Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Ricardo Stuckert

Campanha de Lula cria perfis voltados para o público evangélico

Por Redação

21 de agosto de 2022 : 06h37

Neste sábado, 20, a campanha do ex-presidente Lula (PT) notificou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a criação de 12 perfis voltados para o público evangélico, segmento onde ex-presidente encontra dificuldades para expandir intenções de voto.

Os perfis da campanha lulista estão no TikTok, Kwai, Twitter, Facebook e Instagram. Também foi criado um site que trará as diretrizes do projeto político do ex-presidente para os fiéis evangélicos, com material de propaganda.

Vale lembrar que na última pesquisa DataFolha, Bolsonaro liderava neste segmento com 49% das intenções de voto contra 32% de Lula, distância de 17%

Com informações da Folha

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

EdsonLuíz.

21 de agosto de 2022 às 12h25

Lula usa a religião. Sempre usou!

No movimento pela democratização do Brasil havia todo mundo que queria o fim da ditadura de direita implantada em 1964.

Ditadura ou outra forma de autoritarismo é sempre, de fato, de ultra-direita ou de ultra-esquerda, e autoritários, mesmo quando se passam como sendo de Centro, são extremistas. Nós dizemos “Ditadura de Direita” por “ditadura” denotar autoritarismo, portanto, sendo uma ditadura à esquerda ou à direita, é sempre de extremistas.

Pois bem: no movimento pela redemocratização do Brasil estava todo mundo que queria o fim da ditadura de direita. Tinha democratas verdadeiros e realmente progressista, tendo esses democratas um perfil de esquerda, de direita ou de centro, mas sendo todos democratas verdadeiros. Junto, havia também vários grupos pequenos de ultra-esquerda, cuja maioria se aglutinou em torno do PT. E havia o populista Lula, destacado dentro do movimento sindical.

E afora estas forças de caráter mais partidária e do populista Lula, havia outras forças políticas lutando contra a ditadura, com certos segmentos da Igreja Católica compondo a maior de todas essas forças naquele momento daquele miserável Brasil.

Mais de 90% da população brasileira era católica no Brasil dos anos 70 e 80. A Igreja Católica era naquele tempo uma força política fabulosa.

Segmentos grandes do catolicismo lutavam contra a ditadura. Eles queriam retirar a ditadura de direita brasileira pelas torturas, presos e perseguições, mas principalmente pela miséria: não havia no Brasil da ditadura nenhum programa sério de distribuição de renda e auxílio social e a assistência em saúde para os muito pobres, que eram a maioria da população e ainda são, esses pobres se socorriam em saúde, quando estavam doentes, nos trabalhos sociais das igrejas e na filantropia das “Santas Casas”.

À Igreja Católica interessava muito derrotar a ditadura de direita aqui no Brasil. Mas ela não queria que entrasse uma ditadura de esquerda no lugar; a Igreja Católica, como força política internacionalista que é, é uma força conservadora de direita. Para ilustrar como a Igreja é de direita e conservadora, veja-se: naquele mesmo tempo em que queria o fim da ditadura de esquerda aqui no Brasil, a Igreja Católica também queria derrotar a ditadura polonesa pró-soviética –extremista de esquerda, portanto– e para isso apoiava o polonês homólogo de Lula, o líder sindical Lech Walesa, populista conservador de direita e seu sindicato Solidarnosk (Solidariedade).

Então, a Igreja usou Lula, mas Lula também usou a Igreja. Sempre usou!

Lula cumpriu para a Igreja Católica o papel de aglutinar a parte mais radical da esquerda e a manter sob controle, evitando que a esquerda se estabelecesse como força política importante.

Faz uns três dias Lula declarou que vai “governar com a bíblia!”.

Lula fala uma coisa, depois desfala, quando for conveniente ele fala novamente…

AGORA FALO EU: Lula e bolsonaro são dois populistas. Esses dois, como todo populista (Janones, Guilherme Boulos, etc), falam o que interessa para conseguirem o poder. Junto deles tem todo tipo de gente: tem artistas que ganham patrocínio, plateia e divulgação; tem advogados de porta de cadeia; tem sindicalistas corporativos; tem funcionários públicos não tão públicos e tem outros segmentos (alguns deles até sinceros e bem intencionados). Essa gente sabe que acessa o poder e suas vantagens se estiverem.com os populistas. Claro qque muita dessa gente até sonha com coisas boas para mais pessoas, mas pensam nos seus interesses primeiro. Se pensassem sem viés não apoiariam jamais um miliciano ou um corrupto!

Eles, Lula e o PT, do modo como o PT está, e JAIR bolsonaro não formulam para o Brasil de modo científico, sério, realmente preocupados com o futuro deste país. Eles não têm outro compromisso se não com a conquista do poder. E no poder, se tivessem projeto, não teriam quadros técnicos capazes.

Depois que os técnicos do PSDB e Cidadania23 que estavam no governo Lula1 para ajudar saíram, vejam como o Brasil desabou novamente e em poucos anos tanta coisa foi perdida. Em 2016, quando a Dilma saiu por ter falsificado o orçamento e por causa da crise econômica e da falta de apoio político, o desemprego já estava em 11% e a inflação em 11% também.

Vamos mudar isso, pessoal!

Vamos constituir forças políticas ideologicamente coerentes, à direita, à esquerda, ao centro e até aos extremos. É com forças políticas coerentes que teremos um Brasil melhor!

O PT precisa se refundar e ganhar coerência, ou será o PT de Quaquá, de Gedel Vieira, de André Ceciliano, de Jucá, de Renan Calheiros, de Lula, da família Tatto, …

O PT tem que ser o primeiro a pedir Lula na cadeia e se refundar e ganhar coerência!

Os bolsonaristas de hoje têm que ser os primeiros a pedir bolsonaro na cadeia e fundarem eles um partido político coerente com as suas ideologias e sem a canastrice de bolsonaro.

Edson Luiz Pianca

Responder

Querlon

21 de agosto de 2022 às 10h01

Nao vai demorar para termos as primeiras motociatas pela democracia e ver o Lula e a mulher na igreja para tira fotos…querem apostar ? kkkkkkk

Vai sair o novo slogan de campanha também…Corrupçào Passiva acima de Tudo, LAvagem de Dinehiro acima de Todos !!

kkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Deixe um comentário