Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Conselho de Ética admite processo contra Cunha

Por Redação

15 de dezembro de 2015 : 14h45

por Luma Poletti, no Congresso em Foco

Depois de sete sessões, o Conselho de Ética aprovou nesta terça-feira (15), por 11 votos a 9, o parecer preliminar do deputado Marcos Rogério (PDT-RO), novo relator da representação contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).  O peemedebista será notificado e terá dez dias úteis para apresentar sua defesa.

Marcos Rogério apresentou sua complementação de voto ao parecer do primeiro relator do caso, deputado Fausto Pinato (PRB-SP). O parlamentar foi destituído depois que o vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), encaminhou ofício àquele colegiado determinando a troca do delator sob o argumento de que Pinato pertencia ao mesmo bloco partidário de Cunha.

Nesta segunda-feira (14) a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber negou um mandado de segurança apresentado pelo PRB à corte para que o deputado Fausto Pinato (PRB-SP) fosse reconduzido à relatoria do processo contra Cunha.

“Não há como desprezar sumariamente o conjuntos de provas carreadas ao feito, especialmente por se tratar de documentos públicos. Não resta dúvida, portanto, que somente a instrução do feito poderá possibilitar ao representado formular defesa capaz de afastar as imputações que lhe são feitas”, disse Marcos Rogério. “É de conhecimento público e consta nos autos que o representado afirmou não ter nenhuma conta no exterior”, completou o relator, defendendo a continuidade do processo.

Marcos Rogério esclareceu que não apresentou um novo parecer, mas uma complementação de voto, uma vez que – assim como o primeiro relator – defende a admissibilidade do processo que pode resultar na cassação do mandato de Eduardo Cunha. “Novo parecer requer mudanças profundas. Todas as manifestações apresentadas são públicas e não há inovação em relação ao que o relator já apresentado. Trata-se complementação formal de voto”, afirmou Marcos Rogério.

Na representação assinada pelo Psol e pela Rede, Eduardo Cunha é acusado de ter mentido à CPI da Petrobras, em março, ao dizer que jamais possuiu contas bancárias no exterior. A versão foi contraditada pelo Ministério Público do país europeu, que enviou ao Brasil provas de que o deputado e familiares não só mantiveram contas secretas em outros países, como também movimentaram milhões de dólares e francos suíços por meio delas.

O advogado de Cunha, Marcelo Nobre voltou a defender o arquivamento da representação contra o peemedebista. Nobre argumenta que não se pode alegar suposta quebra de decoro baseada em denúncia do Ministério Público. “Como se considerar como prova uma denúncia, já que denúncia não é prova de nada? Este processo, por si só, é natimorto”, disse o advogado.

Pedido de vista

O deputado Genecias Noronha (SD-CE) afirmou que apresentaria um pedido de vistas do parecer apresentado por Marcos Rogério. “Como vamos julgar um relatório que não tivemos acesso?”, questionou Genecias. Porém, o presidente do Conselho, José Carlos Araújo (PSD-BA) disse que não iria aceitar o pedido, e que, a seu ver, o processo contra Cunha deveria continuar de onde parou, sem mais discussões.

Araújo submeteu a decisão ao plenário do colegiado, que, por 11 votos a 9 decidiu dar continuidade aos trabalhos sem considerar o pedido de vista e sem prolongar ainda mais as discussões. O deputado Carlos Marun (PMDB-MS) disse que irá entrar com um recurso na Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJ) para reverter a decisão. “Estamos impedindo o parlamentar a exercer o seu mais básico direito, que é pedir vista”, reclamou o peemedebista.

O deputado Sérgio Moraes (PTB-RS) saiu em defesa de Genecias e afirmou que recusar um pedido de vista do novo parecer vai de encontro ao estabelecido pelo regimento. “Ninguém está ajudando mais Eduardo Cunha do que o grupo de oposição a Eduardo Cunha. Estes é que estão justamente dando sobrevida ao deputado. Esse ato será anulado e vai fazer com que fiquemos aqui mais tempo sem decidir se vamos continuar o não com o processo contra o presidente da Câmara”, argumentou Sérgio Moraes. “Se é um novo relatório, ele cabe vista”, concordou o deputado Manoel Junior (PMDB-PB).

***

Veja como votaram os deputados do Conselho de Ética

A favor do processo contra Cunha:

  • Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP)
  • Fausto Pinato (PRB-SP), relator destituído
  • Júlio Delgado (PSB-MG)
  • Léo de Brito (PT-AC)
  • Marcos Rogério (PDT-RO), atual relator
  • Nelson Marchezan Junior (PSDB-RS)
  • Paulo Azi (DEM-BA)
  • Sandro Alex (PPS-PR)
  • Valmir Prascidelli (PT-SP)
  • Zé Geraldo (PT-PA)
  • Rossoni (PSDB-PR)

Contra o seguimento do processo:

  • Cacá Leão (PP-BA)
  • Erivelton Santana (PSC-BA)
  • João Carlos Bacelar (PR-BA)
  • Manoel Junior (PMDB-PB)
  • Paulinho da Força (SD-SP)
  • Ricardo Barros (PP-PR)
  • Vinicius Gurgel (PR-AP)
  • Washington Reis (PMDB-RJ)
  • Wellington Roberto (PR-PB)

 

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

23 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Enio

18 de dezembro de 2015 às 09h43

Cunhão, o “japonês bonzinho” quer te visitar. kkkkk

Responder

Tiago Vieira da Silva

16 de dezembro de 2015 às 01h30

Meio violenta essa charge, não? (é eu sei que não chega perto das que fizeram da Dilma, mas mesmo assim)

Responder

Luiz Guilherme De Lemos Martins

16 de dezembro de 2015 às 01h06

A democracia em nosso Brasil precisa nesse momento de nosso apoio. Vamos arregimentar nossos amigos, vizinhos, as pessoas de bem e que desejam a continuidade e o aperfeiçoamento dos avanços sociais e da diminuição das desigualdades em nosso país. Vamos dizer não ao golpe e fazer valer a nossa história.Vamos pra rua! Não aos achacadores, chantagistas e entreguistas!

Responder

Rose Cristina

16 de dezembro de 2015 às 00h32

Gente… Vcs estão percebendo o que está acontecendo justo agora no momento de “pedido de Impeachment”???? Vamos dizer que ocorra o impeachment (Estão contanto com isso, certo?) Então, estão caçando em CASCATA o PMDB até caçar a chapa e fazer novas eleições! ………. Se isso acontecer adivinha quem eles querem colocar como presidente????? Aécio. …………. OU SEJA: UM GOLPE OCULTO COMEÇOU NO DIA DE HOJE E POUCAS PESSOAS ESTÃO PERCEBENDO ISSO.

Responder

Julinho Ramos

15 de dezembro de 2015 às 23h57

Só pra registrar, porém não sejam preguiçosos e leiam todo o texto!

Responder

Fernando Loureiro

15 de dezembro de 2015 às 23h53

Fico pensando de que forma a história registrará a presidenta Dilma. Creio que vai dedicar um grande espaço para a nossa Presidenta. Como a mulher que virou o placar e ganhou o jogo contra a corrupção, iniciando o maior movimento já ocorrido no Brasil de restauração da ética, principalmente na utilização de recursos públicos. Que não adotou o comportamento político tradicional de tapinha nas costas, sorrisinhos cínicos e de simular afeição. Que, contra a vontade de seus correligionários, adotou uma postura de compromisso com a governabilidade e a harmonia do povo brasileiro, sem perder de vista a prioridade de politicas públicas voltadas para os mais humildes. Que, sendo mulher, manteve-se coerente com a virtude que caracteriza as mulheres (serem ciosas) e enfrentou todo o machismo ainda presente na sociedade brasileira.
Achou muito? Gostaria de estar vivo pra poder ver. Os historiadores são muito mais competentes do que eu!!!

Responder

Cecilia Escobal

15 de dezembro de 2015 às 23h25

Responder

Uirá Hans Emmermacher

15 de dezembro de 2015 às 20h45

Tudo traíranes =D

Responder

Maria Cerqueira

15 de dezembro de 2015 às 19h39

Fora cunha.

Responder

Alda Queiroz

15 de dezembro de 2015 às 18h49

#CunhaNaCadeia

Responder

Helio Eduardo Pinto Pinheiro

15 de dezembro de 2015 às 18h44

O CERCO AO CANALHA TÁ APERTANDO!!!
PENA SOBRE A PALHAÇADA DO MPF E DA PF… UM ATO DE VITRINE..
DEPOIS DE MESES DORMINDO, A PALHAÇADA DO MPF E DA PF ACORDA OS “DEVOGADIS” DO CANALHA NA CASA DO PRÓPRIO!!! “DEVOGADIS”, ÁS 6:00 DA MATINA NA CASA DO BANDIDO…POR QUE SERÁ? a) SÃO MUITO AMIGOS E TINHA HAVIDO UMA FESTA NA NOITE ANTERIOR, POR ISSO DORMIRAM POR LÁ; b) NÃO CONSEGUIRAM DORMIR E FORAM CAMINHAR E DERAM DE CARA COM O CONDOMÍNIO ONDE O CANALHA MORA, E POR ISSO RESOLVERAM ENTRAR…; c) ALGUÉM AVISOU SOBRE A BATIDA DA PF……. PERGUNTAR NÃO OFENDE!!!

Responder

Kleber Silva

15 de dezembro de 2015 às 18h33

Acabou, vai do Congresso para a cadeia.A casa caiu, ou o golpe caiu. #naovaitergolpe #dilmafica #foracunha #mimimicheltraidor #Cunhanacadeia

Responder

João Cláudio Fontes

15 de dezembro de 2015 às 18h03

A PF já fez o seu showzinho de costume antes da nossa manifestação , mas o Cunha continua solto … Amanhã todos na rua ! Fora Cunha ! Dilma Fica ! Viva a Democracia !

Responder

Roberto Souza

15 de dezembro de 2015 às 17h58

Quando vai aparecer o fora Renan??

Responder

Gf Andrezão

15 de dezembro de 2015 às 17h56

Responder

Edmundo Camargo

15 de dezembro de 2015 às 17h16

E Lula?

Responder

Fernando Araujo

15 de dezembro de 2015 às 16h59

Será que é só conveniência???????

Responder

Francisco De Assis Assis Kelly

15 de dezembro de 2015 às 16h57

ATÉ QUANDO???
Até quando Cunha, Aécio, Alckimin, Serra, FHC, Renan Calheiros, Sergio Cabral, e todo o resto continuarão contando dinheiro e rindo da cara do Brasil LIVRE, LEVES, SOLTOS E IMPUNES??? hum???

ALERTA GERAL!!!
DEIXE DE SER ENGANADO. A VERDADE É:

QUEM PRENDE É A JUSTIÇA A POLÍCIA´SÓ CUMPRE AS ORDENS E QUANDO SE SOLTA UM MARGINAL É A INJUSTIÇA QUE ATUA DENTRO DA JUSTIÇA ATUANDO , GERANDO IMPUNIDADE E FICANDO SEM CREDIBILIDADE

PRENDER SÓ NÃO BASTA!!!

TEM QUE MANTER NA CADEIA, LEVAR A JULGAMENTO VOLTAR PARA ELA ALÉM DE DEVOLVER O MONTANTE USURPADO DO POVO DO BRASIL.

Responder

Deixe um comentário