Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Lula à Polícia Federal: MP simplesmente prorrogou incentivo criado na gestão de FHC

Por Redação

07 de janeiro de 2016 : 05h10

O Instituto Lula divulgou nesta quarta-feira (6) uma nota sobre os esclarecimentos do ex-presidente à Polícia Federal, sobre a acusação “sem pé nem cabeça” de que uma medida provisória com apoio de todos os partidos, que simplesmente prorrogou um incentivo criado ainda na gestão de FHC, teve de ser “comprada” pelo PT para passar no Congresso.

Segue abaixo a nota do Instituto Lula.

***

Lula esclarece edição de MPs à Polícia Federal

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestou informações hoje (6/01) à Polícia Federal sobre as Medidas Provisórias 471/2009 e 512/2010, editadas em seu governo para promover o desenvolvimento das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, sem favorecimento a qualquer setor. Lula prestou informações ao delegado Marlon Cajado em Brasília, colaborando, como sempre faz, para esclarecer a verdade. O ex-presidente não é investigado ou testemunha no inquérito.

A MP 471/2009 prorrogou, de 2010 até 2015, incentivos fiscais concedidos desde 1997 e 1999 ( por proposta do Governo FHC – Nota do Tijolaço) a indústrias automotivas e de autopeças instaladas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do País e foi aprovada por unanimidade no Congresso. A MP 512/2010 estendeu os incentivos a novos projetos destas indústrias, com exigência de novos investimentos em tecnologia e inovação.

As duas MPs geraram dezenas de milhares de empregos de qualidade em sete parques industriais na Bahia, Pernambuco, Ceará, Amazonas e Goiás. Ambas resultaram de reivindicações e diálogo com lideranças políticas, governadores, sindicalistas e empresários, amparadas em exposições de motivos ministeriais que levaram em conta a geração de empregos, renda, incorporação de tecnologia e arrecadação para os Estados em decorrência dos incentivos federais.

Lula não era mais presidente da República em 2013, quando o Congresso Nacional acrescentou emenda parlamentar à MP 627 relativa a tributação de empresas no exterior, emenda esta que prorrogou os incentivos regionais de 2015 para 2020.

Em 1o de outubro de 2015, o jornal O Estado de S. Paulo tentou vincular a MP de 2009 a um contrato assinado em 2014, cinco anos depois, entre a empresa LFT Marketing Esportivo, de Luiz Cláudio Lula da Silva, filho de Lula, e o escritório Marcondes e Mautoni, investigado na Operação Zelotes, que originalmente apurou favorecimento a grandes empresas no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (CARF). Os jornalistas estão sendo processados por Luís Cláudio.

Três semanas depois, o escritório da LFT foi alvo de uma operação busca e apreensão, solicitada por dois procuradores da Zelotes e autorizado por uma juíza substituta de Brasília. A ação foi considerada desproporcional e ilegal pela desembargadora federal Neuza Alves, do TJDF. O inquérito das MPs foi arquivado sem indiciar Luís Cláudio Lula da Silva.

O delegado Marlon Cajado abriu novo inquérito e foi neste procedimento que Lula prestou informações. O ex-presidente negou que a edição das Medidas Provisórias ou qualquer outro ato de seu governo tenha relação com o contrato entre as empresas Mautoni e LFT.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

26 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marcelo Silva

07 de janeiro de 2016 às 20h40

Uma ala da PF insiste em questionar a honestidade de Lula? Vai chamar o furnecio! Bando de partidários!

Responder

Fabio Monteiro

07 de janeiro de 2016 às 20h25

FONTE: INSTITUTO LULA AHH VAI TOMAR NO MEIO DO….

Responder

    Anônimo

    10 de janeiro de 2016 às 01h41

    Linguagem normal e de alto nível da CANALHADA. Rsrsrs

    Responder

Fabio Monteiro

07 de janeiro de 2016 às 20h24

PRENDE OS 2.
Mais uma vez o tendencioso falando “ahh mas o outro fez”

PRENDE OS 2 então. Mas não..
Ele justifica o erro de um com o erro do outro.

“O tendencioso”

Responder

Marcus Vinicius Meschini

07 de janeiro de 2016 às 18h43

Haaaaaa o FHC.
Mas quem recebeu os 2,5 milhões pelo CTR C, CTR v foi o Luiz Cláudio filho do Lula.
Kkkkkkkkkk.
Wickipédia mais caro da história da humanidade !!!
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

Responder

Ricardo Edmundo

07 de janeiro de 2016 às 11h40

A POLÍTICA FASCISTA EXTREMA DIREITA DA REDE GLOBO e REVISTA VEJA, ENTREGUISTAS CALUNIADORAS, PARA DERRUBAR LULA DE QUALQUER MANEIRA

Rede Globo enfia o rabo no meio das pernas, e CONFESSA NA FRENTE DE UM JUIZ, que “caluniou” o ex Presidente Lula, por “ouvir falar”.

