Bate papo com Joana Mortágua, deputada portuguesa!

Golpe enfraquece: bloqueio nas estradas, polícia em rebeldia e oposição desafia OEA a receber as atas

Por Tulio Ribeiro

05 de dezembro de 2017 : 10h32

(Imagem de Honduras: Alianza mostra em gráfico onde ocorreu a fraude e quer entregar a OEA)
Desnudado o golpe de Estado via fraude eleitoral, a luta dos hondurenhos se intensifica nas ruas. Em que pese a convocação do legítimo eleito Salvador Nasralla, milhares de pessoas foram as ruas neste domingo, o que deflagrou até uma recusa de grupos da polícia em reprimir a população. A verdade mostra que o atual presidente Juan O. Hernandéz só governa pelo uso da força militar que lhe resta.

A oposição encorpa a revolta com mais duas ferramentas: Internamente o ” Paro” geral nas estradas do país, e externamente a solicitação de que a OEA convoque o ” Conselho Permanente¨ , para que permita que ¨Alianza Oposición¨leve as atas que prova a derrota do presidente Hernadéz.

O presidente do Partido Liberdade e Refundação (libre), Juan Barahona, anunciou que esta semana vai se realizar o bloqueio de estradas por todo país. A população não aceitou os resultados divulgados depois de 9 dias, incluindo uma parada total de 3 dias quando a oposição tinha 5% de frente contra o oficialismo, logo que se reabriu ocorreu uma virada a favor de Hernandéz. Mesmo sem credibilidade, o Tribunal Supremo Eleitoral apresentou o resultado final: Juan O. Hernadéz(Partido Nacional) com 42,98 %, e Salvador Nasralla ( coalizão Alianza) com 41,39%.

Barahona , ainda destacou que a paralisação vai atingir todos 18 estados e arrematou: ¨Temos o povo hondurenho do nosso lado com membros do Libre, do PINU e da La Resistencia, todos lutando para que não nos roubem as eleições gerais¨. Honduras apresenta um desgoverno dante do golpe e uma população corajosa, cabe neste momento a OEA receber as atas comprobatórias da fraude, a depender de sua posição, pode-se identificar se a organização americana serve a democracia ou referenda o golpe.

Tulio Ribeiro

Flávio Túlio Ribeiro Silva é graduado em Ciências econômicas pela UFBA,pós graduado em História Contemporânea pela IUPERJ,Mestre em História Social pela USS-RJ e doutorando em ¨Ciências para Desarrollo Estrategico¨ pela UBV de Caracas -Venezuela

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Eugênio Viola

05 de dezembro de 2017 às 18h23

Policiais rebeldes de Honduras ignoram ordem de toque de recolher e se unem a opositores nas ruas. A notícia é da agência Reuters.
https://br.reuters.com/article/worldNews/idBRKBN1DZ1CN-OBRWD
Abraços

Responder

Francisco

05 de dezembro de 2017 às 17h35

Que me perdoe a esquerda brasileira, mas a hondurenha esta dando um show de competência e clareza politica.

Os hondurenhos não perdoam.

Responder

a.ali

05 de dezembro de 2017 às 15h26

Já no brasil, povo deitado em berço esplêndido, acreditando nas “verdades” da mídia “oficial”, esperando não sei o quê nem de quem… quem sabe esperando os golpistas doarem o pouco que nos resta , se ainda resta, sangrarando até o fim… talvez, encarnemos uma fênix!
FORÇA HONDURENHOS!

Responder

Jáder Barroso Neto

05 de dezembro de 2017 às 14h15

Honduras dá aula de resistência popular contra o Golpe. Que nos sirva de exemplo.

Responder

Mar

05 de dezembro de 2017 às 11h01

O povo hondurenho não pode aceitar outro golpe. A LUTA HONDURAS!

Responder

Deixe uma resposta