Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Créditos: Ricardo Stuckert

IPEC mostra levante popular contra Bolsonaro

Por Miguel do Rosário

16 de agosto de 2022 : 13h01

Não é uma pesquisa.

Não é uma eleição.

O que a Ipec mostra é um verdadeiro levante popular.

Um levante popular contra a asfixia econômica de um governo dos ricos, que tentou, de todas as maneiras, enganar o povo.

Com entrevistas presenciais realizadas entre os dias 12 e 14 de agosto, a pesquisa Ipec custou R$ 231.156,29, pagos pelo grupo Globo.

O G1 criou uma página dinâmica para mostrar os dados extratificados. Um dos pontos que eu gostaria de destacar é o voto do setor mais pobre da população, o eleitorado com renda familiar até 1 salário.

Neste segmento, Lula tem 69% dos votos válidos, mais do que o triplo dos votos de Bolsonaro, que tem 22%.

Reitero: é um levante popular!

Mas também é um levante da juventude!

Segundo a Ipec, Lula tem 57% dos votos válidos dos eleitores com idade até 24 anos, contra 32% de Bolsonaro.

Essa força na juventude serve para compensar a vulnerabilidade de Lula em setores da classe média.

Bolsonaro vence entre eleitores com renda familiar acima de 2 salários, e isso é preocupante, por se tratar de um segmento com alto poder de influência nas redes sociais.

Entretanto, como tem jovem em toda parte, pois idade não tem classe social, as famílias de classe média terão agora de lidar com infiltração lulista dentro de casa. E isso vai fazer a diferença.

De qualquer forma, apesar de Bolsonaro se manter à frente na classe média, Lula tem bons percentuais também nesses extratos de maior renda: tem 37% dos votos válidos entre famílias com renda entre 2 e 5 salários, e 40% naquelas com renda superior a 5 salários.

Outro aspecto que também compensa a vantagem de Bolsonaro na classe média é a pontuação de Lula junto aos eleitores mais instruídos. O petista tem 48% dos válidos entre eleitores com ensino médio, contra 41% de Bolsonaro, e 43% junto àqueles com ensino superior, contra 42% de Bolsonaro.

A Ipec confirma que a principal base social de Bolsonaro é o eleitorado evangélico, junto ao qual ele tem 56% dos votos válidos, contra 35% de Lula.

Mas Lula tem 59% dos votos válidos de católicos, contra 30% de Bolsonaro

Não se pode afirmar que os cristãos votam Bolsonaro. Não. Como a maioria da população é católica, e católico é tão cristão como o evangélico, então é correto afirmar que a maioria esmagadora dos cristãos votam em Lula.

Esses 35% de votos válidos para Lula entre evangélicos confirmam o que já se vinha observando em outras pesquisas, que é constituição de uma base evangélica lulista dura, forte, que o bolsonarismo não conseguiu penetrar.

A análise do voto por região mostra que o Nordeste ainda é uma fortaleza lulista. O ex-presidente tem 64% dos votos válidos na região, quase 40 pontos à frente de Bolsonaro. Ciro Gomes tem apenas 8% dos válidos no Nordeste. Simone Tebet tem incríveis 0%.

Mas Lula também está forte no Sudeste. Segundo a Ipec, o petista tem hoje 48% das intenções de voto do Sudeste, contra 41% de Bolsonaro e 6% de Ciro.

A força de Lula nas periferias também é impressionante: o Ipec estima que o ex-presidente tem 53% dos votos válidos nessas regiões, 20 pontos à frente de Bolsonaro, com 33%.

Conclusão

A pesquisa Ipec, observada como um todo, reforça o favoritismo de Lula. O ex-presidente está forte em todos os extratos, e mesmo onde ele fica atrás de Bolsonaro, pode-se encontrar pontos que neutralizam essa vantagem do atual presidente. Por exemplo, Lula perde na classe média, mas esse problema é compensado pela incrível força de Lula na juventude.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo Werneck

17 de agosto de 2022 às 08h39

O que me espanta é o mico ter votos na população dita instruída, o que me faz ter restrições ao ensino. Algo tem que ser feito para que as pessoas ditas letradas entendam e interpretem as letras…

Responder

Alexandre Neres

16 de agosto de 2022 às 23h56

Em entrevista à Carta Capital, a querida atriz, cantora e escritora Elisa Lucinda houve por bem se posicionar no cenário atual: “Eu não gostaria de ser uma artista cuja arte não servisse para iluminar o seu tempo”, diz ela. “Acho um pouco covarde você ter um povo que lê minha poesia, vai no meu teatro, compra o meu teatro, grita o meu nome e pede o meu autógrafo. E eu vou ficar a favor de quem trai esse povo? Eu não posso. Não posso ficar a favor de um governo que não tem Ministério da Cultura.” “Temos uma oportunidade ímpar de retomar o Brasil ao colo da democracia”, afirmou. “Temos a oportunidade de ganhar no 1º turno. As notícias de hoje são boas. A entrada do [André] Janones é fundamental, da Anitta”, disse sobre a pesquisa Ipec. “Houve um plantio de muito desprezo ao povo brasileiro. O povo sabe quando é desprezado e quando não é. Vamos virar esse jogo”, diz Elisa Lucinda. Bem-humorada, ela também alfinetou o eleitorado mais jovem. “Jovens que tiraram o título, não é para votar no atraso!”

Responder

EdsonLuíz.

16 de agosto de 2022 às 22h00

A MILÍCIA ter muito mais voto em uma eleição para presidente da república que uma ordem legal e haver tanta gente feliz com isso ASUSTA MUITO!

A CORRUPÇÃO ter muito mais voto em uma eleição para presidente da república que candidaturas íntegras ASSUSTA MUITO!

Os dois candidatos associados a forças políticas que fazem esfolamentos da democracia pelo mundo ASSUSTA MUITO!

E assusta mais ainda por eles negarem que são MILICIANOS, negarem que são CORRUPTOS e negarem que são APOIADORES DE REGIMES AUTORITÁRIOS.

Falo a sério: me assusta muito mais certos apoiadores que esses criminosos têm que o já grande susto que eles são.

Fora Lula, você liderou as políticas econômicas que resultaram na maior recessão da história de nossa economia e isso levou a muito desemprego e aumento da fome no Brasil!

Fora jair bolsonaro, você cria instabilização política que atrapalha combater o aumento da fome que o PT encomendou para o Brasil com a recessão econômica trágica que criou!

Responder

Luan

16 de agosto de 2022 às 20h19

Eu acho que acabou viu…https://www.instagram.com/reel/ChVEdkiDGf5/?igshid=YmMyMTA2M2Y=

Responder

carlos

16 de agosto de 2022 às 18h41

O Tarcísio de Freitas não é de São Paulo, na propaganda, dele fala que tem que vir alguém de fora pra resolver os problemas de São Paulo? Como se dicesse, não tem capacitado pra resolver os e meus amigos Paulista e paulistano, ele nunca administrou uma bodega imagine , como o cara é arrogante , meu povo ,não elejam forasteiros para administrar São Paulo tem um tal de bananinha que não serve para o Rio mas serve pra São Paulo, eu recomendo o professor Villa pra deputado federal, ao invés de votarem em bananinha pra ficar gastando dinheiro do povo na ponte aérea Rio são paulo?

Responder

Batista

16 de agosto de 2022 às 18h01

Alguém viu a ‘Genial Quaest’ por aí?

A Paraná que se cuide.

E as turmas do tremelique e da secação, ao farfalhar da brisa, um bocadinho menos sobressaltadas, é?

Só mesmo rindo, e muito, com diversionistas profissionais, desesperados secadores e assustadiços amadores ciclotímicos, á beira de um ataque de nervos, juntos e misturados, alternando-se em descidas e subidas pela virtual montanha russa da realidade paralela.

E quinta tem mais, vem aí o Datafolha para sacudir não apenas essas galeras, como também acelerar ainda mais os esperneios dos falangistas servidores do gabinete do ódio com religião, armas e mediocridade na veia, de plantão no Cafezinho.

Responder

carlos

16 de agosto de 2022 às 16h18

Vejam os líderes que apoiam bolsonaro,Flor de lis, amiga da micheque damares Alves que disse que viu Deus no pé goiaba, grande mentirosa e muitos milicianos criados por bolsonaro e seus asseclas.

Responder

carlos

16 de agosto de 2022 às 15h54

Não adianta o bolsonaro inventarem mentiras o povo sabe , o representa essa família de mandrião de malandros e miliciano enquanto isso Deus vai pelejando por nós o povo brasileiro.

Responder

Tony

16 de agosto de 2022 às 14h33

Um lider popular que nao anda no meio do povo para nao ser vaiado eu nuncha vi…

Ontem cancelaram até um ida dele em uma fabrica em SP por nao conseguir garantir que nao seria vaiado.
Ficou na fabrica de Sao Bernanrdo que é o feudo dele onde os sindicatos conseguem garantir que nao seja vaiado.

O dia que Lula esquecer que nao pode ir em ambintes nao controlados a candidatura dele (que ja é postiça) vai pro esgoto de vez.

Responder

alex

16 de agosto de 2022 às 14h07

Basta ver quem financia as pesquisas para ver quem o sistema de esfolamento dos brasileiros quer que ganhe as eleiçoes.

A esquerda brasileira é uma vergonha, uma seita de elites cujo unico interesse é cuidar dos prorpios interesses economicos.

A Lava Jato desmantelou o esquema que permitia esses canalhas se impor aos brasileiros mesmo os brasileiros nao serem de esquerda.

2030 tà ai….kkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Valeriana

16 de agosto de 2022 às 13h59

….a pesquisa Ipec custou R$ 231.156,29, pagos pelo grupo Globo.

Pesquisa da Vox Populi a gente da valor mas da Globo….

Responder

    Luiz

    17 de agosto de 2022 às 01h01

    Serve a da Paraná?
    Ou da jovem pan?

    Responder

Deixe um comentário