Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

MBL divulga dados falaciosos para defender fim do Ministério da Cultura

Por Redação

20 de maio de 2016 : 15h25

na Agência de fact-checking, Aos Fatos

Potências culturais não têm ministérios da Cultura? Não é bem assim

Imagem viral do Movimento Brasil Livre afirma que países como EUA, França e Itália, com vários prêmios Nobel e Oscars, não têm pastas dedicadas ao setor

por Bárbara Libório

Das mais polêmicas ações da primeira semana do governo interino de Michel Temer, a fusão entre os ministérios da Educação e da Cultura provocou reações radicalmente favoráveis e contrárias.

Conforme a decisão, a agora Secretaria Nacional da Cultura, sob a batuta do ex-secretário de Cultura do Rio Marcelo Calero, será subordinada ao deputado Mendonça Filho (DEM-PE), escolhido para assumir o ministério.

O novo ministro alega que a existência de um ministério exclusivo para Cultura não garantiria recursos para a área e prometeu que haverá crescimento real do orçamento para o setor em 2017. Em vão. Até esta sexta-feira (20), grupos de artistas ocupavam ao menos cinco prédios ligados à pasta em cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Belo Horizonte.

Defensor da extinção da pasta, o MBL (Movimento Brasil Livre) publicou em sua página no Facebook uma imagem em que diz que países como França, Estados Unidos, Reino Unido, Itália, França, Espanha, Alemanha e Austrália não possuem um Ministério da Cultura, apesar de serem internacionalmente reconhecidos como pólos culturais.

Fonte: MBL

Fonte: MBL

Aos Fatos checou essa afirmação e verificou que ela é EXAGERADA. Os ministérios existem, sim, em alguns dos países listados. Alguns deles são fundidos com outras pastas; noutras, têm atribuições exclusivas para o setor. Além disso, há outros erros factuais na imagem, como o fato de Alemanha, EUA e Austrália serem os países com mais sítios de patrimônio da Unesco?—?não é verdade.

Veja, abaixo, o que checamos.

EXAGERADO

França, EUA, Reino Unido, Itália, Espanha e Austrália não têm Ministério da Cultura.

Na maioria dos países citados pelo MBL, a cultura tem status de ministério?—?ainda que divida atribuições com áreas correlatas, como comunicações e artes.

Na França, por exemplo, o Ministério da Cultura existe desde 1959. Em 1997, passou a se chamar Ministério da Cultura e da Comunicação. Desde fevereiro deste ano, é comandado por uma mulher, Audrey Azoulay, que opera, neste ano, um orçamento de ?€ 9,4 bilhões (algo em torno de R$ 37,2 bilhões). A título de comparação, o orçamento do extinto Ministério da Cultura, no Brasil, é de R$ 2,6 bilhões para este ano.

A Itália também tem um ministério dedicado à área. Chama-se Ministério do Bem e Atividade Cultural e do Turismo, fundado em 14 de dezembro de 1974, cuja previsão orçamentária total para 2016 era de ?€ 2,1 bilhões (R$ 8,3 bilhões). Atualmente, o titular da pasta é Dario Franceschini.

Na Espanha, Íñigo Méndez de Vigo y Montojo comanda o Ministério da Educação, Cultura e Esporte, produto da readequação de ministérios feita em 2011 pelo então presidente do governo Mariano Rajoy. O orçamento total da pasta é de € 3,1 bilhões, dos quais € 436 milhões (R$ 1,7 bilhão) são destinados exclusivamente à cultura.

Já na Austrália, o responsável pela área de cultura no país é o Ministério de Artes, que funciona como um braço do Departamento de Comunicações e Artes. Hon Mitch Fifield é o ministro de ambas as áreas.

Aos Fatos também apurou que, no Reino Unido, a área de cultura é de responsabilidade do Departamento de Cultura, Mídia e Esporte?—?uma espécie de ministério, mas com nome diferente. A pasta é comandada, desde maio de 2015, pelo secretário John Whittingdale.

Na Alemanha, não há um órgão nacional, mas há ministérios estatais.

Nos Estados Unidos, por sua vez, existe, desde 1961, o Bureau of Educational and Cultural Affairs. À frente dele está, desde 2013, a americana Evan Ryan.

Informações verdadeiras e falsas. Há ainda um erro na imagem publicada pelo MBL. Os países com mais sítios de patrimônio cultural da Unesco são Itália, Espanha e Alemanha?—?e não Alemanha, Estados Unidos e Austrália, como indica a imagem.

No entanto, os países com maior quantidade de prêmio Nobel de literatura são, de fato, França, Reino Unido e Estados Unidos. Nesse caso, a informação replicada pelo movimento é correta, assim como a que atribui a Itália, França e Espanha o maior número de Oscars.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

30 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Linda

10 de dezembro de 2018 às 09h20

No Brasil o ministerio da cultura é em prol de artistas, atores e outras podreiras como funk etcccc! A exemplo da absurda lei rouanet!

Responder

Rudy

21 de maio de 2016 às 11h57

Mas a questão que eu entendi é que não é um ministério dedicado, assim como o nosso passou a ser agora. O ministério da cultura não foi simplesmente extinto, ele foi incorporado na de educação, assim como o mostrado que é nesses países.

Responder

Sebastião

21 de maio de 2016 às 11h16

Esse MBL abriga mesmo é um bando de analfabetos. Será que aquele líder do movimento já foi preso por dar o calote na praça. Antes de falar tem de pagar as contas. Quem vai pagar o pato (dívida dele) poderia ser o SKaf!

Responder

meuipod

21 de maio de 2016 às 10h47

Por que esses retardados não vão ganhar um Oscar ou Nobel ao invés de trair o país?

Responder

Alexandre Moreira

21 de maio de 2016 às 10h44

Muito menos pelo conteúdo o que descaracteriza este pseudo movimento (mbl ) são suas intenções. Basicamente a tentativa de reproduzir os ditames da mídia elitista com vestimenta de movimento social. É coisa pra coxinha ver e se submeter.

Responder

Bety Rodriguez

21 de maio de 2016 às 10h09

Que coisa mais absurda. A França tem Ministério da Cultura. Esses fascistas mentem o tempo todo.
Olhem no site do próprio Ministério da Cultura e da Comunicação da França. É um dos principais ministérios da França.
http://www.culturecommunication.gouv.fr/

Responder

Marcvs Antonivs

20 de maio de 2016 às 21h13

Isso não é importante, claro. O importante é tentar encontrar um motivo sequer para que esse blog dê espação à fascistada do MBL…

Responder

Vinicius Alonso

20 de maio de 2016 às 20h28

Vocês Ptralhas ou se fazem de idiotas ou o fanatismo não deixam vocês pensar ou São idiotas acéfalos mesmo!!!! O que esse energúmeno do Brito diz é o que exatamente diz o MBL!!! Ministério da Cultura e da Comunicação não é um ministério específico para a Cultura! !! Qual a diferença de ter um Ministério para Cultura e Comunicação na França e ter um da Educação e Cultura no Brasil???? Reparem que TODOS os países citados não tem um ministério ESPECÍFICO somente para Cultura, São fusões de atividades, como será aqui o da Cultura e o da Educação! !!

Responder

    Marcvs Antonivs

    20 de maio de 2016 às 21h15

    Sério? Quem pensou isso foi você mesmo ou te desenharam um roteiro?

    Responder

    sbernardelli

    20 de maio de 2016 às 21h18

    VCS DO MBL SÃO UNS BANDOS LADRÕES E TODO MUNDO JÁ SABE, SÃO IGNORANTES ATÉ A TAMPA. E QUEM CAIU OU CAIR NA DE VOCÊS É TÃO IDIOTA TANTO QUANTO. EU ATÉ AGORA NÃO ENTENDO O QUE VCS FAZEM NOS BLOGS SUJOS… VCS SÃO MASOQUISTAS ADORAM SER ESCULACHADOS. VOLTE PARA A POCILGA DO CHINÊS TRAMBIQUEIRO E APROVEITA PARA IR PLANTAR BATATA NO CIMENTO.

    Responder

      Vinicius Alonso

      21 de maio de 2016 às 01h15

      kkkkkkkkkkkkkkkkkk eu gosto de ver a derrota de vocês. Isso é satisfatório para mim. Ver o desespero por estarem perdendo as “boquinhas” e agora vao ter que trabalhar como todo brasileiro honesto faz. Gosto de ver os “manifestos da cultura” que em sua maioria das vezes são FRACASSOS totais, mas tiram foto de um ângulo para parecerem cheio e ainda cantam de galo. Gosto de ver os ídolos de vocÊs, Dirceu, Genoino, Lula, Dilma cada vez mais próximos da CADEIA. Resumindo: acompanhar os blogs sujos de quem recebe dinheiro público do governo é uma diversão

      Responder

        Bety Rodriguez

        21 de maio de 2016 às 10h02

        Esse já nasceu com o símbolo de fascista nas nádegas.

        Responder

        Senhor Andante

        21 de maio de 2016 às 11h04

        Quer ver você ficar sem resposta ou dizer mais bobagens sem sentido ? De onde sai o dinheiro para financiar o movimento fascista (MBL, vem pra lua, retardados online) que voce vem defender aqui já que é pago pra falar o que não sabe ?

        Responder

    Alexandre Moreira

    21 de maio de 2016 às 10h48

    Rapaz, você é muito tosco. Quanta ignorância dentro de ums pessoa, fico até arretado.

    Você é o resultado de séculos de descaso com a educação e a cultura. Um sub-cidadão, ignorante político, incapaz de perceber a manipulação que vem sofrendo por toda a vida. Um peso morto que temos que carregar nesta luta, já tão desigual, contra as elites dominantes.

    Responder

      Vinicius Alonso

      21 de maio de 2016 às 10h58

      Me diga, você é formado em que? ? Tem faculdade?? Tem pós? Tem mestrado? ? Diga qual a sua formação? ?

      Responder

        Alexandre Moreira

        21 de maio de 2016 às 11h04

        Seu babaca, vou te mandar uma letra e você vai deduzir a minha formação.

        “O terreiro lá de casa não se varre com vassoura, varre com ponta de sabre, balas de metralhadora.”

        “E se a sentença se anuncia bruta.
        Mais que depressa a mão cega executa.
        Pois que senão o coração perdoa…”

        Quer que desenha?

        Responder

          Vinicius Alonso

          22 de maio de 2016 às 11h32

          Nossaaaaaa to morrendo de mwdo vagabundo. Nem vou dormir com isso. Não aguenta 5 minutos de pau com a polícia. Kkkkk

          Alexandre Moreira

          22 de maio de 2016 às 13h07

          Provavelmente você não teria dificuldades de aguentar o pau da polícia. Deve estar acostumado, deve gostar bastante, é bem perceptível.

          Vinicius Alonso

          22 de maio de 2016 às 17h31

          Kkkk Alexandre eu me divirto as custas de VAGABUNDOS acéfalos como você! !! Amigão, sei que a boquinha do dinheiro fácil acabou.. se quiser me manda seu currículo para ver um emprego na empresa onde trabalho se quiser

          Alexandre Moreira

          22 de maio de 2016 às 17h37

          Fico muito agradecido. Qual é mesmo o nome da empresa?

        Leandro Torreal

        21 de maio de 2016 às 12h23

        Vinicius.
        Alexandre Moreira é um perfil fake, não se importe com nada que diz.
        ele encarna diversos personagens.
        existe a apenas dois meses.
        dependendo da discussão é arrogante ou faz o tipo bonzinho.
        mas sempre mentindo.
        depois que eu o desmascarei, fez ameaças a mim, de forma ridícula, claro.
        uma piada.
        ele vai tergiversar de todas as maneiras para defender Dilma e o PT.
        é apenas um militante covarde que não tem sequer coragem de mostrar a cara para poder usar todos os maneirismos possíveis para confundir o debate.
        acompanhe os comentários dele, simplesmente clicando em seu nome.
        vc vai se divertir, eu garanto.
        e a existência de tipos como ele provam o ponto de que o discurso é forjado, não vale nada.
        é preciso ser desonesto para convencer aos outros da honestidade do PT e de Dilma.

        Responder

Fabiana

20 de maio de 2016 às 20h22

M-uita B-osta L-iberada

Responder

Octavio Pires

20 de maio de 2016 às 18h55

– Apenas o fato de dizer e aos urros na internet, dizer que a França, justamente a França não tem um Ministério da Cultura é muita água pro barril de qualquer um. Provavelmente eles fizeram uma busca na rede e não localizaram nesses países, MInistério da Culura com este nome. Daí, logo concluíram a grande asneira. Dizem,também na internet, que eles gostam mesmo é de um baseado. Aquele que é coreano tem cara de quem não lê nem gibi do pato donald. Acharam uma boquinha boa para ganhar dinheiro e estão indo em frente, aos trancos e barrancos, como amadores que são. Tolos somos nós que damos importância ao que essa gente diz, inclusive a mando do Cunha, um dos patrocinadores deles.

Responder

João Luiz Brandão Costa

20 de maio de 2016 às 18h19

Na França a pasta dedicada à cultura está junto com comunicações, porque a rede de comunicações do governo, TV, Rádio e Mídia oficial, escrita e eletrônica, são instrumentos FUNDAMENTAIS para a difusão da cultura francesa, na França e no mundo. Não é país de mídia única e privada. Querer comparar o apoio de a França dá as suas atividades culturais, inclusive mundo a fora, com o desolador panorama vigente, diga-se, desde sempre, no Brasil, é de uma leviandade ímpar. Caras de Pau!

Responder

maria nadiê Rodrigues

20 de maio de 2016 às 17h27

Em compensação os países citados pertencem ao Primeiro Mundo, que por certo careceram um dia de aportes dos governos para incentivarem suas populações a elevarem seus níveis de cultura.
Os que escrevem tantas imbecilidades não conhecem nada de História. Se duvidar, nem mesmo que foi Portugal quem descobriu o Brasil em 1500.
Essa gente faz parte dos idiotas que tentaram ridicularizar Chico Buarque, quando sequer sabiam o significado da Lei Rouanet.

Responder

    Leandro Torreal

    21 de maio de 2016 às 12h25

    tem certeza que foi Portugal a descobrir o Brasil em 1500?

    Responder

Cocainum

20 de maio de 2016 às 16h23

Outra coisa que esses países não tem? MBL.

Responder

    Armando Divan

    20 de maio de 2016 às 16h30

    Engano seu, os EUA têm o MBL, ou melhor, o MBL pertence aos EUA.

    Responder

      Alexandre Moreira

      21 de maio de 2016 às 10h51

      É verdade, eles foram vomitados lá.

      Responder

    Fabiana

    20 de maio de 2016 às 20h25

    A sigla:

    M-uita B-osta L-iberada

    é isso.

    Responder

Deixe um comentário