Haddad no Pânico

Filósofo lança livro gratuito desmontando sentença de Sergio Moro

Por Miguel do Rosário

30 de dezembro de 2017 : 10h24

No Conversa Afiada

Filósofo expõe as falácias de Murrow

Condenação do Guarujá desaba por falta de lógica

O Conversa Afiada tem o prazer de publicar o livro “Falácias de Moro – Análise Lógica da Sentença Condenatória de Luiz Inácio Lula da Silva”, de Euclides Mance:

Nele realizamos uma análise exaustiva das principais inconsistências lógicas, tanto semânticas quanto formais, presentes na sentença condenatória do ex-presidente Lula no caso do triplex do Guarujá.

O livro se divide em duas partes, demonstrando que os argumentos do juiz violam frequentemente as leis da lógica para obter conclusões que não podem ser validamente obtidas.

Na primeira parte, analisamos dez falácias, explicando-as uma a uma, indicando sua forma lógica e a nomenclatura filosófica recorrente na tipificação desses raciocínios falhos, facilitando sua análise e estudo com base na tradição acadêmica.

Na segunda parte, percorremos a sentença como um todo, evidenciando os diferentes erros lógicos cometidos pelo juiz no transcorrer de sua argumentação. E mostramos como a condenação do ex-presidente está apoiada justamente nessas inconsistências lógicas.

Euclides Mance

O livro:

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

22 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo Diniz d'Avila

05 de janeiro de 2018 às 22h39

Já havia lido as mais de 270 páginas sobre as Falácias do Moro. É perfeitamente compreensível a incapacidade e má fé do Juiz e sua equipe na sustentação de seus argumentos. Já haviam dado sobejas provas, pois naquele ambiente as luzes são muito fracas. Mas, não bastasse a contundente aula de lógica, o autor, na segunda parte do livro, chama a atenção para falhas elementares nas questões contábeis. Se o presidente do Grupo OAS em sua delação afirma que foram movimentados aproximadamente R$ 16 milhões de propina entre as empresas do grupo, nada mais elementar do que checar esta informação nos lançamentos contábeis. Lançamento a crédito nesta e a débito na outra, origem dos recursos e destino dos mesmos, trabalho elementar para um Auditor. Certamente, também nesta área a formação do Juiz deixa a desejar – embora diga ter especialização em lavagem de dinheiro – mas, nestas questões há uma equipe de Auditores da Receita Federal assessorando a Operação Lava Jato. Como então explicar a leviandade com que foi tratada a afirmação dos 16 milhões? Eles não perceberam que esta movimentação seria facilmente comprovada com o rastreamento destes valores nas empresas do grupo – como a defesa havia solicitado? A negativa do Juiz em fazer o rastreamento teve a concordância dos Auditores? Ou foi feito o rastreamento e o resultado “não era interessante”? Independente do Auditor A, B ou C, como fica a imagem da Receita Federal neste episódio? Ou ela não toma conhecimento do desempenho de seus representantes na referida operação?
Paulo Diniz d’Avila
Auditor da Receita Federal aposentado

Responder

do

04 de janeiro de 2018 às 07h33

Para que serve um filósofo de esquerda,desculpe a redundância?

Responder

Layz

03 de janeiro de 2018 às 01h12

O texto que chamam de sentença, submetido ao imprimatur do trf4 em Porto Alegre, é uma surpreedente e horrorosa ofensa à História do Direito Brasileiro. Sua admissão como precedente em matéria de Justiça Criminal inaugura efetivamente o regime de cortes fascistas, para o qual uma magistratura inculta e ingrata já dava mostras de pender. São cortes de justiça que apagam a luz do Direito para que na penumbra do arbítrio possa o fascismo empoçar o sangue com que seus juízes lavarão as mãos do mérito deletério e infectante de seu feito. Lembrai-vos: aquando da liberdade após a guerra forem ouvidos os clamores por perdão, as súplicas por clemência e os pedidos esfarrapados de desculpas, a única coisa que os protagonistas desta cena covarde e infame estarão lastimando será de fato sua derrota.

Responder

Felipe

01 de janeiro de 2018 às 19h47

” Filósofos desmonta sentença de juiz”. Só os militontos para produzir uma piada dessas !

Responder

Moreno

01 de janeiro de 2018 às 19h01

SERGIO MORO FOI ATOR FUNDAMENTAL NA “OPERAÇÃO ABAFA DO PROPINODUTO DAS PRIVATARIAS TUCANAS REMUNERADAS PELAS MULTINACIONAIS PELO ESQUEMA BANESTADO

TREINADO PELA CIA EM 2009 JUNTO COM OUTROS JUIZES DO PARAGUAI E HONDURAS PARA CRIAR GOLPES PARLAMENTARES E JUDICIÁRIOS NO BRASIL, HONDURAS E PARAGUAI
EM HONDURAS O ALVO FOI A LEI DO “TRABALHO ESCRAVO” POIS AS MULTINACIONAIS AMERICANAS DA INDUSTRIA TEXTIL GANHARAM RIOS DE DINHEIRO COM A NOVA LEI DO TRABALHO ESCRAVO NAQUELE PAÍS PASSANDO A USAR TAMBÉM O TRABALHO INFANTIL NAS FÁBRICAS DE JEANS AMERICANAS INSTALADAS EM HONDURAS COMO MOSTRA NO YOUTUBE O VIDEO “ILUMINATTI”
NO BRASIL E NO PARAGUAI OS GOLPES TAMBÉM TIVERAM META NA MUDANÇA DAS LEIS DO TRABALHO E NA VOTAÇÃO DA LEIA DOS TRANSGÊNICOS PATROCINADO PELA MULTINACIONAL MONSANTO.
NO BRASIL O MAIOR ALVO FOI A REVOGAÇÃO DA “LEI DA PARTILHA SOBRE O PETRÓLEO” VOTADA APÓS O GOLPE PARLAMENTAR E JUDICIÁRIO DE 2009 E TAMBÉM A ENTREGA DA MAIOR RESERVA PETRPOLÍFERA DO PLANETA, O PRE-SAL QUE É TAMBÉM A MAIS LUCRATIVA E MAIS PRODUTIVA RESERVA PETROLEÍFERA DO MUNDO. O SR NELSON ROCKEFELLER GRAVOU UM VIDEO NO YOUTUBE: “PRE-SAL BRASILEIRO VALE 20 TRILHÕES DE DÓLARES E SEIS MILHÕES DE NOVOS EMPREGOS NO BRASIL, EQUIVALE A 30 VEZES O PIB DO BRASIL E FPOI O MAIOR MOTIVAÇÃO PARA O GOLPE JUDICIÁRIO NO BRASIL”
O EX AGENTE DA CIA EFWARD SNOWDEN JÁ HAVIA ALERTADO DESDE 2011 QUE O BRASIL ESTAVA SENDO ESPIONADO E SERIA GOLPEADO PARA GARANTIR A ENTREGA DO PRE-SAL. EM 2015 O WIKILEAKS VAZPOU UMA TYROCA DE E-MAILS ENTRE O CORRUPTO E LESA PÁTRIA E VIRA LATA SR JOSÉ CHIRICO SERRA E A CHEVRON:
“CALMA, VAMOS DERRUBAR O GOVERNMO, ENTREGAR O PRE-SAL E REVOVAR A LEI DA PARTILHA PARA ISENTAR A S PETROLÍFERAS ESTRANGEIRAS DOS IMPOSTOS SOBRE O PETRÓLEO”. APÓS CONCRETIZADO O GOLPE DE 2016 A PEC-131 DE SERRA E A MP-795 GARANTIRAM A VENDA DO PRESAL NA BACIA DAS ALMAS (DOADO PELO VAMPIRÃO MISHELL TEMER POR MENOS QUE 1% DO VALOR EM TROCA DE PROPINAS) E PASMEM AINDA ISENTANDO AS PETROLIFERAS ESTRANGEIRAS DE IMPOSTOS POR 40 ANOS!!!!
SERGIO MORO, O ESCÂNDALO BANESTADO E A BLINDAGEM DAS PROPINAS DAS PRIVATARIAS TUCANAS; UMA HISTÓRIA ABAFADA HÁ MAIS DE 20 ANOS COM A CORRUPÇÃO DOS TUCANOS NO PARANÁ

SERGIO MORO AGIU DESDE 1997 NA TEIA DE PROTEÇÃO TUCANA NO PARANÁ NO CASO BANESTADO, CASO GARIBALDI, NO CASO LUIZ PAOLICHHI, NO CASO DOS IRMÃOS PALERMO (SOLON PALERMO E CRISTIANO PALERMO PRESOS NA OPERACÃO CURACAO DA POLÍCIA FEDERAL SOLTOS PORB SERGIO MORO, ELE TAMBÉM MANTEVE SOLTOS OS DOLEIROS PRESOS NO PARANÁ EM 1997, 1999 E 2002 NO CASO BANESTADO.

O SR SERGIO MORO, CARLOS FERNANDES SANTOS LIMA E O SINISTRO “DD” (DELAGONOL DAS BOLOTAS) AGIRAM NA BLINDAGEM DO QUADRILHÃO DE FHC EDUARDO CUNHA AÉCIO CHEIRA NEVES E TEMER (JAGUNÇOS DE FHC NA CÂMARA NO GOVERNO TUCANO) PARA BLINDAR OS 300 POLÍTICOS PROPINADOS PELAS MULTINACIONAIS OBEDIENTES A FHC AO “DESMONTE DO ESTADO NACIONAL” EM CRIMES TUCANOS DAS PRIVATARIAS TUCANAS REMUNERADAS PELAS MULTINACIONAIS NO “ESCÂNDALO BANESTADO” (BANCO DO ESTADO DO PARANÁ) QUE CAPTOU 125 BILHÕES DE DÓLARES (MEIO TRILHÃO DE REAIS) LAVADOS PARA ILHAS CAYMAN, PANAMÁ PAPERS, BAHAMAS E SUÍÇA VIA CONTA TUCANO

O juiz Sérgio Moro, parente de tucanos donatários do Paraná suplentes dos políticos tucanos Álvaro Dias e Osmar Dias (Osvaldo Malucelli Moro, Joel Malucelli donos do PARANÁ BANCO, Grupo Malucelli, Construtora J Malucelli, Rede Globo do Paraná, sócios de João Saad na BAND NEWS), foi nomeado por um colegiado indicado pelo então governador Jaime Lerner braço direito de FHC no ESCANDALO BANESTADO.

O JUIZ TUCANO É UM VELHO CONHECIDO DE ALBERTO YOUSSEF, OLGA YOUSSEF OS DOLEIROS DO CASO BANESTADO

Sergio Moro, Carlos Fernandes Santos Lima e o sinistro “DD” Delagnol foram atores principais na blindagem de crimes NO ESCÂNDALO BANESTADO O PROPINODUTO DAS PRIVATARIAS TUCANAS REMUNERADAS PELAS MULTINACIONAIS NA ERA FHC BENEFICIOU CONTAS SECRETAS 300 POLÍTICOS CORRUPTOS OBEDIENTES A FHC.

Essas privatizações fraudulentas foram orquestradas pelo vira lata e entreguista corrupto sr FHC quando ainda era ministro das relações exteriores de Itamar Franco FHC foi um dos três políticos lesa pátrias signatários do sinistro “Consenso de Washington” (FHC, Miguel Della Madrid, Salinas e Cavallo assinaram Washington DC em 15/03/1993 esse acordo de entreguismo lesa pátria e transformar o Brasil, Argentina e México nas maiores colônias do império anglo americano e entregar riquezas naturais, empresas nacionais, petróleo e reservas minerais ).

A REDE GLOBO (TLBI-Time Life Brazil Incorporation) teve papel fundamental no golpe militar e nos GOLPES ELEITORAIS DE 1989 e 1994 para eleger ferozes políticos corruptos aliados e remunerados pelos mega especuladores do capital estrangeiro (BANCOS JP MORGAN, CITY BANK CREDORES DO BRASIL, ESSO, HANNA MINING, SHELL, LIGHT, BHP SMARCO, SIEMENS, ENRON, EL PASO, ETC) e colocar em prática todo esse entreguismo lesa pátria pois ela foi criada em 18/06/1963 pelo sinistro contrato secreto GLOBO TIME LIFE com bancos credores norte americanos (Roberto Marinho recebeu 61 milhões de dólares dos banqueiros americanos e do Grupo TIME remetidos para contas secretas na Suíça entre 1963 e 1964) para derrubar JANGO para “preparar o clima para golpe militar” e revogar a leia de JANGO Lei 4.131/64 “Do Controle de Remessas de Lucros ao Exterior e Proibição de Remessas Ilegais”

O GOLPE ELEITORAL DE 1989 A REDE GLOBO COLOCOU NO PODER O CORRUPTO POLÍTICO DROGADO E LIGADO AO RÁFICO DE COCAÍNA SR FERNANDO COLLOR DE MELLO (FERNANDO DO PÓ QUE MATOU ANA LÍDIA COM ENVOLVIMENTO COM DROGAS. A MENINA ERA IRMÃ DE UM TRAFICANTE DE BRASÍLIA QUE NÃO ENTREGOU A DROGA E POR VINGANÇA COLLOR, BUZAIDINHO, PAULO OCTAVIO DECIDIRAM MATAR A MENINA APRESENTADORA DO PRORAMA INFANTIL RODA GIGANTE, ELA FOI MORTA EM 11/09/1973 E SEU CORPO JOGADO NUM TERRENO DA UNB). O SINISTRO DROGADO FERNANDO COLLOR É FILHO DE ARNON COLLOR DE MELLO, SENADOR JAGUNÇO ASSASSINO QUE MATOU OUTRO SENADOR A TIROS. PASMEM DENTRO DO CONGRESSO NACIONAL, NUMA FEROZ DISCUSSÃO POLÍTICA EM BRASÍLIA EM 1963 ELE É DONO DOS JORNAIS E DAS EMISSORAS DO GRUPO ARNON (COLIGADA DA REDE GLOBO EM ALAGOAS )

COLLOR NO PODER FORAM INICIADAS AS PRIVATARIAS E O DESMONTE NACIONAL COLOCADO EM PRÁTICA EM 1990 COM AJUDA DO FMI, REDE GLOBO, DE UMA CONSULTORIA AMERICANA “PRELIMINARY IDEAS FOR A PRIVATIZATION MASTER PLAN IN BRAZIL OF ELETROBRAS GROUP, TELEBRAS GROUP, VALE DO RIO DOCE GROUP, PETROCHEMICAL GROUP, PETROBRAS GROUP AND INFRAERO GROUP” DOCUMENTO ALTAMENTE LESIVO AO BRASIL VAZOU NA MÍDIA INTERNACIONAL EM ABRIL DE 1990 E AQUI NO BRASIL FOI DIVULGADO PELO JORNAL EMPRESARIAL “RR- RELATÓRIO RESERVADO” EM ABRIL DE 1990 GEROU UMA ENORME REVOLTA NA LA ANACIONALISTA DOS MILITARES.

ESSE PROCESSO DE ENTREGUISMO FOI INTERROMPIDO “TEMPORARIAMENTE” POR CAUSA DE UMA SEGUNDA DENÚCIA DE CORRUPÇÃO DO “QUADRILHÃO” DOS 300 POLÍTICOS QUE JÁ HAVIAM SIDO DENUNCIADOS EM 1988 PASMEM 30 ANOS ATRÁS AINDA NO GOVERNO SARNEY NA “CPI ESQUEMA DO ORÇAMENTO” MAIS CONHECIDA COMO “CPI DOS ANÕES DO CONGRESSO E DA CÂMARA DOS DEPUTADOS” (“OS 300 PICARETAS” MENCIONADOS NA MÚSICA DOS PARALAMAS DO SUCESSO: TEMER, GEDDEL, ROMERO JUCÁ, O GATUNO ANGORÁ MOREIRA FRANCO, JOSÉ CHIRICO SERRA, AÉCIO CHEIRA NEVES, CAIADO, JOAQUIM RORIZ, ROBERTO ARRUDA, HENRIQUE ALVES, JOÃO ALVES E MUITOS OUTROS ). A DENÚNCIA FEITA EM 1988 AO FINAL DO GOVERNO SARNEY ENVOLVIA PELO ECONOMISTA DO CONGRESSO NACIONAL SR JOSÉ CARLOS LOFRANO E A ESPOSA SRA ELISABETE LOFRANO ASSESSORA DA MINISTRA CORRUPTA DE SARNEY NO MEC SRA DOROTEIA WERNECK CULMINOU COM O ASSASSINATO DE ELISABETE LOFRANO PARA “QUEIMA DE ARQUIVOS” E A “CPI DOS ANÕES” ACABOU EM PIZZA NO JUDICIÁRIO EM BRASÍLIA.

O QUADRILHÃO, A ODEBRECHT, A REDE GLOBO E O ASSASINATO DO GOVERNADOR DO ACRE NO HOTEL DELLA VOLPE

O GOVERNO COLLOR FOI INTERROMPIDO COM IMPEACHMENT POR CAUSA DE UMA NOVA DENÚNCIA ENVOLVENDO OS MESMOS 300 POLÍTICOS CORRUPTOS DO “QUADRILHÃO DA CORRUPÇÃO” DENÚNCIA FEITA PELO JOVEM GOVERNADOR DO ACRE EDMUNDO PINTO (COM APENAS 34 ANOS DE IDADE) ELE DENUNCIOU EM MAIO DE 1992 (PASMEM HÁ 25 ANOS) O MESMO ESQUEMA DO “QUADRILHÃO DOS ANÕES DO CONGRESSO E DA CÂMARA DOS DEPUTADOS” O ESQUEMA ODEBRECHT E ESQUEMA COLLOR PC FARIAS. ESSA FOI A PRIMEIRA VEZ QUE FOI CITADO O “ESQUEMA DEPROP DE EMÍLIO ODEBRECHT PUBLICAMENTE NO BRASIL” EM MAIO DE 1992. O JOVEM GOVERNADOR DO ACRE FOI ASASSINADO COM TIROS NA CABEÇA NA MADRUGADA DO DIA 17 DE MAIO DE 1992 NO HOTEL DELLA VOLPE EM SÃO PAULO (AV PAULISTA), PASMEM, DOIS DIAS ANTES DE DEPOR NA “CPI ODEBRECHT E ESQUEMA COLLOR PC FARIAS” . O CRIME FOI ABAFADO POR UM DOS DENUNCIADOS, O ENTÃO SECRETÁRIO DA SEGURANÇA DO GOVERNO FLEURY SR MICHEL TEMER LIDER DO PMDB EM SP. O GERENTE DO HOTEL DELLA VOLPE SR CELSO RUSSOMANO CONCEDEU ENTRREVISTA NO PROGRAMA POLICIAL “AQUI E AGORA” E TEVE UMA POSTURA DE DEFESA DOS ASSASSINOS ALEGANDO QUE O GOVERNADOR TERIA “REAGIDO” A SER ARROMBADA A PORTA DO APARTAMENTO ONDE ESTAVA HOSPEDADO. O MAIS CURIOSO É QUE A ODEBRECHT ALUGOU TODOS OS APRTAMENTOS DO HOTEL DELLA VOLPE SITUADOS AO LADO DO 704 ONDE ESTAVA O GOVERNADOR DO ACRE ASSASSINADO. CELSO RUSSOMANO SAIU DA REDE HOTELEIRA NO MÊS SEQUINTE E INGRESSOU NA CARREIRA POLÍTICA, CERTAMENTE COMPENSADO PELO “QUADRILHÃO DA CORRUPÇÃO”
Devido ao assassinato do jovem governador do Acre em 17/05/1992 que denunciou o ESQUEMA ODEBRECHT E COLLOR PC FARIAS o então presidente da Câmara dos Deputados sr Ulysses Guimarães abriu um processo de IMPEACHMENT DE FERNANDO COLLOR mas Collor renunciou meia hora antes de encerrar o processo (devidamente orientado pelo seu advogado Dávila (que foi posteriormente assassinado num simulado crime familiar supostamente por herança) PC Farias fugiu para a Tailândia e só foi capturado no ano seguinte em Bankok mas foi morto no Brasil para “queima de arquivos” do quadrilhão da corrupção. Ulysses Guimaraes também foi vitimado como foi TEORI ZAVASCHI ele sofreu um acidente aéreo em Angra dos Reis e a CPI ODEBRECHT E ESQUEMA COLLOR PC FARIAS acabou em pizza no STF em Brasília.
Itamar, vice de Collor, assumiu o governo governando no ostracismo, ele nomeou FHC como ministro das relações exteriores que conspirou contra o BRASIL assinado em 15/03/1993 o sinistro CONSENSO DE WASHINGTON E DIÁLOGO INTERAMERICANO dois golpes fatais contra a soberania na América Latina, Entretanto o golpe maior veio em 1994 na época que o PLANO REAL do ministro da fazenda RUBENS RICÚPERO deveria assinar as cédulas do plano que já completava hum ano de existência. O plano Real foi editado por Rubens Ricupero em 01/06/1993 e em 01/0/06/1994, pasmem em plena “campanha presidencial” o RUBENS foi vitimado por um GOLPE tramado na REDE GLOBO. Uma entrevista armada na GLOBO foi ao ar e o repórter provocou o ministro da fazenda e ele reagiu com resposta curta e grossa
FHC FOI MUITO MAIS ESPERTO PARA BLINDAR CORRUPÇÃO: CRIOU EM 1995 “TEIA TUCANA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA”

A TEIA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA foi criada por FHC, com ajuda do então chefe do STF sr Gilmar Mendes (um dos beneficiados no Mensalão Tucano) e do seu PGR sr Geraldo Brindeiro (Engavetador Geral da República da era FHC arquivou 45 CPIs e o MENSALÃO TUCANO em MG e o caso BANESTADO NO PARANÁ).

Brindeiro era primo do vice de FHC sr Marco Maciel (jagunço do PFL atual DEMO) e amigo pessoal de FHC indicou um ALIADO para o cargo de “juiz blindador” no JUDICIÁRIO DO PARANÁ o sr Sérgio Fernando Moro, parente dos tucanos fundadores do PSDB no Paraná e donatários do poder no estado srs OSVALDO MALUCELLI MORO e JOEL MALUCELLI donos do PARANÁ BANCO, GRUPO MALUCELLI, CONSTRUTORA J MALUCELLI, COLIGADA DA REDE GLOBO NO PARANÁ,

Durante o governo FHC os “juízes blindadores” do PARANÁ onde ocorreu o “ESCÂNDALO BANESTADO” QUE SEGUNDO REQUIÃO (DISCURSO NO SENADO DISPONÍVEL NO YOUTUBE EM 30/09/2015) E JANDIRA FEGALI FOI MAIOR CRIME TUCANO E MAIOR ROUBALHEIRA DA HISTÓRIA DA REPÚBLICA e o Engavetador Geral da República e o STF Gilmar Mendes agiram para blindar o CASO BANESTADO, OS DOLEIROS ENVOLVIDOS NO BANESTADO E O QUADRILHÃO de 300 políticos picaretas e vira latas obedientes a FHC no desmonte do estado nacional a mando do FMI e Consenso de Washington.

GGN: “O ESCÂNDALO BANESTADO NO PARANÁ: 125 BILHÕES DE DÓLARES E UMA CONTA CHAMDA TUCANO CH J&T”

O JUIZ SERGIO MORO FOI O PRINCIPAL ATOR NA ERA FHC PARA BLINDAGEM DO ESCÂNDALO BANESTADO
O TUCANO PARANAENSE ÁLVARO DIAS USOU AVAIÃO DE ALBERTO YOUSSEF NA CAMPANHA PARA O SENADO E RECEBEU 37 MILHÕES DE REAIS DAS EMPRESAS CITADAS NA LAVA A JATO E FOI BLINDADO PELO PIG E PELO JUDICIÁRIO DO PARANÁ (SERGIO MORO) E PELO SFT E PGR RODRIGO JANOT
ÁLVARO DIAS – FICHA CORRIDA DA CORRUPÇÃO TUCANA NO PARANÁ: CASO GARIBALDI E O CASO DO ASSASINATO DO SECRETÁRIO DAS FINANÇAS DO PARANÁ LUIZ ANTONIO PAOLICHI
https://fichacorrida.wordpress.com/category/alvaro-dias/

O delegado da PF José Castilho Neto prendeu na LAVANDERIA DO BANCO DO ESTADO DO PARANÁ -BANESTADO em 1997, 1999 e 2002 em Foz do Iguaçu uma quadrilha de 70 doleiros comandados pelo doleiro tucano ALBERTO YOUSSEF e OLGA YOUSSEF e ADIR ASSAD , os “office-boys” dos demo tucanos e de Janene na lavagem de MEIO TRILHÃO DE REAIS – PROPINAS DAS PRIVATARIAS TUCANAS conhecido como ESCÂNDALO BANESTADO (Janene era então vice-presidente do PP de Paulo Maluf ele era o braço dos demo tucano no escândalo e na corrupção tucana ao lado de Aécio Cheira Neves, Sérgio Guerra, o vampirão Michel Temer, Geddel, CAIADO, Beto Mansur, Romero Jucá, o mega corrupto lesa pátria sr José Chirico Serra, o assaltante do trem pagador da RFFSA sr Aloísio Nunes, Eliseu Quadrilha e o Gatuno Angorá Moreira Franco os chefões do quadrilhão)

Entre 1997 e 2002 o Judiciário do PARANÁ manteve soltos Alberto Youssef e TODOS os 70 doleiros presos na OPERAÇÃO MACUCO, OPERAÇÃO CARIBE, OPERAÇÃO CAYMAN, OPERAÇÃO BANQUEIRO dos delegados José Castilho Neto, Paulo de Tarso, Vicente Chelotti e Protógenes Queiroz. Os delegados foram ferozmente perseguidos no governo FHC e foram afastado das investigações mas coube o juiz Sergio Moro manter o caso abafado e os 70 doleiros soltos incluindo Alberto Youssef um velho conhecido dos irmãos tucanos ÁLVARO DIAS e OSMAR DIAS que usaram o avião de Alberto Youssef nas campanhas para o senado em 2009 e foram financiados com 500 milhões de reais (MEIO BILHÃO) em verbas públicas desviadas pelo prefeito de Maringá sr GIANOTO e pelo então secretário das finanças de Maringá LUIZ ANTONIO PAOLICCHI esse último foi assassinado em 2011 para queima de arquivos, metralhado, seu corpo foi deixado num porta mala de um carro no centro de Maringá, LUIZ PAOLICCHI ERA MARIDO DE ALBERTO YOUSSEF e amigo pessoal dos tucanos em Maringá e do sócio de Sergio Moro sr Carlos Zucoloto.

A ESPOSA DE CARLOS FERNANDES SANTOS LIMA SRA VERA LIMA ERA FUNCIONÁRIA DO BANESTADO E ATUOU NA LAVAGEM DE 125 BILHÕES EM PROPINAS DAS MULTINACIONAIS REMUNERADAS NO BANESTADO A 300 POLÍTICOS OBEDIENTES A FHC. ISSO EXPLICA PORQUE CARLOS FERNANDES ESCONDEU PROVAS ENTRE 1997 E 2002 E QUASE FOI PRESO PELOS DELEGADOS DA PF NA OPERAÇÃO MACUCO E OPERAÇÃO CAYMAN E NA CPI BANESTADO QUE FOI ARQUIVADA EM 2003 COM AJUDA DE JOSÉ MENTOR SEM EMITIR UM RELATÓRIO SEQUER.

A ESPOSA DE SERGIO MORO SRA ROSANGELA WOLFF QUADROS MORO ADVOGOU PARA OS POLÍTICOS TUCANOS NO CASO BANESTADO E ADVOGADA DA SHELL A MAIOR ENVOLVIDA NO PAGAMENTO DE PROPINAS NO BANESTADO JUNTO COM A SIEMENS, BHP SAMARCO, CHEVRON, EL PASO, ENRON, BRITISH PETROLEUM, EXXON MOBIL, AES AMERICAN ENERGY SISTEMS E LIGHT NOS “APAGÕES DE FHC” ELAS REMUNERARAM O GENRO DE FHC O CORRUPTO SR DAVID ZYLBERSZTAJN (ENVOLDIDO NO DESASTRE DA P-36 JUNTO E NA FALÊNCIA DA VARIG COM O SEU COMPARSA GERAMN EFRAMOVITCH DONO DA AVIANCA E DA OCEANAIR) E O FILHO DE FHC SR PHC EM PROPINAS BILIONÁRIAS NO PANAMÁ PAPERS A SINISTRA CONTA TUCANO E CONTA CH J&T NO ESCANDALO BANESTADO. OS AUDITORES DA SHELL QUE VIERAM AO BRASIL EM 2002 FORAM ASSASSINADOS NO RIO DE JANEIRO ELES DESCOBRIRAM AS LIGAÇÕES ENTRE DAVID E A SHELL NOS LEILÕES FRAUDULENTOS DA ANP

COMO AFIRMOU JANDIRA FEGALI: O BANESTADO E A LAVA JATO SÃO UMA FEITIÇO DO TEMPO E ENVOLVEM OS MESMOS PROCURADORES OS MESMOS JUIZES E OS MESMOS DOLEIROS E OS MESMOS 300 POLÍTICOS HÁ 20 ANOS!!

bibliografia

1- A OUTRA HISTÓRIA DA LAVA A JATO, Paulo Moreira Leite, 2015
2- FHC, CRISE, DECADÊNCIA E CORRUPÇÃO, H Fontana, 1998
3- A PRIVATARIA TUCANA, Amaury Junior, 2005
4- O MAPA DA CORRUPÇÃO NO GOVERNO FHC, Larissa Burtoni
5- A HISTÓRIA SECRETA DA REDE GLOBO, Daniel Herz, 1978
6- A PATRIA PEDE SOCORRO, brigadeiro Ivan Frota, 1995
7- O OUTRO LADO DA MOEDA, O CRUZADO E AS PRESSÕES DA CIA, Funaro e Eric Nepomuceno
8- TARDE DEMAIS PARA ESQUECER, Benedito C Bonfim
9- QUEM PAGOU A CONTA, Sebastião Nery
10- youtube: BILL CLINTON PASSOU SERMÃO EM FHC PELA CORRUPÇÃO NO ESCANDALO BANESTADO USOU AGENCIA DE NEW YORK PARA LAVAR 125 BILHÕES DE DÓLARES EM PROPINAS DAS PRIVATARIAS TUCANAS

Responder

    do

    04 de janeiro de 2018 às 07h34

    WTF???

    Responder

Moreno

01 de janeiro de 2018 às 18h38

Esse mesmo golpe parlamentar e judiciários foi aplicado no Brasil (2016), Honduras (2010) e Paraguai (2012) cuidadosamente planejado pela CIA e pelas multinacionais interessadas na revogação de impostos sobre os minérios e sobre o petróleo, na compra a preços de banana de reservas imensas petrolíferas e na aprovação das leis do trabalho escravo nesses países.

Honduras, o primeiro país alvo de golpe parlamentar e judiciário, é o país hospedeiro das fábricas de roupas Jeans norte americanas toda indústria têxtil no país é de origem norte americana e logicamente as leis para o trabalho escravo e o trabalho infantil foram aprovadas após o golpe judiciário de 2010.

O Paraguai também foi alvo de um golpe parlamentar e judiciário para implementar o regime escravocrata na agricultura e na aprovação da leia dos transgênicos e o golpe contra Fernando Lugo teve a participação da embaixadora americana e de políticos tucanos do Paraná que discursaram no dia do golpe para reforçar a deposição de Lugo em 2012. Os políticos que “representaram” o Brasil no golpe em Assunção foram os irmãos metralha do Paraná os tucanos Álvaro Dias e Osmar Dias e seus suplentes OSVALDO MALUCELLI MORO e JOEL MALUCELLI que são os donatários do poder no estado do Paraná, donos do PARANÁ BANCO, GRUPO MALUCELLI, CONTRUTORA J MALUCELLI, REDE GLOBO DO PARANÁ E SÓCIOS DE JOÃO SAAD NA BAND NEWS e parentes do juiz tucano Sergio Moro.

A CIA treinou em 2009 juízes paraguaios, brasileiros e hondurenhos para treinar o golpe de estado e garantir a entrega das riquezas petrolíferas e minerais do Brasil, entrega de empresas do setor de energia (hidrelétricas), entrega do maior campos petrolífero do planeta o PRE-SAL que é também o mais produtivo e lucrativo do mundo e ainda obter a revogação da LEI DO REGIME DE PARTILHA SOBRE O PETRÓLEO fatos que se concretizaram após o golpe de 2016 a PEC-131 e a MP-795 garantiram a entrega e doação dos campos gigantes do PRE-SAL para as petrolíferas estrangeiras e ainda a ISENÇÃO TOTAL DOS IMPOSTOS SOBRE O PETRÓLEO (RETORNO DO SINISTRO “REPETRO” E LEI DO REGIME DAS CONCESSÕES DA SINISTRA ERA FHC)

Entretanto golpes parlamentares e judiciários planejados pela CIA deram errado na TURQUIA para derrubar Erdogan e se apossarem da petrolífera turca e dos dutos o para escoar o petróleo sírio e o golpe na MALÁSIA contra MAHATIR fracassaram em 2015 (início do “dumping” do petróleo) e os 2.750 juízes e parlamentares turcos foram presos em ANKARA E ISTAMBUL por crimes de traição a pátria. A tentativa de golpe nesses dois países teve a participação de GEORGE SOROS o crocodilo financeiro patrão do corrupto ex-brasileiro naturalizado americano sr Armínio Fraga (Fraga nasceu no Brasil mas é filho de um americano da UPI que cobria o golpe de 1964 no Brasil ele conheceu uma brasileira nas noites cariocas e nasceu essa “praga” digo Fraga, que trabalha para SOROS desde 1985) . O GOLPE NA MÁLASIA TEVE REQUINTES DE CONSPIRAÇÃO MIDIÁTICA POIS GEORGE SOROS FEZ ATAQUES DIRETOS AO PREMIER MAHATIR MAS DE OLHO NA PETROLÍFERA GIGANTE DA MALÁSIA A PETRONAS QUE TEM UM PATRIMÔNIO FABULOSO COM DUAS MAIORES TORRES DO MUNDO EM KUALA LUMPUR

RESUMO DO GOLPE NO BRASIL: A SEGUNDA ETAPA DO DESMONTE NACIONAL PARA CONTINUAR AS PRIVATARIAS REMUNERADAS PELAS MULTINACIONAIS (ESCÂNDALO DO PROPINODUTO DAS PRIVATARIAS – BANESTADO NO PARANÁ)

SERGIO MORO FOI ATOR FUNDAMENTAL NA “OPERAÇÃO ABAFA DO PROPINODUTO DAS PRIVATARIAS TUCANAS REMUNERADAS PELAS MULTINACIONAIS PELO ESQUEMA BANESTADO

TREINADO PELA CIA EM 2009 JUNTO COM OUTROS JUIZES DO PARAGUAI E HONDURAS PARA CRIAR GOLPES PARLAMENTARES E JUDICIÁRIOS NO BRASIL, HONDURAS E PARAGUAI
EM HONDURAS O ALVO FOI A LEI DO “TRABALHO ESCRAVO” POIS AS MULTINACIONAIS AMERICANAS DA INDUSTRIA TEXTIL GANHARAM RIOS DE DINHEIRO COM A NOVA LEI DO TRABALHO ESCRAVO NAQUELE PAÍS PASSANDO A USAR TAMBÉM O TRABALHO INFANTIL NAS FÁBRICAS DE JEANS AMERICANAS INSTALADAS EM HONDURAS COMO MOSTRA NO YOUTUBE O VIDEO “ILUMINATTI”
NO BRASIL E NO PARAGUAI OS GOLPES TAMBÉM TIVERAM META NA MUDANÇA DAS LEIS DO TRABALHO E NA VOTAÇÃO DA LEIA DOS TRANSGÊNICOS PATROCINADO PELA MULTINACIONAL MONSANTO.
NO BRASIL O MAIOR ALVO FOI A REVOGAÇÃO DA “LEI DA PARTILHA SOBRE O PETRÓLEO” VOTADA APÓS O GOLPE PARLAMENTAR E JUDICIÁRIO DE 2009 E TAMBÉM A ENTREGA DA MAIOR RESERVA PETRPOLÍFERA DO PLANETA, O PRE-SAL QUE É TAMBÉM A MAIS LUCRATIVA E MAIS PRODUTIVA RESERVA PETROLEÍFERA DO MUNDO. O SR NELSON ROCKEFELLER GRAVOU UM VIDEO NO YOUTUBE: “PRE-SAL BRASILEIRO VALE 20 TRILHÕES DE DÓLARES E SEIS MILHÕES DE NOVOS EMPREGOS NO BRASIL, EQUIVALE A 30 VEZES O PIB DO BRASIL E FPOI O MAIOR MOTIVAÇÃO PARA O GOLPE JUDICIÁRIO NO BRASIL”
O EX AGENTE DA CIA EFWARD SNOWDEN JÁ HAVIA ALERTADO DESDE 2011 QUE O BRASIL ESTAVA SENDO ESPIONADO E SERIA GOLPEADO PARA GARANTIR A ENTREGA DO PRE-SAL. EM 2015 O WIKILEAKS VAZPOU UMA TYROCA DE E-MAILS ENTRE O CORRUPTO E LESA PÁTRIA E VIRA LATA SR JOSÉ CHIRICO SERRA E A CHEVRON:
“CALMA, VAMOS DERRUBAR O GOVERNMO, ENTREGAR O PRE-SAL E REVOVAR A LEI DA PARTILHA PARA ISENTAR A S PETROLÍFERAS ESTRANGEIRAS DOS IMPOSTOS SOBRE O PETRÓLEO”. APÓS CONCRETIZADO O GOLPE DE 2016 A PEC-131 DE SERRA E A MP-795 GARANTIRAM A VENDA DO PRESAL NA BACIA DAS ALMAS (DOADO PELO VAMPIRÃO MISHELL TEMER POR MENOS QUE 1% DO VALOR EM TROCA DE PROPINAS) E PASMEM AINDA ISENTANDO AS PETROLIFERAS ESTRANGEIRAS DE IMPOSTOS POR 40 ANOS!!!!
SERGIO MORO, O ESCÂNDALO BANESTADO E A BLINDAGEM DAS PROPINAS DAS PRIVATARIAS TUCANAS; UMA HISTÓRIA ABAFADA HÁ MAIS DE 20 ANOS COM A CORRUPÇÃO DOS TUCANOS NO PARANÁ

SERGIO MORO AGIU DESDE 1997 NA TEIA DE PROTEÇÃO TUCANA NO PARANÁ NO CASO BANESTADO, CASO GARIBALDI, NO CASO LUIZ PAOLICHHI, NO CASO DOS IRMÃOS PALERMO (SOLON PALERMO E CRISTIANO PALERMO PRESOS NA OPERACÃO CURACAO DA POLÍCIA FEDERAL SOLTOS PORB SERGIO MORO, ELE TAMBÉM MANTEVE SOLTOS OS DOLEIROS PRESOS NO PARANÁ EM 1997, 1999 E 2002 NO CASO BANESTADO.

O SR SERGIO MORO, CARLOS FERNANDES SANTOS LIMA E O SINISTRO “DD” (DELAGONOL DAS BOLOTAS) AGIRAM NA BLINDAGEM DO QUADRILHÃO DE FHC EDUARDO CUNHA AÉCIO CHEIRA NEVES E TEMER (JAGUNÇOS DE FHC NA CÂMARA NO GOVERNO TUCANO) PARA BLINDAR OS 300 POLÍTICOS PROPINADOS PELAS MULTINACIONAIS OBEDIENTES A FHC AO “DESMONTE DO ESTADO NACIONAL” EM CRIMES TUCANOS DAS PRIVATARIAS TUCANAS REMUNERADAS PELAS MULTINACIONAIS NO “ESCÂNDALO BANESTADO” (BANCO DO ESTADO DO PARANÁ) QUE CAPTOU 125 BILHÕES DE DÓLARES (MEIO TRILHÃO DE REAIS) LAVADOS PARA ILHAS CAYMAN, PANAMÁ PAPERS, BAHAMAS E SUÍÇA VIA CONTA TUCANO

O juiz Sérgio Moro, parente de tucanos donatários do Paraná suplentes dos políticos tucanos Álvaro Dias e Osmar Dias (Osvaldo Malucelli Moro, Joel Malucelli donos do PARANÁ BANCO, Grupo Malucelli, Construtora J Malucelli, Rede Globo do Paraná, sócios de João Saad na BAND NEWS), foi nomeado por um colegiado indicado pelo então governador Jaime Lerner braço direito de FHC no ESCANDALO BANESTADO.

O JUIZ TUCANO É UM VELHO CONHECIDO DE ALBERTO YOUSSEF, OLGA YOUSSEF OS DOLEIROS DO CASO BANESTADO

Sergio Moro, Carlos Fernandes Santos Lima e o sinistro “DD” Delagnol foram atores principais na blindagem de crimes NO ESCÂNDALO BANESTADO O PROPINODUTO DAS PRIVATARIAS TUCANAS REMUNERADAS PELAS MULTINACIONAIS NA ERA FHC BENEFICIOU CONTAS SECRETAS 300 POLÍTICOS CORRUPTOS OBEDIENTES A FHC.

Essas privatizações fraudulentas foram orquestradas pelo vira lata e entreguista corrupto sr FHC quando ainda era ministro das relações exteriores de Itamar Franco FHC foi um dos três políticos lesa pátrias signatários do sinistro “Consenso de Washington” (FHC, Miguel Della Madrid, Salinas e Cavallo assinaram Washington DC em 15/03/1993 esse acordo de entreguismo lesa pátria e transformar o Brasil, Argentina e México nas maiores colônias do império anglo americano e entregar riquezas naturais, empresas nacionais, petróleo e reservas minerais ).

A REDE GLOBO (TLBI-Time Life Brazil Incorporation) teve papel fundamental no golpe militar e nos GOLPES ELEITORAIS DE 1989 e 1994 para eleger ferozes políticos corruptos aliados e remunerados pelos mega especuladores do capital estrangeiro (BANCOS JP MORGAN, CITY BANK CREDORES DO BRASIL, ESSO, HANNA MINING, SHELL, LIGHT, BHP SMARCO, SIEMENS, ENRON, EL PASO, ETC) e colocar em prática todo esse entreguismo lesa pátria pois ela foi criada em 18/06/1963 pelo sinistro contrato secreto GLOBO TIME LIFE com bancos credores norte americanos (Roberto Marinho recebeu 61 milhões de dólares dos banqueiros americanos e do Grupo TIME remetidos para contas secretas na Suíça entre 1963 e 1964) para derrubar JANGO para “preparar o clima para golpe militar” e revogar a leia de JANGO Lei 4.131/64 “Do Controle de Remessas de Lucros ao Exterior e Proibição de Remessas Ilegais”

O GOLPE ELEITORAL DE 1989 A REDE GLOBO COLOCOU NO PODER O CORRUPTO POLÍTICO DROGADO E LIGADO AO RÁFICO DE COCAÍNA SR FERNANDO COLLOR DE MELLO (FERNANDO DO PÓ QUE MATOU ANA LÍDIA COM ENVOLVIMENTO COM DROGAS. A MENINA ERA IRMÃ DE UM TRAFICANTE DE BRASÍLIA QUE NÃO ENTREGOU A DROGA E POR VINGANÇA COLLOR, BUZAIDINHO, PAULO OCTAVIO DECIDIRAM MATAR A MENINA APRESENTADORA DO PRORAMA INFANTIL RODA GIGANTE, ELA FOI MORTA EM 11/09/1973 E SEU CORPO JOGADO NUM TERRENO DA UNB). O SINISTRO DROGADO FERNANDO COLLOR É FILHO DE ARNON COLLOR DE MELLO, SENADOR JAGUNÇO ASSASSINO QUE MATOU OUTRO SENADOR A TIROS. PASMEM DENTRO DO CONGRESSO NACIONAL, NUMA FEROZ DISCUSSÃO POLÍTICA EM BRASÍLIA EM 1963 ELE É DONO DOS JORNAIS E DAS EMISSORAS DO GRUPO ARNON (COLIGADA DA REDE GLOBO EM ALAGOAS )

COLLOR NO PODER FORAM INICIADAS AS PRIVATARIAS E O DESMONTE NACIONAL COLOCADO EM PRÁTICA EM 1990 COM AJUDA DO FMI, REDE GLOBO, DE UMA CONSULTORIA AMERICANA “PRELIMINARY IDEAS FOR A PRIVATIZATION MASTER PLAN IN BRAZIL OF ELETROBRAS GROUP, TELEBRAS GROUP, VALE DO RIO DOCE GROUP, PETROCHEMICAL GROUP, PETROBRAS GROUP AND INFRAERO GROUP” DOCUMENTO ALTAMENTE LESIVO AO BRASIL VAZOU NA MÍDIA INTERNACIONAL EM ABRIL DE 1990 E AQUI NO BRASIL FOI DIVULGADO PELO JORNAL EMPRESARIAL “RR- RELATÓRIO RESERVADO” EM ABRIL DE 1990 GEROU UMA ENORME REVOLTA NA LA ANACIONALISTA DOS MILITARES.

ESSE PROCESSO DE ENTREGUISMO FOI INTERROMPIDO “TEMPORARIAMENTE” POR CAUSA DE UMA SEGUNDA DENÚCIA DE CORRUPÇÃO DO “QUADRILHÃO” DOS 300 POLÍTICOS QUE JÁ HAVIAM SIDO DENUNCIADOS EM 1988 PASMEM 30 ANOS ATRÁS AINDA NO GOVERNO SARNEY NA “CPI ESQUEMA DO ORÇAMENTO” MAIS CONHECIDA COMO “CPI DOS ANÕES DO CONGRESSO E DA CÂMARA DOS DEPUTADOS” (“OS 300 PICARETAS” MENCIONADOS NA MÚSICA DOS PARALAMAS DO SUCESSO: TEMER, GEDDEL, ROMERO JUCÁ, O GATUNO ANGORÁ MOREIRA FRANCO, JOSÉ CHIRICO SERRA, AÉCIO CHEIRA NEVES, CAIADO, JOAQUIM RORIZ, ROBERTO ARRUDA, HENRIQUE ALVES, JOÃO ALVES E MUITOS OUTROS ). A DENÚNCIA FEITA EM 1988 AO FINAL DO GOVERNO SARNEY ENVOLVIA PELO ECONOMISTA DO CONGRESSO NACIONAL SR JOSÉ CARLOS LOFRANO E A ESPOSA SRA ELISABETE LOFRANO ASSESSORA DA MINISTRA CORRUPTA DE SARNEY NO MEC SRA DOROTEIA WERNECK CULMINOU COM O ASSASSINATO DE ELISABETE LOFRANO PARA “QUEIMA DE ARQUIVOS” E A “CPI DOS ANÕES” ACABOU EM PIZZA NO JUDICIÁRIO EM BRASÍLIA.

O QUADRILHÃO, A ODEBRECHT, A REDE GLOBO E O ASSASINATO DO GOVERNADOR DO ACRE NO HOTEL DELLA VOLPE

O GOVERNO COLLOR FOI INTERROMPIDO COM IMPEACHMENT POR CAUSA DE UMA NOVA DENÚNCIA ENVOLVENDO OS MESMOS 300 POLÍTICOS CORRUPTOS DO “QUADRILHÃO DA CORRUPÇÃO” DENÚNCIA FEITA PELO JOVEM GOVERNADOR DO ACRE EDMUNDO PINTO (COM APENAS 34 ANOS DE IDADE) ELE DENUNCIOU EM MAIO DE 1992 (PASMEM HÁ 25 ANOS) O MESMO ESQUEMA DO “QUADRILHÃO DOS ANÕES DO CONGRESSO E DA CÂMARA DOS DEPUTADOS” O ESQUEMA ODEBRECHT E ESQUEMA COLLOR PC FARIAS. ESSA FOI A PRIMEIRA VEZ QUE FOI CITADO O “ESQUEMA DEPROP DE EMÍLIO ODEBRECHT PUBLICAMENTE NO BRASIL” EM MAIO DE 1992. O JOVEM GOVERNADOR DO ACRE FOI ASASSINADO COM TIROS NA CABEÇA NA MADRUGADA DO DIA 17 DE MAIO DE 1992 NO HOTEL DELLA VOLPE EM SÃO PAULO (AV PAULISTA), PASMEM, DOIS DIAS ANTES DE DEPOR NA “CPI ODEBRECHT E ESQUEMA COLLOR PC FARIAS” . O CRIME FOI ABAFADO POR UM DOS DENUNCIADOS, O ENTÃO SECRETÁRIO DA SEGURANÇA DO GOVERNO FLEURY SR MICHEL TEMER LIDER DO PMDB EM SP. O GERENTE DO HOTEL DELLA VOLPE SR CELSO RUSSOMANO CONCEDEU ENTRREVISTA NO PROGRAMA POLICIAL “AQUI E AGORA” E TEVE UMA POSTURA DE DEFESA DOS ASSASSINOS ALEGANDO QUE O GOVERNADOR TERIA “REAGIDO” A SER ARROMBADA A PORTA DO APARTAMENTO ONDE ESTAVA HOSPEDADO. O MAIS CURIOSO É QUE A ODEBRECHT ALUGOU TODOS OS APRTAMENTOS DO HOTEL DELLA VOLPE SITUADOS AO LADO DO 704 ONDE ESTAVA O GOVERNADOR DO ACRE ASSASSINADO. CELSO RUSSOMANO SAIU DA REDE HOTELEIRA NO MÊS SEQUINTE E INGRESSOU NA CARREIRA POLÍTICA, CERTAMENTE COMPENSADO PELO “QUADRILHÃO DA CORRUPÇÃO”
Devido ao assassinato do jovem governador do Acre em 17/05/1992 que denunciou o ESQUEMA ODEBRECHT E COLLOR PC FARIAS o então presidente da Câmara dos Deputados sr Ulysses Guimarães abriu um processo de IMPEACHMENT DE FERNANDO COLLOR mas Collor renunciou meia hora antes de encerrar o processo (devidamente orientado pelo seu advogado Dávila (que foi posteriormente assassinado num simulado crime familiar supostamente por herança) PC Farias fugiu para a Tailândia e só foi capturado no ano seguinte em Bankok mas foi morto no Brasil para “queima de arquivos” do quadrilhão da corrupção. Ulysses Guimaraes também foi vitimado como foi TEORI ZAVASCHI ele sofreu um acidente aéreo em Angra dos Reis e a CPI ODEBRECHT E ESQUEMA COLLOR PC FARIAS acabou em pizza no STF em Brasília.
Itamar, vice de Collor, assumiu o governo governando no ostracismo, ele nomeou FHC como ministro das relações exteriores que conspirou contra o BRASIL assinado em 15/03/1993 o sinistro CONSENSO DE WASHINGTON E DIÁLOGO INTERAMERICANO dois golpes fatais contra a soberania na América Latina, Entretanto o golpe maior veio em 1994 na época que o PLANO REAL do ministro da fazenda RUBENS RICÚPERO deveria assinar as cédulas do plano que já completava hum ano de existência. O plano Real foi editado por Rubens Ricupero em 01/06/1993 e em 01/0/06/1994, pasmem em plena “campanha presidencial” o RUBENS foi vitimado por um GOLPE tramado na REDE GLOBO. Uma entrevista armada na GLOBO foi ao ar e o repórter provocou o ministro da fazenda e ele reagiu com resposta curta e grossa
FHC FOI MUITO MAIS ESPERTO PARA BLINDAR CORRUPÇÃO: CRIOU EM 1995 “TEIA TUCANA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA”

A TEIA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA foi criada por FHC, com ajuda do então chefe do STF sr Gilmar Mendes (um dos beneficiados no Mensalão Tucano) e do seu PGR sr Geraldo Brindeiro (Engavetador Geral da República da era FHC arquivou 45 CPIs e o MENSALÃO TUCANO em MG e o caso BANESTADO NO PARANÁ).

Brindeiro era primo do vice de FHC sr Marco Maciel (jagunço do PFL atual DEMO) e amigo pessoal de FHC indicou um ALIADO para o cargo de “juiz blindador” no JUDICIÁRIO DO PARANÁ o sr Sérgio Fernando Moro, parente dos tucanos fundadores do PSDB no Paraná e donatários do poder no estado srs OSVALDO MALUCELLI MORO e JOEL MALUCELLI donos do PARANÁ BANCO, GRUPO MALUCELLI, CONSTRUTORA J MALUCELLI, COLIGADA DA REDE GLOBO NO PARANÁ,

Durante o governo FHC os “juízes blindadores” do PARANÁ onde ocorreu o “ESCÂNDALO BANESTADO” QUE SEGUNDO REQUIÃO (DISCURSO NO SENADO DISPONÍVEL NO YOUTUBE EM 30/09/2015) E JANDIRA FEGALI FOI MAIOR CRIME TUCANO E MAIOR ROUBALHEIRA DA HISTÓRIA DA REPÚBLICA e o Engavetador Geral da República e o STF Gilmar Mendes agiram para blindar o CASO BANESTADO, OS DOLEIROS ENVOLVIDOS NO BANESTADO E O QUADRILHÃO de 300 políticos picaretas e vira latas obedientes a FHC no desmonte do estado nacional a mando do FMI e Consenso de Washington.

GGN: “O ESCÂNDALO BANESTADO NO PARANÁ: 125 BILHÕES DE DÓLARES E UMA CONTA CHAMDA TUCANO CH J&T”

O JUIZ SERGIO MORO FOI O PRINCIPAL ATOR NA ERA FHC PARA BLINDAGEM DO ESCÂNDALO BANESTADO

O delegado da PF José Castilho Neto prendeu na LAVANDERIA DO BANCO DO ESTADO DO PARANÁ -BANESTADO em 1997, 1999 e 2002 em Foz do Iguaçu uma quadrilha de 70 doleiros comandados pelo doleiro tucano ALBERTO YOUSSEF e OLGA YOUSSEF e ADIR ASSAD , os “office-boys” dos demo tucanos e de Janene na lavagem de MEIO TRILHÃO DE REAIS – PROPINAS DAS PRIVATARIAS TUCANAS conhecido como ESCÂNDALO BANESTADO (Janene era então vice-presidente do PP de Paulo Maluf ele era o braço dos demo tucano no escândalo e na corrupção tucana ao lado de Aécio Cheira Neves, Sérgio Guerra, o vampirão Michel Temer, Geddel, CAIADO, Beto Mansur, Romero Jucá, o mega corrupto lesa pátria sr José Chirico Serra, o assaltante do trem pagador da RFFSA sr Aloísio Nunes, Eliseu Quadrilha e o Gatuno Angorá Moreira Franco os chefões do quadrilhão)

Entre 1997 e 2002 o Judiciário do PARANÁ manteve soltos Alberto Youssef e TODOS os 70 doleiros presos na OPERAÇÃO MACUCO, OPERAÇÃO CARIBE, OPERAÇÃO CAYMAN, OPERAÇÃO BANQUEIRO dos delegados José Castilho Neto, Paulo de Tarso, Vicente Chelotti e Protógenes Queiroz. Os delegados foram ferozmente perseguidos no governo FHC e foram afastado das investigações mas coube o juiz Sergio Moro manter o caso abafado e os 70 doleiros soltos incluindo Alberto Youssef um velho conhecido dos irmãos tucanos ÁLVARO DIAS e OSMAR DIAS que usaram o avião de Alberto Youssef nas campanhas para o senado em 2009 e foram financiados com 500 milhões de reais (MEIO BILHÃO) em verbas públicas desviadas pelo prefeito de Maringá sr GIANOTO e pelo então secretário das finanças de Maringá LUIZ ANTONIO PAOLICCHI esse último foi assassinado em 2011 para queima de arquivos, metralhado, seu corpo foi deixado num porta mala de um carro no centro de Maringá, LUIZ PAOLICCHI ERA MARIDO DE ALBERTO YOUSSEF e amigo pessoal dos tucanos em Maringá e do sócio de Sergio Moro sr Carlos Zucoloto.

A ESPOSA DE CARLOS FERNANDES SANTOS LIMA SRA VERA LIMA ERA FUNCIONÁRIA DO BANESTADO E ATUOU NA LAVAGEM DE 125 BILHÕES EM PROPINAS DAS MULTINACIONAIS REMUNERADAS NO BANESTADO A 300 POLÍTICOS OBEDIENTES A FHC. ISSO EXPLICA PORQUE CARLOS FERNANDES ESCONDEU PROVAS ENTRE 1997 E 2002 E QUASE FOI PRESO PELOS DELEGADOS DA PF NA OPERAÇÃO MACUCO E OPERAÇÃO CAYMAN E NA CPI BANESTADO QUE FOI ARQUIVADA EM 2003 COM AJUDA DE JOSÉ MENTOR SEM EMITIR UM RELATÓRIO SEQUER.

A ESPOSA DE SERGIO MORO SRA ROSANGELA WOLFF QUADROS MORO ADVOGOU PARA OS POLÍTICOS TUCANOS NO CASO BANESTADO E ADVOGADA DA SHELL A MAIOR ENVOLVIDA NO PAGAMENTO DE PROPINAS NO BANESTADO JUNTO COM A SIEMENS, BHP SAMARCO, CHEVRON, EL PASO, ENRON, BRITISH PETROLEUM, EXXON MOBIL, AES AMERICAN ENERGY SISTEMS E LIGHT NOS “APAGÕES DE FHC” ELAS REMUNERARAM O GENRO DE FHC O CORRUPTO SR DAVID ZYLBERSZTAJN (ENVOLDIDO NO DESASTRE DA P-36 JUNTO E NA FALÊNCIA DA VARIG COM O SEU COMPARSA GERAMN EFRAMOVITCH DONO DA AVIANCA E DA OCEANAIR) E O FILHO DE FHC SR PHC EM PROPINAS BILIONÁRIAS NO PANAMÁ PAPERS A SINISTRA CONTA TUCANO E CONTA CH J&T NO ESCANDALO BANESTADO. OS AUDITORES DA SHELL QUE VIERAM AO BRASIL EM 2002 FORAM ASSASSINADOS NO RIO DE JANEIRO ELES DESCOBRIRAM AS LIGAÇÕES ENTRE DAVID E A SHELL NOS LEILÕES FRAUDULENTOS DA ANP

COMO AFIRMOU JANDIRA FEGALI: O BANESTADO E A LAVA JATO SÃO UMA FEITIÇO DO TEMPO E ENVOLVEM OS MESMOS PROCURADORES OS MESMOS JUIZES E OS MESMOS DOLEIROS E OS MESMOS 300 POLÍTICOS HÁ 20 ANOS!!

bibliografia

1- A OUTRA HISTÓRIA DA LAVA A JATO, Paulo Moreira Leite, 2015
2- FHC, CRISE, DECADÊNCIA E CORRUPÇÃO, H Fontana, 1998
3- A PRIVATARIA TUCANA, Amaury Junior, 2005
4- O MAPA DA CORRUPÇÃO NO GOVERNO FHC, Larissa Burtoni
5- A HISTÓRIA SECRETA DA REDE GLOBO, Daniel Herz, 1978
6- A PATRIA PEDE SOCORRO, brigadeiro Ivan Frota, 1995
7- O OUTRO LADO DA MOEDA, O CRUZADO E AS PRESSÕES DA CIA, Funaro e Eric Nepomuceno
8- TARDE DEMAIS PARA ESQUECER, Benedito C Bonfim
9- QUEM PAGOU A CONTA, Sebastião Nery
10- youtube: BILL CLINTON PASSOU SERMÃO EM FHC PELA CORRUPÇÃO NO ESCANDALO BANESTADO USOU AGENCIA DE NEW YORK PARA LAVAR 125 BILHÕES DE DÓLARES EM PROPINAS DAS PRIVATARIAS TUCANAS

Responder

    do

    04 de janeiro de 2018 às 07h36

    WTF???Parte 2

    Responder

Lucy

01 de janeiro de 2018 às 12h03

CARLOS ESTUDE A HISTÓRIA DO BRASIL E DEIXE DE SER ALIENADO E MANIPULADO E MIDIOTIZADO

SERGIO MORO, O ESCÂNDALO BANESTADO E A BLINDAGEM DAS PROPINAS DAS PRIVATARIAS TUCANAS; UMA HISTÓRIA ABAFADA HÁ MAIS DE 20 ANOS COM A CORRUPÇÃO DOS TUCANOS NO PARANÁ

SERGIO MORO AGIU DESDE 1997 NA TEIA DE PROTEÇÃO TUCANA NO PARANÁ NO CASO BANESTADO, CASO GARIBALDI, NO CASO LUIZ PAOLICHHI, NO CASO DOS IRMÃOS PALERMO (SOLON PALERMO E CRISTIANO PALERMO PRESOS NA OPERACÃO CURACAO DA POLÍCIA FEDERAL SOLTOS PORB SERGIO MORO, ELE TAMBÉM MANTEVE SOLTOS OS DOLEIROS PRESOS NO PARANÁ EM 1997, 1999 E 2002 NO CASO BANESTADO.

O SR SERGIO MORO, CARLOS FERNANDES SANTOS LIMA E O SINISTRO “DD” (DELAGONOL DAS BOLOTAS) AGIRAM NA BLINDAGEM DO QUADRILHÃO DE FHC EDUARDO CUNHA AÉCIO CHEIRA NEVES E TEMER (JAGUNÇOS DE FHC NA CÂMARA NO GOVERNO TUCANO) PARA BLINDAR OS 300 POLÍTICOS PROPINADOS PELAS MULTINACIONAIS OBEDIENTES A FHC AO “DESMONTE DO ESTADO NACIONAL” EM CRIMES TUCANOS DAS PRIVATARIAS TUCANAS REMUNERADAS PELAS MULTINACIONAIS NO “ESCÂNDALO BANESTADO” (BANCO DO ESTADO DO PARANÁ) QUE CAPTOU 125 BILHÕES DE DÓLARES (MEIO TRILHÃO DE REAIS) LAVADOS PARA ILHAS CAYMAN, PANAMÁ PAPERS, BAHAMAS E SUÍÇA VIA CONTA TUCANO

O juiz Sérgio Moro, parente de tucanos donatários do Paraná suplentes dos políticos tucanos Álvaro Dias e Osmar Dias (Osvaldo Malucelli Moro, Joel Malucelli donos do PARANÁ BANCO, Grupo Malucelli, Construtora J Malucelli, Rede Globo do Paraná, sócios de João Saad na BAND NEWS), foi nomeado por um colegiado indicado pelo então governador Jaime Lerner braço direito de FHC no ESCANDALO BANESTADO.

O JUIZ TUCANO É UM VELHO CONHECIDO DE ALBERTO YOUSSEF, OLGA YOUSSEF OS DOLEIROS DO CASO BANESTADO

Sergio Moro, Carlos Fernandes Santos Lima e o sinistro “DD” Delagnol foram atores principais na blindagem de crimes NO ESCÂNDALO BANESTADO O PROPINODUTO DAS PRIVATARIAS TUCANAS REMUNERADAS PELAS MULTINACIONAIS NA ERA FHC BENEFICIOU CONTAS SECRETAS 300 POLÍTICOS CORRUPTOS OBEDIENTES A FHC.

Essas privatizações fraudulentas foram orquestradas pelo vira lata e entreguista corrupto sr FHC quando ainda era ministro das relações exteriores de Itamar Franco FHC foi um dos três políticos lesa pátrias signatários do sinistro “Consenso de Washington” (FHC, Miguel Della Madrid, Salinas e Cavallo assinaram Washington DC em 15/03/1993 esse acordo de entreguismo lesa pátria e transformar o Brasil, Argentina e México nas maiores colônias do império anglo americano e entregar riquezas naturais, empresas nacionais, petróleo e reservas minerais ).

A REDE GLOBO (TLBI-Time Life Brazil Incorporation) teve papel fundamental no golpe militar e nos GOLPES ELEITORAIS DE 1989 e 1994 para eleger ferozes políticos corruptos aliados e remunerados pelos mega especuladores do capital estrangeiro (BANCOS JP MORGAN, CITY BANK CREDORES DO BRASIL, ESSO, HANNA MINING, SHELL, LIGHT, BHP SMARCO, SIEMENS, ENRON, EL PASO, ETC) e colocar em prática todo esse entreguismo lesa pátria pois ela foi criada em 18/06/1963 pelo sinistro contrato secreto GLOBO TIME LIFE com bancos credores norte americanos (Roberto Marinho recebeu 61 milhões de dólares dos banqueiros americanos e do Grupo TIME remetidos para contas secretas na Suíça entre 1963 e 1964) para derrubar JANGO para “preparar o clima para golpe militar” e revogar a leia de JANGO Lei 4.131/64 “Do Controle de Remessas de Lucros ao Exterior e Proibição de Remessas Ilegais”

O GOLPE ELEITORAL DE 1989 A REDE GLOBO COLOCOU NO PODER O CORRUPTO POLÍTICO DROGADO E LIGADO AO RÁFICO DE COCAÍNA SR FERNANDO COLLOR DE MELLO (FERNANDO DO PÓ QUE MATOU ANA LÍDIA COM ENVOLVIMENTO COM DROGAS. A MENINA ERA IRMÃ DE UM TRAFICANTE DE BRASÍLIA QUE NÃO ENTREGOU A DROGA E POR VINGANÇA COLLOR, BUZAIDINHO, PAULO OCTAVIO DECIDIRAM MATAR A MENINA APRESENTADORA DO PRORAMA INFANTIL RODA GIGANTE, ELA FOI MORTA EM 11/09/1973 E SEU CORPO JOGADO NUM TERRENO DA UNB). O SINISTRO DROGADO FERNANDO COLLOR É FILHO DE ARNON COLLOR DE MELLO, SENADOR JAGUNÇO ASSASSINO QUE MATOU OUTRO SENADOR A TIROS. PASMEM DENTRO DO CONGRESSO NACIONAL, NUMA FEROZ DISCUSSÃO POLÍTICA EM BRASÍLIA EM 1963 ELE É DONO DOS JORNAIS E DAS EMISSORAS DO GRUPO ARNON (COLIGADA DA REDE GLOBO EM ALAGOAS )

COLLOR NO PODER FORAM INICIADAS AS PRIVATARIAS E O DESMONTE NACIONAL COLOCADO EM PRÁTICA EM 1990 COM AJUDA DO FMI, REDE GLOBO, DE UMA CONSULTORIA AMERICANA “PRELIMINARY IDEAS FOR A PRIVATIZATION MASTER PLAN IN BRAZIL OF ELETROBRAS GROUP, TELEBRAS GROUP, VALE DO RIO DOCE GROUP, PETROCHEMICAL GROUP, PETROBRAS GROUP AND INFRAERO GROUP” DOCUMENTO ALTAMENTE LESIVO AO BRASIL VAZOU NA MÍDIA INTERNACIONAL EM ABRIL DE 1990 E AQUI NO BRASIL FOI DIVULGADO PELO JORNAL EMPRESARIAL “RR- RELATÓRIO RESERVADO” EM ABRIL DE 1990 GEROU UMA ENORME REVOLTA NA LA ANACIONALISTA DOS MILITARES.

ESSE PROCESSO DE ENTREGUISMO FOI INTERROMPIDO “TEMPORARIAMENTE” POR CAUSA DE UMA SEGUNDA DENÚCIA DE CORRUPÇÃO DO “QUADRILHÃO” DOS 300 POLÍTICOS QUE JÁ HAVIAM SIDO DENUNCIADOS EM 1988 PASMEM 30 ANOS ATRÁS AINDA NO GOVERNO SARNEY NA “CPI ESQUEMA DO ORÇAMENTO” MAIS CONHECIDA COMO “CPI DOS ANÕES DO CONGRESSO E DA CÂMARA DOS DEPUTADOS” (“OS 300 PICARETAS” MENCIONADOS NA MÚSICA DOS PARALAMAS DO SUCESSO: TEMER, GEDDEL, ROMERO JUCÁ, O GATUNO ANGORÁ MOREIRA FRANCO, JOSÉ CHIRICO SERRA, AÉCIO CHEIRA NEVES, CAIADO, JOAQUIM RORIZ, ROBERTO ARRUDA, HENRIQUE ALVES, JOÃO ALVES E MUITOS OUTROS ). A DENÚNCIA FEITA EM 1988 AO FINAL DO GOVERNO SARNEY ENVOLVIA PELO ECONOMISTA DO CONGRESSO NACIONAL SR JOSÉ CARLOS LOFRANO E A ESPOSA SRA ELISABETE LOFRANO ASSESSORA DA MINISTRA CORRUPTA DE SARNEY NO MEC SRA DOROTEIA WERNECK CULMINOU COM O ASSASSINATO DE ELISABETE LOFRANO PARA “QUEIMA DE ARQUIVOS” E A “CPI DOS ANÕES” ACABOU EM PIZZA NO JUDICIÁRIO EM BRASÍLIA.

O QUADRILHÃO, A ODEBRECHT, A REDE GLOBO E O ASSASINATO DO GOVERNADOR DO ACRE NO HOTEL DELLA VOLPE

O GOVERNO COLLOR FOI INTERROMPIDO COM IMPEACHMENT POR CAUSA DE UMA NOVA DENÚNCIA ENVOLVENDO OS MESMOS 300 POLÍTICOS CORRUPTOS DO “QUADRILHÃO DA CORRUPÇÃO” DENÚNCIA FEITA PELO JOVEM GOVERNADOR DO ACRE EDMUNDO PINTO (COM APENAS 34 ANOS DE IDADE) ELE DENUNCIOU EM MAIO DE 1992 (PASMEM HÁ 25 ANOS) O MESMO ESQUEMA DO “QUADRILHÃO DOS ANÕES DO CONGRESSO E DA CÂMARA DOS DEPUTADOS” O ESQUEMA ODEBRECHT E ESQUEMA COLLOR PC FARIAS. ESSA FOI A PRIMEIRA VEZ QUE FOI CITADO O “ESQUEMA DEPROP DE EMÍLIO ODEBRECHT PUBLICAMENTE NO BRASIL” EM MAIO DE 1992. O JOVEM GOVERNADOR DO ACRE FOI ASASSINADO COM TIROS NA CABEÇA NA MADRUGADA DO DIA 17 DE MAIO DE 1992 NO HOTEL DELLA VOLPE EM SÃO PAULO (AV PAULISTA), PASMEM, DOIS DIAS ANTES DE DEPOR NA “CPI ODEBRECHT E ESQUEMA COLLOR PC FARIAS” . O CRIME FOI ABAFADO POR UM DOS DENUNCIADOS, O ENTÃO SECRETÁRIO DA SEGURANÇA DO GOVERNO FLEURY SR MICHEL TEMER LIDER DO PMDB EM SP. O GERENTE DO HOTEL DELLA VOLPE SR CELSO RUSSOMANO CONCEDEU ENTRREVISTA NO PROGRAMA POLICIAL “AQUI E AGORA” E TEVE UMA POSTURA DE DEFESA DOS ASSASSINOS ALEGANDO QUE O GOVERNADOR TERIA “REAGIDO” A SER ARROMBADA A PORTA DO APARTAMENTO ONDE ESTAVA HOSPEDADO. O MAIS CURIOSO É QUE A ODEBRECHT ALUGOU TODOS OS APRTAMENTOS DO HOTEL DELLA VOLPE SITUADOS AO LADO DO 704 ONDE ESTAVA O GOVERNADOR DO ACRE ASSASSINADO. CELSO RUSSOMANO SAIU DA REDE HOTELEIRA NO MÊS SEQUINTE E INGRESSOU NA CARREIRA POLÍTICA, CERTAMENTE COMPENSADO PELO “QUADRILHÃO DA CORRUPÇÃO”
Devido ao assassinato do jovem governador do Acre em 17/05/1992 que denunciou o ESQUEMA ODEBRECHT E COLLOR PC FARIAS o então presidente da Câmara dos Deputados sr Ulysses Guimarães abriu um processo de IMPEACHMENT DE FERNANDO COLLOR mas Collor renunciou meia hora antes de encerrar o processo (devidamente orientado pelo seu advogado Dávila (que foi posteriormente assassinado num simulado crime familiar supostamente por herança) PC Farias fugiu para a Tailândia e só foi capturado no ano seguinte em Bankok mas foi morto no Brasil para “queima de arquivos” do quadrilhão da corrupção. Ulysses Guimaraes também foi vitimado como foi TEORI ZAVASCHI ele sofreu um acidente aéreo em Angra dos Reis e a CPI ODEBRECHT E ESQUEMA COLLOR PC FARIAS acabou em pizza no STF em Brasília.
Itamar, vice de Collor, assumiu o governo governando no ostracismo, ele nomeou FHC como ministro das relações exteriores que conspirou contra o BRASIL assinado em 15/03/1993 o sinistro CONSENSO DE WASHINGTON E DIÁLOGO INTERAMERICANO dois golpes fatais contra a soberania na América Latina, Entretanto o golpe maior veio em 1994 na época que o PLANO REAL do ministro da fazenda RUBENS RICÚPERO deveria assinar as cédulas do plano que já completava hum ano de existência. O plano Real foi editado por Rubens Ricupero em 01/06/1993 e em 01/0/06/1994, pasmem em plena “campanha presidencial” o RUBENS foi vitimado por um GOLPE tramado na REDE GLOBO. Uma entrevista armada na GLOBO foi ao ar e o repórter provocou o ministro da fazenda e ele reagiu com resposta curta e grossa
FHC FOI MUITO MAIS ESPERTO PARA BLINDAR CORRUPÇÃO: CRIOU EM 1995 “TEIA TUCANA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA”

A TEIA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA foi criada por FHC, com ajuda do então chefe do STF sr Gilmar Mendes (um dos beneficiados no Mensalão Tucano) e do seu PGR sr Geraldo Brindeiro (Engavetador Geral da República da era FHC arquivou 45 CPIs e o MENSALÃO TUCANO em MG e o caso BANESTADO NO PARANÁ).

Brindeiro era primo do vice de FHC sr Marco Maciel (jagunço do PFL atual DEMO) e amigo pessoal de FHC indicou um ALIADO para o cargo de “juiz blindador” no JUDICIÁRIO DO PARANÁ o sr Sérgio Fernando Moro, parente dos tucanos fundadores do PSDB no Paraná e donatários do poder no estado srs OSVALDO MALUCELLI MORO e JOEL MALUCELLI donos do PARANÁ BANCO, GRUPO MALUCELLI, CONSTRUTORA J MALUCELLI, COLIGADA DA REDE GLOBO NO PARANÁ,

Durante o governo FHC os “juízes blindadores” do PARANÁ onde ocorreu o “ESCÂNDALO BANESTADO” QUE SEGUNDO REQUIÃO (DISCURSO NO SENADO DISPONÍVEL NO YOUTUBE EM 30/09/2015) E JANDIRA FEGALI FOI MAIOR CRIME TUCANO E MAIOR ROUBALHEIRA DA HISTÓRIA DA REPÚBLICA e o Engavetador Geral da República e o STF Gilmar Mendes agiram para blindar o CASO BANESTADO, OS DOLEIROS ENVOLVIDOS NO BANESTADO E O QUADRILHÃO de 300 políticos picaretas e vira latas obedientes a FHC no desmonte do estado nacional a mando do FMI e Consenso de Washington.

GGN: “O ESCÂNDALO BANESTADO NO PARANÁ: 125 BILHÕES DE DÓLARES E UMA CONTA CHAMDA TUCANO CH J&T”

O JUIZ SERGIO MORO FOI O PRINCIPAL ATOR NA ERA FHC PARA BLINDAGEM DO ESCÂNDALO BANESTADO

O delegado da PF José Castilho Neto prendeu na LAVANDERIA DO BANCO DO ESTADO DO PARANÁ -BANESTADO em 1997, 1999 e 2002 em Foz do Iguaçu uma quadrilha de 70 doleiros comandados pelo doleiro tucano ALBERTO YOUSSEF e OLGA YOUSSEF e ADIR ASSAD , os “office-boys” dos demo tucanos e de Janene na lavagem de MEIO TRILHÃO DE REAIS – PROPINAS DAS PRIVATARIAS TUCANAS conhecido como ESCÂNDALO BANESTADO (Janene era então vice-presidente do PP de Paulo Maluf ele era o braço dos demo tucano no escândalo e na corrupção tucana ao lado de Aécio Cheira Neves, Sérgio Guerra, o vampirão Michel Temer, Geddel, CAIADO, Beto Mansur, Romero Jucá, o mega corrupto lesa pátria sr José Chirico Serra, o assaltante do trem pagador da RFFSA sr Aloísio Nunes, Eliseu Quadrilha e o Gatuno Angorá Moreira Franco os chefões do quadrilhão)

Entre 1997 e 2002 o Judiciário do PARANÁ manteve soltos Alberto Youssef e TODOS os 70 doleiros presos na OPERAÇÃO MACUCO, OPERAÇÃO CARIBE, OPERAÇÃO CAYMAN, OPERAÇÃO BANQUEIRO dos delegados José Castilho Neto, Paulo de Tarso, Vicente Chelotti e Protógenes Queiroz. Os delegados foram ferozmente perseguidos no governo FHC e foram afastado das investigações mas coube o juiz Sergio Moro manter o caso abafado e os 70 doleiros soltos incluindo Alberto Youssef um velho conhecido dos irmãos tucanos ÁLVARO DIAS e OSMAR DIAS que usaram o avião de Alberto Youssef nas campanhas para o senado em 2009 e foram financiados com 500 milhões de reais (MEIO BILHÃO) em verbas públicas desviadas pelo prefeito de Maringá sr GIANOTO e pelo então secretário das finanças de Maringá LUIZ ANTONIO PAOLICCHI esse último foi assassinado em 2011 para queima de arquivos, metralhado, seu corpo foi deixado num porta mala de um carro no centro de Maringá, LUIZ PAOLICCHI ERA MARIDO DE ALBERTO YOUSSEF e amigo pessoal dos tucanos em Maringá e do sócio de Sergio Moro sr Carlos Zucoloto.

A ESPOSA DE CARLOS FERNANDES SANTOS LIMA SRA VERA LIMA ERA FUNCIONÁRIA DO BANESTADO E ATUOU NA LAVAGEM DE 125 BILHÕES EM PROPINAS DAS MULTINACIONAIS REMUNERADAS NO BANESTADO A 300 POLÍTICOS OBEDIENTES A FHC. ISSO EXPLICA PORQUE CARLOS FERNANDES ESCONDEU PROVAS ENTRE 1997 E 2002 E QUASE FOI PRESO PELOS DELEGADOS DA PF NA OPERAÇÃO MACUCO E OPERAÇÃO CAYMAN E NA CPI BANESTADO QUE FOI ARQUIVADA EM 2003 COM AJUDA DE JOSÉ MENTOR SEM EMITIR UM RELATÓRIO SEQUER.

A ESPOSA DE SERGIO MORO SRA ROSANGELA WOLFF QUADROS MORO ADVOGOU PARA OS POLÍTICOS TUCANOS NO CASO BANESTADO E ADVOGADA DA SHELL A MAIOR ENVOLVIDA NO PAGAMENTO DE PROPINAS NO BANESTADO JUNTO COM A SIEMENS, BHP SAMARCO, CHEVRON, EL PASO, ENRON, BRITISH PETROLEUM, EXXON MOBIL, AES AMERICAN ENERGY SISTEMS E LIGHT NOS “APAGÕES DE FHC” ELAS REMUNERARAM O GENRO DE FHC O CORRUPTO SR DAVID ZYLBERSZTAJN (ENVOLDIDO NO DESASTRE DA P-36 JUNTO E NA FALÊNCIA DA VARIG COM O SEU COMPARSA GERAMN EFRAMOVITCH DONO DA AVIANCA E DA OCEANAIR) E O FILHO DE FHC SR PHC EM PROPINAS BILIONÁRIAS NO PANAMÁ PAPERS A SINISTRA CONTA TUCANO E CONTA CH J&T NO ESCANDALO BANESTADO. OS AUDITORES DA SHELL QUE VIERAM AO BRASIL EM 2002 FORAM ASSASSINADOS NO RIO DE JANEIRO ELES DESCOBRIRAM AS LIGAÇÕES ENTRE DAVID E A SHELL NOS LEILÕES FRAUDULENTOS DA ANP

COMO AFIRMOU JANDIRA FEGALI: O BANESTADO E A LAVA JATO SÃO UMA FEITIÇO DO TEMPO E ENVOLVEM OS MESMOS PROCURADORES OS MESMOS JUIZES E OS MESMOS DOLEIROS E OS MESMOS 300 POLÍTICOS HÁ 20 ANOS!!

bibliografia

1- A OUTRA HISTÓRIA DA LAVA A JATO, Paulo Moreira Leite, 2015
2- FHC, CRISE, DECADÊNCIA E CORRUPÇÃO, H Fontana, 1998
3- A PRIVATARIA TUCANA, Amaury Junior, 2005
4- O MAPA DA CORRUPÇÃO NO GOVERNO FHC, Larissa Burtoni
5- A HISTÓRIA SECRETA DA REDE GLOBO, Daniel Herz, 1978
6- A PATRIA PEDE SOCORRO, brigadeiro Ivan Frota, 1995
7- O OUTRO LADO DA MOEDA, O CRUZADO E AS PRESSÕES DA CIA, Funaro e Eric Nepomuceno
8- TARDE DEMAIS PARA ESQUECER, Benedito C Bonfim
9- QUEM PAGOU A CONTA, Sebastião Nery
10- youtube: BILL CLINTON PASSOU SERMÃO EM FHC PELA CORRUPÇÃO NO ESCANDALO BANESTADO USOU AGENCIA DE NEW YORK PARA LAVAR 125 BILHÕES DE DÓLARES EM PROPINAS DAS PRIVATARIAS TUCANAS

Responder

    do

    04 de janeiro de 2018 às 07h37

    WTF???Parte 3

    Responder

Lucy

01 de janeiro de 2018 às 11h29

SERGIO MORO, O ESCÂNDALO BANESTADO E A BLINDAGEM DAS PROPINAS DAS PRIVATARIAS TUCANAS; UMA HISTÓRIA ABAFADA HÁ MAIS DE 20 ANOS COM A CORRUPÇÃO DOS TUCANOS NO PARANÁ

SERGIO MORO AGIU DESDE 1997 NA TEIA DE PROTEÇÃO TUCANA NO PARANÁ NO CASO BANESTADO, CASO GARIBALDI, NO CASO LUIZ PAOLICHHI, NO CASO DOS IRMÃOS PALERMO (SOLON PALERMO E CRISTIANO PALERMO PRESOS NA OPERACÃO CURACAO DA POLÍCIA FEDERAL SOLTOS PORB SERGIO MORO, ELE TAMBÉM MANTEVE SOLTOS OS DOLEIROS PRESOS NO PARANÁ EM 1997, 1999 E 2002 NO CASO BANESTADO.

O SR SERGIO MORO, CARLOS FERNANDES SANTOS LIMA E O SINISTRO “DD” (DELAGONOL DAS BOLOTAS) AGIRAM NA BLINDAGEM DO QUADRILHÃO DE FHC EDUARDO CUNHA AÉCIO CHEIRA NEVES E TEMER (JAGUNÇOS DE FHC NA CÂMARA NO GOVERNO TUCANO) PARA BLINDAR OS 300 POLÍTICOS PROPINADOS PELAS MULTINACIONAIS OBEDIENTES A FHC AO “DESMONTE DO ESTADO NACIONAL” EM CRIMES TUCANOS DAS PRIVATARIAS TUCANAS REMUNERADAS PELAS MULTINACIONAIS NO “ESCÂNDALO BANESTADO” (BANCO DO ESTADO DO PARANÁ) QUE CAPTOU 125 BILHÕES DE DÓLARES (MEIO TRILHÃO DE REAIS) LAVADOS PARA ILHAS CAYMAN, PANAMÁ PAPERS, BAHAMAS E SUÍÇA VIA CONTA TUCANO

O juiz Sérgio Moro, parente de tucanos donatários do Paraná suplentes dos políticos tucanos Álvaro Dias e Osmar Dias (Osvaldo Malucelli Moro, Joel Malucelli donos do PARANÁ BANCO, Grupo Malucelli, Construtora J Malucelli, Rede Globo do Paraná, sócios de João Saad na BAND NEWS), foi nomeado por um colegiado indicado pelo então governador Jaime Lerner braço direito de FHC no ESCANDALO BANESTADO.

O JUIZ TUCANO É UM VELHO CONHECIDO DE ALBERTO YOUSSEF, OLGA YOUSSEF OS DOLEIROS DO CASO BANESTADO

Sergio Moro, Carlos Fernandes Santos Lima e o sinistro “DD” Delagnol foram atores principais na blindagem de crimes NO ESCÂNDALO BANESTADO O PROPINODUTO DAS PRIVATARIAS TUCANAS REMUNERADAS PELAS MULTINACIONAIS NA ERA FHC BENEFICIOU CONTAS SECRETAS 300 POLÍTICOS CORRUPTOS OBEDIENTES A FHC.

Essas privatizações fraudulentas foram orquestradas pelo vira lata e entreguista corrupto sr FHC quando ainda era ministro das relações exteriores de Itamar Franco FHC foi um dos três políticos lesa pátrias signatários do sinistro “Consenso de Washington” (FHC, Miguel Della Madrid, Salinas e Cavallo assinaram Washington DC em 15/03/1993 esse acordo de entreguismo lesa pátria e transformar o Brasil, Argentina e México nas maiores colônias do império anglo americano e entregar riquezas naturais, empresas nacionais, petróleo e reservas minerais ).

A REDE GLOBO (TLBI-Time Life Brazil Incorporation) teve papel fundamental no golpe militar e nos GOLPES ELEITORAIS DE 1989 e 1994 para eleger ferozes políticos corruptos aliados e remunerados pelos mega especuladores do capital estrangeiro (BANCOS JP MORGAN, CITY BANK CREDORES DO BRASIL, ESSO, HANNA MINING, SHELL, LIGHT, BHP SMARCO, SIEMENS, ENRON, EL PASO, ETC) e colocar em prática todo esse entreguismo lesa pátria pois ela foi criada em 18/06/1963 pelo sinistro contrato secreto GLOBO TIME LIFE com bancos credores norte americanos (Roberto Marinho recebeu 61 milhões de dólares dos banqueiros americanos e do Grupo TIME remetidos para contas secretas na Suíça entre 1963 e 1964) para derrubar JANGO para “preparar o clima para golpe militar” e revogar a leia de JANGO Lei 4.131/64 “Do Controle de Remessas de Lucros ao Exterior e Proibição de Remessas Ilegais”

O GOLPE ELEITORAL DE 1989 A REDE GLOBO COLOCOU NO PODER O CORRUPTO POLÍTICO DROGADO E LIGADO AO RÁFICO DE COCAÍNA SR FERNANDO COLLOR DE MELLO (FERNANDO DO PÓ QUE MATOU ANA LÍDIA COM ENVOLVIMENTO COM DROGAS. A MENINA ERA IRMÃ DE UM TRAFICANTE DE BRASÍLIA QUE NÃO ENTREGOU A DROGA E POR VINGANÇA COLLOR, BUZAIDINHO, PAULO OCTAVIO DECIDIRAM MATAR A MENINA APRESENTADORA DO PRORAMA INFANTIL RODA GIGANTE, ELA FOI MORTA EM 11/09/1973 E SEU CORPO JOGADO NUM TERRENO DA UNB). O SINISTRO DROGADO FERNANDO COLLOR É FILHO DE ARNON COLLOR DE MELLO, SENADOR JAGUNÇO ASSASSINO QUE MATOU OUTRO SENADOR A TIROS. PASMEM DENTRO DO CONGRESSO NACIONAL, NUMA FEROZ DISCUSSÃO POLÍTICA EM BRASÍLIA EM 1963 ELE É DONO DOS JORNAIS E DAS EMISSORAS DO GRUPO ARNON (COLIGADA DA REDE GLOBO EM ALAGOAS )

COLLOR NO PODER FORAM INICIADAS AS PRIVATARIAS E O DESMONTE NACIONAL COLOCADO EM PRÁTICA EM 1990 COM AJUDA DO FMI, REDE GLOBO, DE UMA CONSULTORIA AMERICANA “PRELIMINARY IDEAS FOR A PRIVATIZATION MASTER PLAN IN BRAZIL OF ELETROBRAS GROUP, TELEBRAS GROUP, VALE DO RIO DOCE GROUP, PETROCHEMICAL GROUP, PETROBRAS GROUP AND INFRAERO GROUP” DOCUMENTO ALTAMENTE LESIVO AO BRASIL VAZOU NA MÍDIA INTERNACIONAL EM ABRIL DE 1990 E AQUI NO BRASIL FOI DIVULGADO PELO JORNAL EMPRESARIAL “RR- RELATÓRIO RESERVADO” EM ABRIL DE 1990 GEROU UMA ENORME REVOLTA NA LA ANACIONALISTA DOS MILITARES.

ESSE PROCESSO DE ENTREGUISMO FOI INTERROMPIDO “TEMPORARIAMENTE” POR CAUSA DE UMA SEGUNDA DENÚCIA DE CORRUPÇÃO DO “QUADRILHÃO” DOS 300 POLÍTICOS QUE JÁ HAVIAM SIDO DENUNCIADOS EM 1988 PASMEM 30 ANOS ATRÁS AINDA NO GOVERNO SARNEY NA “CPI ESQUEMA DO ORÇAMENTO” MAIS CONHECIDA COMO “CPI DOS ANÕES DO CONGRESSO E DA CÂMARA DOS DEPUTADOS” (“OS 300 PICARETAS” MENCIONADOS NA MÚSICA DOS PARALAMAS DO SUCESSO: TEMER, GEDDEL, ROMERO JUCÁ, O GATUNO ANGORÁ MOREIRA FRANCO, JOSÉ CHIRICO SERRA, AÉCIO CHEIRA NEVES, CAIADO, JOAQUIM RORIZ, ROBERTO ARRUDA, HENRIQUE ALVES, JOÃO ALVES E MUITOS OUTROS ). A DENÚNCIA FEITA EM 1988 AO FINAL DO GOVERNO SARNEY ENVOLVIA PELO ECONOMISTA DO CONGRESSO NACIONAL SR JOSÉ CARLOS LOFRANO E A ESPOSA SRA ELISABETE LOFRANO ASSESSORA DA MINISTRA CORRUPTA DE SARNEY NO MEC SRA DOROTEIA WERNECK CULMINOU COM O ASSASSINATO DE ELISABETE LOFRANO PARA “QUEIMA DE ARQUIVOS” E A “CPI DOS ANÕES” ACABOU EM PIZZA NO JUDICIÁRIO EM BRASÍLIA.

O QUADRILHÃO, A ODEBRECHT, A REDE GLOBO E O ASSASINATO DO GOVERNADOR DO ACRE NO HOTEL DELLA VOLPE

O GOVERNO COLLOR FOI INTERROMPIDO COM IMPEACHMENT POR CAUSA DE UMA NOVA DENÚNCIA ENVOLVENDO OS MESMOS 300 POLÍTICOS CORRUPTOS DO “QUADRILHÃO DA CORRUPÇÃO” DENÚNCIA FEITA PELO JOVEM GOVERNADOR DO ACRE EDMUNDO PINTO (COM APENAS 34 ANOS DE IDADE) ELE DENUNCIOU EM MAIO DE 1992 (PASMEM HÁ 25 ANOS) O MESMO ESQUEMA DO “QUADRILHÃO DOS ANÕES DO CONGRESSO E DA CÂMARA DOS DEPUTADOS” O ESQUEMA ODEBRECHT E ESQUEMA COLLOR PC FARIAS. ESSA FOI A PRIMEIRA VEZ QUE FOI CITADO O “ESQUEMA DEPROP DE EMÍLIO ODEBRECHT PUBLICAMENTE NO BRASIL” EM MAIO DE 1992. O JOVEM GOVERNADOR DO ACRE FOI ASASSINADO COM TIROS NA CABEÇA NA MADRUGADA DO DIA 17 DE MAIO DE 1992 NO HOTEL DELLA VOLPE EM SÃO PAULO (AV PAULISTA), PASMEM, DOIS DIAS ANTES DE DEPOR NA “CPI ODEBRECHT E ESQUEMA COLLOR PC FARIAS” . O CRIME FOI ABAFADO POR UM DOS DENUNCIADOS, O ENTÃO SECRETÁRIO DA SEGURANÇA DO GOVERNO FLEURY SR MICHEL TEMER LIDER DO PMDB EM SP. O GERENTE DO HOTEL DELLA VOLPE SR CELSO RUSSOMANO CONCEDEU ENTRREVISTA NO PROGRAMA POLICIAL “AQUI E AGORA” E TEVE UMA POSTURA DE DEFESA DOS ASSASSINOS ALEGANDO QUE O GOVERNADOR TERIA “REAGIDO” A SER ARROMBADA A PORTA DO APARTAMENTO ONDE ESTAVA HOSPEDADO. O MAIS CURIOSO É QUE A ODEBRECHT ALUGOU TODOS OS APRTAMENTOS DO HOTEL DELLA VOLPE SITUADOS AO LADO DO 704 ONDE ESTAVA O GOVERNADOR DO ACRE ASSASSINADO. CELSO RUSSOMANO SAIU DA REDE HOTELEIRA NO MÊS SEQUINTE E INGRESSOU NA CARREIRA POLÍTICA, CERTAMENTE COMPENSADO PELO “QUADRILHÃO DA CORRUPÇÃO”
Devido ao assassinato do jovem governador do Acre em 17/05/1992 que denunciou o ESQUEMA ODEBRECHT E COLLOR PC FARIAS o então presidente da Câmara dos Deputados sr Ulysses Guimarães abriu um processo de IMPEACHMENT DE FERNANDO COLLOR mas Collor renunciou meia hora antes de encerrar o processo (devidamente orientado pelo seu advogado Dávila (que foi posteriormente assassinado num simulado crime familiar supostamente por herança) PC Farias fugiu para a Tailândia e só foi capturado no ano seguinte em Bankok mas foi morto no Brasil para “queima de arquivos” do quadrilhão da corrupção. Ulysses Guimaraes também foi vitimado como foi TEORI ZAVASCHI ele sofreu um acidente aéreo em Angra dos Reis e a CPI ODEBRECHT E ESQUEMA COLLOR PC FARIAS acabou em pizza no STF em Brasília.
Itamar, vice de Collor, assumiu o governo governando no ostracismo, ele nomeou FHC como ministro das relações exteriores que conspirou contra o BRASIL assinado em 15/03/1993 o sinistro CONSENSO DE WASHINGTON E DIÁLOGO INTERAMERICANO dois golpes fatais contra a soberania na América Latina, Entretanto o golpe maior veio em 1994 na época que o PLANO REAL do ministro da fazenda RUBENS RICÚPERO deveria assinar as cédulas do plano que já completava hum ano de existência. O plano Real foi editado por Rubens Ricupero em 01/06/1993 e em 01/0/06/1994, pasmem em plena “campanha presidencial” o RUBENS foi vitimado por um GOLPE tramado na REDE GLOBO. Uma entrevista armada na GLOBO foi ao ar e o repórter provocou o ministro da fazenda e ele reagiu com resposta curta e grossa
FHC FOI MUITO MAIS ESPERTO PARA BLINDAR CORRUPÇÃO: CRIOU EM 1995 “TEIA TUCANA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA”

A TEIA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA foi criada por FHC, com ajuda do então chefe do STF sr Gilmar Mendes (um dos beneficiados no Mensalão Tucano) e do seu PGR sr Geraldo Brindeiro (Engavetador Geral da República da era FHC arquivou 45 CPIs e o MENSALÃO TUCANO em MG e o caso BANESTADO NO PARANÁ).

Brindeiro era primo do vice de FHC sr Marco Maciel (jagunço do PFL atual DEMO) e amigo pessoal de FHC indicou um ALIADO para o cargo de “juiz blindador” no JUDICIÁRIO DO PARANÁ o sr Sérgio Fernando Moro, parente dos tucanos fundadores do PSDB no Paraná e donatários do poder no estado srs OSVALDO MALUCELLI MORO e JOEL MALUCELLI donos do PARANÁ BANCO, GRUPO MALUCELLI, CONSTRUTORA J MALUCELLI, COLIGADA DA REDE GLOBO NO PARANÁ,

Durante o governo FHC os “juízes blindadores” do PARANÁ onde ocorreu o “ESCÂNDALO BANESTADO” QUE SEGUNDO REQUIÃO (DISCURSO NO SENADO DISPONÍVEL NO YOUTUBE EM 30/09/2015) E JANDIRA FEGALI FOI MAIOR CRIME TUCANO E MAIOR ROUBALHEIRA DA HISTÓRIA DA REPÚBLICA e o Engavetador Geral da República e o STF Gilmar Mendes agiram para blindar o CASO BANESTADO, OS DOLEIROS ENVOLVIDOS NO BANESTADO E O QUADRILHÃO de 300 políticos picaretas e vira latas obedientes a FHC no desmonte do estado nacional a mando do FMI e Consenso de Washington.

GGN: “O ESCÂNDALO BANESTADO NO PARANÁ: 125 BILHÕES DE DÓLARES E UMA CONTA CHAMDA TUCANO CH J&T”

O JUIZ SERGIO MORO FOI O PRINCIPAL ATOR NA ERA FHC PARA BLINDAGEM DO ESCÂNDALO BANESTADO

O delegado da PF José Castilho Neto prendeu na LAVANDERIA DO BANCO DO ESTADO DO PARANÁ -BANESTADO em 1997, 1999 e 2002 em Foz do Iguaçu uma quadrilha de 70 doleiros comandados pelo doleiro tucano ALBERTO YOUSSEF e OLGA YOUSSEF e ADIR ASSAD , os “office-boys” dos demo tucanos e de Janene na lavagem de MEIO TRILHÃO DE REAIS – PROPINAS DAS PRIVATARIAS TUCANAS conhecido como ESCÂNDALO BANESTADO (Janene era então vice-presidente do PP de Paulo Maluf ele era o braço dos demo tucano no escândalo e na corrupção tucana ao lado de Aécio Cheira Neves, Sérgio Guerra, o vampirão Michel Temer, Geddel, CAIADO, Beto Mansur, Romero Jucá, o mega corrupto lesa pátria sr José Chirico Serra, o assaltante do trem pagador da RFFSA sr Aloísio Nunes, Eliseu Quadrilha e o Gatuno Angorá Moreira Franco os chefões do quadrilhão)

Entre 1997 e 2002 o Judiciário do PARANÁ manteve soltos Alberto Youssef e TODOS os 70 doleiros presos na OPERAÇÃO MACUCO, OPERAÇÃO CARIBE, OPERAÇÃO CAYMAN, OPERAÇÃO BANQUEIRO dos delegados José Castilho Neto, Paulo de Tarso, Vicente Chelotti e Protógenes Queiroz. Os delegados foram ferozmente perseguidos no governo FHC e foram afastado das investigações mas coube o juiz Sergio Moro manter o caso abafado e os 70 doleiros soltos incluindo Alberto Youssef um velho conhecido dos irmãos tucanos ÁLVARO DIAS e OSMAR DIAS que usaram o avião de Alberto Youssef nas campanhas para o senado em 2009 e foram financiados com 500 milhões de reais (MEIO BILHÃO) em verbas públicas desviadas pelo prefeito de Maringá sr GIANOTO e pelo então secretário das finanças de Maringá LUIZ ANTONIO PAOLICCHI esse último foi assassinado em 2011 para queima de arquivos, metralhado, seu corpo foi deixado num porta mala de um carro no centro de Maringá, LUIZ PAOLICCHI ERA MARIDO DE ALBERTO YOUSSEF e amigo pessoal dos tucanos em Maringá e do sócio de Sergio Moro sr Carlos Zucoloto.

A ESPOSA DE CARLOS FERNANDES SANTOS LIMA SRA VERA LIMA ERA FUNCIONÁRIA DO BANESTADO E ATUOU NA LAVAGEM DE 125 BILHÕES EM PROPINAS DAS MULTINACIONAIS REMUNERADAS NO BANESTADO A 300 POLÍTICOS OBEDIENTES A FHC. ISSO EXPLICA PORQUE CARLOS FERNANDES ESCONDEU PROVAS ENTRE 1997 E 2002 E QUASE FOI PRESO PELOS DELEGADOS DA PF NA OPERAÇÃO MACUCO E OPERAÇÃO CAYMAN E NA CPI BANESTADO QUE FOI ARQUIVADA EM 2003 COM AJUDA DE JOSÉ MENTOR SEM EMITIR UM RELATÓRIO SEQUER.

A ESPOSA DE SERGIO MORO SRA ROSANGELA WOLFF QUADROS MORO ADVOGOU PARA OS POLÍTICOS TUCANOS NO CASO BANESTADO E ADVOGADA DA SHELL A MAIOR ENVOLVIDA NO PAGAMENTO DE PROPINAS NO BANESTADO JUNTO COM A SIEMENS, BHP SAMARCO, CHEVRON, EL PASO, ENRON, BRITISH PETROLEUM, EXXON MOBIL, AES AMERICAN ENERGY SISTEMS E LIGHT NOS “APAGÕES DE FHC” ELAS REMUNERARAM O GENRO DE FHC O CORRUPTO SR DAVID ZYLBERSZTAJN (ENVOLDIDO NO DESASTRE DA P-36 JUNTO E NA FALÊNCIA DA VARIG COM O SEU COMPARSA GERAMN EFRAMOVITCH DONO DA AVIANCA E DA OCEANAIR) E O FILHO DE FHC SR PHC EM PROPINAS BILIONÁRIAS NO PANAMÁ PAPERS A SINISTRA CONTA TUCANO E CONTA CH J&T NO ESCANDALO BANESTADO. OS AUDITORES DA SHELL QUE VIERAM AO BRASIL EM 2002 FORAM ASSASSINADOS NO RIO DE JANEIRO ELES DESCOBRIRAM AS LIGAÇÕES ENTRE DAVID E A SHELL NOS LEILÕES FRAUDULENTOS DA ANP

COMO AFIRMOU JANDIRA FEGALI: O BANESTADO E A LAVA JATO SÃO UMA FEITIÇO DO TEMPO E ENVOLVEM OS MESMOS PROCURADORES OS MESMOS JUIZES E OS MESMOS DOLEIROS E OS MESMOS 300 POLÍTICOS HÁ 20 ANOS!!

bibliografia

1- A OUTRA HISTÓRIA DA LAVA A JATO, Paulo Moreira Leite, 2015
2- FHC, CRISE, DECADÊNCIA E CORRUPÇÃO, H Fontana, 1998
3- A PRIVATARIA TUCANA, Amaury Junior, 2005
4- O MAPA DA CORRUPÇÃO NO GOVERNO FHC, Larissa Burtoni
5- A HISTÓRIA SECRETA DA REDE GLOBO, Daniel Herz, 1978
6- A PATRIA PEDE SOCORRO, brigadeiro Ivan Frota, 1995
7- O OUTRO LADO DA MOEDA, O CRUZADO E AS PRESSÕES DA CIA, Funaro e Eric Nepomuceno
8- TARDE DEMAIS PARA ESQUECER, Benedito C Bonfim
9- QUEM PAGOU A CONTA, Sebastião Nery
10- youtube: BILL CLINTON PASSOU SERMÃO EM FHC PELA CORRUPÇÃO NO ESCANDALO BANESTADO USOU AGENCIA DE NEW YORK PARA LAVAR 125 BILHÕES DE DÓLARES EM PROPINAS DAS PRIVATARIAS TUCANAS

Responder

    do

    04 de janeiro de 2018 às 07h39

    WTF???Parte 4,eu posso fazer isso o dia inteiro Moreno e Lucy,são menos palavras.

    Responder

Carlos

31 de dezembro de 2017 às 19h30

De graça esse livro é caro !

Responder

    do

    04 de janeiro de 2018 às 07h44

    Carlos ,não apagaram seu comentário?Esses blogs ¨espontâneo¨ e de ¨graça¨
    igual esse livro do filósofo a favor do PT,tem esse hábito democrático.

    Responder

Reginaldo Gomes

31 de dezembro de 2017 às 09h54

O judiciário deve ser dissolvido pelo parlamento, e refeito com juízes eleitos pelo povo. A verdadeira democracia com a equivalência dos poderes. Tirar do judiciário o status de poder inferior , secundário e acessório do poder político e igualar ele ao poder político. Todos emanados pelo povo.

Responder

Moreno

30 de dezembro de 2017 às 20h05

Dois bandidos e traidores. o juiz tucano Joaquim Barbosa devolveu o “helicoca” a aeronave dos senadores traficantes Aécio e Perrela e em 2012 ele ganhou um apartamento milionário em Miami em 12 de abril de 2012 dos corruptos pois arquivou na AP-470 o assassinato das “laranjas” do “Mensalão Tucano” (Mensalão Mineiro” sra Cristiane Aparecida e sra Mirtes, foram brutalmente mortas em BH. Cristiane Aparecida transportou durante o governo FHC e Azeredo centenas de malas de dinheiro do esquema Valerioduto, “Esquema de Furnas” e “Mensalão Tucano” e foi assassinada para “queima de arquivos”. A sra Marina Silva, essa bruxa que já foi inúmeras vezes denunciada como “testa de ferro” das mineradoras inglesas certamente entregará a Amazônia. Isso explica porque a falsa ambientalista sequer apareceu em Minas Gerais e Espírito Santo na época do maior desastre da industria de mineração do mundo ocorrido em Mariana e também das petrolíferas americanas ela armou aquele “cavalo de tróia” para roubar votos do candidato Eduardo Campos para repassar para o senador traficante e ladrão mega delatado sr Aécio Cheira Neves.

O JUIZ TUCANO FOI TREINADO SÉRGIO MORO FOI TREINADO PELA CIA EM 2009 (BRIDGE PROJECT) PARA DESMONTAR O ESTADO NACIONAL E ENTREGAR AS MAIORES RIQUEZAS NATURAIS DO BRASIL E MONTAR A LAVA A JATO COM OS MESMOS PERSONAGENS OS 300 POLÍTICOS E OS 70 DOLEIROS DO ESCANDALO BANESTADO (1995-2002).

ESSE DOLEIRO ALBERTO YOUSSEF TEM FORTUNAS NO BRASIL E NO EXTERIOR QUE NUNCA FORAM CONFISCADAS PELO JUIZ TUCANO SERGIO MORO NEM SEQUER CITADAS PELOS PROCURADORES TUCANOS DAS BOLOTAS.
ALBERTO YOUSSEF FOI OFFICE-BOY DOS IRMÃOS TUCANOS ALVARO DIAS E OSMAR DIAS (OS “IRMÃOS METRALHA ÁLVARO E OSMAR DIAS” TUCANOS MAIS CORRUPTOS DO PARANÁ ESTÃO ENVOLVIDOS COM ALBERTO YOUSSEF HÁ 20 ANOS E OUTROS 70 DOLEIROS NA MORTE DO SECRETÁRIO DAS FINANÇAS DE MARINGÁ LUIZ PINHEIRO PAOLUCCI MORTO METRALHADO E COLOCADO NUM PORTA MALAS EM MARINGÁ APÓS DESVIAR 500 MILHÕES DER REAIS DA PREFEITURA DE MARINGÁ PARA CAMPANHAS TUCANAS E O MESMO YOUSSEF DA LAVA A JATPO É O PRINCIPAL PERSONAGEM DO ESCÂNDALO BANESTADO QUE SERGIO MORO E CARLOS FERNANDES BLINDARAM EM 1997, 1999 E 2002 MANTENDO SOLTO O DOLEIRO “OFFICE-BOY” DOS TUCANOS NO “PROPINODUTO DAS PRIVATARIAS TUCANAS). ALBERTO YOUSSEF TEM PATRIMÔNIO NO BRASIL AVALIADO EM 50 MILHÕES DE REAIS (UM JATO EXECUTIVO QUE FOI ALUGADO PARA OS IRMÃOS METRALHA ÁLVARO DIAS E OSMAR DIAS E OUTROS TUCANOS DO PARANÁ AVALIADO EM 20 MILHÕES DE REAIS, CONTAS SECRETAS MILIONÁRIAS NO CARIBE, IMÓVEL MILIONÁRIO EM MARINGÁ, UM IMÓVEL MILIONÁRIO EM CURITIBA NO BATEL E UM IMÓVEL MILIONÁRIO EM SÃO PAULO NO LUXUOSO BAIRRO ITAIM BIBI – PASMEM – MORO SOLTOU YOUSSEF TRÊS VEZES NO ESCÂNDALO BANESTADO EM 1997, 1999 E 2002 E DEPOIS NA LAVA A JATO OUTRAS DUAS VEZES MAS NUNCA CONFISCOU OS BENS DO TAL YOUSSEF QUE ATUOU NO GOVERNO FHC NO “PROPINODUTO DAS PRIVATARIAS TUCANAS” ELE ERA UMA ESPÉCIE DE “OFFICE-BOY” DE JANENE E DOS TUCANOS NO BANESTADO. A ESPOSA DE SERGIO MORO ADVOGOU PARA OS TUCANOS POR DÉCADAS E PARA A PETROLÍFERA SHELL A MAIOR PAGADORA DE PROPINAS NO BANESTADO QUE MATOU SEUS AUDITORES EM 2002 (ZERA TODD STAHELI E MICHELE STAHELI MORTOS NO RIO DE JANEIRO APÓS INVESTIGAR O ENVOLVIMENTO DA SHELL DO BRASIL EM CORRUPÇÃO E NAS PRIVATARIAS E COMPRAS ILÍCITAS DE BLOCOS PETROLÍFEROS NA BACIA DAS ALMAS PAGANDO PROPINAS AO CORRUPTO FILHO PHC – PAULO HENRIQUE CARDOSO E VERÔNICA SERRA E ALEXANDRE BOURGEOIS E JOSÉ CHIRICO SERRA E RICARDO SÉRGIO DE OLIVEIRA QUE TEM NEGÓCIOS E FORTUNAS BILIONÁRIAS LAVADAS NO “PANAMÁ PAPERS” NO ESQUEMA “MOSSAK FONSECA”. A SRA NELCI VETTE É A REPRESENTANTE DO SINISTRO MOSSAK FONSECA E TAMBÉM A VERDADEIRA DONA DO TAL TRIPLEX DE GUARUJÁ QUE BUZINOU NA MÍDIA COMPRADA POR TRÊS ANOS SEGUIDOS POIS O JUIZ TUCANO (APARENTE DE TUCANOS E DONOS DO ESTADO DO PARANÁ (SRS IDELBRANDO MORO, OSVALDO MALUCELLI MORO E JOEL MALUCELLI) ATRIBUIU A LULA POR QUASE TRÊS ANOS E ESTOUROU AS PORTAS DO APARTAMENTO DE LULA PARA TENTAR FABRICAR PROVAS FALSAS CONTRA O EX-PRESIDENTE.
TAMBÉM ESTÁ ENVOLVIDO NESSE COMANDO DA CORRUPÇÃO NO GOVERNO FHC O PROPRIO GENRO CORRUPTO DE FHC SR DAVID ZYLBERSZTAJN VIA ESQUEMA BANESTADO E VIA EMPRESA DE FACHADA “DZ ENERGIA” DENUNCIADO NA “OPERAÇÃO MACUCO” EM PESADO ESQUEMA DE CORRUPÇÃO E BENEFICIADO EM CONTAS SECRETAS CONJUNTAS COM OS FAMILIARES DE FHC (CONTA TUCANO, CONTA MARÍLIA E CONTA CH J&T: LIVROS “A PRIVATARIA TUCANA”, “FHC CRISE DECADÊNCIA E CORRUPÇÃO” E “O MAPA DA CORRUPÇÃO NO GOVERNO FHC” )

FUNARO COLOCA OS GOLPISTAS EM ESTADO DE ALERTA;NOVAS DENÚNCIAS DEVERÃO GERAR IMPEACHMENT CONTRA TEMER QUE JÁ GASTOU BILHÕES DE REAIS PARA COMPRAR VOTOS PARA BARRAR A PRIMEIRA DENÚNCIA.

FUNARO, DOLEIRO OPERADOR DAS PROPINAS DO PMDB, ENTREGOU MICHEL TEMER, AÉCIO, JOSÉ SERRA E CUNHA OS CHEFES DA QUADRILHA DO PMDB E DO PSDB E CENTENAS DE CORRUPTOS, ELE REVELOU AS CONTAS SECRETAS BILIONÁRIAS DE EDUARDO CUNHA (PASMEM OS RELATÓRIOS DO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DA SUIÇA JÁ FORAM ENVIADOS EM 2015 E NADA FOI FEITO PARA REPATRIAR O DINHEIRO ROUBADO POR CUNHA, AO CONTRÁRIO, SERGIO MORO ABSOLVEU CLÁUDIA CUNHA E MANTEVE SUAS CONTAS SECRETAS 240 MILHÕES DE DÓLARES, PASMEM, CONTAS QUE MOVIMENTADAS POR CLÁUDIA CUNHA) E AS CONTAS BILIONÁRIAS DE FHC (CH, J&T), MICHEL TEMER, KASSAB, VERÔNICA SERRA, E MUITOS OUTROS CORRUPTOS QUE VEM ROUBANDO O BRASIL DESDE 1986 (ESQUEMA DO ORÇAMENTO DOS ANÕES DO CONGRESSO E DA CÂMARA QUE MOTIVOU MUITOS ASSASSINATOS DE QUEIMA DE ARQUIVO COMO A MORTE DO GOVERNADOR DO ACRE EDMUNDO PINTO DENUNCIOU OS 300 POLÍTICOS ENTRE 1988 E 1992 E FOI MORTO) ENTRE OS ANÕES ENVOLVIDOS NA CORRUPÇÃO HÁ 30 ANOS ESTÁ A QUADRILHA DE MICHEL TEMER, OS CORRUPTOS ROMERO JUCÁ, AÉCIO CHEIRA NEVES, FHC, KASSAB, GEDDEL VIEIRA, PADILHA, CAIADO, BETO MANSUR (COMPARSA DE TEMER NA PRIVATARIA DO PORTO DE SANTOS), RICARDO SÉRGIO DE OLIVEIRA O PRIMO DE SERRA, O GATUNO ANGORÁ MOREIRA FRANCO ROMERO JUCÁ, JOSÉ CHIRICO SERRA (CONTAS EM NOME DA FILHA VERÔNICA E DO GENRO ALEXANDRE BOURGEOIS, TESTAS DE FERRO NAS PRIVATARIAS) E MUITOS OUTROS CRIMES E ESCÂNDALOS DAS PRIVATARIAS TUCANAS ABAFADOS NA ERA FHC NO PARANÁ (BANESTADO) E EM MINAS GERAIS (MENSALÃO TUCANO E ESQUEMA DE FURNAS) E A VERGONHOSA PRIVATARIA DAS TELES RENDERAM FORTUNAS PARA O ENTÃO PRESIDENTE DA TELERJ E FAMILIARES DE SERRA (CUNHA PRESIDIU A TELERJ NA ÉPOCA) E A ESCANDALOSA PRIVATARIA DA VALE DO RIO DOCE QUE RENDEU FORTUNAS A FAMILIARES DE JOSÉ SERRA, A ENTREGA DE CAMPOS PETROLÍFEROS NA ERA FHC FEITAS PELO CORRUPTO GENRO SR DAVID ZYLBERSZTAJN RENDERAM FORTUNA A DAVID E PHC FILHO DE FHC NO PANAMÁ PAPERS, E A CRIMINOSA PRIVATARIA DO PORTO DE SANTOS RENDERAM BILHÕES DE DÓLARES PARA OS RATAZANAS MICHEL TEMER E ROCHA LOURES (OPERAÇÃO CAIXA DE PANDORRA TEMER, ENTÃO PRESIDENTE DA CÂMARA NA ERA FHC, GANHOU BILHÕES EM PROPINAS NA SUÍÇA E CONTINUOU EXTORQUINDO EMPRESÁRIOS)

Isso explica porque Sérgio Moro, o pavão de Curitiba, NUNCA CONFISCOU OS BENS DE ALBERTO YOUSSEF (um jatinho executivo de 20 milhões de reais que foi alugado por quase 20 anos para os tucanos do Paraná, um imóvel milionário em Maringá, um imóvel milionário em Curitiba e um imóvel milionário em São Paulo bairro Itaim Bibi zona sul da cidade e contas secretas milionárias nas Ilhas Cayman, Panamá junto com familires de Serra e FHC) E DO CORRUPTO LÍDER DO GOLPE SR EDUARDO CUNHA (240 milhões de reais = 60 milhões de dólares – o Credit Suisse Bank provou e enviou ao Brasil aos cuidados de Janot revelam registros de movimentação das contas milionária feitas por Cláudia Cunha mas SÉRGIO MORO PARA MANTER A COMPRA DO SILÊNCIO PASMEM ABSOLVEU A SRA CUNHA) e ainda manteve SIGILIO ABSOLUTO na delação de EDUARDO CUNHA comparsa do golpe de Temer e esse juiz foi o mesmo que há 20 anos (1997).
Sergio Moro blindou o maior escândalo de corrupção da república BANESTADO e soltou Alberto Youssef em 1997, 1999 e 2002 na OPERAÇÃO MACUCO (delegado José Castilho Neto prendeu doleiros após investigções das lavagens de propinas bilionárias das PRIVATARIAS TUCANAS), o juiz e o procurador Carlos Fernandes e Delagonal soltaram os doleiros presos na era FHC e ainda e blindou com ajuda do chefe do STF na era FHC sr Gilmar Mendes os mesmos 300 políticos corruptos demo-tucanos, PP, PMDB e PSDB obedientes a FHC e remunerados pelas multinacionais em 125 bilhões de dólares, dinheiro sujo da corrupção lavado via CONTA TUCANO E CONTA CH J&T (MEIO TRILHÃO DE REAIS) e remetido entre 1995 e 2002 para contas secretas de familiares de FHC (PHC e David Zylbersztajn) para a Suíça, Ilhas Cayman, Bahamas e Panamá (Panamá Papers) . A esposa de Sérgio Moro sra Rosângela Wolff Quados Moro (mulher do “Pavão Misterioso treinado pela CIA em 2009” (CIA 2009 BRIDGE PROJECT COERCITIVE TORTURES PROCEDURES para ajudar as petrolíferas a entregar o maior campo gigante do planeta o PRESAL) advogou para os tucanos envolvidos no BANESTADO e também para a multinacional Shell a maior pagadora de propinas no ESQUEMA BANESTADO para o genro de FHC na ANP e a mulher de Carlos Fernandes trabalhou na LAVANDERIA DO BANESTADO e o procurador foi investigado pelo delegado José Castilho Neto e só não foi preso porque o corrupto chefe do STF na era FHC e o corrupto PGR de FHC sr GERALDO BRINDEIRO, o engavetador Geral da República de FHC abafou ferozmente entre 1997 e 2002 todas as investigações da OPERAÇÃO MACUCO (macuco, nome sugestivo escolhido pela PF em 1997, é um pássaro astuto e destruidor como os tucanos) e OPERAÇÃO BANQUEIRO do delegados Castilho e Protógenes Queiróz. Pobre Brasil essa quadrilha vem saqueando o país há 30 anos, entregaram para o capital estrnageiro 137 empresas nacionais nas PRIVATARIAS TUCANAS em troca de MEIO TRILHÃO DE REAIS EM PROPINAS PAGAS A FHC, SERRA E OUTROS 300 POLÍTICOS PICARETAS BLINDADOS POR SERGIO MORO NO ESCÂNDALO BANESTADO.
MICHEL TEMER ESTÁ ENVOLVIDO EM DEZENAS DE ESCÂNDALOS DE CORRUPÇÃO: OPERAÇÃO PANDORRA, OPERAÇÃO CASTELO DE AREIA, OPERAÇÃO FRAUDE DO PAINELO DO CONGRESSO, MENSALÃO TUCANO, MENSALÃO DO DEM, O ESCÂNDALO DA PRIVATARIA DO PORTO, EXTORSÃO A EMPRESÁRIOS (OS ESCÂNDALOS DAS MALAS DE DINHEIRO) COMO O GRUPO FRIBOI, E CENTENAS DE CASOS DE CORRUPÇÃO DESDE O INÍCIO DA NOVA REPÚBLICA E ELE FOI O LIDER DO PMDB EM SP QUANDO FOI ASSASSINADO O JOVEM GOVERNADOR DO ACRE EDMUNDO PINTO QUE DENUNCIOU PELA PRIMEIRA VEZ NO BRASIL O “ESQUEMA COLLOR PC FARIAS E O ESQUEMA DEPROP DA ODEBRECHT” CONFIRAM O VÍDEO DO JORNALISTA DO ACRE ALTINO MACHADO “A ODEBRECHT E A MORTE DO GOVERNADOR DO ACRE EM 18 DE MAIO DE 1992, MORTO NO HOTELO DELLA VOLPE COM TIROS NA CABEÇA” TEMER ERA O PRINCIPAL DELATADO EM SP E ELE ERA O SECRETÁRIO DO GOVERNO DO PMDB ANTONIO FLEURY QUE ABAFOU AS INVESTIGAÇÕES DA MORTE DO JOVEM GOVERNADOR QUE DENUNCIOU O ESQUEMA DA ODEBRECHTR PASMEM HÁ 30 ANOS ATRÁS, E OS MESMOS 300 POLÍTICOS BLINDADOS POR SERGIO MORO NO “ESCÂNDALO BANESTADO” (MAIOR ESQUEMA DE CORRUPÇÃO DA REPÚBLICA ENVOLVE OS MESMOS DOLEIROS SOLTOS POR SERGIO MORO EM 12997, 1999 E 2002 E OS MESMOS PROCURADORES E O MESMO JUIZ TUCANO SÉRGIO MORO PARENTE DE TUCANOS DE ALTA PLUMAGEM NO PARANÁ> OSVALDO MALUCELLI MORO, HIDELBRANDO MORO E JOEL MALUCELLI, “SUPLENTES DOS TUCANOS MAIS CORRUPTOS DO PARANÁ OS IRMÃOS METRALHA QUE USARAM O AVIÃO DE ALBERTO YOUSSEF E ROUBARAM 500 MILHÕES DA PREFEITURA DE MARINGÁ E MANDANTES DO ASSASSINATO DO SECRETÁRIO DAS FINANÇAS DO PARANÁ
LUIZ PINHEIRO PAOLUCCI, OS GANGSTERS TUCANOS ALVARO DIAS E OSMAR DIAS, ELES DESVIARAM HÁ 15 ANOS ATRÁS 500 MILHÕES EM MARINGÁ COM AJUDA DE YOUSSEF, USARAM O AVIÃO DO DOLEIRO NAS CAMPANHAS PARA O SENADO E AINDA FORAM OS MANDANTES DO ASSASSINATO DE PAOLUCCI SEU CORPO FOI METRALHADO E DEIXADO A MOSTRA NUM PORTA MALAS DE UM CARRO NO CENTRO DE MARINGA, PAOLUCCI FOI SÓCIO DE SERGIO MORO NO ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA TRIBUTARIA E ELE ERA HOMOSSEXUAL MARIDO DE ALBERTO YOUSSEF, PORTANTO YOUSSEF ERA UM VELHO CONHECIDO DOS TUCANOS DO PARANÁ E DE SERGIO MORO DESDE O ESCÂNDALO BANESTADO, E AINDA TEVE UMA MORTE TRÁGICA MORREU METRALHADO A MANDO DOS IRMÃOS METRALHA ÁLVARO DIAS E OSMAR DIAS APÓS AJUDAR OS TUCANOS A ROUBAR 500 MILHÕES DE REAIS DE MARINGÁ, PASMEM ELES AJUDARAM A CIA A DERRUBAR FERNANDO LUGO, USARAM O JATO DE YOUSSEF E RECENTEMENTE CRIARAM O PARTIDO “PODEMOS” O MESMO NOME DE UM CORRUPTOS DAS ELITES DA ESPANHA PARA FINGIR QUE SÃO OPOSITORES DO LADRÃO DE MALAS MICHEL TEMER ). E POR MALAS É BOM CHECAR AS MALAS DE TEMER NA VOLTA DA CHINA, ELE FOI LÁ “FAZER NEGÓCIOS DA CHINA” E ENTREGAR UMA RESERVA NA AMAZÔNIA RICA EM NIÓBIO E TITÂNIO E ENTREGAR AS LINHAS DE TRANSMISSÃO E AS USINAS HIDRELÉTRICAS DA ELETROBRAS, PASMEM, O VAMPIRÃO VAI RECEBER NOVAS PROPINAS BILIONÁRIAS ATUANDO COMO “CORRETOR DAS RESERVAS MINERAIS, METAIS NOBRES E RESERVAS PETROLÍFERAS DO PRESAL DO BRASIL” COM AJUDA DO AGENTE DA CIA SR SERGIO MORO E OS DONATÁRIOS DO PODER NO PARANÁ O GRUPO MALUCELLI, OS CORRUPTOS IRMÃOS METRALHA (OSMAR DIAS E ALVARO DIAS), OSVALDO MALUCELLI MORO E JOELA MALUCELLI DOBNOS DO PARANÁ BANCO, REDE GLOBO DO PARANÁ E
Se o sr Sérgio Moro e os procuradores envolvidos no caso BANESTADO não tivessem soltado os 70 doleiros e nem blindados os 300 políticos há 20 anos atrás a OPERAÇÃO LAVA A JATO (LAVA RATOS) sequer teria existido pois envolvem os mesmos 70 doleiros, os mesmos juízes e os mesmos procuradores, UM GOLPE DE MESTRE DA TEIA DE PROTEÇÃO JUDICIÁRIA CRIADA ´POR FHC E GERALDO BRINDEIRO EM 1995″, e envolve o mesmo doleiro paranaense o gangster e “OFFICE-BOY” dos tucanos na corrupção sr Alberto Youssef um velho conhecido dos tucanos nas lavagens do PROPINODUTO DAS PRIVATARIAS TUCANAS REMUNERADAS PELAS MULTINACIONAIS NO BANCO DO ESTADO DO PARANÁ, UMA MEGA FORTUNA DE 125 BILHÕES DE DÓLARES- MEIO TRILHÃO DE REAIS- CENTENAS DE VEZES MAIOR QUE A SUA DERIVADA LAVA JATO.
CENAS DE GANGSTERISMO E ASSASSINATOS DE QUEIMA DE ARQUIVOS também marcaram a era FHC nos governos tucanos em MINAS GERAIS pois em 1998 o então governador tucano sr Eduardo Azeredo criou em conluio com GERALDO BRINDEIRO, GILMAR MENDES (STF DA ERA FHC E TEMER COMPARSAS DE FHC NA CAMARA SR AECIO NEVES CUNHA E MICHEL TEMER) O ESQUEMA “MENSALÃO TUCANO E O ESQUEMA DE FURNAS” que resultou ao final do mandato de Azeredo e FHC dois assassinatos hediondos das LARANJAS DOS TUCANOS EM MINAS GERAIS NO ESQUEMA DE FURNAS E MENSALÃO TUCANO as senhoras Cristiane Aparecida e Mirtes foram brutalmente mortas em 2002 no apagar das luzes do governo FHC para queima de arquivos pois elas transportaram CENTENAS DE MALAS DE DINHEIRO DE FURNAS (comandado por AÉCIO CHEIRA NEVES E DIMAS TOLEDO) E CEMIG (comandado por Djalma e WALFRIDO DE MARES GUIA vice de Azeredo). Esses dois assassinatos fioram arquivados pelo juiz Joaquim Barbosa na AP-470 em troca de um imóvel milionário em Miami em 12 de abril de 2012 data da sentença do mensalão que blindou os tucanos que foram os criadores do esquema em 1998. Pobre Brasil agora a CIA e a Rede Globo e a gangue de FHC planejam colocar o poder um dos irmãos metralha Alvaro Dias e Osmar Dias tendo como vice os parentes de Sergio Moro donatários do Paraná Osvaldo Malucelli Moro, Hidelbrando Moro e Joel Malucelli donos do PARANÁ BANCO, GRUPO MALUCELLI, REDE GLOBO DO PARANÁ, A BLINDAGEM DO ESCANDALO BANESTADO FEITA PELO AGENTE DA CIA E PAVÃO DO PARANÁ SR SERGIO MORO EM 1997 A 2002 E O CUIDADOSO PLANEJAMENTO DA LAVA JATO PASMEM COM OS MESMOS PERSONAGENS (DOLEIROS, POLÍTICOS, JUIZES E PROCURADORES) LEVARÁ AO PODER EM 2018 O METRALHA ALVARO DIAS QUE CRIOU O “PARTIDO PODEMOS” PARA SE ELEGER “PRESIDENTE DA REPÚBLICA REPRESENTANTE DA CIA NO BRASIL” TENDO COMO VICE SEU SUPLENTE JOEL MALUCELLI E OSVALDO MALUCELLI MORO E HIDELBRANDO MORO. O CORRUPTO TUCANALHA SR ÁLVARO DIAS PARTICIPOU TAMBÉM NA “PREPARAÇÃO DO GOLPE JUDICIÁRIO NO PARAGUAI EM 2012 PARA TREINAR O GOLPE SIMILAR NO BRASIL” DENUNCIOU O EX-AGENTE DA CIA EDWARD SNOWDEN, O ALVO PRINCIPAL FOI O PRESAL E AJUDARAM JOSÉ CHIRICO SERRA A ELABORAR A PEC-131 A MANDO DA EMBAIXADA AMERICANA E AS PETROLÍFERAS CHEVRON E EXXON MOBIL. E MINERADORAS INTERESSADAS NA EXPLORAÇÃO DO NIÓBIO, TITÂNIO E O COBRE NA SELVA AMAZÔNICA.
DELAGONAL TERÁ QUE PROVAR COMO CONSEGUIU COMPRAR DUAS CASAS NO PROJETO “MINHA CASA MINHA VIDA” RECEBENDO VENCIMDENTOS ACIMA DE 80 MIL REAIS E AINDA DESMENTIR PUBLICAMENTE O “POWERPOINT DAS BOLOTAS” POIS FOCOU NO TRIPLEX DE GUARUJÁ QUE A POLÍCIA FEDERAL DESCOBRIU NO MÊS PASSADO QUE PERTENCE A SRA NELCI VETTE, REPRESENTANTE NO BRASIL DO ESQUEMA DE LAVAGEM SINISTRO GRUPO “MOSSAK FONSECA”. O GROPO MOSSAK FONSECA DO PANAMÁ PAPERS LAVOU CENTENAS DE BILHÕES DE DÓLARES PARA POLÍTICOS CORRUPTOS DA AMÉRICA LATINA E PRINCIPALMENTE PARA O FILHO DE FHC SR PHC QUE TEM NEGÓCIOS BILIONÁRIOS NO “PANAMÁ PAPERS” E EM CONTAS SECRETAS BILIONÁRIAS JUNTO COM O GENRO DE FHC O CORRUPTO SR DAVID ZYLBERSZTAJN E PARA A CORRUPTA SRA VERÔNICA SERRA, TESTA DE FERRO DO BANQUEIRO DANIEL DANTAS NAS MARACUTAIAS DAS PRIVATARIAS TUCANAS COMO REVELOU A REVISTA FORBES EM 2015.

Responder

    Marcia Martins

    04 de janeiro de 2018 às 01h55

    Hahã. Agora me diz, quem foi que matou Celso Daniel?

    Responder

Ibere Gewehr

30 de dezembro de 2017 às 14h53

Excelente.

Responder

Rogério Freitas

30 de dezembro de 2017 às 14h40

Meu querido professor Euclides

Responder

Maria Aparecida França

30 de dezembro de 2017 às 13h12

Isto resolve na situação que está o sistema no Brasil? Não existe lógica nas injustiças mas os injustos não querem lógica pois eles so querem poder e dinheiro a qualquer preço para o povo pagar e claro.

Responder

LUIZ TAVE

30 de dezembro de 2017 às 11h06

A INDUSTRIA DOS SABOTADORES TEM RESIDENCIA FIXA EM CURITIBA ! SERA` QUE GILMAR MENDES TERIA CORAGEM DE SABOTAR AS URNAS DE 2018 ? CASO ACONTEÇA , A MIN CARMEN LUCIA, SE NAO CONJUGAR O VERBO PREVARICAR , O POVO BRASILEIRO PEDIRA` QUE ELA ACOMPANHE O MAIOR E MELHOR BLOG DO WELHITON CALAZANS E DO ROMULO , QUE LA` AS NOTICIAS SAO COM PROVAS CABAIS E JA` ESTAO NAS ENTRE LINHAS DO UNIVERSO , CONTUDO NAO FAÇA IGUAL AO MORO QUE DISSE NAO SABER O ENDEREÇO DO TACLA DURAM E QUE TAMBEM NAO SABIA QUE TINHA GRAMPEADO OS TEL DO ESCRITORIO DE ADVOCACIA DO TEIXEIRA E DO ZANIM ! MORO CABRA MENTIROSOOOO .

Responder

Paulo Oliveira

30 de dezembro de 2017 às 13h06

Murrow tá fudido. Só queria saber o que ele e o Aécio sussurravam naquela foto famosa.

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com