Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Ricardo Stuckert

O xeque mate de Lula no Ceará

Por Miguel do Rosário

30 de julho de 2022 : 21h02

A ruptura entre PT e PDT no Ceará pode ter gerado uma série de traumas e feridas políticas que demorarão a cicatrizar.

Do ponto-de-vista estritamente eleitoral, porém, trouxe algumas vantagens para Lula. O encontro realizado neste sábado, no Centro de Eventos de Fortaleza, é a prova.

Há separações que enfraquecem ou deprimem um dos lados, mas também há aquelas que libertam grande quantidade de energia. No caso da aliança entre petistas e o clã Ferreira Gomes, deu-se o último caso. A separação liberou forças que, aparentemente, queriam vir à luz há muito tempo.

O PDT também realizou sua convenção estadual há pouco, no ginásio do colégio Farias Brito. A comparação entre os dois eventos é cruel para o PDT.

O evento do PDT foi incrivelmente caótico, com os líderes partidários se acotovelando em pé, quase se machucando, suando em bicas, num tablado montado num dos cantos do ginásio. O som estava ruim, com eco. Ciro Gomes fez um discurso vitimista e raivoso, criticando o governo de seu próprio partido (Izolda Celas ainda era do PDT no momento em que ele falava). Ele sugere, ao final de sua fala, que o ex-governador Camilo Santana “frequenta os caminhos de Judas”. Uma coisa ridícula e constrangedora. E que serviu como gota d’água para muita gente. Camilo Santana, horas depois, veio às redes anunciar oficialmente a ruptura, lançando Elmano de Freitas para o governo. No dia seguinte, encontrou-se com o senador Cid Gomes, e anunciou a conversa nas redes, como a dizer: nos separamos, mas a amizade e o respeito continua. A governadora Izolda Cela, talvez também como reação às grosserias de Ciro na convenção, pediu desfiliação do PDT.

O presidente estadual do PDT-CE admitiu que Cid Gomes está incomunicável e que sequer visualiza seus whatsapps.

Ou seja, Cid está incomunicável apenas para os membros do PDT-CE que aceitaram o jogo de Ciro Gomes, mas não para Camilo Santana. É importante ter isso em mente.

Aliás, a convenção do PDT não contou com a presença de Cid e Ivo, confirmando notícias que circularam antes e depois, de que os irmãos de Ciro ficaram insatisfeitos com a forma pela qual o processo de sucessão foi conduzido.

O público do evento do PDT não deve ter chegado a duas mil pessoas.

Convenção Estadual do PDT, no ginásio do colégio Farias Brito, no dia 24 de julho de 2022. Crédito: Divulgação PDT.

A convenção do PT aconteceu numa das maiores e mais modernas instalações da América Latina, o Centro de Eventos de Fortaleza, que pertence à Secretaria de Cultura do Estado. As lideranças puderam discursar num palco organizado, com espaço para se movimentarem, sentarem-se e fazerem seus discursos com tranquilidade e conforto.

O público foi rigorosamente contabilizado pelos organizadores, e chegou a quase 25 mil pessoas! As imagens geradas são impressionantes.

Lula no Centro de Eventos de Fortaleza, sábado, 30 de julho de 2022. Foto de Ricardo Stuckert.

A magnitude do evento deixou claro que a cúpula da campanha de Lula decidiu tratar o Ceará como uma de suas mais importantes bases políticas nessas eleições.

O Ceará tem 6,8 milhões de eleitores. Segundo uma pesquisa recente da Quaest, paga pelo PDT, Lula lidera no estado com 42% das intenções espontâneas, contra 14% de Bolsonaro e 3% de Ciro Gomes.

Para o governo do estado, o candidato com melhor pontuação na espontânea, o Capitão Wagner, tem apenas 6%.

Na estimulada, Lula tem 64% dos votos válidos no estado, contra 20% de Bolsonaro e 12% de Ciro.

