Boulos com trabalhadores da saúde

Sobre a popularidade negativa de Dilma Rousseff

Por Miguel do Rosário

01 de julho de 2015 : 16h42

Antes de iniciar a análise dos números do Ibope sobre a aprovação do governo, façamos uma ressalva.

A pesquisa mais importante numa democracia, a única que não erra, para o bem ou para mal, é o sufrágio.

No entanto, é evidente que um governo democrático, num país com instituições ainda frágeis, e com uma cultura política traumatizada por 21 anos de ditadura, precisa de bons índices de aprovação para manter a estabilidade política.

Aliás, esta é a razão de tomarmos cuidado com pesquisas neste momento. Elas refletem o clima de golpe, com o noticiário batendo diuturnamente no governo, no partido de governo e na presidenta.

Sem contar que, com o tensionamento, crescem também as chances de manipulação das próprias pesquisas, que passam a ser usadas como capital de legitimação de golpes contra a soberania popular.

Dito isto, sigamos adiante.

Todo mundo tem avisado, sistematicamente. Quem não se comunica, se trumbica.

Todas as consequências que havíamos previsto estão se confirmando.

Sem comunicação, sem parar de dar dinheiro à Globo, sem fazer o enfrentamento político, o apoio ao governo, e particularmente à Dilma Rousseff, está erodindo rapidamente.

E vai continuar erodindo, até chegar no negativo.

Porque os próprios eleitores de Dilma a estão rejeitando.

Cadê a estratégia de comunicação?

Não se percebe que o crescimento da desaprovação, num ambiente político envenenado como o nosso, gera uma tremenda instabilidade política e, consequentemente, econômica?

Não se percebe que não adianta fazer ajuste fiscal se não há estabilidade?

Os dados do Ibope, vistos de perto, são ainda mais assustadores.

Dilma está sendo rejeitada universalmente, e com mais força ainda pelos pobres. Pelos mesmos pobres com os quais ela se recusou a falar no primeiro de maio, com medo de panelaços.

Ou seja, perdeu apoio na classe média, e agora perdeu apoio dos pobres.

Perdeu apoio no Sul e Sudeste, agora perdeu apoio no Norte e Nordeste.

Quando eu falo em comunicação, falo de política, dos erros monstruosos na condução da política.

Os erros políticos do governo provocam um efeito cascata em todas as instâncias nacionais.

Ao fugir do debate político, o governo prejudica não apenas a sua própria aprovação (o que compromete diretamente a sua base parlamentar, alimentando traições internas): ele prejudica todo o campo que investiu capital político em sua eleição, como centrais, sindicatos, movimentos sociais e milhões de eleitores que participaram de um embate político duríssimo em 2014.

Direitos humanos e leis trabalhistas, por exemplo, são tragados pelo retrocesso, e o governo popular, com baixa aprovação, não consegue lutar contra isso.

***

Texto publicado no portal da CNI.

Aprovação do governo Dilma Rousseff cai para 9%, informa CNI-Ibope

Pesquisa mostra que a popularidade recuou mesmo entre os que disseram ter votado na presidente no 2º turno das eleições de 2014. Brasileiros também estão pessimistas com relação ao restante do governo

A popularidade do governo Dilma Rousseff recuou ainda mais em junho. O número de brasileiros que considera o governo ótimo ou bom caiu de 12% em março para 9% em junho. O percentual da população que avalia o governo como ruim ou péssimo subiu de 64% em março para 68% em junho, mostra a pesquisa CNI-Ibope, divulgada nesta quarta-feira, 1º de julho, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O levantamento informa ainda que 83% desaprovam a maneira de governar da presidente e 78% não confiam em Dilma Rousseff.

“As maiores reduções da popularidade ocorrem nos estratos em que a presidente tende a ser melhor avaliada, ou seja, entre as pessoas com renda familiar baixa, os que residem na região Nordeste, os que possuem baixo grau de instrução e na faixa da população com 55 anos ou mais”, diz a pesquisa.

A popularidade do governo está caindo mesmo entre as pessoas que declararam ter votado na presidente no segundo turno das eleições de 2014. Entre os eleitores da presidente Dilma, o percentual de pessoas que avaliam o governo como ruim ou péssimo subiu de 45% em março para 53% em junho.”Dentre os que declararam terem votado em Aécio Neves no segundo turno, o percentual dos que consideram o governo como ruim ou péssimo subiu de 83% em março para 87% em junho”, informa a CNI-Ibope.

Conforme o levantamento, o número de pessoas que considera o atual governo da presidente Dilma pior do que o primeiro mandato aumentou para 82% em junho. Era de 76% em março. Os brasileiros também estão pessimistas com relação ao restante do governo. Para 61% da população, o restante do governo será ruim ou péssimo.

ÁREAS DE ATUAÇÃO – A pesquisa mostra ainda que a avaliação da população por área de atuação do governo praticamente não mudou entre março e junho deste ano. “As exceções dizem respeito ao combate ao desemprego, cujo percentual de aprovação recuou de 19% para 15%, e ao combate à fome e à pobreza, que registra queda de 33% para 29%. Nas demais áreas, as variações são inferiores à margem de erro da pesquisa”, informa a CNI.

A atuação nas áreas de juros e tributos continua sendo a pior avaliada pela população: 90% desaprovam a política de juros e de impostos.

Essa edição da pesquisa CNI-Ibope foi feita de 18 a 21 de junho com 2.002 pessoas em 141 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

INFOGRÁFICO – A partir de agora, os infográficos que ilustram as reportagens sobre pesquisas da CNI são dinâmicos. Para visualizar os dados, basta mover o mouse sobre o mês desejado. O infográfico mostra a evolução do índice ao longo do tempo. Boa navegação!

Abaixo, a íntegra do relatório:

Aqui, os dados estratificados.

ScreenHunter_5956 Jul. 01 15.56

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

95 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Henrique Dasilva

02 de julho de 2015 às 17h41

É verdade nós que acreditamos no governo do PT, ficamos soltando “traques de massa”, e a GLOBO soltando “bombas atômicas” nos lares brasileiros…… aí fica difícil!

Responder

Nilda Pais

02 de julho de 2015 às 10h56

Essa pesquisa é a tentiva de diminuir o meu, o seu, o nosso voto. Quem acredita nessa ” pesquisa ” é um idiota! Eles continuam desesperados. Problema deles. Sou Dilma Lula da Silva. Viva o meu Brasil! Xô urubus!

Responder

    Manino Danado

    21 de julho de 2015 às 23h34

    Vagabunda.

    Responder

      claudio manoel

      22 de julho de 2015 às 12h12

      eu votaria outra vez na Dilma se as eleições fosse hj…a Presidente precisa mudar o rumo no seu governo…precisa ouvir mais seus companheiros e outra coisa com pesquisa não se brinca…isso ta refletindo o pensamento do povo brasileiro

      Responder

jose carlos lima

02 de julho de 2015 às 10h38

O Brasil de Fhc vs Lula, segundo Bill Clinton

http://jornalggn.com.br/blog/spin-ggnauta/o-brasil-de-lula-vs-fhc-segundo-bill-clinton#comment-681869

Responder

Fabio

02 de julho de 2015 às 08h45

Dilma não está nem aí, deve pensar que não será mais candidata, assim não se importa com mais nada.
Só esquece que tudo vem demonstrando que pode não chegar como presidenta em 2018 e pior, se chegar vai ser com recorde de negativos.

Responder

Maria De Fátima Silva

02 de julho de 2015 às 05h22

Soma 21 % de regular mais 9% debom ou ótimo e vê quanto dá = 30%.Fica vendo demais a Grobo. Vai encucar por simbiose, rsrsrsr e ainda tem o agravante de que os institutos que fizeram esta pesquisa elegeram Aético Never no segundo turno com mais de 55% tá lembrado?????

Responder

Erlene Gomes

02 de julho de 2015 às 03h25

Dilma13!

Responder

Regina Nilson Filho

02 de julho de 2015 às 03h04

Miguel, o que devemos fazer para que a Presidenta Dilma, ouca os seus argumentos, tao sensatos e pertinentes e, para que tb. ouca as reivindicacoes de todos nos, seus eleitores, que confiamos nos seus propositos e projetos, que a queremos governando nosso pais, que nao admitimos um retrocesso, apos tao boas conquistas, realizadas nos governos Lula e Dilma? Como nos, eleitores convictos, da Presidenta Dilma, podemos faze-la entender, que ela, precisa, combater a f”erro e fogo”, a midia golpista e todos os seus aliados, voltando-se aos que a elegeram, dando “satisfacao” de seus atos, combatendo, veementemente e permanentemente, os que querem liquidar, com este governo, popular e democratico, liquidando, com tudo que tem sido feito, para devolver a dignidade, a nos, povo brasileiro, que ama o seu pais e, nao pode aceitar um retrocesso fatal! Reaja, Presidenta, nao nos deixe, nas maos dos golpistas! Nas maos, dos que ODEIAM o Brasil!

Responder

Antonio Correa

02 de julho de 2015 às 02h44

#AceitaDilmavez

Responder

    Manino Danado

    21 de julho de 2015 às 23h37

    Otário.

    Responder

Gustavo Lima

02 de julho de 2015 às 02h36

Que COVERSA MOLE NAO CONHECO NINGUEM Q TENHA VOTADO NISSO E NAO TENHA SE ATREPENDIDO! ELA NAO VAI DESCANCAR ENQUANTO NAO DEIXAR O PAIS TOTALMENTE FALIDO!

Responder

Iolene Beltrão

02 de julho de 2015 às 01h47

Numa democracia é assim, se respeita e espera terminar o mandato, agora o que não está certo é querer dá golpe! Quem dá golpe é ditadura! E esse filme já vimos!

Responder

Justina Chacon

02 de julho de 2015 às 01h36

Pesquisa fora de tempo! Vai ter eleição agora? Kkkkk #Aceitaquedoimenos

Responder

Alberto Amorim

02 de julho de 2015 às 01h35

Até parece que não sabemos como age esses institutos de pesquisa! Quem não lembra das pesquisas nas eleiçoes?

Responder

Érica Soares Leal

02 de julho de 2015 às 01h25

Acreditam, ainda, nessas pesquisas feitas por instituições nada sérias?!!! Estão de brincadeira ou ajudando a mídia pig, a elite e a oposição?! Data Falha, Ibope e outras que conhecemos na eleicoes? São uns vendidos. Acordem!!

Responder

Bruna Menezes

02 de julho de 2015 às 01h20

Desde quando Globope e Datafalha incluem NE e N em pesquisa nacional?? E se vc não responde o que eles querem ouvir, eles rejeitam sua opinião… Pesquisa não me preoculpa e se houvesse eleição esse ano denovo, a Dilma ganharia denovo! Porque só com o programa eleitoral que ela recebe tempo de TV com qualidade. Pois toda vez que o Pig usa a imagem dela ou alguma fala dela, eh distorcendo!

Responder

Marcos Panissa

02 de julho de 2015 às 01h05

O QUE DÁ A ENTENDER NESSA PESQUISA “GLOBOPE” FEITA NO FUNDO DE QUINTAL, É QUE 91% DOS BRASILEIROS SÃO ANALFABÉTICOS POLÍTICOS E IGNORANTES, PARA ACREDITAR NESSA MONTAGEM, E CADE OS 30% DE FIÉIS AO PT, FORAM EXTERMINADOS VIRARAM CHEIRADOR DE PÓ E ESTÃO SEGUINDO O AÉCIOPÓ.?

Responder

Dirce Granadeiro

02 de julho de 2015 às 01h04

Kkkkkkkkkkkk esta pesquisa só me causa gargalhadas…kkkkkkkkk

Responder

Mauricio Cambraia Sanches

01 de julho de 2015 às 23h26

O que mais vejo é gente de baixa renda puxando saco de rico fascista. Mas na urna o papo é outro.

Responder

Anchieta Vidal

01 de julho de 2015 às 23h03

vai confiar no ibope .

Responder

Anchieta Vidal

01 de julho de 2015 às 23h03

vai confiar no ibope .

Responder

Henrique Pedro

01 de julho de 2015 às 22h50

Se a aprovação da Dilma é 9% no Brasil, aqui em SP é quanto ? 1% ?

Responder

Henrique Pedro

01 de julho de 2015 às 22h50

Se a aprovação da Dilma é 9% no Brasil, aqui em SP é quanto ? 1% ?

Responder

Airton Faé

01 de julho de 2015 às 22h35

A ficha caiu?
Ou quer que desenhe?

Responder

Airton Faé

01 de julho de 2015 às 22h35

A ficha caiu?
Ou quer que desenhe?

Responder

Fulgencio Cardoso

01 de julho de 2015 às 22h26

Tudo isso vai ser superado e Dilma vai dar a volta por cima ela tem moral e vai passar o país a limpo.

Responder

Fulgencio Cardoso

01 de julho de 2015 às 22h26

Tudo isso vai ser superado e Dilma vai dar a volta por cima ela tem moral e vai passar o país a limpo.

Responder

Wilson Trajano Siqueira Trajano

01 de julho de 2015 às 22h16

Estranho aqui, não! Enquanto isso o Brasil marca vários goooooooooooooolaços de placa, só a mídia não quer ver. Brava Presidente!

Responder

Wilson Trajano Siqueira Trajano

01 de julho de 2015 às 22h16

Estranho aqui, não! Enquanto isso o Brasil marca vários goooooooooooooolaços de placa, só a mídia não quer ver. Brava Presidente!

Responder

Christian Fernandes

01 de julho de 2015 às 22h03

Pode cair o quanto for, o PT só perde se o Eduardo maCunha arrumar uma PEC proibindo o partido de ter horário eleitoral gratuito.

Vão lá ver no gráfico. Até eleitor de Ronaldo, que Caiado é poeta, consegue entender. Se bobear, até o ~senador~…

Responder

Batista Barros

01 de julho de 2015 às 22h02

O ibope fez doações para campanha do aecio psdb, é so ver a credibilidade deste instituto nas eleições passadas para governador da Bahia e de Minas. Errou feio!

Responder

    Eliane Rodrigues Azevedo

    02 de julho de 2015 às 01h29

    Mais nao foram eles que disseram queno Aecinho ganharia, e levou pau, essa pesquisa deve ser feita na av. Paulista

    Responder

Vitor

01 de julho de 2015 às 18h45

A comunicação é o maior erro de Dilma, mas certamente não é a única causa dessa aprovação baixa.

A esquerda não está satisfeita com o governo, pois ele conduz uma política econômica tendendo ao neoliberalismo, com um aumento insano de juros. Sem contar o exorbitante financiamento da grande mídia e concentração do “ajuste” nos trabalhadores.

A direita não está satisfeita com o governo, pelo simples fato de ser do PT. Dilma poderia fazer qualquer coisa que continuaria impopular entre eles.

Os menos politizados não estão satisfeitos com o governo pois sentem na pele a piora da economia, principalmente através da inflação, do desemprego e da escassez de crédito e diminuição da verba para programas sociais. Realidade derivada dos excessos da gestão de Mantega e da redução de preços e demanda pelas commodities brasileiras.

Os 9% devem ser compostos por petistas que apoiam o partido em qualquer situação, esquerdistas que acreditam que devem apoiar o governo pq a alternativa é muito pior e a população que ainda não foi atingida em nada pela piora da economia.

Responder

Carlos Roberto

01 de julho de 2015 às 18h24

Dilma venceu com 54 milhões de votos e vamos ultrapassar este momento para tanto basta não se isolar e conversar com o povo.

