Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Ricardo Stuckert

Lula responde aos ataques de Bolsonaro feitos no debate da Band

Por Redação

03 de setembro de 2022 : 09h27

Nesta sexta-feira, 2, o ex-presidente Lula (PT) participou de um comício em São Luís (MA) ao lado do ex-governador e candidato ao Senado, Flávio Dino (PSB), e do candidato ao governo do estado, Carlos Brandão (PSB), e respondeu aos ataques de Jair Bolsonaro (PL) feitos no debate da Band.

“Eu não faço campanha política ofendendo adversários. Vou para debate para tentar consertar o Brasil”, destacou Lula.

“Um cidadão que junto com sua família consegue comprar imóveis gastando R$ 26 milhões em dinheiro vem me chamar de presidiário?”, ironizou.

Lula se referia a reportagem do UOL que revelou que desde a década de 1990 que Jair Bolsonaro, irmãos e filhos compraram 107 imóveis, sendo 51 pagos com dinheiro vivo, totalizando R$ 13,5 milhões.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

16 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

AFINADOR DE REALEJO

03 de setembro de 2022 às 20h28

Mr. Realejo, sem essa de querer assumir-se trombone desafinado quando não passa de manivelado realejo enrouquecido, ora exposto na mediocridade em função do filtro da modéstia encontrar-se no modo desativado, impossibilitando-o perceber o tamanho da estupidez em convencer quem quer que seja a não eleger seu real alvo fixo, vociferando besteiras via internet, feito doidivanas no eixo.

E pior, ignorando que fracassaram antes em mesma missão, organizações midiáticas, digamos, um tanto quanto mais poderosas que vossa Companhia Limitada do Realejo Rouco, como o braço Mídia do Conglomerado Dominante do atraso brasileiro, comandada pela Globo, que associados a então Justiça lavajateira, por mais de 6 longos anos, ininterruptamente, atacaram de todas as formas e jeitos vosso também real alvo fixo, para criminaliza-lo e a seu partido visando destruí-los para sempre e, inacreditavelmente, falharam, conseguindo apenas adiar o que aconteceria em 2018 a acontecer em 2022.

Se toca, realejo rouco, da pequenez diante da voz do povo que é a voz de Deus, e com licença do poeta Quintana, direto do céu, perceba:

‘Todos esses que aí estão atravancando nosso caminho, eles passarão… Nós passarinho!’

Responder

EdsonLuíz.

03 de setembro de 2022 às 18h02

Nós nunca vamos deixar jair bolsonaro usar Lula para fazer delinquências e nem deixar Lula usas bolsonaro para fazer delinquências.

Nós não vamos deixar os dois se retroalimentarem para um servir de muro e escada para o outro. Nem agora nem depois das eleições, se um deles ganhar.

Ou vamos, pessoal?

Responder

EdsonLuíz.

03 de setembro de 2022 às 17h55

Nas eleições, eu nada me preocupo com ~%, embora minha profissão me obrigue a conhecer um tanto de matemática e suas linguagens (a matemática, em si, é ela uma linguagem).

Mas há um fato nesta eleição para presidente: a média das pesquisas indicam aproximação de Lula e jair bolsonaro, com os dois apresentando intenção de voto tendendo aos 40%.

Pelo Datafolha, vemos uma previsão; por outros institutos, outras.

Mas alguém como eu está mais interessado em coerência, em fatos, em dados, em lógica, em ideias, em propostas, em programas (em propostas e programas, não em enganação populista).

E quanto à moralidade, à democracia e ao progressismo sem imposturas, alguém como eu está não só interessado; está também preocupado.

Ter candidato corrupto como Lula e misantropo como bolsonaro tendendo a esses percentuais é bem sinistro.

E pior é que seus apoiadores entendem suas boas intenções de voto como aval para suas delinquências!

Vamos afastar bolsonaro e Lula da casa dos 40%. Mostre ao seu amigo e familiar que ele, como eleitor, conta com opções para derrotar a delinquência superior do país e evitar que essa delinquência se espalhe mais ainda para os admistradores públicos, para os empresários, para as empresas, para os policiais e contamine toda a sociedade.

E com Lula e jair bolsonaro, nós sabemos que, fora delinquências e associação com delinquentes, eles provocam recessão econômica gigante ou instabilidade política!

Responder

Paulo

03 de setembro de 2022 às 17h52

E esse “atentado” contra a Cristina Kirchner, hein? Seria fake?

Responder

Alexandre Neres

03 de setembro de 2022 às 17h17

O cara é um mentiroso tão descarado, deixando patente sua torcida, que iguala o percentual dos dois candidatos que estão disputando de fato as eleições, quando Lula lidera as pesquisas há mais de 60 semanas com mais de 10% de lambuja. Vai ser leviano assim na PQP!

É lamentável ver um adulto ser ludibriado com a narrativa maniqueísta da imprensa dita profissional, a ponto de levar Serjo Morto a sério e na prática torcer para a tchutchuca do Centrão, já que passou todo o período eleitoral vociferando contra o Presidente Lula, fazendo o jogo do tirano fascista.

Responder

EdsonLuíz.

03 de setembro de 2022 às 16h14

Eleições para presidente.

— jair bolsonáro : perto dos 40%.
— Lula : perto dos 40%.

Os apoiadores desses dois entendem
os ~40% de intenção de voto como aval para suas delinquências.

Pelo menos esse que se manifestou aqui, afinando seu trombone, entende que perto de 40% avalizam as delinquências de bolsonaro e perto de 40% avalizam as delinquências de Lula.

Não é isso, Afinador de Trombone: ter muita intenção de voto, como Lula tem e como bolsonaro também tem é um aval?

Responder

Zulu

03 de setembro de 2022 às 15h10

Tudo que este verme e seus comparsas fizeram é o resultado de uma ideologia que ainda hoje faz desastres mundo afora.

Chegaram ao poder seguindo os ditames da ideologia explorando a tragédia Brasileira e instalaram uma “cleptocracia” construída sobre o dinheiro roubado aos brasileiros.

“Pra que instalar uma ditadura de verdade ? Isso dá problemas colaterais, chama muita atenção e criticas do resto do mundo, ecc…
Roubando e distribuindo a gente toma conta de tudo do mesmo jeito e fazendo pouco ou nenhum barulho.,”

Todo mundo tinha acesso a dinheiro em troca de poder.

Ou alguém acha que o companheiro Alckmin era um adversário ? Alguém acha quer os Alckmin e os Aecios da vida na sabiam do que rolava em Brasília dia e noite ?

O Brasil foi tomado e entregue a bandos de assaltantes comuflados de políticos por quase 2 décadas e os Brasileiros pagarão a conta disso por muitos anos ainda.

Responder

AFINADOR DE REALEJO

03 de setembro de 2022 às 14h44

Procedem sim, Mr. Realejo (é bom não confrontar diretamente), e como procedem, né?

Basta ver o atual ‘desprezo’ e ‘condenação’ que o povo brasileiro demonstra nas pesquisas que indicam preferência contínua em torno de 46%, a mais de ano, acerca da candidatura a presidente do ‘responsável’ pela “maior corrupção da história da humanidade”, conforme pretendiam com aqueles canos enferrujados jorrando corrupção sobre o dito e seu partido, no JN, dia sim e o outro também, por mais de 6 anos.

Basta ver o reconhecimento do povo brasileiro, e da justiça brasileira que o ‘condecorou’ JUIZ PARCIAL quanto a condenação do dito ‘ex-presidiário’ para impedir que fosse eleito presidente já em 2018, ao ex juiz Moro, pretendente a candidato a presidência e hoje, como consolação, candidato a senador pela República do Paraná, amargando um distante segundo lugar em relação a preferência dos paranaenses pelo ‘Botox e Peruquinha’.

Basta ter olhos de ver, fígado para não pensar, cabeça de repensar e coração desentupido para se desculpar.
Mas aí é querer demais, tratando-se de quem se trata.

Responder

Saulo

03 de setembro de 2022 às 14h27

Calma Canastrão, os brasileiros entenderam muito bem como foram tratados por este canalha e seus asseclas…nós próximos debates tem mais, o massacre só começou.

Responder

EdsonLuíz.

03 de setembro de 2022 às 14h09

O autocrata-urubu Vladimir Put’r’in Putrefatin, apoiado por Lula, pelo PT e seus panfletos eletrônicos e por jair bolsonaro e esfolador de povos que buscam a liberdade, como o povo da Ucrânia, é corvo e diz que é cristão ortodoxo.

Não consta que Nelson Mandela e Mahatma Gandhi tenham sido presos por roubarem dinheiro público junto com empreiteiros.

Do mito Jesus Cristo consta uma persona transcendental e uma persona pública. A vida pública do mito de cristo é uma mensagem de paz, não de ódio e é uma mensagem de justiça, não de roubo de dinheiro do povo.

Corruptos e misantropos tipo dinheiro-vivo para presidente da república, NÃO! Você eleitor tem várias opções para combater esses males.

Responder

Alexandre Neres

03 de setembro de 2022 às 13h35

Sentir-me-ia honrado de ter sido presidiário pelos mesmos motivos que Gandhi, Mandela e Jesis Cristo.

Porém, não tenho mais saco para corvos e fariseus!

Responder

EdsonLuíz.

03 de setembro de 2022 às 12h00

Sobre Lula e jair bolsonaro, falar que são :
— Ex-Presidiário?
— Suspeito em compra de imóveis?
— Condenado como corrupto?
— Associado a gente ligada a milícia?

Todas essas coisas valem; umas para um e outras para outro!

As coisas devem ser chamadas pelo nome que elas têm e não é ofensa fazer isso. Ofensa é quando é feita acusação infundada.

Em qualquer país, é necessário denunciar aqueles que se envolvem com corrupção e os que os apoiam e, do mesmo modo, é necessário denunciar os que se relacionam com gente ligada a milícias e os que os apoiam.

Mas, caso a caso, é necessário separar e não ser ligeiro em condenar apoiadores desse tipo de gente como Lula e bolsonaro que podem não ter discernimento ou acesso, de fontes confiáveis, às informações necessárias para formar adequadamente a opinião sobre eles. Este papel de informar com responsabilidade sobre moralidade e amoralismos de atores públicos comumente é cumprida por jornalistas em veículos da imprensa livre.

Mas que Lula é corrupto e ex-presidiário e que jair bolsonaro tem ligação com gente associada a milícia e que ele fez operações de compra de imóveis suspeitas, essas coisa sobre eles procedem.

Responder

azzisem

03 de setembro de 2022 às 10h27

Realmente é normal essa situação. Por exemplo, você vende o seu apartamento e alguém chega com uma de 1 milhão em espécie. Não aceitei isso nem quando vendi meu carro por valor muito menor. Se você mora no Rio de Janeiro é não é tão inocente, sabe muito bem de onde vem esse dinheiro.

Responder

Natalia

03 de setembro de 2022 às 10h06

Para quem possui imoveis fruto de lavagaem de dinehiro e corrupçào passiva (nao registrados no proprio nome por impossibilidade de demostrar o pagamento) deve ser uma novidade
saber que imoveis se pagam e registram em cartorio como todo mundo faz.

A Folha precisava dar uma força ao Larapio depois da surra que levou no debate da Band e juntos 40-50 pessoas de 12 familias diferentes que possuem 51 imoveis, metade de propriedade de um empresarios ex cunhado de Bolsonaro.

O debate da Band foi sò aquecimento…jaja vem mais.

Responder

    Afinador de Trombone

    03 de setembro de 2022 às 14h09

    Se a replicante comentarista não ignorasse os autos e se de conhecimento, a intelecção pudesse se fazer presente, compreenderia que o ex-juiz do caso, condenado PARCIAL pela justiça na condução dos processos em questão, para sustentar a acusação que não parava em pé, do fórum ao mérito, consubstancia o “fruto de lavagem de dinheiro”, com a criação da formidável jabuticaba jurídica de ‘Atribuição do Bem’, e consubstancia o “fruto da corrupção passiva”, com a não menos inventiva jabuticaba jurídica do ‘Ato Indefinido’.

    Quanto aos triplos twist carpados a justificarem compras de mais de centena de imóveis, e entre eles meia centena quitados com dinheiro vivo, e a lacrar debates, há muito tempo, Freud e discípulos explicam.

    Responder

Deixe um comentário