Camilo Santana fez um discurso profundamente emocionado, com voz embargada. Chorou ao apresentar sua família. Fez uma homenagem corajosa à governadora Izolda Cela, que, segundo ele, deveria estar ali, ao lado dele. Pela maneira dele falar, isso não tardaria a acontecer. A filha da governadora, Luísa Cela, circulava pelo evento com uma camisa de Lula, e já começou a anunciar, em entrevistas, que “agora é Elmano”. O marido da governadora, o petista Veveu Arruda, que já foi prefeito de Sobral, é cotado para ser um dos coordenadores da campanha de Elmano, segundo informação da imprensa cearense.

Izolda Cela foi secretária de educação do governo do Ceará de 2007 a 2014, durante a administração Cid Gomes.

Santana mencionou ainda sua eterna gratidão para com o senador Cid Gomes, seu padrinho político, dizendo que sua amizade com ele se mantinha inabalável.

Ciro Gomes não foi citado, mas seu nome provavelmente vinha à mente de muitos dos presentes ou espectadores, sempre que Camilo ou Lula falavam em conduzir uma campanha de alto nível, propositiva, sem ataques sujos.

Aliás, hoje mesmo o Ciro aparece nas redes falando em “gabinete do ódio do PT”, e acusando o partido e sua militância de práticas “fascistas”.  O que é, evidentemente, mais uma irresponsabilidade de Ciro Gomes.

A campanha de Ciro é a mais suja, desonesta, agressiva e mentirosa que já presenciei em muitos anos.

Ciro não tem mais o que inventar sobre Lula e o PT. Dia sim, dia também, Ciro chama Lula de corrupto e ignorante, e a militância lulista de fascista.

Ninguém presta para Ciro Gomes.

Tanto Ciro como sua militância tocam a corneta do hipermoralismo, e qualquer um que decida apoiar Lula é porque se vendeu por um ministério, pela promessa de um cargo de confiança, uma verba na Secom. Outro dia, vi um militante cirista acrescentar mais uma razão: bolsa de estudos. Tem gente que vota em Lula pensando em… bolsa de estudos. Vejam só. Talvez muitos pensem em votar em Lula por uma razão ainda mais venal: um aumento de salário!

Os puros de espírito, os ciristas, eles votam em Ciro porque só ele tem um projeto. Só ele escreveu um livro. Comprem o livro!

Na entrevista de Ciro ao Globonews, ele é perguntado sobre os problemas no Ceará, que constituem mais um indicativo de que o ex-ministro não é tão bom de política assim. Então ele tenta se justificar da seguinte maneira: ele teria uma “razão superior”, “princípios”, enquanto outros políticos, como o ex-governador Camilo Santana, se deixariam corromper por um “carguinho” no ministério. É um desrespeito inacreditável.

A própria grosseria de Ciro explica a ruptura de Camilo.

Camilo foi eleito em 2018 com 80% dos votos, em primeiro turno. Seu governo é bem avaliado por 61% dos cearenses, segundo a Quaest paga pelo PDT. Nas pesquisas para o Senado, Camilo aparece com mais de 60% das intenções de voto. Se lembrarmos que Ciro hoje tem apenas 11% dos votos totais no Ceará, ainda segundo a última Quaest, então Camilo tem quase seis vezes mais eleitores que Ciro no estado!

Elmano de Freitas me causou boa impressão. Tem um sorriso enorme e franco. Filho de um pequeno agricultor e uma professora, fala de maneira simples e direta. Sua formação política, segundo ele mesmo explicou, vem dos movimentos sociais que lutam pela terra.

Ele parece abordar a política de uma maneira bem humorada e criativa.  Ao final de seu discurso, disse que havia acordado com uma canção de Roberto Carlos na cabeça. Imprimiu a letra e queria declamar os versos. Era a música Amigo, parceria entre Erasmo e Roberto Carlos (Roberto fez a letra e Erasmo musicou, aparentemente).

Declamou os versos com muita emoção.

Elmano também elogiou a governadora Izolda Cela e o senador Cid Gomes.

O ex-presidente Lula falou por último. Fez muitos elogios a Camilo Santana, e deu conselhos públicos a Elmano, de se manter sempre absolutamente leal ao ex-governador. Ficou bem claro que a escolha de Elmano veio diretamente de Camilo.

O que houve no Centro de Eventos de Fortaleza neste sábado ficará marcado na história do Ceará e do país. A magnitude do encontro lhe deu projeção nacional.

É quase certo que Elmano de Freitas aparecerá, em algumas semanas, como um candidato extremamente competitivo. A sua chapa já é aquela com maior tempo de TV, maior fundo partidário e eleitoral. Em poucos dias, já reuniu um grande número de aliados em prefeituras, outras legendas, movimentos sociais.

A imprensa cearense tem noticiado a defecção de vários prefeitos da campanha de Roberto Claudio, muitos deles se desfiliando publicamente do PDT, para declarar apoio a Elmano e a Lula.

A presença de Camilo Santana na chapa de Elmano é um de seus principais trunfos. Com a força política que acumulou em dois mandatos consecutivos no comando do estado, Camilo não terá muita dificuldade em levar Elmano ao segundo turno.

Quanto a Roberto Claudio, a tendência de sua campanha, a partir de agora, é desidratar. Perdeu o apoio de uma governadora de Estado, que era do próprio partido. Perdeu o senador Camilo Santana. Nem o senador Cid Gomes, até o momento, se manifestou favorável a sua candidatura.

A Roberto agora só resta submeter-se a Ciro Gomes, dando-lhe palanque exclusivo. Enquanto isso, Capitão Wagner, que ainda pensava em fazer uma campanha independente, centrada na ideia de derrotar os Ferreira Gomes, agora está sem discurso. Elmano agora é a alternativa mais forte para derrotar os Ferreira Gomes. O Capitão parece ter identificado essa mudança de cenário e voltou a se aproximar de Bolsonaro. De maneira que a campanha ficará polarizada também no Ceará, com o rebaixamento de Roberto Claudio para o papel de terceira via.

Lula deu um xeque mate no Ceará. Do outro lado do tabuleiro, ciristas e bolsonaristas estão desorientados, ainda sem entender direito o que aconteceu. Os bolsonaristas estão até mais confortáveis, porque detêm a presidência da república e tem um discurso fácil: agitar o voto conservador e bater no PT. Os ciristas cearenses, por sua vez, terão enorme dificuldade para bater no PT, na medida em que foram aliados do PT durante os últimos 16 anos, e sempre elogiaram as conquistas dessa aliança.

Com sua eleição ao Senado garantida, Camilo Santana deverá ser o chefe de fato da campanha de Elmano de Freitas. O slogan, repetido pelo próprio Camilo na convenção, fala num “Ceará três vezes mais forte”, ou seja, um Ceará com Lula na presidência, Elmano no governo e ele, Camilo, no Senado.

Não é preciso ser gênio para prever um crescimento vertiginoso de Elmano de Freitas daqui até o dia da eleição, conforme o seu nome for sendo associado a Camilo, a Lula e até mesmo a Izolda Cela, governadora que, apesar do pouco tempo à frente da administração, já é bastante querida pela maioria dos cearenses.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

29 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Ronivaldo

01 de agosto de 2022 às 14h27

Excelente reflexões.Os acontecimentos que resultaram no rompimento político entre PDTxPT, ainda repercutirão muito. Basta lembrar que além das campanhas que começam dia 15, agosto tem o retorno das câmaras municipais e da assembleia Legislativa estadual. Nos anos 80, Gonzaga Mota, então governador cunhou a frase “ a política é dinâmica “. Talvez para explicar mudanças improváveis no Cenário

Responder

    Ronivaldo

    01 de agosto de 2022 às 14h31

    Desconsiderar os comentários enviados.

    Responder

Aldo

01 de agosto de 2022 às 13h17

Ciro já pode ir pra Paris agora. Não precisa mais esperar.

Responder

Jean Lopes

01 de agosto de 2022 às 11h33

Bom dia, o Centro de Eventos é gerenciado pela Secretaria de Turismo e não pela Secult como informado na matéria.

Responder

Max

01 de agosto de 2022 às 10h31

Vai comentar os outros “xeque mates” do grande Lula não ?

Pelo Lula não era o Flavio Dino o governador do Maranhão e sim os Sarneys.
Pelo Lula não era o Camilo Santana o governador do Ceará e sim o Eunício Oliveira.

Lula não quer reforma tributária. Dá trabalho.

Sem falar no pastor Isidório.

Mas tudo bem.

O Temer q fez a reforma trabalhista e o PPI da Petrobras foi obra de que ?
Desses mesmos conchavos.

Responder

Claudio Freire

01 de agosto de 2022 às 09h19

O que mais me impressiona no Ciro Gomes, além do seu evidente desequilíbrio emocional, é que ele parece achar que basta ter um programa para se apresentar como a solução para o Brasil.
Apesar de eu concordar com o programa dele (é bom que isso fique claro), nenhum programa, por melhor que seja, é realizado na prática sem que seja negociado politicamente com o Congresso (deputados e senadores). É assim que a vida é.
Como Ciro Gomes não agrega nada, ao contrário, desagrega, fico imaginando ele negociando com os congressistas a implantação do programa dele. Acho que muita coisa ali seria barrada pelos congressistas, simplesmente porque Ciro Gomes a cada dia dá mais mostras de que ele não tem condições de negociar. Acha que tudo deve ser implantado na marra.
É ridículo ele achar que basta ter um programa, como se esse programa fosse ser implantado de forma mágica. É preciso fazer política. E isso ele está demonstrando a cada dia que não tem equilíbrio emocional para fazer.

Responder

Ronivaldo Maia

01 de agosto de 2022 às 05h52

Excelentes reflexões. Nos últimos 15 dias os acontecimentos dando conta do rompimento PDTxPT ainda repercutirá, basta lembrar que em agosto além do início da campanha tem retorno dos legislativos municipais e da assembleia estadual, aguardemos……. No demais como analisamos a política no Ceará. Nos anos 80, Gonzaga Mota, o Totó cunhou à frase : “ A política é dinâmica “. Talvez pra justificar mudanças improváveis no cenário. Mas como dizia me sogra dona Gonçalinha, com seu humor e sua simplicidade lá vem fulano com as ideias do Tatá pra algo que têm tudo pra dar errado. Assim foi o Ciro, quis fazer um giro e fez um giral. Agora é Lula presidente, Camilo senador e Elmano governador. Até a vitória !

Responder

EdsonLuíz.

01 de agosto de 2022 às 03h51

Nada ganho para defender Ciro Gomes nem ninguém, mas vamos a fatos:

Em um balanço de renúncias e colaborações, foi mais Ciro Gomes que colaborou com o PT do que o PT colaborou com Ciro Gomes e foi SEMPRE Ciro Gomes que renunciou em favor do PT.

No Ceará, considerando o processo político naquele estado e resultados bastante bem sucedidos em diversas áreas nesse processo, o nome a ser homenageado nisso é o de Tasso Jereissati, inclusive na abertura e atração de outros atores e forças políticas para colaboração e parceria no processo, dentro da cultura realmente plural e democrática de Tarso.

A continuação desse processo no Ceará se deu com Ciro Gomes por virtude de Tarso Jereissati e, até aqui, o processo está ancorado em Ciro.

Tasso sofreu algumas injustiças no processo político cearense, de não reconhecimento e de ingratidão, que seu temperamento apaziguador e sem ódios relevaram, e quem foi mais causador e que mais atingiu Tarso Jereissati com injustiças e ingratidão foi, principalmente, Cid Gomes.

Cid Gomes, para mim uma pessoa menor, acabou levando Ciro a errar junto com ele quanto a Tarso Jereissati. E não só: Cid Gomes também apadrinhou Camilo e outros, e contou com a aceitação, aval e confiança de Ciro Gomes para apadrinhar Camilo. Não foi um erro Ciro aceitar acolher Camilo, afinal, ampliar incluindo sempre é bom, mas o desfecho ruim que isto está tendo no Ceará, e que, ao ponto em que chegou só é possível corrigir com muita humildade e atitude, nesse desfecho ruim há muito, sinto dizer, o dedo de Camilo e de Isolda. Ao PT cabe participar de discussões com parceiros, claro, mas não caberia nem cabe ao PT escolher, decidir e impor ao PDT o que o PDT não pode aceitar, muito menos aceitar um nome sabidamente petista neste momento, o de Isolda, plantado dentro do PDT, quando há o nome sólido e eleitoralmente mais viável de Roberto Cláudio no PDT. O PT pode até superar Roberto Cláudio na disputa, mas vai ser ao preço da putaria (desculpem) de se aliar a coisas tão ruins quanto se aliar a Renan Calheiros, Gedel e outros, que é se aliar com Eunício Oliveira e gente assim.

Ciro, em 2018, foi mastigado e cuspido pelo PT, o que resultou, no juízo que faço, embora eu não goste de formar juízos, em decepção e mágoa que constituíram traumas fatais para Ciro. Por causa desses traumas, Ciro vem sendo agressivo com Lula, mas Ciro sempre teve um temperamento agressivo, o que é um de seus defeitos em meio a muitas qualidades, inclusive a qualidade da lealdade, lealdade essa que eu acho que muitas vezes outros nào têm para com ele, e agora nem o irmão está tendo.

Mas o trauma que o PT causou em Ciro em 2018 foi apenas a penúltima paulada que o PT deu em Ciro. Antes, em 2014, o PT já havia dado uma paulada talvez até maior em Ciro Gomes. Em 2014 Ciro renunciou a ser candidato a presidente da república para favorecer o PT, que enfrentaria uma campanha difícil, e Ciro, naquele ano, buscou uma candidatura a senador, só que não pelo Ceará, mas a senador por São Paulo. O PT não sustentou esse objetivo de Ciro Gomes. Na verdade, o PT FRUSTROU esse objetivo de Ciro Gomes. Para Ciro, um companheiro muito importante e leal ao PT e a todos com quem se alia, ter sido frustrado nesse seu projeto de senador por São Paulo pelo PT deve ter sido bem duro.

No entanto, Ciro Gomes preservou e preserva o PT até hoje. Ciro Gomes tem denunciado a corrupção de Lula, mas ele não tem sido irresponsável quando denuncia, na medida em que ninguém é irresponsável quando denuncia corruptos; irresponsável Ciro pode ter sido em outros tempos — irresponsável com o Brasil e com os brasileiros –, quando sabia da corrupção de Lula e não denunciava! Mas o fato é que Ciro preserva o PT, talvez para não atingir pessoas sérias que o PT tem, embora essas pessoas sérias estejam, elas sim, sendo irresponsáveis em proteger corrupção e corruptos no PT, e isso não de agora.

Nessa refrega, sinceramente, eu acho que é Ciro o maior injustiçado. O PT pode esfolar Ciro Gomes politicamente e até moralmente. O PT, sim, dá repetidamente mostras de leviandade e irresponsabilidade em muitas coisas, sejam em questões técnicas de gestão e de economia, sejam em questões políticas e questões morais. E leviandades e irresponsabilidades GRANDES! Ciro pode continuar sendo vítima dessa péssima prática petista, sendo vítima da cumplicidade de petistas graduados, de jornalistas partidários do PT (sempre péssimos enquanto jornalistas, vide Kennedy Alencar, Jânio de Freitas e vários outros, que são péssimos ao cumprirem de forma tendenciosa seu papel de jornalistas, que eu espero que outros jornalistas talentosos e com princípios e valores que estejam nadando nessas mesmas águas tendenciosas pensem no que estão incorrendo e na própria dignidade pessoal e profissional, afinal, não é necessário e é até mesmo desaconselhável esse engano), mas voltando a Ciro Gomes, ele pode até ser esfolado eleitoralmente e moralmente pelo PT e por eventuais cúmplices do PT no que o PT tem de errado e vergonhoso, mas há, sim, os motivos de Ciro.

Ciro NÂO está sendo leviano e irresponsável quando denuncia corrupção de Lula, uma vez que como corrupto Lula é ultra-condenado, e corruptos precisam ser denunciados SEMPRE (jair bolsonaro também).

Nesta refrega Ciro/Lula, Ciro preserva o quanto pode o PT e, para mim, o PT está sendo completamente injusto com Ciro Gomes para ser cúmplice da corrupção de Lula, corrupção esta que é bem real e Ciro Gomes não inventa. Nesta refrega Ciro/Lula, sinceramente, Ciro é mais vítima do que algoz: errado não é quem denuncia corrupção; errado é quem protege! Fazer a inversão disso é que é irresponsável e leviano!