Responder

Edmundo Camargo

01 de julho de 2015 às 21h20

Caro cafezinho. Vox popoli, vox dei. Sem dúvida a questão econômica, é central na péssima avaliação do governo. Como diria aquele marqueteiro americano, ” é a economia estupido”. Chegamos a esse ponto de deterioração, face ao desastroso governo Dilma 1. Também contribui, as falácias veiculadas na última campanha. Quero ver nas próximas eleições, se algum candidato, vai mentir de maneira tão avassaladora.

Responder

    Janaina

    01 de julho de 2015 às 19h20

    Sim, que venha LULA!!!! 2018 !!!!! Vai cair Globo, VEJA, BAND News…

    Responder

    Simone Santos

    02 de julho de 2015 às 01h01

    Zzzzzzz

    Responder

Francireudo Pimenta

01 de julho de 2015 às 20h57

Se colocar a Dilma candidata a vereadora talvez não seja eleita

Responder

claudio manoel

01 de julho de 2015 às 17h46

concordo plenamente!! a Dilma ta dormindo e aliás o correio dando dinheiro pra globo patrocinar as olimpiadas, de 2016 é gostar de apanhar da imprensa…alguma tem que ser feita ou não sei o que pode acontecer

Responder

Mara Paizan

01 de julho de 2015 às 20h41

Infelizmente, estão fazendo bobagem!

Responder

VIRGULINO

01 de julho de 2015 às 17h25

João Goulart tinha mais de 80% de aprovação e foi covardemente deposto pela elite brasileira. O que esta acontecendo é que o plano de difamação, desqualificação contra o governo e PT pela mídia está funcionando? Dilma teve mais de 54 milhões de votos, continuou e incrementou o trabalho que LULA vinha fazendo e está em queda?…Aébrio nada fez, aliás faz sim; difama o Brasil e trai descaradamente o povo e está em alta? Pesquisas…contem outra.

Responder

    Janaina

    01 de julho de 2015 às 19h23

    Pois então, e o Senhor Rei Aecio….. acha que ele vai ficar no lugar da Dilma? Pois, tem gente que acha…..

    Responder

Maria Regina Arruda

01 de julho de 2015 às 20h09

O ibope me ligou….pela primeira vez….todas as perguntas direcionadas e capciosas….nao aceitavam respostas que nao as esperadas….falei um monte….a pesquisadora pirou…..

Responder

Everaldo

01 de julho de 2015 às 17h04

Balança comercial tem melhor resultado para primeiro semestre em três anos
Jornal do Brasil
Hoje às 15h37
A balança comercial brasileira fechou o primeiro semestre com superávit acumulado de US$ 2,222 bilhões, de acordo com números divulgados nesta quarta-feira pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. O resultado é o melhor para o período desde 2012, a última vez que o indicador tinha registrado superávit nos seis primeiros meses do ano.

Em junho, a balança registrou superávit de US$ 4,527 bilhões, revertendo o resultado negativo de cerca de US$ 2,305 bilhões acumulados até maio. No mês passado, o país exportou US$ 19,628 bilhões e importou US$ 15,101 bilhões. Segundos os dados, o superávit em junho foi o segundo melhor resultado para o mês, perdendo apenas para junho de 2009 (US$ 4,603 bilhões).

Contribuíram para o superávit da balança comercial os embarques da safra de grãos, principalmente de soja, e a exportação de uma plataforma de petróleo de US$ 690 milhões. Vendido pela Petrobras a uma subsidiária da estatal no exterior, o equipamento foi alugado pela petroleira e não chegou a sair do país. Tanto o ministério quanto a Petrobras asseguraram que a operação seguiu as normas de contabilidade internacional.

No acumulado do ano, a melhoria do resultado da balança decorreu do fato de que as importações estão caindo mais que as exportações. De janeiro a junho, o Brasil exportou US$ 94,329 bilhões, queda de 14,7% pela média diária. As importações somaram US$ 92,107 bilhões, com recuo de 18,5% também pela média diária.

Em relação às exportações, todas as categorias de produtos acumulam queda no ano. A venda de produtos básicos caiu 21,6% no primeiro semestre em relação ao mesmo período de 2014, impactadas principalmente pela queda no preço internacional das commodities (bens agrícolas e minerais com cotação internacional).

As exportações de manufaturados caíram 8% de janeiro a junho, com destaque para óleos combustíveis (-63,4%) e motores e geradores (-25,8%). As vendas de semimanufaturados recuaram 3,9%, puxadas por couros e peles (-15%), açúcar em bruto (-13,9%) e óleo de soja em bruto (-12,4%).

Nas importações, as maiores quedas registradas foram na compra de combustíveis e lubrificantes (-36%) e de bens de capital (-15,8%). A importação de matérias-primas caiu 15,1% e a compra de bens de consumo teve retração de 13,7%.

Com Agência Brasil

Responder

Jorge Henrique Farias Nagel

01 de julho de 2015 às 20h04

Que mania de achar que todo anti petista é psdb. Dois partidos ruins da esquerda.

Responder

    Octavio

    01 de julho de 2015 às 17h27

    Que vc não seja eleitor do PSDB, tudo bem!!! Mas dizer que o PSDB é partido de esquerda é brincadeira … Todo eleitor do PSDB que eu conheço é conservador. E estou falando de pessoas com alto nível educacional. Além de não terem a mínima ideia sobre política e história.

    Responder

      Janaina

      01 de julho de 2015 às 19h25

      Um bando de playboy!!!!

      Responder

Marcel Silva Nascimento

01 de julho de 2015 às 20h04

Acredito que a economia frágil, inflação alta, falta de comunicação e o bombardeio diário são fatores que levam a esse resultado. Creio que a economia melhorando, as coisas devam voltar ao “normal”

Responder

    Jorge Henrique Farias Nagel

    01 de julho de 2015 às 20h56

    Por que a economia está frágil e a inflação alta? Não vale dizer que é culpa da crise internacional.

    Responder

      Janaina

      01 de julho de 2015 às 19h25

      Então de a sua aula Senhor Doutor em economia..fala….

      Responder

    Henrique Baggio

    01 de julho de 2015 às 21h05

    Normal? A crise ainda nem comecou a mostrar a cara. Acho que ela nao segura a onda. O lula ta morto e o pt acabou. Dificil

    Responder

    Marcel Silva Nascimento

    01 de julho de 2015 às 21h49

    Vamos aguardar.

    Responder

    Jair Souza

    02 de julho de 2015 às 01h48

    O único país a entrar em crise sem a influência do cenário internacional é o Brasil – assim pensam os revoltados! No mais, se EUA chegaram a 10% de desemprego, Espanha a mais de 20% e a Europa ainda sofre tudo é culpa da crise. Só no Brasil é diferente! Sei. Contem-me mais, senhores revoltados…

    Responder

    Maria De Fátima Silva

    02 de julho de 2015 às 05h26

    Hoje a Grobo fez a cabeça desses reaças, foram milhares de vezes repetidas essas pesquisas do instituto que segundo suas análises quem estaria hj nos EUA seria o Aético Never do Pó.

    Responder

João Marcos Santos Pimentel

01 de julho de 2015 às 20h04

e dai ? eleição e so em 2018 mesmo, politica e igual nuvem,muda tudo conforme o vento ate la o cenário certamente sera muito diferente

Responder

Lucia Romcy

01 de julho de 2015 às 19h56

Muito menos Aético Neves!

Responder

    Janaina

    01 de julho de 2015 às 19h27

    Nem as minha próxima geração não vai votar em nenhum NEVES !!!!!

    Responder

Jorge Henrique Farias Nagel

01 de julho de 2015 às 19h53

Faz uma eleição hoje, depois que todo o estelionato eleitoral ficou claro. Não se elegeria nem pra síndica de prédio.

Responder

    O Cafezinho

    01 de julho de 2015 às 19h56

    Para fazer uma nova eleição, precisa dar condições para isso. Ou seja, mais dois meses de campanha. E novas pactuações sociais.

    Responder

    Jorge Henrique Farias Nagel

    01 de julho de 2015 às 20h03

    Pode dar seis meses. Um ano de campanha. O João Santana é o melhor marqueteiro político mas teria que ser mágico para vender novamente este DESgoverno.

    Responder

    Amarilia Teixeira Couto

    01 de julho de 2015 às 20h32

    Você que pensa,Jorge Henrique.O povo não é idiota.O voto popular é pragmático.Quem seria o adversário de Dilma?Aécio?(ele sim,dificilmente se elegerá para alguma coisa)Eduardo Cunha?Serra?O senhor do deserto?Quem??? A crise, que é real ,é infinitamente menor do que a mídia quer nos forçar a acreditar e que os antipetistas tentam vender.Acho que é melhor a gente tentar fazer algo de concreto como cidadãos para o país sem ser tentar desconstruir um governo legitimamente eleito.

    Responder

    Jorge Henrique Farias Nagel

    01 de julho de 2015 às 20h36

    Legitimamente eleito??? Dinheiro da Petrobras, uso dos correios, terrorismo com o Bolsa família, pedaladas fiscais… Infinitamente menor???? Não chegamos na metade do poço. O desemprego e a inflação ainda vão subir mais.

    Responder

    Crocheteira Carola Rodrigues

    01 de julho de 2015 às 20h48

    Continuaria votando nela com Aécio e Marina como alternativas.

    Responder

      Janaina

      01 de julho de 2015 às 19h29

      idem.

      Responder

    Julio Cesar

    01 de julho de 2015 às 20h59

    Sinceramente se as eleições fossem hoje 01/07/2015 e tivesse Aecio e/ou Marina como candidato(a) possivelmente dilma perderia na minha opinão. Ainda sim votaria na Dilma, nao me considero pessimista, mas a situação ta critica.

    Responder

    Zenobio Dos Anjos

    01 de julho de 2015 às 21h01

    Teu koo…dinheiro da Petrobra, Tu prova jorge das quantas, são 54 milhões de brasileros, contra um Juiz, uma Globo, e uns poucos idiotas masoquista-paulistanos.

    Responder

    Amarilia Teixeira Couto

    01 de julho de 2015 às 21h08

    Jorge,acusar é fácil.Vc não me respondeu que nome vc defende.Numa eleição é preciso ter candidatos.Encontre um,que seja mais honesto e competente do que Dilma.Mas escolha,por favor.Sem rodeios.

    Responder

    Jorge Henrique Farias Nagel

    01 de julho de 2015 às 21h09

    Poucos??? Os eleitores que NÃO votaram na Dilma foram quase 90 milhões. E tu realmente acredita que não houve corrupção na Petrobras? Que Dilma/Lula nunca souberam?

    Responder

    Jorge Henrique Farias Nagel

    01 de julho de 2015 às 21h11

    Meu candidato hoje seria Ronaldo Caiado.

    Responder

    Christian Fernandes

    01 de julho de 2015 às 21h59

    Parabéns! Votar em Ronaldo, que Caiado é um poeta, é o atestado de imbecilidade que você precisava para vagabundear até agosto!

    Responder

    Marcel Silva Nascimento

    01 de julho de 2015 às 22h00

    Faltou Demóstenes de vice kkkkk

    Responder

    Amarilia Teixeira Couto

    01 de julho de 2015 às 22h10

    Pronto.Vc se revelou no pior tipo de conservadorismo político.O defensor do trabalho escravo seria o seu candidato.Já entendi por que vc detesta a Dilma.Vai tentando conseguir mais eleitores para o Caiado.Quem sabe em 2018,não é?

    Responder

    Amarilia Teixeira Couto

    01 de julho de 2015 às 22h10

    Pronto.Vc se revelou no pior tipo de conservadorismo político.O defensor do trabalho escravo seria o seu candidato.Já entendi por que vc detesta a Dilma.Vai tentando conseguir mais eleitores para o Caiado.Quem sabe em 2018,não é?

    Responder

    Ledi Buth

    01 de julho de 2015 às 22h22

    O estelionato eleitoral ficou claro??? Ha tá

    Responder

    Ledi Buth

    01 de julho de 2015 às 22h22

    O estelionato eleitoral ficou claro??? Ha tá

    Responder

    Jorge Henrique Farias Nagel

    01 de julho de 2015 às 22h36

    Defensor de trabalho escravo porque ele foi contra uma lei que daria um poder discricionário ao governo em determinar se era ou não realmente escravo e desapropriassem suas terras?

    Responder

    Jorge Henrique Farias Nagel

    01 de julho de 2015 às 22h36

    Defensor de trabalho escravo porque ele foi contra uma lei que daria um poder discricionário ao governo em determinar se era ou não realmente escravo e desapropriassem suas terras?

    Responder

    Miguel F Gouveia

    01 de julho de 2015 às 23h02

    Por que conjecturar sobre fantasias?

    Responder

    Eliane Rodrigues Azevedo

    02 de julho de 2015 às 01h23

    Se a eleição fosse hj? Hummm, candidatos: Aecio, Serra, Alckmin? Marina, nenhum, votaria de novo na Dilma

    Responder

    Miguel F Gouveia

    02 de julho de 2015 às 01h44

    Eu adoro coxinha… Ele sempre trabalha no mundo da fantasia… Deve ser de tanto bater panela…na cabeça

    Responder

    Jorge Henrique Farias Nagel

    02 de julho de 2015 às 01h52

    Mundo da fantasia? ??? Ah tá. Tais falando do Brasil da propaganda eleitoral do PT.

    Responder

    Adriano Souza Bernardes

    02 de julho de 2015 às 02h07

    Governo bom é o de São Paulo !!
    Ooo!!!

    Responder

    Francisco Celso Cáceres

    02 de julho de 2015 às 02h33

    A Dilma foi a USA, faz muito pelo Brasil, a midia alienadora coloca a seguir a pesquisa colocando os numeros, sera que nao e proposital? Quer conhecer analfabeto politico, acredita em porcaria sem fonte no facebook e wat zap, sai propagando mentiras porque perdeu a eleiçao.

    Responder

    Carlos Eduardo

    02 de julho de 2015 às 02h44

    Hahahaha Caiado? Aquele que não mostrou os vídeos do “atentado/apedrejamento malvado” dos venezuelanos bolivarianos terroristas assassinos tarados comunistas contra os heróis do universo? Hahahaha. Toma vergonha na cara rapá. Com acesso à Internet, podendo obter informação e sai defecando pelos dedos por aí…

    Responder

    Geraldo Galvão

    02 de julho de 2015 às 04h40

    Não tenha tanta certeza. Numa campanha o PIG pode ser desmascarado. Um coxinha sem noção como você, se surpreenderia com as informações que seria disponibilizada aos eleitores. A direita já considerava ganha a eleição de 26 de outubro. E deu no que deu. Em 2018 vamos eleger p Lula para terceiro mandato. A onda vermelha vai afogar trouxas como você.

    Responder

    Dary Beck Filho

    02 de julho de 2015 às 05h13

    O cara defende o trabalho escravo!!! É financiado pelo Cachoeira!!!!!

    Responder

    Maria De Fátima Silva

    02 de julho de 2015 às 05h24

    Só que a eleição não é hoje, de concreto temos Dilma Presidenta do Brasil, eleita pela maioria em outubro, deixa o terreno das hipóteses para Aético Never se consolar. Mas o choro é livre.

    Responder

Marco Espirito Santo

01 de julho de 2015 às 19h50

Acreditemos em IBOPE……Acabou-se as verbas oficiais para ele e boa parte de veículos de divulgação. Para mim, a DILMA está a 0 + 10….

Responder

Josef Marcio Tavares

01 de julho de 2015 às 19h48

e não adianta tentar tapar o sol com a peneira.

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com