Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

O exemplo de Eduardo Suplicy – Um petista insólito nas ruas de São Paulo

Por Bajonas Teixeira

03 de outubro de 2016 : 19h55

Por Bajonas Teixeira, colunista de política do Cafezinho

Nos últimos meses um petista insólito cruzou os espaços urbanos de São Paulo. Ele foi detido pela PM mais de uma vez, esteve ao alcance de riscos diversos, como o de ser alvejado pelas pérfidas balas de borracha. Nos diversos confrontos em que se fez presente, foi atingido por spray de pimenta, recebeu ameaça de ser surrado com cassetete, foi arrastado, discutiu com PMs e levou empurrões.

Sem dúvida, o fato mais significativo da esquerda nos últimos meses foi a presença constante de Suplicy no front das lutas populares em São Paulo. Ele enfrentou a polícia, combateu ao lado dos viciados em crack, dos sem teto e dos despejados. Não é pouco.

E agora foi eleito com uma votação consagradora, como o vereador mais votado do país, com mais de 300 mil votos. Isso prova que a esquerda está morta ou combalida? De forma nenhuma. Isso prova que o político de esquerda, escondido em seu gabinete, eternamente de terno, transportado por chofer em carro blindado, instalado longe dos riscos físicos, incapaz de pôr o corpo à prova, isto é, o político burocrata de esquerda, está morto.

Nem o Judiciário, nem a mídia, nem Sérgio Moro nem o STF, conseguiram privar Eduardo Suplicy dos votos que merecia. O espírito de burocracia do PT fez muita gente rir quando soube que ele seria candidato a vereador. Foi uma surpresa hilária.

Como? De ex-Senador para candidato à vereador? Muita gente ficou entre perplexa e divertida com a notícia. Mas, o fato, é que por si só, essa salto mortal da cúpula do senado ao subsolo da vereança, já deu muito o que pensar.

O que a recente trajetória meteórica (para baixo e para cima) de Suplicy prova? Que o PT não morreu para seu verdadeiro eleitorado, ao contrário. Esse eleitorado está clamando pelo PT. Mas não o PT, ou a esquerda burocrática e presunçosa, desfilando seu poder em carros oficiais, mas a esquerda de mangas arregaçadas e efetivamente ao lado dos pobres nos momentos de confronto.

Esse PT que está sendo demandado, não é um PT que nunca existiu. É, ao contrário, o PT que deu origem ao PT das grandes vitórias e que, depois, exatamente por sentir-se tão vitorioso, se afastou das ruas e se trancou nos gabinetes.

Colocar a questão de vitória ou derrota, de fim possível do PT, nos termos que fazem os analistas da Globo, nos seus comentários nauseantes e vazios, é seguir a cartilha da mídia, que só compreende a realidade pelo positivismo mais pedestre. Eles só reconhecem fatos, mas não sabem ler tendências.

Quem se restringir ao modelo de análise da Globo, vai contar prefeituras e vereadores, pode chegar a conclusões muito óbvias com os dados disponíveis – “O PT perdeu em quatro anos mais da metade das prefeituras…” – mas não pensará a política. Fora do ópio da Globo, fica claro que o PT perdeu, mas que essa derrota pode ter sido a melhor coisa que aconteceu a essa partido nos últimos 25 anos.

Visite e curta a página da MÁQUINA CRÍTICA!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Ludmila

28 de janeiro de 2017 às 09h57

Súplica você é o maximo

Responder

Pedro tiete

04 de outubro de 2016 às 09h54

Fecha o pt , Cria o plula. Partido da liberdade união,luta e amor e chama todos da esquerda de volta, só assim teremos uma chance.

Responder

leandro oliveira

04 de outubro de 2016 às 09h29

Esse é o Dom Quixote de la Mancha brasileiro, lutando contra os moinhos de um Brasil estragado: políticos, imprensa e justiça podres !

Responder

Daniel

04 de outubro de 2016 às 08h04

Primeiramente #ForaTemer e Cunha ainda solto, e o Moro não tem mais vergonha disso, de trabalhar contra um único partido. Precisamos de uma frente de esquerda com um único programa básico, chegou a hora de salvarmos o Brasil destes piratas, privatas, covardes e entreguistas, alem de golpistas é claro.
O programa tem que ter:
1. Reforma Economica da Midia (Como na Inglaterra, Canada, França, Alemanha, USA, enfim em todas as economias avançadas)
2. Reforma Política (incluindo redução de salário de parlamentares). Canditados podem no máximo re-elegerem uma única vez. Chega de deputados e senadores ficarem no congresso 20 anos. Quem tem patrimonio maior que 3 milhoes de reais nao pode concorrer ou ocupar cargos públicos.
3. Reforma do Judiciário, STF trocar todo mundo a cada 4 anos, Juizes sem super salários e sem ligação política. Eleiçao para juizes, MP’s e tribunais. Pessoas ligadas a partidos não podem exercer cargos de ministros de tribunais como o TCU. Nehum juiz pode ganhar mais que 20 mil reais por mes. Acabar com todas as benesses do estado como auxilio disso ou daquilo.
4. Reforma Tributária – ricos não pagam impostos no Brasil, na Escandinávia e Australia e’ mais de 45% para autos salários.
5. CPMF – Existe no Canada, Nova Zelandia, Australia e outros Paises.
6. Concessão e nunca privatização do bem público que gera riqueza para o povo.
7. Educação integral gratuita até a Universidade
8. Saúde gratuita Universal para todos, ricos pagam contribuicao, por exemplo quem ganha acima de 10 salarios minimos. E’ assim no Canada por exemplo.
9. Moradia para todos que não podem pagar, ou seja não tem uma renda minima.
10. Nenhuma funcionário público pode ganhar mais que 10 vezes o salário minimo, como nos paises ricos e um grande exemplo é a Coreia do Sul
11. Redução drástica da desigualdade
12. Investimento em Pesquisa
13. Incentivar a construção de navios, e usar nossos recursos naturais agregando valor na manufatura.
14. Bolsa Família nos moldes do Canada e Austalia
15. Programa Favela ZERO, sem urbanização de favelas. Bairros novos com toda infraestrutura e transportes, geraria uma enorme cadeia economica na construçao civil, uma das razoes porque a Malasia e Australia nao entram em recessao, a construcao civil e’ o carro chefe da economia.
16. Mais Infraestrutura – Ferrovias e Rodovias.
17. Fazer nossas empresas privadas competir de verdade e parar de mamar nas tetas do erario, abrir mercados para concorrencia estrangeira em areas de oligopolio. A maioria de nossos empresarios, vivem nas tetas do governo como a Globosta.

Este é o mínimo que os partidos do PT, PSOL, PCdoB, PDT deveriam protocolar como uma agenda única para levar o Brasil para o primeiro mundo.

Chegou a hora de colocar a inveja e o egoismo de lado (tipo Marina, Heloisa Helena, Marta), de colocar o ego e o orgulho de lado e pertencer a uma sigla, precisamos de união em torno dos progressistas, nos só seremos primeiro mundo com a esquerda, nenhum Pais ficou desenvolvido sem a presença forte do estado e sem a esquerda. A esquerda fez as grandes reformas na Espanha, Canada, England, Australia, France para citar poucos. A direita só pode governar depois que o Pais ficar desenvolvido, depois que os direitos sociais forem garantidos e constituidos como lei, onde partidos nunca mais poderão alterar.
Vamos nessa, façamos um só partido, chegaremos a um acordo, sem egos, sem orgulho, pelo Brasil sem entreguistas, sem rentistas, sem covardes, sem golpistas e traidores da patria.
O lider tem que ser quem esta na frente das pesquisas pra Presidente, mas precisamos de um nome novo, um visionario como disse a prefeita de Paris, Haddad, talvez. Mas uma frente de esquerda se faz necessaria pela Democracia e pela nossa SOBERANIA. Antes que nao seja mais possivel salvarmos de ser um quintal do US, sem chances de independencia.

Responder

cousinelizabeth

03 de outubro de 2016 às 23h50

Tenho o orgulho de votar em Eduardo Suplicy desde sempre, desde o início de sua carreira política. E, mais uma vez, ele corresponde a tudo o que se espera de um político sério, comprometido com a sua ideologia. A derrota do PT pode ter sido, de fato, a melhor coisa que aconteceu ao partido nos últimos temos. Senti imensa tristeza mas também um inexplicável alívio ontem, com os resultados das urnas: parece que finalmente o partido vai começar a deixar para trás uma grossa casca burocrática e voltar às suas origens. É isso ou morrer, sem opções intermediárias.

Responder

marco

03 de outubro de 2016 às 22h32

Quero agregar mais o seguinte ao comentário que fiz,agora mesmo.Saudações a esse grande brasileiro,cidadão impar ,que as vezes me deixava irritado com suas aparentes vacilações,penso que por questões físicas,mas quero saudá-lo,como um dos brasileiros mais íntegros que conheço.Quisera que houvessem mais brasileiros,como ele.Não se entrega,jamais.Saudações,grande EDUARDO SUPLICY !

Responder

marco

03 de outubro de 2016 às 22h23

Não reconhecem,nem FATOS.Eles os EDITAM ´que é a forma do JORNALISMO CHINELO,agradar os CHEFES .Os patrões,naturalmente.Se quiserem acabar com os JORNALISTAS CHINELOS,não precisa censura,basta que lhes cortemos os dedos,pois se agarrarão aos TESTÍCULOS DOS RICOS,com os dentes e não poderão mais falar.

Responder

Jocélio Lima

03 de outubro de 2016 às 22h41

Sou do interior da Bahia, do município de Santa Bárbara, perdemos a eleição passada, nesta reconquistamos novamente a administração municipal

Responder

Charles

03 de outubro de 2016 às 20h43

Pois é, o PT conseguiu eleger vários vereadores em SP também, não podemos ignorar isso. Deve-se observar também que o PSOL pegou votações expressivas em várias cidades aos cargos de vereador. 2 ficaram entre os 5 mais votados no RJ, tiveram candidatos mais votados em Belém e Belo Horizonte. Eu sei que o PSOL se aproveita do oportunismo e do vácuo deixado pelo PT mas também devemos observar que sua abordagem mais próxima da população e com melhor entendimento das redes sociais e da nova geração jovem é uma coisa que não pode ser ignorada. Existe uma tabela simplificada de quantos vereadores cada partido conseguiu eleger?

Responder

    Ricardo JC

    04 de outubro de 2016 às 11h35

    Oi Charles
    Aqui em Niterói, a cidade símbolo dos coxinhas no RJ, o PSOL teve os dois vereadores mais votados. O PT ainda conseguiu fazer um vereador e deixar mais um na boca para entrar.

    Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Bolsonaro O 2021 de Ciro Gomes O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade