Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Renan articula para Picciani retomar liderança na Câmara

Por Miguel do Rosário

11 de dezembro de 2015 : 09h41

No Jornal GGN.

Renan articula para Picciani retomar liderança na Câmara

SEX, 11/12/2015 – 08:08

Jornal GGN – O Senador Renan Calheiros, presidente do Congresso Nacional, decidiu articular para que o deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ) retome a liderança do partido na Câmara dos Deputados. Na quarta-feira (9), os deputados Leonardo Quintão, Darcísio Perondi e Osmar Terra protocolaram um pedido de substituição do líder do partido na Casa. A destituição de Picciani foi articulada pelo vice-presidente Michel Temer e é parte do racha interno do PMDB sobre a questão do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Do Jornal do Brasil

Destituição de Leonardo Picciani abre guerra no PMDB

Senador Renan Calheiros articula para que deputado retome liderança na Câmara

Apoiado pelo PMDB do Senado, o presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros, decidiu comprar a briga para manter o deputado carioca Leonardo Picciani na liderança do partido na Câmara. Renan passou a quarta-feira (9) telefonando para vários deputados aliados e trabalhando para retirar as assinaturas que depuseram o líder.

Picciani contou a Renan que Michel Temer operou dentro do gabinete da Vice-Presidência da República a manobra para trocá-lo pelo deputado Leonardo Quintão (MG) na liderança. Segundo narrou o presidente do Senado a diversos senadores, Temer está usando a presidência do partido para intimidar parlamentares peemedebistas.

“O Michel chamou os deputados, um a um. Ele disse para todos os deputados o seguinte: ‘Eu vou assumir. Isso não vai continuar. Você vai ficar comigo ou com o Picciani?'”, relatou Renan a mais de um senador do PMDB durante o jantar na casa do senador Eunício Oliveira, na noite de ontem.

No final da noite, Renan e Picciani fizeram uma reunião sigilosa no gabinete da Presidência do Senado para avaliar a evolução da estratégia que pretende devolver a liderança ao deputado fluminense. Vários governadores foram acionados para tirar de Brasília suplentes que assinaram a lista contra Picciani e ocupam cadeiras na Câmara pelo fato de os titulares estarem em secretarias estaduais e municipais.

É o caso dos peemedebistas do Rio, deputados Pedro Paulo, Marco Antonio Cabral e Wilson Beserra, hoje em secretarias locais e na administração dos estados e municípios, mas eleitos em 2014 para a Câmara Federal. A expectativa é que estes parlamentares deixem seus cargos e retornem à Brasília para ajudar na recondução de Picciani.

A própria presidente Dilma Rousseff, além de oferecer a pasta da Aviação Civil na recondução de Picciani, está acompanhando de perto as negociações. A liderançaa do PMDB é um cargo estratégico frente a um processo de impeachment. Outro fator que pode acabar ajudando Picciani é a aprovação da janela de 30 dias para que o deputado troque de partido sem perder o mandato por infidelidade. Renan Calheiros aprovou a mudança a toque de caixa nesta quarta.

Ontem, horas depois de ser conduzido à liderança do PMDB na Câmara, o deputado Leonardo Quintão (MG) ligou para o presidente do Senado, que se recusou a atender a chamada do novo líder, deixando evidente a discordância com os rumos do partido.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário