Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Votação para cassar Cunha tem de ser num domingo!

Por Miguel do Rosário

14 de junho de 2016 : 21h15

Boa ideia do Pimenta!

É preciso assegurar o mesmo tratamento a Cunha que foi dado à presidenta Dilma Rousseff: votação num domingo, para que todos possam assistir em casa ou na rua, comendo pipocas!

***

Da assessoria do deputado Paulo Pimenta

Cassação de Cunha: Deputado Pimenta quer sessão em um domingo, com votação nominal e púlpito no centro do plenário

Vice-líder do PT na Câmara, o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) apresentou um a questão de ordem propondo que a sessão de cassação do ex-presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ) seja realizada em um domingo, nos mesmos moldes da votação do impeachment contra a Presidenta Dilma Rousseff. No pedido, apresentado na noite desta terça-feira (14), Pimenta afirma que a Câmara terá uma oportunidade de confirmar sua “posição republicana” dando a Eduardo Cunha “o mesmo tratamento que conferiu à Presidenta da República”.

“Solicito que a sessão de cassação do mandato de Eduardo Cunha seja realizada em observância ao mesmo rito estabelecido para a votação do dia 17 de abril: num domingo à tarde, em processo de chamada nominal, com a alocação de um púlpito no centro do plenário. Estou pedindo que vossas excelências, que foram tão cuidadosos, que tinham tanto interesse que o Brasil acompanhasse a sessão contra Dilma, tenham a mesma conduta”, requereu o petista.

INTEGRA DA QUESTÃO DE ORDEM APRESENTADA PELO DEPUTADO PAULO PIMENTA (PT-RS)

CÂMARA DOS DEPUTADOS

QUESTÃO DE ORDEM
(Do Sr. Paulo Pimenta)

Senhor Presidente, requeiro a palavra para formular Questão de Ordem com fundamento nos art. 67, § 2º, combinado com os artigos 186 e 187, § 4º do Regimento Interno, e no art. 37 da Constituição Federal.

No dia 12 de abril de 2016 foi realizada a reunião do colegiado de líderes, oportunidade em que o Presidente da Câmara afastado comunicou aos Líderes a data e o rito da Sessão Deliberativa Extraordinária para votação, em turno único, do parecer da Comissão Especial sobre a denúncia contra a Senhora Presidenta da República por crime de responsabilidade.

Naquela oportunidade o presidente afastado comunicou sua decisão de realizar a Sessão Extraordinária no domingo, 17 de abril, com início às 14h e término previsto para as 21h.

Quanto ao rito, determinou o Sr. Eduardo Cunha, que os Deputados fizessem a votação de forma oral, em púlpito montado no centro do Plenário.

Para aumentar a visibilidade do ato, o Presidente afastado determinou a instalação de telões no Salão verde e no Anexo IV da Câmara, os quais transmitiam em tempo real a votação no plenário.

Ainda, definiu que o acesso ao Plenário Ulisses Guimarães e ao Salão Verde teria a maior restrição possível.

Ora, Senhor Presidente, Senhores Deputados, Senhoras Deputadas, essas decisões de Eduardo Cunha tiveram o claro objetivo de que o processo de votação fosse televisionado, ao vivo, em um evidente acordo com a Rede Globo, que suspendeu a tradicional transmissão dominical do futebol, buscando uma grande audiência para o clímax do golpe.

A presente Questão de Ordem tem o objetivo de estabelecer que as futuras Sessões Deliberativas extraordinárias para votação da cassação de chefes de Poderes, como a Sessão que votará pela cassação do Mandato de Eduardo Cunha, sejam realizadas em observância ao mesmo rito estabelecido para a votação do dia 17 de abril: num domingo à tarde, durante o horário nobre da televisão aberta – horário do futebol e do “Fantástico”, em processo de chamada nominal, com a alocação de púlpito no centro do plenário.

Isso tudo, para que o Sr. Eduardo Cunha tenha o mesmo tratamento que conferiu à Senhora Presidenta da República, confirmando a posição republicana desta casa.

É esta a questão de ordem, Senhor Presidente.

Sala de reuniões, 14 de junho de 2016

Deputado PAULO PIMENTA/PT-RS

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Daniel

15 de junho de 2016 às 01h43

Brincadeiras a parte, tem que ser domingo para que o povo de Brasília esteja todo na frente do congresso, para pressionar os comparsas dele, pois senão eu acho que podemos ainda ter uma surpresa que deixaria todos de queixo caído.

E mais importante no momento, é forçar a reversão de Dilma, enquanto dá tempo, por que esperar para a votação é uma aposta que podemos ter muito tempo e motivos para lamentar. Ou nos unimos e entramos de vez nessa luta, ou os que estão no tudo ou nada vão nos atropelar. Os interesses por trás disso são gigantescos, então precisamos o ser também.

Responder

robertoAP

15 de junho de 2016 às 01h32

Não esqueçam de levar o cartaz “TCHAU FOFINHO”.

Responder

Rita

14 de junho de 2016 às 23h23

Oba! Vai ter circo de novo! Uhuu!

Responder

Zé Horacio Phips

14 de junho de 2016 às 22h28

Porque Pimenta nos olhos dos outros, é refresco.

Responder

nadja

14 de junho de 2016 às 22h19

Ótima ideia..vou comprar a pipoca

Responder

rogeriobezerra

14 de junho de 2016 às 22h16

Os bilionários, patrões dus puliça fedemal, mpfedemal, stf,e juizecos em geral, não permitirão que o fim do Cunha seja no Paranaguai dos traidores.

Responder

JOHN J.

14 de junho de 2016 às 23h10

*** RAIO X DO PARLAMENTO BRASILEIRO:
1) – 50% dos políticos na Câmara tem parentes políticos.
2) – 62% dos políticos do Senado tem parentes políticos.
3 )- No PMDB 69% dos eleitos tem parentes políticos:
DEM -:59% .—– PSB – 58% —– PSDB – 55%
4) – O único com números significativamente diferentes é o PT – 29%.
Os eleitores brasileiros provam que são burros de nascença ou então são muito mal intencionados:
• VOTAM EM BANDIDOS E SEUS PARENTES PARA FORMAÇÃO DE QUADRILHAS NO CONGRESSO E DEPOIS SAEM NAS RUAS PEDINDO DEMOCRACIA E EXIGINDO MUDANÇAS.
JÁ PASSOU DA HORA DO POVO VOTAR SÓ EM GENTE NOVA E QUE NÃO TEM PARENTES NA POLITICA.
• RENOVAR NÃO É SÓ NAO VOTAR NOS MESMOS, É TAMBÉM NÃO VOTAR EM NENHUM PARENTE DOS MESMOS, TEM FAMÍLIAS DE POLITICOS QUE ROUBAM O BRASIL HÁ VÁRIAS GERAÇÕES.
• COMO EXEMPLO VEJA O CASO DE UMA FAMÍLIA QUE VIVEU SEMPRE DE GRANA PÚBLICA:: AÉCIO NEVES, SEU PAI, SEU AVÕ, SEU BISAVÔ E TALVEZ MUITOS PARENTES OUTROS ANTES DELES.
• Pai de Aécio: http://www.viomundo.com.br/denuncias/pco-apoiador-da-ditadura-pai-de-aecio-recebeu-da-cia.html

Responder

Fabiano França

14 de junho de 2016 às 22h05

Pimemta me representa.

Responder

Deixe um comentário