas.

Conheça os 13 pontos principais da pauta de reivindicações protocolada pela FUP

  1. Reposição da inflação e das perdas salariais dos últimos acordos
  2. Garantia no emprego
  3. Resolução dos pontos soltos do ACT (fórum de efetivos, teletrabalho, HETT, banco de horas, tabela de turno, AMS)
  4. Restabelecimento do Fundo Garantidor para proteção dos direitos dos trabalhadores terceirizados
  5. Realização de um Fórum Nacional para discutir a terceirização no Sistema Petrobrás
  6. Resgate da AMS (garantia da margem consignável de 13%, restabelecimento da relação de custeio 70×30, buscar uma alternativa para o atual índice de reajuste das tabelas)
  7. Valorização da função dos brigadistas e fortalecimento das brigadas
  8. Exames periódicos para prevenção das seqüelas decorrentes da Covid-19
  9. Garantia incondicional do Direito de Recusa
  10. Licença paternidade de 60 dias
  11. Proteção das trabalhadoras lactantes, com afastamento das áreas insalubres pelo tempo em que estiver amamentando
  12. Defesa da Petros
  13. Garantia da liberdade sindical

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jonathan

06 de junho de 2022 às 18h18

Chegam a dar nojo esses pelegos.

Responder

Partagas

06 de junho de 2022 às 18h17

O sindicato dos petroleiros torce para quem assaltou dia e noite a Petrobras e conseguiu dar prejuizos a uma empresa que é monopolio volte ao poder.

E’ normal isso…? O que tem na cabeça desses imbecilizados por ideologias ?

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina