Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Divulgação/Petrobrás

FUP sobre venda da Reman: Decisão do Cade estimula monopólio regional no Norte 

Por Redação

31 de agosto de 2022 : 08h09

“A decisão do Cade de aprovar a venda da Reman e seus ativos logísticos é gravíssima para a região Norte, pois incentiva a criação de mais um monopólio regional privado no setor do refino brasileiro, com consequências desastrosas para o consumidor local. Tanto que, além da FUP e do Sindipetro Amazonas, empresas de energia, como Raízen, Ipiranga, Equador, também se colocaram contra a privatização e a consequente geração de monopólio pelo grupo Atem no Estado.”

A afirmação é do coordenador-geral da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Deyvid Bacelar, sobre a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica, nesta terça-feira, 30, da venda da Refinaria Isaac Sabbá (Reman), da Petrobrás, no Amazonas.

Bacelar destaca que Sindipetro-AM e FUP entraram com ação civil pública, que tramita no Tribunal Regional Federal, no Rio de Janeiro, contra a venda da refinaria do Amazonas e contra o monopólio do setor na região.

“Esta ação ainda não foi julgada. A expectativa é que o Judiciário corrija esse grave erro do Cade”, destacou o dirigente da FUP, prevendo uma maior judicialização em torno da privatização da Reman.

Em meio à questão, está a logística da região atendida pela refinaria, que abrange Pará, Amapá, Rondônia, Acre, Amazonas e Roraima. Como a Petrobrás está vendendo todos os ativos de infraestrutura associados à Reman, o comprador, Grupo Atem, terá amplo poder sobre o mercado.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário