Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Férias escolares fazem setor aeroviário decolar! Apesar da crise, claro!

Por Liana Carvalho

03 de agosto de 2015 : 12h40

Demanda doméstica acumula alta de 4%
Oferta também apresenta crescimento

Texto da Assessoria no site da Anac
Dica do Twiter de Jandira Feghali ?@jandira_feghali

A demanda (em passageiros-quilômetros pagos transportados – RPK) por transporte aéreo doméstico de passageiros registrou crescimento de 2,1% em junho de 2015
comparada com o mesmo mês de 2014, enquanto a oferta (em assentos-quilômetros oferecidos) registrou aumento de 2,8% no mesmo período. Com o resultado de junho de 2015, a demanda doméstica completou 21 meses consecutivos de crescimento e alcançou o seu maior nível para o mês nos últimos dez anos. Já a oferta doméstica apresentou o décimo mês consecutivo de crescimento. Com o resultado de junho, a demanda doméstica acumulou alta de 3,9% no ano e a oferta acumulou aumento de 3% no mesmo período.

Entre as principais empresas aéreas brasileiras, Gol e Avianca destacaram-se com as maiores taxas de crescimento da demanda doméstica em junho de 2015, quando comparadas com o mesmo mês de 2014, da ordem de 5,6% e 2,9%, respectivamente. A Tam apresentou retração de 0,2% e a Azul teve sua demanda doméstica reduzida em 2,5%. Avianca, Gol e Tam aumentaram a oferta doméstica, em termos de ASK, em 7,8%, 3,5% e 3,1%, respectivamente. A Azul apresentou redução de 3,4%.

Tam e Gol continuam lideraram o mercado doméstico em junho de 2015, com participações (em RPK) de 36,6% e 36,3% respectivamente. No entanto, a Tam registrou queda de 2,2% em sua participação de mercado, enquanto a Gol apresentou aumento de 3,5% neste indicador. A participação das demais empresas somadas foi de 27,1%, o que representou redução de 1,4% em relação a junho de 2014.

A taxa de aproveitamento das aeronaves em voos domésticos operados por empresas brasileiras (RPK/ASK) em junho de 2015 foi da ordem de 77,9%, redução de 0,7% em relação ao mesmo mês de 2014. Entre as principais empresas aéreas brasileiras, a melhor taxa de aproveitamento doméstico no mês de junho de 2015 foi atingida pela Azul, com 80,1%, que representou aumento de 0,9%.

Constatou-se que a empresa Azul prestou informação inexata à ANAC relativa ao volume de passageiros transportados em voos domésticos no mês de fevereiro de 2015, tendo sido instaurado processo administrativo para a apuração de infração por este motivo.

Assim, tendo em vista que a empresa ainda não apresentou a informação devidamente retificada à Agência, a quantidade de passageiros transportados em voos domésticos pela Azul no acumulado do ano (janeiro a junho) apresentada a seguir é resultado de estimativa feita pela ANAC para compor o Relatório de Demanda e Oferta de junho de 2015, buscando a apresentação de uma situação mais próxima da realidade.

O número de passageiros pagos transportados no mercado doméstico em junho de 2015 atingiu 7,4 milhões, tendo sido o maior para o mês nos últimos 10 anos, com aumento de 2,5% em relação a junho de 2014. É o vigésimo registro de crescimento do indicador nos últimos 21 meses.

Transporte Internacional

Em junho de 2015, a demanda (em RPK) do transporte aéreo internacional de passageiros das empresas aéreas brasileiras apresentou crescimento pelo 16º mês consecutivo, com aumento de 11,7% quando comparada com o mesmo mês de 2014. Já a oferta internacional (em ASK) registrou o 11º mês consecutivo de crescimento, com alta de 12,5% em comparação ao mês de junho de 2014. No acumulado de janeiro a junho de 2015, a demanda internacional aumentou 13,1% em relação ao mesmo período de 2014. A oferta internacional cresceu de 13,6% no período.

A taxa de aproveitamento das aeronaves em voos internacionais de passageiros operados por empresas brasileiras (RPK/ASK) foi de 80,9% em junho de 2015, contra 81,5% no mesmo mês de 2014, representando uma variação negativa de 0,7%.

O número de passageiros pagos transportados por empresas brasileiras no mercado internacional em junho de 2015 atingiu 550,9 mil, com aumento de 11,6% em relação a junho de 2014. Trata-se da maior quantidade de passageiros transportados em voos internacionais por empresas brasileiras registrada para o mês nos últimos dez anos. Com o resultado de junho de 2015, o indicador completou 15 meses consecutivos de crescimento.

Os dados mencionados acima estão disponíveis no Relatório de Demanda e Oferta do Transporte Aéreo, divulgado hoje pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), que também contempla informações sobre carga transportada, todas ilustradas por meio de gráficos e considerações. O relatório pode ser acessado por meio do link a seguir: http://www2.anac.gov.br/estatistica/demandaeoferta/

O relatório de Demanda e Oferta do Transporte Aéreo é elaborado com base nas operações regulares e não regulares das empresas brasileiras de serviços de transporte aéreo público de passageiros.

*Principais empresas aéreas brasileiras: foram consideradas aquelas que registraram participação de mercado superior a 1%, em termos de RPK.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

18 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Sueli Mara Castro

04 de agosto de 2015 às 21h05

há muitas oportunidades mesmo quando há crises econômicas, preços do aluguéis e imóveis caem, o poder de negociaçao aumenta para a troca /compra de veículos, a necessidade nos fazer pesquisar mais os preços, economizar no que for possível e depois passa a crise mas alguns bons hábitos ficam.

Responder

Bianca Lima

04 de agosto de 2015 às 19h12

Crise em alta.

Responder

Anônimo

04 de agosto de 2015 às 05h41

COM DEMOCRACIA QUEREMOS MONARQUIA !! https://www.facebook.com/Brasil.Monarquia?fref=ts

Responder

Sebastião Mozart Gomes Batista

04 de agosto de 2015 às 00h39

Apesar da crise.

Responder

Enete Laise Araujo

03 de agosto de 2015 às 23h22

Essa crise vai deixar saudades! Vou ver muita dondoca chorar com a falta dela.
Crise de ego.

Responder

Wagner Junior

03 de agosto de 2015 às 21h55

Que comparação ehm!! Aposto que são todos pelegos de sindicato que nao precisam de trabalhar

Responder

Moacyr Neto

03 de agosto de 2015 às 20h54

Se vive em que mundo? Vito Leone.

Responder

Ermenson Nobre

03 de agosto de 2015 às 18h23

Responder

Ermenson Nobre

03 de agosto de 2015 às 18h18

Kkkkkk….se o Brasil não está em crise, pq o pib vai diminuir segundo o GOVERNO, pq ele está fazendo corte na educação, saúde e vários outros setores? Como explica cafezinho de merda

Responder

Sérgio Farias

03 de agosto de 2015 às 17h15

Pura verdade. O aeroporto de recife andou lotado no mês de julho

Responder

Rogerio Reis

03 de agosto de 2015 às 17h10

Apesar da crise . Kkkkkk

Responder

Vito Leone

03 de agosto de 2015 às 16h45

Olha a CRISE Moacyr Neto e Gonzaga Ferreira !!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Crise !!!

Responder

Vitor

03 de agosto de 2015 às 13h42

Miguel, apenas um ajuste, o título da matéria está completamente equivocado. As férias escolares em nada tem a ver com os números, já que elas são em JULHO e os dados da reportagem até JUNHO.

Responder

Nelson Hizo Vieira

03 de agosto de 2015 às 15h59

Diante de tantas notícias ruins, nos resta destacar a importância de pesquisar os melhores preços das passagens que estão sendo oferecidos e de se aproveitar as atuais promoções, que estão com preços excelentes. Isso e torcer para que surja logo uma luz na tempestade e que nosso país passe pela turbulência econômica, que não afeta apenas a aviação, mas muitos e variados setores – e o dia a dia dos brasileiros.

Responder

    José Lima

    03 de agosto de 2015 às 18h50

    Várias reportagens como esta prova que a crise no brssil é de inteligência e discernimento!

    Responder

      Vitor

      03 de agosto de 2015 às 17h36

      E obviamente econômica… Ou vc acha que o governo dobrou a Selic por diversão?

      Responder

Marcos Portela

03 de agosto de 2015 às 15h59

Lava Jato CONTRA CORRUPÇÃO ou GOLPE FEDERAL? Como pode uma INSTITUIÇÃO FEDERAL, no estado do Paraná, ATACAR ESTATAIS e EMPRESAS brasileiras, DESEMPREGANDO milhares no país, alegando COMBATER a CORRUPÇÃO, CONTRADIÇÃO de quem usa TARJAS PRETAS para ESCONDER e INVALIDAR PROVAS de CORRUPÇÃO contra PARTIDOS de OPOSIÇÃO como PSDB e DEM, que aliados a GRANDE MÍDIA mais parecem uma ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA, INSTALANDO o CAOS no país, usando a política do QUANTO PIOR MELHOR, panelinha que virou PANELAÇO.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina