Hangout com Miguel do Rosário: Bolsonaro nos EUA

Somente através da participação na política será possível a reconstrução do Brasil

Por Wellington Calasans

27 de abril de 2017 : 07h47

Wellington Calasans, Colunista do Cafezinho, na Suécia

Toda a sua angústia atual é decorrente da política. Certo? Com certeza sim, mas o motivo não está no fato da política ser algo negativo. Longe disso, a sua angústia, que está prestes a ser transformada em revolta, é uma prova de que a política está sempre presente em você e na sua vida.

A falta de proposta e a repetição de práticas já testadas e reprovadas, dão a este governo ilegítimo a marca de natimorto. Ele não se sustenta mais e quem tentar mantê-lo estará apenas ratificando a teoria do “abraço de afogados”.

O seu desejo de trabalhar, de produzir, de ser e se sentir útil jamais poderá ser negligenciado, como tem sido, por políticos e políticas retrógradas e que favorecem apenas o rentismo. Daí a certeza de que este golpe não se sustenta e que é preciso o envolvimento de todos na construção de um novo país.

Obviamente que a educação terá sempre um papel fundamental na composição desta nova Nação que se pretende, mas é preciso que ela seja também democratizada, pois a concentração do conhecimento científico é excludente e em nada contribui para a transformação da realidade atual.

A comunicação social também deve ser plural e democrática. A voz que comunica deve partir de todas as representações sociais. Não há mais espaço para o monólogo da mídia hegemônica.

É necessário também pensar o futuro próximo. Dar o passo inicial para destituir o atual (des)governo do golpe é uma urgência que se impõe. A Greve Geral desta sexta-feira, 28 de abril, será, na mesma efeméride, o início da construção do país que queremos. No mesmo dia podemos dar início a uma nova Independência, uma nova República e ao Redescobrimento do Brasil, agora como uma Nação.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

13 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Roberto Gadioli

27 de abril de 2017 às 14h30

Responder

Benilda Bento

27 de abril de 2017 às 12h40

Concordo, é preciso o povo se envolver mais na política, q é totalmente diferente de ideologia partidária. Amanhã será um grande dia para o povo brasileiro.

Responder

Marcelo Tomazoni

27 de abril de 2017 às 12h07

24 DE JUNHO DE 2003 ?. Rosinha Garotinho era Governadora e Lula era Presidente.

Responder

    Gonzales

    27 de abril de 2017 às 19h47

    Isso mesmo e no final de 2010 o desemprego estava a 5,2%.

    Responder

Eva Monteiro

27 de abril de 2017 às 11h47

Eu lembro bem dessa época que por sinal o Temeroso golpistas está querendo que volta a todo vapor !

Responder

Cristina Araujo Oliveira

27 de abril de 2017 às 11h13

Bons tempos! Kkk

Responder

Camila Govedice

27 de abril de 2017 às 11h08

Só a luta muda a vida!

Responder

Malu Ferreira

27 de abril de 2017 às 11h05

Isso era comum de se ver, filas quilométricas em todo canto, pra qq vaga que aparecesse, FHC , PSDB, golpistas, nunca mais! Depende só de nós, vamos juntos mostrar que o povo tem poder sim!

Responder

Renato Tonini

27 de abril de 2017 às 11h01

Somente com a revolta popular.

Responder

Messias Pereira

27 de abril de 2017 às 10h56

Há quem diga que o povo brasileiro é vagabundo.

Responder

Elton Jcs

27 de abril de 2017 às 10h46

tempos de FHC.

Responder

Deixe uma resposta