Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Santayana: só não vê quem não quer

Por Redação

05 de janeiro de 2016 : 19h01

por Fernando Britto, no Tijolaço

Mauro Santayana, que vem de longe e enxerga longe nos seus 60 anos de jornalismo, dá o recado: é bom o tucanato colocar as barbas de molho, porque o mais de ano de histeria que promoveram, como se viu nas pesquisas, não lhes deu a condição de franco favorito em 2016.  A transferência da política para os tribunais e da sua argumentação para o poder dos procuradores e dos delegados de polícia pode fazer o que não era ainda possível – pelo personagem e pelo ainda restrito processo de politização do STF – com Joaquim Barbosa.

Moro não é dado a chiliques como Barbosa. É silencioso, obstinado e traça planos de longo prazo, como se vê em seu sonho cultivado por mais de uma década e expresso em artigos muito detalhados – de repetir no Brasil a Operação Manu Puliti italiana. Tem o poder incontestável, até agora, e é só querer para que lhe surjam as bases para uma aventura eleitoral.

Mídia não faltará.

A oposição e os “salvadores da pátria”

por Mauro Santayana

As divulgação de “acusações” de delatores “premiados” contra os senadores Renan Calheiros, Randolfe Rodrigues, Fernando Collor e Aécio Neves vêm corroborar o que afirmamos recentemente em O impeachment, a antipolítica e a judicialização do Estado

A criminalização da política, na tentativa e na pressa de retirar o PT do Palácio do Planalto por outros meios que não os eleitorais, iria descambar para a condenação, paulatina, geral e irrestrita, da atividade como um todo.

Esse é um processo que parece estar focado, além de, principalmente, no PT, também nos partidos ou candidatos que possam fazer sombra, no campo adversário ao do governo, ao projeto messiânico de um “novo Brasil” que está sendo engendrado à sombra da ambição e do deslumbramento das forças surgidas da “guerra contra a corrupção” e da “Operação Lava-Jato”.

A entrevista da semana passada, com o procurador Deltan Dalagnoll, na primeira página do Correio Braziliense  e a capa da retrospectiva de Veja, com a cara fechada do Juiz Sérgio Moro, com o título de “Ele salvou o ano” (a segunda, se não nos enganamos) que – será por mera coincidência? – lembra a capa da mesma revista com o rosto de Fernando Collor, com o título de “O caçador de Marajás”, publicada muito antes de ele anunciar-se candidato a presidente da República – são emblemáticas do que pode vir a ocorrer – do ponto de vista midiático – nos próximos três anos.

Só os cegos, os surdos, ou os ingênuos, não estão entendendo para que lado começa a soprar – quase como brisa – o vento – ou melhor, para tocar que tipo de música está começando a se preparar a banda.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

56 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Henrique Reis Jr

08 de janeiro de 2016 às 09h54

O Sérgio Moro é gay. Eu não acho que seja um demérito e não influencia de forma alguma a MINHA opinião sobre ele.

Mas o brasileiro médio é muito preconceituoso. Ainda que a base eleitoral dele seria justamente as pessoas mais preconceituosas da sociedade.

Responder

Antonio Gaviao

07 de janeiro de 2016 às 17h40

pra bandido o juiz é sempre o vilão……………..

Responder

Jaime Baghá

07 de janeiro de 2016 às 00h29

Como diz o nosso Edward Murrow tupiniquim, Moro é o nosso Eliot Ness “O Insano”, também acho, justiça tem lado.

Responder

Fernando Ribas

06 de janeiro de 2016 às 22h18

O Brahma vai andar de uber preto com o motorista japonês!

Responder

Fernando Ribas

06 de janeiro de 2016 às 22h03

O Moro vai pegar o nove dedos!!!

Responder

Fabrício Cerradero DuBrasil

06 de janeiro de 2016 às 14h45

Acoooorda coxinhada besta …

Responder

Paulo Fernandes

06 de janeiro de 2016 às 14h07

para uns até touro da leite

Responder

Carlos Alberto Fediczko

06 de janeiro de 2016 às 13h41

Responder

Lulu Pereira

06 de janeiro de 2016 às 13h10

gangsterzinho

Responder

Marcus Vinicius Meschini

06 de janeiro de 2016 às 12h47

O Problema de vocês, é que o “Homi”, é foda !!! Vocês não suportam gente honesta, quiseram cortar as verbas da PF, e ele garantiu.. Avante Moro, cadeia nesses safados.

Responder

    Carlos Alberto Fediczko

    06 de janeiro de 2016 às 13h42

    Responder

    Anônimo

    06 de janeiro de 2016 às 16h46

    Repassou recursos de onde? De seu supersalário???

    Responder

    jose francisco

    07 de janeiro de 2016 às 00h08

    em 12 anos de pt o orçamento da pf foi triplicado , e via concurso publico seu quadro cresceu em mais de 3000 servidores. onde está a sacanagem ? é que seu orçamento não estava a altura de seu ego e portanto fez uma chicana orçamentaria.

    Responder

Elias Bittencourt Abranches

06 de janeiro de 2016 às 06h57

Sempre postei aqui que o corruPTo, pmdb, pv, pcdob, psol, pros, solidariedade, rede, pr, ptdob, psdb, dem, etc etc etc não são solução…. Aí, é só prestar atenção que vemos que a política é lixo e descambou para os tribunais….

Responder

    Joacir

    06 de janeiro de 2016 às 14h52

    O que não muda muito. Basta ver o que tem também no judiciário: O juiz do caso Eike, e o que dirigia bêbado e foi multado no Rio; se acham superiores. E sete é mais um, com métodos pessoais diferentes.

    Responder

Graça Evangelista

06 de janeiro de 2016 às 04h03

E vamos nós ver mais um salvador da pátria…

Responder

Marcelo Tescaro

06 de janeiro de 2016 às 03h38

Serio?

Responder

Marcelo Tescaro

06 de janeiro de 2016 às 03h38

Quanta gente burra junto, caramba!

Responder

Lauro Neto

06 de janeiro de 2016 às 03h23

um juiz a serviço da secreta sociedade das sombras e da ordem mundial de banqueiros sion

Responder

Edson Luiz Raminelli

06 de janeiro de 2016 às 01h39

Mané dos golpistas

Responder

Tony Terra

06 de janeiro de 2016 às 01h20

#NÃOVAITERGOLPE

Responder

Paulo Rogerio Rogerio

06 de janeiro de 2016 às 00h54

Juiz dos tucanalhas e cia

Responder

Lucimar Marques

06 de janeiro de 2016 às 00h35

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Responder

Fernando Loureiro

06 de janeiro de 2016 às 00h33

Tenho refletido sobre as dificuldades que as forças progressistas têm tido no encaminhamento de algumas questões, notadamente a tentativa de golpe. Trata-se de uma questão suprapartidária e que diz respeito a nossa democracia
Cheguei a uma conclusão: não existe um coxinha, existem famílias “coxinhas”. Não existe um fundamentalista, existem famílias “fundamentalistas”. Não existe um conservador, existem “famílias conservadoras” e, por aí, vai.
Temos que ampliar nossa paciência, nossa tolerância quase franciscana. Só existe uma forma de quebrar esta corrente e resgatar, pelo menos, um membro desta família macabra: vencer a ignorância. A verdade precisa ser dita calmamente!!!!!!!

Responder

Marijo Bueno

06 de janeiro de 2016 às 00h25

Todos veem,so idiota nao percebe

Responder

Gerson Rodrigues

06 de janeiro de 2016 às 00h25

Sergio Moro já avisou,que só vai prender tucano, quando a mídia brasileira for imparcial como a justiça.

Responder

Haroldo Rogério Bonancio

06 de janeiro de 2016 às 00h19

Moro, o justiceiro da vez na caçada ao PT e Lula, trabalhando na construção da sua futura candidatura!

Responder

Cris Campos

06 de janeiro de 2016 às 00h17

Por mais que a midia queira, não ter prendido Cunha até hoje não acrescenta muito ao curriculum desse paladino da justiça de 5a.

Responder

Drausio Henrique Faria

06 de janeiro de 2016 às 00h00

Quem esta por traz dessa operacao lava jato que nunca me inspirou confianca.

Responder

Lenin Araujo Guarani Kaiowa

05 de janeiro de 2016 às 23h45

O nosso belusconi.

Responder

Célia Nadir Anselmi

05 de janeiro de 2016 às 23h34

Deixa de ser idiota cara, o Moro está mandando tudo ao Supremo, se lá a coisa não anda não é culpa dele.

Responder

Roberto Oliveira

05 de janeiro de 2016 às 23h25

Go Mrs. Moro…..Go go!!!!

Responder

Etore Machado

05 de janeiro de 2016 às 23h22

Esse não engana ninguem

Responder

Acrisio Lima

05 de janeiro de 2016 às 23h21

o protetor dos tucanos

Responder

Jorge Espindula

05 de janeiro de 2016 às 23h16

Eu falei para cortar cabeças, mas somente as dos outros….

Lembrando o endeusamento e consequências que a oposição e mídia deram aos aparato jurídico e PF com o objetivo de realizar uma limpeza seletiva na política.

Robespierre conhecido como “o incorruptível” e seus partidários criaram os meios “legais” para se livrarem de seus inimigos, por um bom tempo funcionou, mas o tribunal com apoio da burguesia tomou vida própria e adquiriu poderes além do que seus criadores haviam imaginado.
A guilhotina sempre pede mais cabeças “Vive la égalité”.

Responder

Geraldo Calil

05 de janeiro de 2016 às 22h55

1% juiz e aquele 99% Safadão

Responder

    Hell Back

    08 de janeiro de 2016 às 15h51

    Quase que eu entendi 99% Corrupção. rs

    Responder

Antonio Tessaro

05 de janeiro de 2016 às 22h55

TOMARA……………

Responder

Eduardo Santtos

05 de janeiro de 2016 às 22h54

Fernando Rodrigues desnudou vocês!!!

Responder

Fred Brasil

05 de janeiro de 2016 às 22h50

Eu olho para o Dr. Moro e começo a lembrar do Banestado.

Responder

Diana De Castro Teles

05 de janeiro de 2016 às 22h35

Eu acho que acham o povo brasileiro é burro !

Responder

Márcia Bertoldi

05 de janeiro de 2016 às 22h33

Marcelo Apolinário

Responder

Lon Martin Wagner

05 de janeiro de 2016 às 22h26

Calculem os caminhões de verdinhas da tucanalhada por trás de tudo isso.

Responder

    Hell Back

    08 de janeiro de 2016 às 15h32

    Sim; o montante será tão grande que acabarão perdidos na floresta do entreguismo.

    Responder

Ivo Vanda Reis

05 de janeiro de 2016 às 22h17

Como se tem inveja do Dr. Moro. Eita juiz bom…..,.

Responder

Antônio Do Amaral Rocha

05 de janeiro de 2016 às 22h16

Cortar as asas deste tucano antes que seja tarde! Alguém acha mesmo que ele é justiceiro? Que nada! Ele tem projeto de poder e da pior espécie…

Responder

    Hell Back

    08 de janeiro de 2016 às 15h48

    Versão tupiniquim do presidente da Argentina, o Macri.

    Responder

Ibrahim Cristopher König de Andrade

05 de janeiro de 2016 às 22h12

esse foi cooptado pela maçonaria e pratica planos secretos em vez da lei!

Responder

Ricardo Edmundo Cecconello

05 de janeiro de 2016 às 22h11

NA VERDADE, VERDADE VOS DIGO:
Eduardo Cunha fora da CADEIA, e sua mulher e filha, comparsas nos crimes de evasão de divisas, sonegação e formação de quadrilha, É UM INSULTO À MINHA INTELIGÊNCIA.
Eduardo Cunha, ainda solto, é uma prova de que o CRIME COMPENSA NO BRASIL, se não for petista, preto pobre, e puta.

Responder

Ricardo Edmundo

05 de janeiro de 2016 às 20h11

NA VERDADE, VERDADE VOS DIGO:
Eduardo Cunha fora da CADEIA, e sua mulher e filha, comparsas nos crimes de evasão de divisas, sonegação e formação de quadrilha, É UM INSULTO À MINHA INTELIGÊNCIA.
Eduardo Cunha, ainda solto, é uma prova de que o CRIME COMPENSA NO BRASIL, se não for petista, preto pobre, e puta.

Responder

Roberto Telles

05 de janeiro de 2016 às 22h10

É necessário a reforma política, não o golpe judiciário.

Responder

Deixe um comentário