Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Kleber Mendonça Filho, diretor de Aquarius: o Brasil sofreu um golpe frio e calculista!

Por Miguel do Rosário

20 de maio de 2016 : 09h20

À TV Carta, Kléber Mendonça Filho, diretor do elogiado filme Aquarius, falou sobre os protestos contra o golpe realizados por ele e pelos atores do longa durante o Festival de Cannes.

Assista!

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

ALGOPI

20 de maio de 2016 às 13h05

Esses artistas na front garantem que os golpistas, atores medíocres numa ribalta global, deverão comer o pão que o diabo amassou para consolidar tanto retrocesso. Parabéns, artistas de todas as artes. Estamos juntos…

Responder

Daniel

20 de maio de 2016 às 11h44

A nossa direita e’ muito incompetente e incapaz de elaborar um golpe. Este projeto tem Project Schedule, tem milestones tudo bem planejado fora do Brasil, nossa direita ficou 13 anos sem propor nada inteligente para os problemas do Brasil, como disse, sao incapazes. Eles tem capacidade para serem subservientes, por isso muitos deles, key stakeholders do golpe vao aos EUA e/ou informantes ajudando a calibrar o Project Schedule. Este golpe de projeto elaborado em Pais imperialista, e’ um projeto geopolitico do EUA. Os atores do lado tupiniquim, a turma do complexo de vira-latas, lunaticamente acreditam mesmo que nossa esquerda, mais proxima de um partido de centro-esquerda da Inglaterra, estaria mesmo no Brasil forcando uma ideologia comunista, usando os programas sociais como a agricultura familiar por exemplo. Como nossa direita e’ totalmente estupida, eles realmente acreditam que o PT estava doutrinando o Brasil, mesmo com evidencias do capitalismo em marcha de concessoes de rodovias, portos, aeroportos, ferrovias, o aumento de montadores multinacionais que para aqui vieram nos ultimos 13 anos. Enfim, uma falacia dos golpistas midiotizados. E’ uma mistura de midiotazados e subservientes. Midiotizados pelo PIG e subservientes a Washington e Wall Street. Enfim, e’ um projeto planejado e coordenado de fora do Pais, onde os midiotas e subservientes com complexo de vira-latas nao passam de atores coadjuvantes. E’ um material farto em nossa elite tupiniquim, alvo facil para seguirem um script como verdadeiros servicais. Mais uma vez, este golpe evidencia a mediocriadade de nossa elite. Eles que falam tanto em privatizar, me diga que empresa grande da industria privada do Brasil e’ exemplo de inovacao para o mundo? Nao chegam a 2 ou tres. As estatais ainda sao mais inovadoras como a Embrapa e Petrobras. A Vale que venderam e’ tambem inovadora, conseguiram criar o maior desastre ambiental da historia do Brasil. Mas os midiotas continuam acreditando nestes empresarios em sua maioria mediocres, nao inovam, e esperam sobreviver nas tetas do erario, sempre esperando esoneracoes de impostos. E’ a elite mais atrasada do mundo ocidental, andando em circulos e construindo sua propria destruicao.

Responder

    Ita Marques

    20 de maio de 2016 às 14h27

    Quem não enxerga o que você afirma aí no seu texto Daniel é pq é cabeça feita pela mídia que está no desmantelamento do Brasil.

    Responder

Jair Fonseca

20 de maio de 2016 às 12h22

Após a sessão em Cannes, “Aquarius” foi aplaudido de pé, por mais de 5 minutos. E na saída da grande sala de cinema, a equipe do filme continuou o protesto que fez no início, com o som ao redor da boa música brasileira. Além de sua posição política de esquerda como cidadão, Kleber Mendonça é um excelente cineasta. Tomara que seu filme seja premiado em Cannes!
https://www.youtube.com/watch?v=zF_2hq-IjlM

Responder

Camem Oliveira

20 de maio de 2016 às 10h08

Atentem para um dado significativo…

O fato de haver 20 ou 40 ministérios nada significa em relação a custo da máquina, mas uma mera questão de “aparência” diante da opinião pública. Em síntese, o que realmente conta é a quantidade de servidores em cargos em comissão (com 20 ou 40 ministérios) e a verba que o orçamento – já aprovado no final de 2015 – determina.

Temer, o “mordomo conspirador”, apenas quis dar uma resposta aos “desinformados” e conta com a complacência da mídia golpista. O que ele esqueceu é que há no próprio seio da comunidade que o apoiaram artistas que, juntos, possuem alto poder dentro dessa própria mídia. Esqueceram de avisá-lo.

E tem mais: se ele demite um humilde copeiro sob a acusação de que o cidadão seria “petista”, Temer esquece que ao agradar “os branquelos” e ricos ministros que nomeou macula sua imagem perante os eleitores negros e pobres que se sentem desprezados por um “libanês” nascido no Brasil.

A mídia ou PIG – como queiram – segue tentando apagar os incêndios criados pelos seus próprios aliados e não sabem como explicar aos seus telespectadores, ouvintes e leitores o poder de Eduardo Cunha dentro desse governo. Quando Cunha impôs o nome de André Moura como líder do governo não foi apenas para mostrar que manda e desmanda em Temer, mas principalmente para desmoralizá-lo diante de uma mídia “atônita” que não sabe se o critica ou aceita o fato pacificamente. O povo – em sua percepção inteligente – está “anotando” todas essas barbaridades para o primeiro julgamento, que ocorrerá em 3 de outubro deste ano.

Muitos deputados e, principalmente, senadores que apoiaram o golpe vão perceber que suas carreiras políticas correm sério risco após a apuração, afinal o mandato de 54 deles acaba em 2018. Mas antes mesmo da votação final do impedimento pelo Senado, pesquisas nos maiores centros urbanos já deixarão senadores com as barbas de molho.

Aliás, sem a adesão dos trabalhadores das distribuidoras de combustíveis, metroviários e rodoviários é praticamente impossível a sociedade perceber que está diante de um governo golpista e que não será aceito pelos brasileiros.

Aguardemos…

Responder

Deixe um comentário