Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Primeiro ataque atômico faz 70 anos

Por Liana Carvalho

06 de agosto de 2015 : 10h43

Os 70 Anos da Bomba Atômica dos EUA em Hiroshima

Por Arthur Poerner

Foi em 6 de agosto de 1945, há 70 anos, quando a ciência política ainda nem havia criado o conceito de terrorismo de Estado, que os Estados Unidos inauguraram o emprego bélico da energia atômica, com o lançamento da bomba sobre a cidade portuária japonesa de Hiroshima.

A guerra contra o Japão já estava ganha e a capitulação do imperador Hirohito se tornara iminente, mas, para os norte-americanos, era a oportunidade de testar o novo artefato.

E a verdade é que os resultados foram promissores: quase 80 mil pessoas mortas de imediato, boa parte delas simplesmente incinerada, sem falar das milhares que morreriam, aos poucos, dos efeitos da radiação, e 90% da cidade arrasados.

Para que não pairassem dúvidas sobre o êxito do experimento, ainda foi lançada, três dias depois, uma segunda bomba atômica, com similares consequências, na cidade de Nagasaki, uma espécie de centro do catolicismo japonês.

E acredito que foi a partir daí que Washington começou com a mania das listas comportamentais, em que distribui notas sobre os melhores e piores do mundo, por exemplo, no combate ao tráfico de pessoas, quesito em que Cuba, como diríamos nos tempos do ginasial, acaba de “passar de ano”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

93 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Juana Juarez

07 de agosto de 2015 às 21h55

e eles estão em todo lugar do planeta…espionando e roubando o que o lugar tem de mais valor…

Responder

Juana Juarez

07 de agosto de 2015 às 21h53

só pq perderam para os japoneses, esses frouxos terroristas!!!

Responder

clayton

07 de agosto de 2015 às 14h01

Engraçado como o mundo dá voltas… hoje vi vários amigos meus japoneses e (descendentes de japoneses) falando sobre a bomba nuclear jogada sobre Nagasaki que completa 68 hoje (a de Hiroshima aconteceu 3 dias antes). Todos meus amigos foram unânimes em condenar o fato e chamar os EUA de covardes. Disseram que o Japão não merecia isso, que foi praticamente um holocausto, que não houve chance de defesa… e todo tipo de reclamação.

Não apoio as coisas que os EUA fizeram na 2ª grande guerra (do mesmo jeito que não apoio o que o japão fez também), mas não sejamos hipócritas de tentar esconder o outro lado da moeda….

O grande culpado pelas bombas atômicas foi o imperador japonês e o próprio povo japonês. Todos criticam os americanos mas ninguém diz que o Japão atacou os Estados Unidos ANTES dos americanos entrarem na guerra. Os americanos não queriam guerra nenhuma porque ainda estavam se recuperando da crise de 1929.

Os japoneses, covardemente, mataram milhares de soldados americanos na base militar de Pearl Harbor, forçando os Estados Unidos a entrarem na guerra. E eles entraram… O ataque a Pearl Harbor foi uma operação aeronaval de ataque efetuada pela Marinha Imperial Japonesa na manhã de 7 de Dezembro de 1941. Foi executado de SURPRESA contra a frota do Pacífico da Marinha dos EUA e as suas forças de defesa, o corpo aéreo do exército americano e a força aérea da Marinha. Além de terem destruídos mais de 20 navios e aproximadamente 350 aviões o ataque MATOU 2403 PESSOAS E FERIU OUTRAS 1178. Além das vidas ceifadas, o orgulho do povo americano foi abalado e os intocáveis foram tocados.

O ataque a Hiroshima e Nagasaki para mim foi apenas uma pura e fria vingança contra o que fizeram em Pearl Harbor. Devolveram na mesma moeda (com juros e correção monetária). E reafirmo o que eu disse: Se este ataque não tivesse ocorrido, a retaliação contra Hiroshima e Nagasaki nunca teria acontecido. Naquele 7 de dezembro de 1941 os japoneses plantaram ventos… Em 6 de agosto de 1945 eles colheram as tempestades e furações de sua atitude.

Trocando em miúdos, chumbo trocado não dói…. ou seja, bateu, levou!!!.

Responder

    Hell Back

    20 de fevereiro de 2016 às 23h23

    Depois das derrotas contra a Coréia e o Vietnam queria ver o tio Sam fazer o mesmo contra a China. Sabem porquê? Porque China tem, assim como a Rússia, armas nucleares. Se não fosse as armas nucleares desses dois países, não tenho nenhuma dúvida que esses dois países já teriam sido invadidos.

    Responder

clayton

07 de agosto de 2015 às 14h01

Engraçado como o mundo dá voltas… hoje vi vários amigos meus japoneses e (descendentes de japoneses) falando sobre a bomba nuclear jogada sobre Nagasaki que completa 70 hoje (a de Hiroshima aconteceu 3 dias antes). Todos meus amigos foram unânimes em condenar o fato e chamar os EUA de covardes. Disseram que o Japão não merecia isso, que foi praticamente um holocausto, que não houve chance de defesa… e todo tipo de reclamação.

Não apoio as coisas que os EUA fizeram na 2ª grande guerra (do mesmo jeito que não apoio o que o japão fez também), mas não sejamos hipócritas de tentar esconder o outro lado da moeda….

O grande culpado pelas bombas atômicas foi o imperador japonês e o próprio povo japonês. Todos criticam os americanos mas ninguém diz que o Japão atacou os Estados Unidos ANTES dos americanos entrarem na guerra. Os americanos não queriam guerra nenhuma porque ainda estavam se recuperando da crise de 1929.

Os japoneses, covardemente, mataram milhares de soldados americanos na base militar de Pearl Harbor, forçando os Estados Unidos a entrarem na guerra. E eles entraram… O ataque a Pearl Harbor foi uma operação aeronaval de ataque efetuada pela Marinha Imperial Japonesa na manhã de 7 de Dezembro de 1941. Foi executado de SURPRESA contra a frota do Pacífico da Marinha dos EUA e as suas forças de defesa, o corpo aéreo do exército americano e a força aérea da Marinha. Além de terem destruídos mais de 20 navios e aproximadamente 350 aviões o ataque MATOU 2403 PESSOAS E FERIU OUTRAS 1178. Além das vidas ceifadas, o orgulho do povo americano foi abalado e os intocáveis foram tocados.

O ataque a Hiroshima e Nagasaki para mim foi apenas uma pura e fria vingança contra o que fizeram em Pearl Harbor. Devolveram na mesma moeda (com juros e correção monetária). E reafirmo o que eu disse: Se este ataque não tivesse ocorrido, a retaliação contra Hiroshima e Nagasaki nunca teria acontecido. Naquele 7 de dezembro de 1941 os japoneses plantaram ventos… Em 6 de agosto de 1945 eles colheram as tempestades e furações de sua atitude.

Trocando em miúdos, chumbo trocado não dói…. ou seja, bateu, levou!!!.

Responder

Transgênicos: a outra privataria

07 de agosto de 2015 às 16h18

Maior atentado terrorista do mundo, sem dúvida!

Responder

Renato Medeiros

07 de agosto de 2015 às 14h53

E o Japão já havia se rendido…

Responder

Robson Segovia Chrysostomo

07 de agosto de 2015 às 11h52

Isso e um ataque terrorista.

Responder

Ricardo Marcelo Monteiro

07 de agosto de 2015 às 01h35

o pior é que já haviam negociações para o fim da guerra e hiroshima estava totalmente desavisada e despreparada,nem souberam o que os atingiu.ataque totalmente sem sentido. e olhem que interessante,56% dos americanos acreditam que aquele ataque foi sim necessário…

Responder

Newton Correia Neto

06 de agosto de 2015 às 22h48

Continuam super armados, e vivem manipulando a ONO e a opinião pública pra desarmar os outros, faz guerra e incentiva guerra nos Países alheios mas pipocou quando a Coréia falou que atacaria N. York e Wassyngton caso fosse atacada pelos Japoneses incitados por eles, o fato que a Coréia possui mísseis atômicos ao contrário dos coitadinhos que estão acostumados a atacar. Bando de assassinos

Responder

Newton Correia Neto

06 de agosto de 2015 às 22h48

Continuam super armados, e vivem manipulando a ONO e a opinião pública pra desarmar os outros, faz guerra e incentiva guerra nos Países alheios mas pipocou quando a Coréia falou que atacaria N. York e Wassyngton caso fosse atacada pelos Japoneses incitados por eles, o fato que a Coréia possui mísseis atômicos ao contrário dos coitadinhos que estão acostumados a atacar. Bando de assassinos

Responder

Newton Correia Neto

06 de agosto de 2015 às 22h48

Continuam super armados, e vivem manipulando a ONO e a opinião pública pra desarmar os outros, faz guerra e incentiva guerra nos Países alheios mas pipocou quando a Coréia falou que atacaria N. York e Wassyngton caso fosse atacada pelos Japoneses incitados por eles, o fato que a Coréia possui mísseis atômicos ao contrário dos coitadinhos que estão acostumados a atacar. Bando de assassinos

Responder

Alex Barth

06 de agosto de 2015 às 22h48

Matando crianças, mulheres e velhos por que não jogarão encima do burgues imperador!

Responder

Alex Barth

06 de agosto de 2015 às 22h48

Matando crianças, mulheres e velhos por que não jogarão encima do burgues imperador!

Responder

Alex Barth

06 de agosto de 2015 às 22h48

Matando crianças, mulheres e velhos por que não jogarão encima do burgues imperador!

Responder

Alexandre Galvão

06 de agosto de 2015 às 22h41

O único país a utilizar a bomba atômica na história. Triste!!

Responder

Alexandre Galvão

06 de agosto de 2015 às 22h41

O único país a utilizar a bomba atômica na história. Triste!!

Responder

Alexandre Galvão

06 de agosto de 2015 às 22h41

O único país a utilizar a bomba atômica na história. Triste!!

Responder

Patricio Lira

06 de agosto de 2015 às 20h35

E ficou por isso mesmo, nemhum orgao internacional tem coragem de intimar os assasinos americanos, isso é o poder da força e do dinheiro, eu tenho as lembranças da minha infancia da arrogancia e do poder economico praticado ao povo chileno, na epoca dos anos 50 e 60 quando chilenos nao podiam se misturar en lugares que eram de dominio exclusivo deles, me da nojo, quando lembro, por isso tenho essa rejeiçao com esse povo.

Responder

Patricio Lira

06 de agosto de 2015 às 20h35

E ficou por isso mesmo, nemhum orgao internacional tem coragem de intimar os assasinos americanos, isso é o poder da força e do dinheiro, eu tenho as lembranças da minha infancia da arrogancia e do poder economico praticado ao povo chileno, na epoca dos anos 50 e 60 quando chilenos nao podiam se misturar en lugares que eram de dominio exclusivo deles, me da nojo, quando lembro, por isso tenho essa rejeiçao com esse povo.

Responder

Joaquim Ramos

06 de agosto de 2015 às 20h22

e lamentavel que devido a uma cultura totalmente destorcida muitos tem aideia de que os americanos são os valvadores do mundo

Responder

Joaquim Ramos

06 de agosto de 2015 às 20h22

e lamentavel que devido a uma cultura totalmente destorcida muitos tem aideia de que os americanos são os valvadores do mundo

Responder

Gabriel Santos

06 de agosto de 2015 às 18h56

essa bomba foi lançada no lugar errado e na época errada, Brasilia?????????????????/////////////

Responder

Demostenes Menezes Ramos

06 de agosto de 2015 às 18h39

O Japão estava acertando a rendição com os russos. Para tirar os russos de cena preferiram o terrorismo.

Responder

Luiz Carlos Vieira

06 de agosto de 2015 às 18h35

,.. o > crime da história no séc.XX, relatórios posteriores mostram q o japãp iria se render em no máximo 6 meses…terrível. Sds. ;-)

Responder

Canguru Alfa

06 de agosto de 2015 às 18h04

Eu tenho uma visão diferente. Lá eles estavam em guerra mundial, eles não eram a maior potência mundial e os japoneses não iam desistir até que morresse muita gente. Foi horrível? Foi, mas acabou a guerra no pacífico depois das bombas. É só o que eu acho. Eram potências mundiais contra potências mundiais. Não é como hoje, potências mundiais invadindo países de terceiro mundo para saqueá-los a pretexto de combate ao terrorismo. ;)

Responder

Canguru Alfa

06 de agosto de 2015 às 18h04

Eu tenho uma visão diferente. Lá eles estavam em guerra mundial, eles não eram a maior potência mundial e os japoneses não iam desistir até que morresse muita gente. Foi horrível? Foi, mas acabou a guerra no pacífico depois das bombas. É só o que eu acho. Eram potências mundiais contra potências mundiais. Não é como hoje, potências mundiais invadindo países de terceiro mundo para saqueá-los a pretexto de combate ao terrorismo. ;)

Responder

Adilson Joaquim Sant Anna

06 de agosto de 2015 às 18h03

e tem gente que acredita nesses covardes…

Responder

Adilson Joaquim Sant Anna

06 de agosto de 2015 às 18h03

e tem gente que acredita nesses covardes…

Responder

Airton Faé

06 de agosto de 2015 às 17h51

NÃO ACREDITO QUE LI ISSO. DEPOIS MANDAM OS COXINHAS ESTUDAR HISTORIA. PIADA KKKKKK

Responder

Airton Faé

06 de agosto de 2015 às 17h51

NÃO ACREDITO QUE LI ISSO. DEPOIS MANDAM OS COXINHAS ESTUDAR HISTORIA. PIADA KKKKKK

Responder

Reinaldo Bordon Carletti

06 de agosto de 2015 às 17h46

os “espertos” americanos, pagam o japão até hoje……..

Responder

André Márcio Soares

06 de agosto de 2015 às 17h26

Gosto muito de ler vocês, mas discordo dessa afirmação, desculpem, pois desde que o homem se fez homem existe ataque terrorista. Apesar de ter sido totalmente abominável, espero nunca mais se repetir algo do gênero, “esquecer” essa verdade é uma visão reducionista da história.

Responder

André Márcio Soares

06 de agosto de 2015 às 17h26

Gosto muito de ler vocês, mas discordo dessa afirmação, desculpem, pois desde que o homem se fez homem existe ataque terrorista. Apesar de ter sido totalmente abominável, espero nunca mais se repetir algo do gênero, “esquecer” essa verdade é uma visão reducionista da história.

Responder

Vivian Jamur

06 de agosto de 2015 às 16h30

Que horror!!!

Responder

Vivian Jamur

06 de agosto de 2015 às 16h30

Que horror!!!

Responder

Belarmino Neto

06 de agosto de 2015 às 16h25

Não havia necessidade nenhum ; fizeram apenas para testar os efeitos !!!!!!

Responder

Belarmino Neto

06 de agosto de 2015 às 16h25

Não havia necessidade nenhum ; fizeram apenas para testar os efeitos !!!!!!

Responder

Paulo Dimas Tauyr

06 de agosto de 2015 às 16h25

O governo norte americano é o pior dos assassinos. Pois, quando mata, mata simplesmente pelo prazer de matar. Para atingir seu alvo não importa quantos tenham que morrer, pode ser velhos, mulheres ou crianças.

Responder

Paulo Dimas Tauyr

06 de agosto de 2015 às 16h25

O governo norte americano é o pior dos assassinos. Pois, quando mata, mata simplesmente pelo prazer de matar. Para atingir seu alvo não importa quantos tenham que morrer, pode ser velhos, mulheres ou crianças.

Responder

Vagner Santos Guarani Kaiowá

06 de agosto de 2015 às 16h16

Responder

Fernando Braga Júnior

06 de agosto de 2015 às 15h46

Terroristas covardes

Responder

Paulo Grazioli

06 de agosto de 2015 às 15h33

O maior crime de guerra já visto em todos os tempos..

Genocídio em grande escala.

Responder

Paulo Goehl

06 de agosto de 2015 às 15h26

Com certeza um dos piores ataques terroristas da história.

Responder

Mario

06 de agosto de 2015 às 12h13

Nao tem como defender ataques nucleares se a pessoa visitou o museu que esta no subsolo da ONU em NY.
Os efeitos sao sentidos ate hoje. Custo altissimo.
Nao se pode negar a alternativa tambem, mas nesse caso quem pagaria uma alta conta seria os americanos, do ponto de vista deles fazia sentido usar a bomba. Do ponto de vista da humanidade nao.
Armas nuclareas sao usadas para evitar guerras mas se sum dia nos usa-las em grande escala acaba-se com o planeta!

Responder

Pedro Smolka

06 de agosto de 2015 às 15h01

Cafe: o ataque a Pearl Harbor foi terrorismo também?

Responder

Eduardo Moreira

06 de agosto de 2015 às 14h59

Os únicos terroristas em escala mundial são os EUA.

Responder

HMS_TIRELESS

06 de agosto de 2015 às 11h27

Foi a arma definitiva, aquela que paradoxalmente tornou a paz possível. O moralismo seletivo dos antiamericanos patológicos sempre pinta os ataques a Hiroshima e Nagasaki como crimes de guerra mas esses hipócritas fazem questão de omitir o contexto. É fato que a despeito de estar arruinado, com suas cidades sendo varridas por devastadores ataques aéreos com bombas incendiárias, o Japão não iria se render. Os líderes militares, especialmente o Primeiro Ministro Tojo, queriam combater até o último civil. As sangrentas campanhas de Iwo Jima e Okinawa foram amargas prévias do que viria na planejada operação Downfall, onde se planeja a perda de 270.000 soldados dos EUA e 1 milhão de civis japoneses.

Do lados dos EUA havia um país cansado de guerra, com a economia em frangalhos, os cidadão já não muito dispostos a provações tais como guardar o óleo de cozinha usado, economizar sucata e comprar War Bonds. Sem falar em ter de enterrar seus filhos ceifados em batalhas cada vez mais encarniçadas. De igual forma a moral dos soldados escalados para a tarefa era baixa, especialmente entre aqueles que seriam transferidos do TO europeu. Imagine para um soldado que penou nas praias da Normandia e nas Ardenas ter de enfrentar os fanáticos japoneses? Por tudo isso, as duas bombas restam plenamente justificadas.

Responder

Andreza Rodante

06 de agosto de 2015 às 14h24

Terrorismo no c* dos outros é refresco…

Responder

Nailza Ramos

06 de agosto de 2015 às 14h21

ESSE MESMO TERRORISTA CONTINUA ATERRORIZANDO O MUNDO…LEMBREMOS OS MAIS RECENTES ATENTADOS: AFEGANISTÃO, IRAQUE, E MENTOR INTELECTUAL DA “CHAMADA PRIMAVERA ÁRABE” E SUAS CONSEQUÊNCIAS: DITADURA NO EGITO, GUERRA CIVIL NA SÍRIA DESTRUIÇÃO DA SOCIEDADE LÍBIA E O SURGIMENTO DO ESTADO ISLÂMICO….

Responder

Luiz Felipe

06 de agosto de 2015 às 14h16

Covardia histórica, gesto inominável, brutalidade infinita.

Responder

Paulo Ferreira

06 de agosto de 2015 às 14h16

Hj os EUA contam c 15000 brinquedinhos desse. E a midia diz q temos q ter medo do ira e da Coreia do Norte. Alias alguel sabe de ataque terrorista realizado por nortecoreano ou iraniano?

Responder

    Marcelo Aranha De Sousa Pinto

    06 de agosto de 2015 às 16h03

    O Estado para se desenvolver …
    O Estado para enriquecer …
    O Estado para subir de condição de vida …
    O Estado para avançar na escala social …
    não pode adotar o endividamento do contribuinte como “encosto e estilo de vida”.

    Responder

    Paulo Ferreira

    06 de agosto de 2015 às 16h12

    Eu n sou banqueiro, muito menos colonizador…

    Responder

    Rubinho Blasco

    06 de agosto de 2015 às 16h21

    O problema idiota e a China e os ianques se cagam de medo da China e da Rússia. …..

    Responder

    Rubinho Blasco

    06 de agosto de 2015 às 16h21

    O problema idiota e a China e os ianques se cagam de medo da China e da Rússia. …..

    Responder

    Rubinho Blasco

    06 de agosto de 2015 às 16h22

    Americano pra mim tem que tomar no C. ….mesmo pq não vão na China ou na Rússia hein kkkkk pq eles tem medaaaa

    Responder

    Rubinho Blasco

    06 de agosto de 2015 às 16h22

    Americano pra mim tem que tomar no C. ….mesmo pq não vão na China ou na Rússia hein kkkkk pq eles tem medaaaa

    Responder

    Rubinho Blasco

    06 de agosto de 2015 às 16h23

    Lá não são iguais a brasileiros capachos……bem ao menos eu não sou!

    Responder

    Rubinho Blasco

    06 de agosto de 2015 às 16h23

    Lá não são iguais a brasileiros capachos……bem ao menos eu não sou!

    Responder

    Roland Costa

    06 de agosto de 2015 às 19h13

    Gosado q ñ tem nenhum japa p/ opinar ????!……Né .

    Responder

    Alvaro Piton

    06 de agosto de 2015 às 23h11

    PAULO – Vamos ponderar? Se os EUA, uma democracia, lancou 2 bombas, imaginemos regimes ditatoriais como Iran e C. do Norte?

    Responder

    Alvaro Piton

    06 de agosto de 2015 às 23h11

    PAULO – Vamos ponderar? Se os EUA, uma democracia, lancou 2 bombas, imaginemos regimes ditatoriais como Iran e C. do Norte?

    Responder

    Alvaro Piton

    06 de agosto de 2015 às 23h11

    PAULO – Vamos ponderar? Se os EUA, uma democracia, lancou 2 bombas, imaginemos regimes ditatoriais como Iran e C. do Norte?

    Responder

    Alvaro Gartner

    06 de agosto de 2015 às 23h23

    primeiro acho que devemos separar o povo norte americano dos agentes banqueiros sionistas que governam os estado norte amer- e de resto não ha dúvidas quanto as ações praticadas mundo a fora desde sempre por estes lunáticos . pior é saber que tem pessoas pobres que “se acham” e defendem os Yankees como se fossem os salavdores do mundo. eita gente idiota

    Responder

    Alvaro Gartner

    06 de agosto de 2015 às 23h23

    primeiro acho que devemos separar o povo norte americano dos agentes banqueiros sionistas que governam os estado norte amer- e de resto não ha dúvidas quanto as ações praticadas mundo a fora desde sempre por estes lunáticos . pior é saber que tem pessoas pobres que “se acham” e defendem os Yankees como se fossem os salavdores do mundo. eita gente idiota

    Responder

    Paulo Ferreira

    07 de agosto de 2015 às 03h07

    A Coreia sim, mas o Ira nao eh ditadura e as eleiçoes para presidente contaram com 4 partidos (o dobro da “democracia” estadunidense). Fora isso a Coreia so enfretou.guerra c.1 pais, ja a lista dos EUA eh interminavel

    Responder

Erdnaldo Odracir

06 de agosto de 2015 às 14h11

Leia o artigo publicado no Blog INQUIETUDE GERAL:

70 ANOS DA BOMBA ATÔMICA SOBRE HIROSHIMA E NAGASAKI

Terror criminoso e bárbaro do imperialismo contra a população civil num Japão derrotado inaugura nova ordem mundial de ofensiva ideológica e militar contra a URSS

http://inquietudegeral.blogspot.com.br/2015/08/70-anos-da-bomba-atomica-sobre.html

Responder

    Arthur Caria

    06 de agosto de 2015 às 14h25

    Ótima dica, pois o textinho do Café deixou a desejar

    Responder

Rodrigo LC

06 de agosto de 2015 às 14h04

A Guerra estava ganha, e foi ganha pelos Soviéticos. A bomba foi recado, foi solta no vizinho ao lado para demonstrar o poder e mostrar ao russos que os americanos não eram muito diferentes dos Nazistas, eram mais poderosos

Responder

Cecília Cruz

06 de agosto de 2015 às 14h04

É inacreditável ver apoio ao extermínio de pessoas , seja por qual motivo for. Que bicho-homem é esse ?

Responder

Sandra Maria

06 de agosto de 2015 às 13h56

O imenso cogumelo, que devastou humanos e a própria natureza.

Responder

Sandra Maria

06 de agosto de 2015 às 13h56

O imenso cogumelo, que devastou humanos e a própria natureza.

Responder

Ivanete Capachi

06 de agosto de 2015 às 13h52

E a terceira bomba só não foi lançada porque os céus estavam com muitas nuvens no dia programado para seu lançamento. Nenhum grupo terrorista na história da humanidade chegou perto do número de vítimas civis dos americanos. Mas eles podem, eles são o império e o mundo se cala.

Responder

Ivanete Capachi

06 de agosto de 2015 às 13h52

E a terceira bomba só não foi lançada porque os céus estavam com muitas nuvens no dia programado para seu lançamento. Nenhum grupo terrorista na história da humanidade chegou perto do número de vítimas civis dos americanos. Mas eles podem, eles são o império e o mundo se cala.

Responder

    Marcelo Aranha De Sousa Pinto

    06 de agosto de 2015 às 16h03

    O Estado para se desenvolver …
    O Estado para enriquecer …
    O Estado para subir de condição de vida …
    O Estado para avançar na escala social …
    não pode adotar o endividamento do contribuinte como “encosto e estilo de vida”.

    Responder

Antonio Victor

06 de agosto de 2015 às 13h50

Não é verdade que foi para testar a bomba, isso era desnecessário. Ela foi jogada para assustar os soviéticos que se preparavam para invadir o Japão.

Responder

    Ana Oliveira

    06 de agosto de 2015 às 15h08

    Matar milhares de pessoas em duas cidades é terrorismo sim! Não tem outro nome. Terrorismo contra a humanidade.

    Responder

    Antonio Victor

    06 de agosto de 2015 às 15h18

    Ana, você leu direito o que eu escrevi ? Que opinião mais sem sentido a sua ! Se eu falei que foi para evitar a invasão soviética do Japão, você acha que isso é pouco ? Isso também é terrorismo, já que você gosta de usar essas palavras da moda na mídia. Procure conhecer melhor a história antes de fazer objeção ao que os outros dizem.

    Responder

    Marcelo Aranha De Sousa Pinto

    06 de agosto de 2015 às 16h04

    O Estado para se desenvolver …
    O Estado para enriquecer …
    O Estado para subir de condição de vida …
    O Estado para avançar na escala social …
    não pode adotar o endividamento do contribuinte como “encosto e estilo de vida”.

    Responder

Arthur Caria

06 de agosto de 2015 às 13h49

A nação hipócrita por excelência

Responder

João Lucio Mazzini da Costa

06 de agosto de 2015 às 13h49

Por que terrorista? Não estavam em guerra? Alguma lei proibia os EUA de evitar a morte de centena de milhares de soldados necessários para invadir o Japão? Que provas vocês tem de que o Japão se renderia? Ou o Japão só se rendeu devido ao avanço do exército vermelho que conquistou as ilhas kurilas, até hoje reclamada pelos japoneses?

Responder

    Anônimo

    06 de agosto de 2015 às 11h56

    Porque foi lançada em alvo civil.

    Responder

    Eloy Paulino

    06 de agosto de 2015 às 16h10

    Sério que vc acha realmente necessário destruir duas cidades inteiras “para evitar a morte de milhares de soldados”? O poderio militar dos EUA era claramente superior e o Japão já estava debilitado pelos combates no pacífico. Bastava atacar alvos militares. Não entendo essa mania que brasileiro tem de ficar defendendo EUA em tudo, até em ataque terrorista…

    Responder

    João Lucio Mazzini da Costa

    06 de agosto de 2015 às 16h19

    Vamos por partes! Sim eu tenho a convicção que foi a medida correta. O Japão estava debilitado, todavia, a extrema direita militar queria manter a guerra. Os EUA atacaram os alvos militares e o Japão não se rendeu. Portanto, defendo o uso da bomba. Te pergunto, se teu parente estivesse na guerra, tu quererias que ele morresse na invasão do Japão ou preferirias jogar a bomba e acabar com a guerra? Por fim, se tiveres a decência de procurar meu livros, poderá ler ” Amazon River”, onde descrevo a tentativa dos EUA de tomarem a Amazônia no século XIX. Portanto a afirmativa que defendemos os EUA, não me cabe. Defendo o uso da bomba. São essas as minhas explicações. Me ofendendo não mudará a minha posição.

    Responder

Manu Rocha

06 de agosto de 2015 às 13h47

tem coisas que não gosto nem de lembrar :'(

Responder

Manu Rocha

06 de agosto de 2015 às 13h47

tem coisas que não gosto nem de lembrar :'(

Responder

Deixe um comentário