Agora só falta o “juiz” no caso não CONDENAR A REDE GLOBO A PAGAR UM ALTO VALOR DE INDENIZAÇÃO, para que a imprensa golpista aprender que CALÚNIA, INJÚRIA E DIFAMAÇÃO é crime no Brasil.

Até mesmo contra PETISTAS.

http://www.revistaforum.com.br/2015/12/04/tijolaco-por-que-o-apartamento-era-de-lula-porque-ouvi-falar-diz-o-globo/

Responder

    Nelson Ribeiro

    07 de janeiro de 2016 às 16h26

    Infelizmente a Lei do Direito de Resposta é falha nisso. Deveriam impor pena com multa alta caso o caluniador não for capaz de provar a acusação. Ainda compensa assassinar reputações.

    Responder

Luciana Rios

07 de janeiro de 2016 às 13h28

Mentirosooooo. Safadoooooo

Responder

Gugu Mello

07 de janeiro de 2016 às 13h22

O ataque iniciou logo após as eleições – o candidato da oposição tinha prazo de validade – e se intensificou a partir do momento em que o PT assumiu pela 4º vez o Governo Federal.
A ideia era criar um sentimento de acanhamento para a esquerda. Só os insanos se atreveriam amparar um governo corrupto. Frases de laboratório seriam repetidas a esmo: “Isso é defender o indefensável; o governo mais corrupto da história; o PT afundou o país; um mar de lamas…
Em pouquíssimo tempo as passeatas, apesar do dinheiro, foram mirrando e chegou-se ao ponto de os adesivos “A culpa não é minha. Eu votei no Aécio” começarem a desaparecer das camionetes de luxo.
Não havia mais como segurar a barragem de lama que ocultava décadas de impunidade, entreguismo e corrupção – sem falar da compra de votos da reeleição e o desmonte do estado na era FHC. – A Direita falhou novamente, errou em muitas coisas, mas numa delas acertou em cheio e deverá seguir na estratégia: a fabricação de boatos. Eles apostam na ignorância, no senso comum e na falta de informação.
Por isso, ainda surgirão milhares de boatos, bombardeios incessantes para que não dê tempo de respirar, nem de pensar. Isso servirá de base para novas estratégias que vão sendo traçadas.
Apesar das disputas tucanas internas, um novo nome poderá vir com a força de um lava-jato. Possivelmente, o foco, que era 2018, pode ter mudado para 2022. E isso não significa trégua, muito pelo contrário.
Não se pode desconsiderar nada. Essa turma é incansável, sedutora e esperta. Afinal, são 500 anos de experiência. – por Jari Mauricio da Rocha.

Responder

Maria Regina Novaes

07 de janeiro de 2016 às 12h49

Lulão em 2018…Governador de Sum Paulo…Leonardo Boff!

Responder

Cida Cortez Cortez

07 de janeiro de 2016 às 12h27

qdo será convocado aecim e cia?

Responder

Renato Bloisi

07 de janeiro de 2016 às 10h52

#LulaVocêÉoCara #LulaOrgulhoDeSerNordestino

Responder

    Baron

    07 de janeiro de 2016 às 09h58

    Chorei…

    Responder

Vitor

07 de janeiro de 2016 às 08h47

Essa história me parece um pouco estranha tb… Não faz muito sentido comprar uma MP dessa magnitude com um “contrato-propina” de R$ 2,5 milhões para o filho do Lula!
O problema todo aí na verdade é explicar o tal contrato. Está claro que não se trata de um negócio comum…

Responder

Maria

07 de janeiro de 2016 às 08h17

Com esse nível de perseguição Lula ganha no primeiro turno.
Falando nisso, como anda a investigação do atentado ao Instituto Lula e às sedes do PT? PF dormindo.

Responder

Rogério Leite

07 de janeiro de 2016 às 09h51

Aécio vai ser ouvido quando sobre a grana da saude, pelos aeroporto, pela grana da Lavajato ?

Responder

Eduardo Santtos

07 de janeiro de 2016 às 09h30

Sempre se inspirando no FHC.

Responder

Isabella Íris De Moura Gonçalves

07 de janeiro de 2016 às 09h24

Lula , como minha mãe diz : ” Lula é feito bolo quanto mais batem nele mais ele cresci ” . 1, 2, 3 é LULA OUTRA VEZ !

Responder

Odenir Batista

07 de janeiro de 2016 às 09h10

POLICIA FANFARRONA !?

Responder

Luiz Henrique

07 de janeiro de 2016 às 08h54

Em 2018 É LULA PRESIDENTE MAIS UMA VEZ.

Responder

    Baron

    07 de janeiro de 2016 às 09h59

    Cruz credo…

    Responder

Deixe um comentário