Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Reprodução

Publicitário revela que foi pago para ser apoiador de Bolsonaro no cercadinho

Por Redação

20 de setembro de 2022 : 10h14

O publicitário Beto Viana revelou ao jornal Folha de S.Paulo que foi contratado pelo site bolsonarista Foco do Brasil para ser um apoiador fake e fazer perguntas para Jair Bolsonaro (PL) no cercadinho do Alvorada.

Segundo ele, as perguntas eram direcionadas para que o próprio Bolsonaro atacasse a Rede Globo e o então ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Os fatos narrados ocorreram durante o início da da pandemia de Covid-19.

“Mensagens de WhatsApp armazenadas no telefone de Viana mostram que, às 8h26 daquele dia, o contato de nome “Anderson Foco do Brasil” mandou mensagens com o texto literal do questionamento e, posteriormente, orientou-o a sempre se fingir de apoiador e buscar não levantar suspeitas de outros repórteres que fazem a cobertura jornalística no local”, diz a reportagem.

Após fazer a pergunta, no dia 13, o publicitário recebeu R$ 1.100 da empresa “Folha do Brasil Negócios Digitais”, antigo nome fantasia do site bolsonarista. De acordo Beto, o valor era considerado um adiantamento de uma remuneração mensal de R$ 2.000.

Com informações da Folha 

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Kleiton

20 de setembro de 2022 às 13h11

Um funcionario do site Foco do Brasil fez uma pergunta ao Presidente da Republica e o Presidente da Republica respondeu.

Essa seria a noticia ?

Responder

Uganga

20 de setembro de 2022 às 10h32

Deveria ter trabalhado de graça ?

A Folha e os outros meios de comunicaçào nao pagam seus funcionarios para fazer perguntas ?

…qual seria a noticia ?

Responder

Deixe um comentário