03.04 Coletiva do Ministro da Saúde

Prisão de Geddel Vieira Lima foi baseada em delações sem prova

Por Miguel do Rosário

04 de julho de 2017 : 14h56

Geddel Vieira Lima é um pilantra de marca maior.

Mas os argumentos do juiz que mandou prendê-lo são assustadoramente levianos, baseados exclusivamente em delações e num suposto risco – o que é bizarro – de que Geddel Vieira possa entrar em contato com outras pessoas relacionadas à investigação.

Ora, todas as pessoas relacionadas estão grampeadas, incluindo Geddel. Tanto que Geddel entra em contato com a mulher do doleiro Lucio Funaro e a PF registra tudo.

Prender Geddel, portanto, na verdade, atrapalha as investigações, porque seria muito mais inteligente continuar monitorando-o, esperando que ele tropeçasse nas próprias pernas, como fez Aécio.

É assim a justiça brasileira: quando toma uma decisão justa, como a de arquivar o processo no TSE contra a chapa Dilma e Temer, que tinha de ser arquivado mesmo, porque era uma palhaçada baseada puramente em delatores que a Lava Jato enfiou à força no processo, o faz por motivos políticos errados, que era preservar Michel Temer, um golpista safado, traidor e vendido.

E vice-versa: quando vemos uma decisão politicamente justa, como é a prisão de um pilantra como Geddel Vieira Lima, ela é equívoco monstruoso do ponto-de-vista jurídico e democrático.

O juiz responsável pela prisão de Geddel, Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, é um imitador de Sergio Moro. Ele sabe o efeito político e midiático de suas ações.

Vallisney comanda o julgamento em primeira instância da Lava Jato no Distrito Federal, além da operação Zelotes e Greenfield.

Vallisney integra o que poderíamos chamar de “maçonaria golpista” do judiciário: suas ações estão sempre em linha com poderosos e obscuros interesses políticos.

Foi ele quem conseguiu, por exemplo, transformar a operação Zelotes, que investigava grandes sonegadores, em mais um instrumento de lawfare contra… Lula.

Vallisney já aceitou três denúncias – apesar da ineptidude absoluta de todas elas – contra Lula.

Um site de extrema direita até lançou uma enquete: quem prende Lula primeiro? Vallisney ou Moro?

Leia a íntegra da decisão de Vallisney abaixo e veja se consegue encontrar alguma prova contra Geddel, além de delações e “convicções” de um juiz autoritário.

***

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

27 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Mauricio

06 de julho de 2017 às 09h20

Acertou na mosca, a prisão ocorreu para evitar tropeços, assim como a do Cunha, que ocorreu para que ele não delatasse o Temer em algum momento.

Responder

Cristiano Souza

05 de julho de 2017 às 15h35

a corrupção tira direito de todos…. A ideia é simples não vamos eleger nenhum político desses partidos em 2018 a intenção é Clara vamos dar preferência para partidos que não se envolveram em corrupção .Veja abaixo quanto cada partido recebeu das empreiteiras (valor total referente às eleições de 2010 e 2014):

PT R$ 273.267.851
PSDB R$ 165.833.020
PMDB R$ 143.560.020
PSB R$ 62.188.881
PP R$ 34.504.000
PR R$ 26.917.500
DEM R$ 26.236.300
PDT R$ 21.725.025
PTB R$ 11.742.978
PCdoB R$ 9.655.015
PSD* R$ 9.044.081
PPS R$ 6.227.751
PSC R$ 6.161.556
PV R$ 6.110.000
SD* R$ 5.210.000
PRB R$ 3.985.000
Pros* R$ 1.520.000
PRTB R$ 1.483.000
PTN R$ 1.355.000
PMN R$ 1.133.030
PEN* R$ 1.117.880,00
PTdoB R$ 1.065.774
PTC R$ 831.400
PSL R$ 537.840
PHS R$ 280.000
PSDC R$ 253.901
PRP R$ 89.000
PPL* R$ 55.000

Total 822.090.803
Valores corrigidos 930.315.101,61

Responder

Danyyel

05 de julho de 2017 às 09h12

É a brincadeira do “É A BRINCADEIRA DO PRENDE E SOLTA” do judiciário
Entra em cena o que prende sem provas, mesmo as tendo, por alguns dias;
Entra em cena o herói que diz que tem que seguir a lei e o solta.
Estão fazendo o povo de palhaço.

Responder

assim falou Golbery

05 de julho de 2017 às 01h58

de fato, não é possível acreditar se chegar onde tais chegam sem que não façam as piores safadezas das face da terra e não vão conversar nem um décimo se não for com pelos menos 2000 anos de grampeamento\escuta

Responder

Casemiro Silva

05 de julho de 2017 às 03h14

GLOBO “SVEITER” JAMAIS! – Nesse cenário, sem povo pra tirar a parte baixa da quadrilha de lá, que não seja essa Organização Midiática, com meia dúzia de artistas e políticos da Rede, do Psol, aliados a MBLs e movimentos fascistas a fazê-lo. NÃO. Já que é guerra, e estamos no inferno, que o diabo sangre até não poder mais para que possamos, ter alguma esperança de ver a coisa começar de novo, dentro da, abre aspas, “normalidade democrática” mínima que nos conduza a 2018. Chega! Não comemoraremos nada que venha do consórcio Globo-Lava Jato. Nem a prisão de Aécio. Nada é nada. Hoje, são eles contra o país, contra o povo brasileiro que sim, é reflexo como dizia Marx, do pensamento doentio da sua classe dominante. Mas ainda é o único que pode mudar , por ser classe trabalhadora, sempre será a vanguarda, enquanto a elite, porteira do inferno que não deixa nada ir pra frente. Se não vai ter luta, se esse golpe não vai ser ANULADO (o que é o certo, justo e democrático, a devolução a presidenta Dilma) então que o menos traumático seja feito para o povo brasileiro. Não à prisão do Lula. Eleições livres em 2018 para o povo mais ma vez escolher seu destino e não a Paula Lavigne, a mídia rentista ou qq outra surpresa que o Capital nos queira impor. FORA GLOBO!

Responder

Marcus Aurelius Maximus

04 de julho de 2017 às 21h23

Estão construindo métodos de que a Jurisprudênciasse sobressaia dentro do Direito, para fortalecerem ainda mais os abusos de autoridade.
Esse ai foi um verdadeiro Boi de Piranha!
Mas é uma peça fundamental, fizeram algo com Eduardo cunha mesmo dentro da cadeia, e agora este outro não será diferente!
A questão é que a atitude do Juiz precisa estar dentro do processo legal. Esse negócio de hipóteses não é Justiça para ninguém. primeriro vem as acusações e as provas que irão sustentar as acusações e depois normalmente o direito de defesa!
Tudo dentro da constituição, Art.5º.

Responder

Vera Moura

04 de julho de 2017 às 23h51

O suíno

Responder

CANDIDO LUIZ SANTOS MALTA

04 de julho de 2017 às 20h50

Desculpe-me se estou errado, mas já que podemos chamar de Poder Judiciário uma instituição abarrotada de pilantras incoerentes, bem que poderíamos chamar os excelentíssimos juízes e juízas do Brasil de, educadamente, excelentíssimos filhos e filhas de PUTAS, com vênias às madres desses e dessas pilantras.

Responder

Francisco De Assis Bezerra Bezerra

04 de julho de 2017 às 23h24

Responder

Cidadao

04 de julho de 2017 às 20h11

A brasileia desvairada detona e desnuda cada coisa em seu devido momento de interesse. Não é muito antiga a situação. Tem apenas 6 ou 7 décadas. A mega operação de corrupção tem a mesma idade. É só pesquisar. Mesmo hoje nesta barafunda sem noção, onde não há totalmente certos ou totalmente errados, pois são todos no mínimo omissos, escancara se a classe política, a mídia que não é mais imprensa e o Juduciario. Hoje como disse o Boechat, a massa conhece o nome dos atore do STF. Não era assim. Mas não era assim porque a plutocracia conseguia abafar tudo. Agora acabou a falsa ideia de país. Estamos igual um castelo de areia tomado pelas águas. Derretendo tudo. Se é pra desfazer o modelo e aproveitar a matéria prima. Não de pessoas do poder, mas do país, façam uma devassa em todas as empresas de governo dos últimos 30 anos. Eletrobrás, bancos oficias, correios, BNDES, institutos de pensão, Petrobras e órgãos de governo. Há de se levantar corrupção de TODOS ospartidos e em todos os órgãos. As cifras certamente seriam algo que daria pra refazer toda a América do Sul bem feita e sobraria recursos. Mas vamos continuar neste jogo político midiático dando notícias bomba como os idiotas dizem hoje, a cada fatia. Ninguém vai à fundação no problema, tenham certeza. Nem a mídia de esquerda quer. Todo mundo adora um escândalo por vez. Oh o deputado tal roubou, o senador e traficante, o partido é aliado ao doleiro. É assim vamos. Na bandalheira de sempre, não há interesse em elucidar e esclarecer o todo. E fogos de artifício controlado. Pra ter notícia do dia. E como dizia Chico Anisio, vai roendo Raimundo.

Responder

Lu Venturi

04 de julho de 2017 às 22h06

Tudo inocente. Só o trabalhador é culpado.

Responder

Ana Maria Py Lucca

04 de julho de 2017 às 20h42

Como assim?

Responder

clara fagundes de oliveira

04 de julho de 2017 às 17h16

Aécio discursando na tribuna e Lula solto mostra que esse pais acabou.
E ainda alguns não entendem como um Bolsonaro tem quase 25% do eleitorado?????
Temos somente lixos humanos na politica
Já passou da hora de um golpe militar

Responder

    Luiz Pereira

    04 de julho de 2017 às 17h56

    Temer é um traidor, golpista, mentiroso, canalha, corrupto e entreguista. Ainda assim prefiro dez anos de Temer do que um ano de Médici. Os militares que fiquem no quartel.

    Responder

    ari

    04 de julho de 2017 às 20h01

    Clara, posso dar uma sugestão? Apague a última linha do seu comentário.

    Responder

Antonio Costa

04 de julho de 2017 às 20h00

Começa assim isso já são o fio da meada p o supremo soltar.

Responder

Antonio Martins de Almeida

04 de julho de 2017 às 19h57

E a mala era tua?

Responder

Cleide X Rondenelly Melo

04 de julho de 2017 às 19h27

Francisco De Sousa Vieira Filho bom texto…

Responder

Mateus Estevão Orban

04 de julho de 2017 às 19h23

Se foi sem prova, tem que soltar.

Responder

Vinicius Castro

04 de julho de 2017 às 19h13

Necrogovernismo, a doença infantil #freegeddel

Responder

Francisco De Assis Da Silva de Assis

04 de julho de 2017 às 19h03

O dinheiro está rolando solto no Brasil eu quero ver a mala vazia que dá para até corre com ela cara

Responder

Ricardo Edmundo Cecconello

04 de julho de 2017 às 18h49

DE “PUTA” DO MOROM SE ESMERA EM DEFENDER O CRIME ORGANIZADO.

Defensor emérito advogado de defesa do EDUARDO CUNHA, do MISHELL TEMER, e do empeachment da DILMA, a qualquer custo.

Custo a acreditar que alguém, em sã consciência, vote nesse “desgraçado” novamente.

VAI SER DE PUTA ASSIM NA PQP!

Responder

Esmeraldo Cabreira

04 de julho de 2017 às 15h34

UM DIA O BRASIL DE VERDADE VAI SE LIVRAR DA MAÇONARIA!
BASTA UMA GUILHOTINA DE 20 QUILÔMETROS …
É A MÁFIA GOLPISTA DO BRASIL!

Responder

Darlene Leme Ichimaru

04 de julho de 2017 às 18h34

Terrível

Responder

Emilio Souza

04 de julho de 2017 às 18h16

Confirmado ! estamos todos sob estado de excessão !!!

Responder

Artur Fleck

04 de julho de 2017 às 17h58

A prisão é obviamente para pressionar os deputados a votar contra Temer

Responder

    Miguel do Rosário

    04 de julho de 2017 às 15h45

    E para assustar, para votarem logo a reforma trabalhista. Mesmo modus operani do impeachment.

    Responder

Deixe uma resposta