Estes são os fatos nesta refrega Ciro Gmes/Lula!

edsonmaverick@yahoo.com.br

Responder

Paulo Assunção

31 de julho de 2022 às 22h21

Só agora está acontecendo o que a militância do PT lutava a muito tempo. Se é verdade que Lula tem quase 60%, se Camilo tem aprovações que passam de 70% e se o Partido dos trabalhadores é o mais bem avaliado no estado, nada justificaria uma aliança com quem sempre tentou nos destruir na política . #OpteiCeará13 #OusarLutarOusarVencer

Responder

Odail

31 de julho de 2022 às 20h29

Acorda Zulu.

Responder

Silda Rodrigues

31 de julho de 2022 às 20h23

Excelente análise!
Eu estava lá. Energia positiva
Foi muito emocionante!
#EsperançaAmorPazCoragem

Responder

Saladino

31 de julho de 2022 às 20h13

Não custa nada refrescar a memória com menção a 2018 e o candidato Haddad que se apresentava com uma máscara de Lula, em lugar do seu rosto.
O denominado “xeque-mate” de Luís Inácio no Ceará não é ainda sabido.
A linguagem enxadrista mostra que de “xadrez” o colunista entende pouco ou nadica de nada.
O que foi feito, às pressas, não passou de um “roque do rei”.
O “xeque-mate” só é sabido quando o resultado da apuração vier a lume.
Até o momento, o que se vê no Ceará é uma inédita e acelerada ascensão dos amotinados de 2012 sob a bandeira da segurança pública e a ramificação progressiva dos cartéis e suas facções criminosas em todo o Ceará.
Menos, Miguel; o rosário é maior e mais espinhoso do que explica a sua suposta compreensão do quadro político e eleitoral cearense.

Responder

Dilmar Santos de Miranda

31 de julho de 2022 às 16h11

Análise perfeita. Morei 40 anos no Ceará. Conheço pessoalmente Ciro Gomes.

Responder

Igor pinho

31 de julho de 2022 às 14h49

Exelente análise. Parabéns.

Responder

Tony

31 de julho de 2022 às 14h40

Luiz,
o que você tá vendo são pessoas presas arbitrariamente por uma corte Constitucional que nada tem a ver com o que as pessoas fazem ou falam ( a não ser defender a liberdade de expressão) sem denuncia, sem processo, sem possibilidade de defesa por falar besteiras e nada mais em nome de uma pseudo “defesa da democracia” por crime de “fake news” e mais um monte de besteiras.

Você tá vendo e ficando calado a polícia vc fazer busca e apreensão na casa de Sérgio Reis por supostamente apresentar ameaça a democracia.

Você tá vendo meios de informação, revistas, jornalistas, deputados sendo censurados, presos, cassados, ecc…Você tá vendo e ficando calado.

Responder

Alexandre Neres

31 de julho de 2022 às 13h16

”Se eu for para o segundo turno contra Bolsonaro? Claro que eu aceito [o apoio de Lula]. O contrário não há mais caminho”, disse Ciro ao ser entrevistado na GloboNews. Depois, como de costume, vociferou: ”O maior responsável pela tragédia que está acontecendo no Brasil chama-se Luiz Inácio Lula da Silva”.

Após o episódio, o escritor e jornalista Marcelo Rubens Paiva elaborou uma tese sobre o desatino de Ciro Gomes que, tal qual Bolsonaro, não consegue parar de dar vexame e caminha desabaladamente para o seu ocaso, como bem retratou o Miguel: “Uma teoria sobre a maluquice do Ciro é que lhe foi oferecida em 2018 a vaga de vice do Lula. Sua vaidade o fez dizer não. Lula ficou inelegível, Haddad ocupou a vaga, foi pro segundo turno. Ciro poderia ter sido o presidente do Brasil, entrar pra História. Seu ego atrapalhou”.

Responder

Odorico Carvalho

31 de julho de 2022 às 13h15

Um dos pontos principais aqui é vencer esse Capetão Wagner. O país não aguenta mais cabos, capitães, coroneis, generais, todos com ares vestais e espíritos de porco. Lugar de militar é em seus quartéis sob comando civil e cumprindo as funções que a Constituição lhes reserva.

Responder

Saulo

31 de julho de 2022 às 12h17

Falando em salário…de quem foi a ideia “genial” do salário mínimo ?

Isso escravizou milhões de brasileiros criando um cartel de pagadores de 1 salário mínimo e 1 cesta básica…. além da onipresente exploração política do mesmo.

Foram os gênios dos sindicatos ?

Essa é outra palhaçada terceiromundista que deveria acabar ontem.

Responder

Raimunda Felix de Oliveira

31 de julho de 2022 às 11h58

Excelente análise!!! Perfeita!!

Responder

Valeriana

31 de julho de 2022 às 10h55

Sindicato em Pernambuco: https://twitter.com/profcabarros/status/1553464296822145026

…kkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Luiz

31 de julho de 2022 às 08h54

Verdade Tony, estou vendo bastante esquerdistas sendo preso nos últimos dias por apologia ao crime e cometendo crime.
Lol.

Responder

Socorro Linhares

31 de julho de 2022 às 08h43

Excelente análise! Só errou os nomes do esposo e da filha da governadora Izolda Cela- Veveu Arruda e Luísa Cela

Responder

Linhares

31 de julho de 2022 às 08h04

Tem um hidrófobo que só escreve coisas aqui nos comentários às quais devo imaginar a sua progenitora ruborizada de tanta vergonha. Maluco-doido, tu sofres de bem de dores de chifre pra desancar tanto ressentimento. Um caboco tamanho grande escrever como se fosse um menino do buchão vitimista cheios do mi-mi-mi. Vire homem, parceiro! E honre as cuecas de que tua mãe nunca as deixou de lavar. Corno velho!

Responder

Martins Chaves Monteiro

31 de julho de 2022 às 07h39

Foi uma liberação de tenção. O término da aliança entre PDT e PT nos livrou do ridículo de suportar o descontrolado e presunçoso Ciro, que é mal caráter mesmo , e por cima , cuspidor do prato que come.

Responder

William

30 de julho de 2022 às 22h38

É a esquerda de sempre, grudada no dinheiro, com nojinho do povo, que fica só na própria Faria Lima e de lá não sai de jeito nenhum mas usa o que resta do sistema (velha Imprensa, elite artistica, sistema financeiro, ecc…) para se manter viva sabendo de ser moribunda.

A esquerda não existe mais em lugar nenhum no mundo, é somente um aglomerado de gente que cuida dos próprios interesses e nada mais.

Em lugares tragicômicos, altamente atrasados como a América Latina aínda conseguem explorar em parte a pobreza, o analfabetismo e a inocência das pessoas mas com a internet o monopólio da narrativa se foi.

É gente que em 2022 se chamam de companheiros um com outro como e vivem do inimigo imaginário do fascismo como se o mundo tivesse parado nos anos 80.

O Brasil apodreceu na mão desses vermes e é por isso que no meio do povo não andam de jeito nenhum: https://fb.watch/eBAU5AZVXJ/

Responder

Arthur Albuquerque

30 de julho de 2022 às 22h23

O moribundo Ciro Gomes sera enterrado no seu Estado natal

Responder

Tony

30 de julho de 2022 às 22h18

Essa tal de esquerda é pura apologia ao crime e a desgraça alheia.

Responder

    Jorge Fernandes

    31 de julho de 2022 às 12h38

    Os bolsonaristas assassinam petistas

    esqueceu nazifascistamiliciano ?

    Responder

Zulu

30 de julho de 2022 às 22h17

Fortaleza temos… ? Temos….e só de motos, espontânea, sem fotografo profissional para tirar centenás de fotos e escolher a certa para preencher de gente a tela, sem drone, sem aparato, sem nada… só o tal de povo com o celular.

https://fb.watch/eBA7KAM-NQ/

Responder

Deixe um comentário

Por que devemos confiar nas Urnas Eletrônicas? Viaje no Universo Profundo com o Telescópio James Webb O Xadrez para Governador do Ceará