Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

As inconsistências do Ibope

Por Miguel do Rosário

10 de outubro de 2014 : 14h47

titio


 

Depois do fiasco das pesquisas no primeiro turno, com erros prejudicando ambos os lados, tinha me prometido não perder mais tempo analisando os relatórios.

Mudei de ideia.

Por duas razões:

1) As pesquisas estão aí, influenciando a agenda política e o ânimo das militâncias de ambos os postulantes. Impossível, para um blog político, ignorá-las. A solução é fazê-lo da maneira mais prudente possível.

2) Agora temos uma referência sólida para observarmos eventuais inconsistências nas pesquisas: a votação no primeiro turno. Ela nos dá um lastro firme para nos apoiarmos. Com essa ferramenta, podemos fazer uma análise muito mais crítica e mais objetiva das pesquisas eleitorais.

Dito isto, analisemos a última pesquisa Ibope, cuja íntegra do relatório segue ao final do post.

Muito se tem falado sobre qual região será mais decisiva para as eleições.

Alguém determinou que seria Minas Gerais.

Um colega definiu que seria o Rio de Janeiro.

Pois eu digo que será o Nordeste.

Os estrategistas, ao que parece, já perceberam isso, daí a corrida para a região assim que as urnas foram fechadas.

Não quero acusar os institutos de pesquisa. Eles erraram, repito, para todos os lados.

Aécio, por exemplo, teve mais votos do que apontavam as sondagens.

O PT costuma sempre ter alguns pontinhos a menos na votação, em relação às pesquisas, porque a abstenção entre os mais pobres é maior.

Pobres moram longe, moram mal, e tem pouco dinheiro para transporte.

Mas eu não posso me furtar em apontar uma incoerência tremenda nesta última pesquisa Ibope.

Segundo a pesquisa, Aécio herdou 78% dos votos de Marina, e Dilma apenas 22%. Acho um exagero, mas tudo bem.

Só que, quando vamos olhar o Nordeste, o Ibope diz que 65% dos nordestinos votarão em Dilma.

Aécio, por sua vez, teria os outros 35%.

Isso significaria que no Nordeste, onde Dilma tem ótima avaliação, Aécio teria herdado 81% dos votos em Marina.

Não me parece crível que a migração de votos de Marina para Aécio seria maior no nordeste do que na média nacional.

Os números são os seguintes.

O nordeste registrou 27,5 milhões de votos válidos no primeiro turno, dos quais Dilma obteve 16,5 milhões, ou 60%. Aécio teve 4 milhões de votos, ou 15%. Outros candidatos (Marina, sobretudo) receberam votação de 6,7 milhões de votos, ou 24%.

Os números do Ibope para o segundo turno, dando 65% para Dilma no nordeste, sugerem que ela terá 17,8 milhões de votos no segundo turno, na região, o que corresponderia a um crescimento de 7,8% sobre o seu desempenho no primeiro; os votos estimados para Aécio no nordeste, por sua vez, equivaleriam a um aumento de 128%!

Eu fui checar a avaliação de Dilma no nordeste.

A avaliação da presidenta no país piorou dois pontos nesta última pesquisa. Estava em 51% dias antes do primeiro turno, e agora está em 49%.

Normal, reflete a onda emocional que se seguiu à surpreendente escalada de Aécio.

No nordeste, porém, a avaliação da presidenta cresceu de 64% para 66%.

O que explica que Dilma herde menos votos no nordeste do que na média nacional?

Nada explica. É inconsistência natural da pesquisa.

Entretanto, independente do meu ceticismo em relação aos números do Ibope, eu analisei o relatório e descobri algumas coisas interessantes.

Por exemplo, segundo o Ibope, 39% dos brasileiros acham o governo Bom ou Ótimo. Isso corresponderia, mais ou menos, a 36 milhões de eleitores válidos (já excluindo, portanto, aqueles que se abstiveram ou votaram em branco no primeiro turno).

Desses 36 milhões, 12%, ou quase 5 milhões, disseram que irão votar no Aécio.

Ou seja, consideram o governo bom e mesmo assim votarão na oposição.

É um voto inconsistente, possivelmente de pessoas simples ainda confusas.

O Ibope apurou ainda que 33% ou 34 milhões de eleitores válidos acham o governo regular. Desses, 67% ou 23 milhões, afirmaram que votarão em Aécio.

Esses 5 milhões que acham o governo bom, somados aos 23 milhões que acham o governo regular, constituem, na minha opinião, o espaço que Dilma tem para obter os 9 milhões de que precisa para ganhar as eleições.

Íntegra da pesquisa:

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

26 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Márcio

13 de outubro de 2014 às 11h58

Miguel, li há pouco no Tijolaço uma denúncia de que as urnas eletrônicas de MG/PA/PE/RS/RJ/CE/DF sejam controladas pela ENGETEC que pertenceria ao coordenador de campanha de Aécio Neves. Temos como saber se é ou não verdade?

Responder

Ana Maria da Silva

10 de outubro de 2014 às 20h52

As pesquisas são apenas mais uma arma para o golpe. A Delação premiada vazada em véspera de eleição é outra. Não podemos esquecer o passado negro da Rede Globo quando apoiou a ditadura militar, contra o povo brasileiro e hoje 776 vezes notificada pela Receita Federal para pagar uma dívida de quase 1 milhão, a qual alega que pagou mas não apresenta comprovante e a Receita continua cobrando. Jovens internautas, não podemos aceitar o PIG elegendo Bolsonaro, Feliciano, Malafaia e levou o Aécio (almofadinha de FHC) para o segundo turno. Não bastasse isto, FHC inaugurou uma inimaginável temporada de preconceitos e hostilidades. Aécio e FHC se merecem. O Brasil é que não merece ter este tipo de líderes. Vamos botar a cabeça no lugar e pensar bem no tipo de país que queremos para todos. DILMA 13 novamente.

Responder

Isan

10 de outubro de 2014 às 20h45

Miguel, fiz um comparativo entre as pesquisas, vi algumas contradições, veja se procede, abraço.
Na intenção de votos por região tem diferenças absurdas entre as pesquisas nos percentuais dos presidenciáveis, justamente nas regiões onde Dilma foi mais fraca no 1º turno:
1) Sudeste – Dilma 38% (Ibope) e 34% (Datafolha) – Aécio 48% (Ibope) e 55% (Datafolha);
2) Sul – Dilma 33% (Ibope) e 41% (Datafolha) – Aécio 61% (Ibope) e 50% (Datafolha);

Obs.: a pesquisa Ibope fez a junção de duas regiões (Norte e Centro-Oeste), não sei a razão, mas tenho minhas desconfianças, a região Norte com 10.801.176 eleitores e a Centro-Oeste com 10.238.058, diferença de mais ou menos 600.000, não é muito, mas em uma eleição aparentemente apertada faz diferença. Além disso, o Norte deu a Dilma 51% dos votos da região, ou seja, na região com mais eleitores comparada com o centro-Oeste ela já sai com a maioria dos votos. Contudo, na Região Centro-Oeste, ela tem 33% e Aécio 41% dos votos válidos, margem bem menor que a do Norte. Por essas razões não entendi a razão da unificação das duas regiões. Como ficou a distribuição dos questionários? Qual a proporção? Quantos Estados a pesquisa atingiu? (essas perguntas valem para todas as regiões).

Responder

    Miguel do Rosário

    10 de outubro de 2014 às 21h01

    Estou checando isso também. Só uma pergunta, você cuidou para não misturar votos válidos e votos totais, né?

    Responder

Wilton

10 de outubro de 2014 às 19h57

A Dilma preciso firmar compromissos com o povo nordestino e fazê-los entender que os cumprirá. Olha a transposição que estar aí quase parada e que ela não deu atenção devida. Por que não se pronuncia com compromisso de terminar a obra que tanto nos beneficiará.

Responder

Alteroso

10 de outubro de 2014 às 19h20

Armínio Fraga sobre bancos públicos: “Não sei bem o que vai sobrar”

Só sabem vender o que está pront, nao fazem/constroi NADA!

Responder

Martin Mikoski

10 de outubro de 2014 às 22h16

Dilma e Tarso 13

Responder

Martin Mikoski

10 de outubro de 2014 às 22h16

Dilma e Tarso 13

Responder

Zilah Mór Scarparo

10 de outubro de 2014 às 22h13

Dilma13

Responder

Zilah Mór Scarparo

10 de outubro de 2014 às 22h13

Dilma13

Responder

Ilza

10 de outubro de 2014 às 19h11

Maria José, os paraibanos não conhecem e não sabem do péssimo trabalho do PSDB realizado aqui em MG, nos últimos 12 anos.Dois mandatos do próprio Aecim Never.Acabou com o funcionalismo público e deixou o estado endividado.

Responder

tielo

10 de outubro de 2014 às 18h59

Maria José,”a grande mídia está conseguindo ligar o pt a corrupção” de onde retirou esta perola da sabedoria. A mídia so está revelando,de um modo sujo,mas esta revelando,a ligação do PT a corrupção se deu com a sua chegada ao poder, e não me venha com a conversa de que o PT não inventou a corrupção,a promessa e que com o PTno poder as coisas seriam diferentes

Responder

Gerson Costa

10 de outubro de 2014 às 21h57

#PodemosMais #DecidiDilma13 #SonhosNãoEnvelhecem #MenosÓDIOMaisNordeste #Dilma13

Responder

Joserina Passos

10 de outubro de 2014 às 21h24

13

Responder

Márlon Calixto

10 de outubro de 2014 às 21h17

No primeiro turno ficamos aqui perdendo tempo de falar que ganharíamos no primeiro turno, sendo que nem o Lula, com 80% de aprovação, ganhou. Falei isso antes. Agora no segundo turno vamos voltar à tecla de que a pesquisa tá prejudicando a Dilma e tal e já estou vendo o resultado disso. Vamos esquecer pesquisa e trabalhar no foco que é a conquista do voto. Pesquisa não elege ninguém. E podem ter certeza que a diferença não será voto a voto. A diferença dos dois é grande. Não sei pra quem, mas é.

Responder

Claudio Manoel Silva

10 de outubro de 2014 às 21h16

VCS VAI FAZER UMA ANALISE DESSA PESQUISA IBOPE E FOLHA NO SEGUNDO TURNO?

Responder

Maria Jose

10 de outubro de 2014 às 18h09

O que estou vendo aqui no Nordeste, mas especificamente, Paraiba, o voto a Aécio está aumentando mesmo. Inclusive no funcionalismo público federal. É triste, mas é assustador. A grande mídia está conseguindo ligar o PT à corrupção, é muita gente diz que não vota mais na Dilma. Triste mesmo.

Responder

    A luta continua

    10 de outubro de 2014 às 18h22

    Sem essa de derrotismo! A resposta virá à altura! Vi e ouvi de Lula que essa seria a eleição mais difícil de todas!
    Vamos à luta! É Dilma, é 13!

    Responder

Adriano Sá Leres

10 de outubro de 2014 às 21h08

#Dilma13 #Dilma13MaisFuturo

Responder

Bárbara Costa

10 de outubro de 2014 às 20h56

É não acredito mais… Aécio Never, Deus nos livre!

Responder

Claudia Mudado

10 de outubro de 2014 às 20h56

#Dilma13

Responder

Eliana Ribeiro

10 de outubro de 2014 às 20h54

Dilma 13

Responder

Zé Adão Barbosa

10 de outubro de 2014 às 20h53

#Dilma13 #Tarso13

Responder

Deixe um comentário