Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

O filme de Jorge Furtado sobre a imprensa

Por Miguel do Rosário

06 de julho de 2014 : 14h34

Tenho ouvido falar muito bem desse novo filme de Jorge Furtado.

No blog do Nassif, descubro que o cineasta disponibilizou a íntegra das entrevistas cujas partes são mostradas no filme. Publico abaixo para que possamos assisti-las e debater por aqui.

O jornalismo brasileiro no documentário de Jorge Furtado

dom, 06/07/2014 – 11:41 – Atualizado em 06/07/2014 – 11:43

Jornal GGN – O cineasta Jorge Furtado, conhecido por obras como Ilha das Flores, decidiu explorar, no documentário O Mercado de Notícias, o papel do jornalista, a história e o futuro da imprensa nativa. Tudo sob a ótica de figuras renomadas, como Renata Lo Prete, Paulo Moreira Leite, Luis Nassif, Fernando Rodrigues, Jânio de Freitas, José Roberto de Toleto, entre outros.

O documentário de uma hora e meia tem estreia marcada no Brasil para agosto, mas a equipe de Furtado começou, há algumas semanas, a disponibilizar na internet as entrevistas na íntegra, algumas gravadas ainda em 2012.

Nos vídeos, cada entrevistado fala um pouco de sua trajetória pessoal, faz uma crítica à função do jornalismo na sociedade, e projeta os desafios da profissão em meio a um período que soa como uma crise para alguns, ou uma revolução, para outros.

cartaz-mercado-notc3adcias (1)

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Pedro Antônio Cândido

07 de julho de 2014 às 16h20

Muito bom, valeu a dica Miguel!!

Responder

Miguel Paschoarelli

07 de julho de 2014 às 02h40

Valentina Leite, não deixe de assitir

Responder

Néia

06 de julho de 2014 às 22h26

Jorge Furtado é O CARA! Pressinto (já tive oportunidade de saber mais sobre o projeto através do Blog dele e do site da Casa de Cinema) que esse documentário vai “causar”, como diz a gurizada.

Responder

Anderson Brasil

06 de julho de 2014 às 18h51

Documentário sobre a imprensa brasileira? Então vai ter mais cenas de sacanagem do que filme pornô e por isso vai ter que ser proibido pra menores de 18 rs.

Responder

Deixe um comentário