O Cafezinho

sexta-feira

12

janeiro 2018

10

COMENTÁRIOS

MBL passará vergonha no dia do julgamento de Lula

Escrito por , Postado em Luta pela democracia, Pedro Breier

(Ato do MBL em Brasília no dia 26/03/17: mais um vexame à vista)

Por Pedro Breier

A coluna da Mônica Bergamo de hoje traz informações sobre as movimentações do MBL para o julgamento de Lula:

TOM FESTIVO
O “CarnaLula”, ato organizado pelo MBL (Movimento Brasil Livre) em Porto Alegre (RS) no dia 24, será “a comemoração de uma decisão que já foi tomada”, diz Pedro Franco, liderança gaúcha do grupo. Para ele, há provas suficientes para confirmar a condenação do ex-presidente.

FESTIVO 2
Os organizadores esperam receber políticos da região Sul que apoiam o MBL.

O prefeito Nelson Marchezan Jr. (PSDB), que chegou a pedir o Exército e a Força Nacional na cidade, foi convidado, segundo Franco.

O pessoal do MBL, a TFP juvenil, é tão… juvenil que não percebe o absurdo de dizer que será “a comemoração de uma decisão que já foi tomada”.

Esse é o grande problema do julgamento. A decisão está tomada desde antes do processo sequer ter começado. É isso que caracteriza a violência judicial absurda, o ataque grotesco à democracia.

O MBL parou no tempo. Acredita que estamos em 2015, quando sua pose de baluarte do combate à corrupção ainda colava; quando a mídia hegemônica inflava espetacularmente os carnavais coxinhas; quando o golpe ainda não tinha acontecido e, portanto, não havia mostrado a que veio.

Esse tempo passou, meus amigos.

Depois do golpe, o apoio (muito mal) velado do MBL ao governo Temer desmoralizou o grupo.

A disparada de Lula nas pesquisas e a queda contínua da popularidade de Sergio Moro demonstra cabalmente que a população está entendendo o que aconteceu.

O “CarnaLula” (tem como ser mais ridículo que isso?) será um fiasco.

Os atos do dia 26 de março de 2017, puxados com força por Kim Kataguiri e cia., já foram absolutamente minguados. Imaginem quase um ano depois de ataques e mais ataques aos trabalhadores protagonizados pelo governo Temer e defendidos pelo MBL.

Os atos de luta – vejam bem, de luta – contra a nova fase do golpe é que bombarão no fim de janeiro.

Resta ao MBL torcer para que o “seu” prefeito, que passou vergonha pedindo exército em Porto Alegre, compareça no carnaval mais mixuruca da história. Até isso é improvável.

O mundo gira.

Que bom.

sexta-feira

12

janeiro 2018

10

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 COMENTÁRIOS

  1. Professor Mauro
  2. Pedro Rodrigues da Silva
  3. Ludmila
  4. Luiz Carlos P. Oliveira
  5. João Ferreira Bastos
  6. Carlos Augusto De Bonis Cruz
  7. Carlos Augusto De Bonis Cruz
  8. Carlos Valentin
  9. luiz paiva sousa
  10. Luiz
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com