Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Bloomberg

Primeiro-ministro da Itália renuncia ao cargo após boicote da própria base governista

Por Redação

14 de julho de 2022 : 14h44

O gabinete do primeiro-ministro da Itália, Mário Draghi, anunciou na tarde desta quinta-feira, 14, que ele vai entregar sua carta de renúncia ao presidente Sérgio Mattarella.

A queda de Draghi foi provocada após um boicote liderado pelo Movimento 5 Estrelas (M5S), um dos partidos que compõem a base governista.

A sigla de extrema-direita se ausentou de uma votação no Senado italiano, ainda na manhã de hoje, sobre o pacotão de auxílios do governo para famílias e empresas. 

Para o primeiro-ministro, o apoio do Movimento 5 estrelas é de fundamental importância para a sustentação do governo. Mas com a ausência do partido, Draghi compreendeu o início do processo de esvaziamento do governo Mattarella.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

14 de julho de 2022 às 23h22

Perguntado certa feita sobre se governar a Itália era fácil ou difícil, Mussolini saiu-se com essa: “Nem fácil, nem difícil, é inútil”…

Responder

Kleiton

14 de julho de 2022 às 17h06

M5s de extrema direita….? Não sabem nem do que escrevem.

Responder

Zulu

14 de julho de 2022 às 15h27

O governo da Italia não foi eleito por ninguém.

Responder

Deixe um comentário

Por que devemos confiar nas Urnas Eletrônicas? Viaje no Universo Profundo com o Telescópio James Webb O Xadrez para Governador do Ceará