Live do Cafezinho (19h): que segurança pública que queremos?

A monumental incompetência do PSDB

Por Pedro Breier

17 de janeiro de 2017 : 11h49

(Foto: Divulgação)

Por Pedro Breier, colunista do Cafezinho

Eles se vendem como ótimos gestores (no que contam com a ajuda inestimável do oligopólio midiático), mas a realidade é implacável: mais cedo ou mais tarde a incompetência tucana salta aos olhos até dos desavisados.

Esta matéria de ontem, no site da Folha, discorre sobre como o governo de São Paulo “exportou” o PCC para outros estados. Alguns trechos:

Segundo o Ministério Público de SP, em outubro de 2014, a facção tinha cerca de 10 mil criminosos afiliados, 26% deles fora do Estado. Hoje, quando trava uma guerra com outras quadrilhas para dominar rotas e monopolizar o tráfico de drogas no país, possui cerca de 21,5 mil “batizados”, 64% deles para além da fronteira original.
(…)
O início do processo de migração do PCC, no entanto, foi estimulado irrefletidamente pelo governo paulista que, na tentativa de desarticular o movimento que ganhava força nos presídios do Estado, transferiu em 1998 os seus cabeças para o Paraná, numa operação cercada de discrição. “O efeito foi o contrário”, diz o promotor Lincoln Gakiya, que atua na região oeste do Estado.
(…)
O promotor Gakiya afirma que é difícil julgar hoje a decisão das autoridades da época de transferir os detentos. “Não sei se havia outras alternativas possíveis.”, diz.
O procurador Márcio Christino, que desde 1999 se dedica a combater a facção, pensa de outro modo. Para ele, o Estado deveria ter reprimido a organização internamente, em vez de transferir o problema para outros lugares.
“O pior é que São Paulo nem contou, de fato, quem estava mandando para lá”, afirma. “A medida facilitou a expansão do PCC”.

Vamos apenas ignorar a opinião do promotor que diz que “não sabe” se existia outra alternativa de combate ao PCC além da de mandar seus líderes para outros estados sem avisá-los sobre quem estavam mandando.

O fato é que o PSDB, que governa São Paulo desde 1995, deu o impulso para que o PCC se “nacionalizasse”.

Um espetáculo de gestão.

O detalhe macabro é que a Folha não cita uma mísera vez a sigla PSDB na matéria.

Vou repetir porque é bizarro demais: em uma reportagem sobre como o governo de São Paulo “exportou” o PCC para outros estados a Folha não diz que o PSDB comanda o governo de São Paulo há mais de 20 anos. Mas o exército coxinha não é manipulado não, imagine.

Dar aquela força para o crime organizado se expandir é apenas um dos cases de sucesso dos administradores tucanos.

O que dizer da atuação de Geraldo Alckmin quando começou a faltar água em São Paulo? Simplesmente escondeu o fato durante a campanha de 2014 para não comprometer a sua reeleição, o que agravou o problema.

Já o mais novo astro do ninho tucano não completou nem um mês de governo na prefeitura de São Paulo e já mostra que não vai ficar para trás no quesito incompetência monumental.

João Doria decretou o aumento do limite de velocidade nas marginais, conforme prometido em campanha.

Como é óbvio que aumentarão os acidentes, os machucados e as mortes, o genial gestor vai fixar 4 das 14 ambulâncias recebidas do Ministério da Saúde nas marginais.

É esdrúxulo demais.

“Gestores” desse naipe só sobrevivem às urnas graças à proteção escandalosa que recebem da Globo, Folha, Estadão, Veja, etc.

Só a democratização da mídia salva.

Pedro Breier

Pedro Breier nasceu no Rio Grande do Sul e hoje vive em São Paulo. É formado em direito e escreve n'O Cafezinho desde 2016, sendo atualmente um dos editores do blog.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

11 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

geraldo

17 de janeiro de 2017 às 22h22

Esta atitude do psdb é antiga

Responder

Joao

17 de janeiro de 2017 às 20h57

É impressionante como não se fala em maçonaria quando se fala em política no Brasil. Não ouvimos em nenhum blog, jornal, TV. E ela tá aí, desde sempre articulando… Até quando? Tá enterrada no GOLPE até as entranhas e em todas as conspirações bizarras da política que tem sucumbido com a democracia e com a dignidade do povo brasileiro. Sempre em prol dos interesses escusos do governo norte-americano. Até quando????

Responder

vania

17 de janeiro de 2017 às 16h59

Olha aí, olha! Este é o símbolo dos maçons! Não é por nada que o psdb está há 20 anos barbarizando São Paulo! E agora existe um prefeito showbiz e palhaço ridículo e midiota!

Responder

Jbac Carvalho

17 de janeiro de 2017 às 17h48

Incompetência não, extrema competência! Podem fazer o que quiserem, se envolverem em qq escândalo, roubarem o quanto quiserem, que continuam sendo eleitos pelo povo de São Paulo. É a personificação da competência política!!!

Responder

Marcia Campelo de Oliveira

17 de janeiro de 2017 às 16h58

Tucanistão

Responder

Angela Gomes de Oliveira

17 de janeiro de 2017 às 16h18

Se a maioria da população de SAMPA e de pobres e miseráveis , como e que a tucanada continua ganhando eleições??? Acho que essas urnas eletrônicas não são nada confiáveis! Alkimin tanto tempo no poder sem fazer nada além de roubar o estado e muito estranho !

Responder

Graça Melo

17 de janeiro de 2017 às 16h00

Tal, qual!

Responder

Paulo Barcellos

17 de janeiro de 2017 às 13h41

O momento para democratizar a mídia já foi quando Lula no governo ainda tinha apoio de movimentos sociais. Essa é uma das minhas críticas ao PT no governo. Perderam o “timing” por oportunismo, covardia ou deslumbre. Ainda defendo a democracia e a justiça social, não mais o PT.

Responder

Felipe Souza

17 de janeiro de 2017 às 13h20

Vejo na manipulação da opinião pública, o cerne das dificuldades de nosso pais, pois o discernimento e visão da realidade são obrigatórios na população para que como democracia possamos evoluir.
A manipulação afrontosa da realidade por uma imprensa de fim do mundo, tem de ser estancada, não significando que a liberdade de pensamento não seja preservada e estimulada.
Toda a oportunidade de quebra desta centralização criminosa na divulgação dos fatos tem de ser estimulada.
Parabéns ao Cafezinho, concorde ou não com suas opiniões, considero que faz parte da solução.
Felipe Azevedo de Souza

Responder

Regina Godoi

17 de janeiro de 2017 às 15h17

O Prefeito tem que varrer agora depois das chuvas. São Paulo que está cheio de lama das chuvas.

Responder

Robercil R. Parreira

17 de janeiro de 2017 às 15h05

Mas, Não Era Só Tirar o PT?!

Responder

Deixe uma resposta