Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Operação Zelotes retoma foco e caso RBS vai ao Supremo

Por Redação

10 de novembro de 2015 : 12h28

Por Tereza Cruvinel, no Brasil 247

Retomando seu foco original, a investigação do esquema bilionário de sonegação montado entre grandes empresas e membros do CARF, a Operação Zelotes  apresentou denúncia contra o grupo de comunicação RBS, parceiro regional das Organizações Globo, ao Supremo Tribunal Federal. A denúncia subiu para o STF por conta do envolvimento do ministro do TCU Augusto Nardes, relator da rejeição das contas da presidente Dilma, e do hoje deputado Afonso Mota (PDT-RS), ex-executivo do grupo, que têm foro privilegiado. O inquérito sobre a RBS é o de número 4150 e a relatora já foi indicada. Será a ministra Carmem Lúcia. Outras sete empresas serão denunciadas à Justiça comum.

Postagens realizadas ontem numa rede social pelo deputado Paulo Pimenta (PT-RS) diziam que a Zelotes retomaria o foco original na sonegação, atingindo setores da mídia e do meio cervejeiro. O Brasil247 confirmou com procuradores ligados à operação que, além da RBS, outras sete grandes empresas serão mesmo denunciadas e entre elas figura a cervejaria Itaipava, assim como bancos e montadoras.

Com isso, a Zelotes retoma o objetivo original de investigar o esquema em que membros do CARF – Conselho Administrativo de Recursos Fiscais da Receita Federal, recebiam propinas de dar inveja a Paulo Roberto Costa, da máfia da Petrobrás, para acolher recursos tributários que resultaram em perdas de quase R$ 20 bilhões para a União entre 2005 e 2013.

Nas últimas semanas o foco da Zelotes havia se voltado para a investigação de suposta “compra” de medida provisória que concedeu incentivos fiscais para montadoras instaladas nas regiões Norte-Nordeste-Centro-Oeste, editadas em 2009 (governo Lula) e 2011 (governo Dilma). A investigação resultou em ação de busca e apreensão na empresa do filho do ex-presidente Lula, Luis Cláudio, que em 2015 recebeu pagamentos de uma empresa ligada à máfia do CARF, a Marcondes & Mautoni, segundo sua defesa pela prestação de serviços de marketing esportivo. A Polícia Federal chegou a levar intimação ao filho de Lula às 23 horas do último dia 27, depois de ele ter saído da celebração dos 70 anos do pai no Instituto Lula, com a presença da presidente Dilma. As ações atípicas da Polícia Federal irritaram o ex-presidente, que se queixou da falta de comando do ministro da Justiça sobre a PF. Ontem José Eduardo Cardoso afirmou em entrevista que Lula “tem todo o direito de não gostar dele”.

As investigações teriam comprovado (veja no final cópia de trecho do inquérito) que a RBS, grupo de comunicação hegemônico no Sul do Brasil, pagou R$ 11,7 milhões à SGR Consultoria para livrar-se de multa de R$ 113 milhões. O hoje deputado Afonso Mota era o vice-presidente jurídico e institucional da RBS na época. O ministro Augusto Nardes é suspeito de ter recebido R$ 2,6 milhões da mesma SGR Consultoria  por meio da empresa Planalto Soluções e Negócios, da qual foi sócio até 2005 e que continua registrada em nome de um sobrinho dele.

Os procuradores da Zelotes dizem que o esquema continua surpreendendo por sua magnitude. “Quando mais cavucamos, mais descobrimos”, disse um deles ao 247.  Agora os investigadores tentam confirmar a existência de um esquema anterior ao julgamento dos recursos pelo CARF, pelo qual auditores ligados à máfia aplicavam as multas já com objetivo de obter as propinas para negociar depois a redução ou anulação delas no conselho, mediante cobrança de propinas.

Eles descobriram também a participação do filho de um conselheiro que movimentou mais de R$ 500 milhões, supostamente derivados de propinas, através de 32 empresas registradas em seu nome. A identidade do conselheiro não foi revelada mas é sabido que ele foi chefe regional da Receita em um estado importante da federação.

Em outra linha de investigação a Zelotes está buscando identificar a existência de contas milionárias de membros da máfia do CARF no exterior, bem como de imóveis adquiridos principalmente nos Estados Unidos. Para isso a Zelotes precisa de apoio do DRCI-Ministério da Justiça, órgão que viabiliza os acordos internacionais com este objetivo, tais como os que têm permitido a identificação das contas dos corruptos da Petrobras.

Abaixo, trecho da denúncia apontando o pagamentos da RBS à SGR.

cms-image-000465870

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

25 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Roberto Nonnemacher

11 de novembro de 2015 às 16h00

Belo rodizio de pizza

Responder

Ricardo Edmundo Ceconello

11 de novembro de 2015 às 14h35

PSDB SE VENDE PARA CUNHA

A imoralidade golpista dos demotucanalhas em solidariedade com bandidos da pior estirpe.

O PSDB – PARTIDO SÓ DE BOSTAS – culminou com a proposta indecente, imoral, canalha e vagabunda ao De PUTA do Eduardo Cunha:

“O PSDB e comparsas vão cassar o teu mandado, Cunha. E só não faremos isso se você nos ajudar a “cassar” o mandato da Dilma.”

Ou seja, se o criminoso ladrão canalha, Eduardo Cunha encaminhar o processo velhaco do “impitimam” terá seus crimes perdoados pela ralé golpista da “oposição bucaneira”.

CHEGAMOS AO FUNDO DO POÇO DA IMORALIDADE DESCARADA.

E alguns vagabundos fascistas aliados do PSDB e DEM, até alguns meus parentes, querem que eu não meta o pau nessa cambada tucanalhas e seus asseclas do crime organizado.

http://noticias.band.uol.com.br/cafe-com-jornal/sp/video/15673523/boechat-nao-da-para-nivelar-nossos-padroes-com-os-dos-congressistas.html

Responder

Fred Brasil

11 de novembro de 2015 às 08h35

Sim, eu acredito no STF.

Responder

Nonato Silva

11 de novembro de 2015 às 03h49

A PF do Zé foi obrigada a retomar as investigações cabiveis, enquanto a mídia faz cara de paisagem; não deram, sequer, mais uma frase. Muito cara- de- pau esse lixo que chamam de mídia.

Responder

Isaac Bell

11 de novembro de 2015 às 03h07

Ah se fosse o ministério público … da Suiça = Cunha … ou o FBI = Marin… os únicos.

Responder

Kate Amaral

11 de novembro de 2015 às 01h03

E agora, Bonner? Como vai dar notícia de boca cheia sobre a operação Zeloooootes já que vocês estão até as tampas enrolados ?

Responder

Diogo Medeiros Dos Santos

10 de novembro de 2015 às 21h23

Vamos que vamos Carmem Lúcia.

Responder

Massagem Zhen Paulo Henrique Massagista

10 de novembro de 2015 às 19h37

Responder

Luzeneide Fernandes

10 de novembro de 2015 às 19h03

KKKKKKKK a PF virou vira-lata dos tucanos?

Responder

Luiz Henrique

10 de novembro de 2015 às 18h55

Tem que pegar essa cambada de vampiros.

Responder

Célia Nadir Anselmi

10 de novembro de 2015 às 18h12

Por que as roubalheiras do filho do Lula estão correndo em segredo de justiça?

Responder

    Mauricio Gomes

    10 de novembro de 2015 às 17h21

    Que roubalheiras? Pode enumerar? Se tem provas, envie-as ao MPF. Se não tem, então melhor recolher-se à sua insignificância fascistóide.

    Responder

Gilmar Bolzan

10 de novembro de 2015 às 18h01

É só um começo, e até pode dar em nada, mas os todos poderosos estar sendo submetidos a isso já me deixa muito feliz!!!

Responder

Edson Luiz Raminelli

10 de novembro de 2015 às 17h54

Se cair na mãos do GM morreu, ele engaveta e abafa.

Responder

Wagner Nelson de Oliveira

10 de novembro de 2015 às 16h54

vai mesmo ?? ..precisa hein

Responder

Luiz Barone

10 de novembro de 2015 às 16h42

O duro que pertence a quadrilha do psdb

Responder

Nonato Luz

10 de novembro de 2015 às 16h42

E os correntistas do HSBC ?
A tal lista com mais de oito mil brasileiros? O Janot foi até a Suiça pegar a lista, teve até CPI.

O assunto morreu no PIG, morreu também no blogueiros sujos.

Responder

    Nonato Silva

    11 de novembro de 2015 às 03h57

    Ô meu chará: Janot quer investigação contra a direita não. Os dep. Rogério Corrêa e Durval Ângelo já foram, por duas vezes, até ele para entregar a lista de Furnas, lista, essa, legitimada pela própria PF, a qual incrimina vários políticos, entre eles Aécio Neves e muitos outros de direita, e o próprio, faz cara de paisagem.

    Responder

Luiz Barone

10 de novembro de 2015 às 16h42

Cassa a concessão urgente

Responder

Neli Valverde

10 de novembro de 2015 às 16h30

So quero ver!…

Responder

Barbara Bruzzo

10 de novembro de 2015 às 16h30

Regina Maria, Lilyan Passini, Silvia Gomes Novo

Responder

Elison Anjos

10 de novembro de 2015 às 16h18

Muito difícil eles devem e devem milhões não vai dar em nada. Eles tem o poder nas mãos.

Responder

Moema Barreira Costa

10 de novembro de 2015 às 16h17

Oxalá não “caia” nas mãos do GM!

Responder

Humberto Lopes

10 de novembro de 2015 às 16h09

Tomara, agora quero ver!!!

Responder

Wendell Ferreira

10 de novembro de 2015 às 16h00

Será?

Responder

Deixe um comentário