Ciro Gomes ao vivo na Band

O fracasso econômico, social e financeiro do golpe

Por Miguel do Rosário

12 de janeiro de 2018 : 13h15

Por todos os lados que se olha, o golpe promovido por este consórcio de corruptos (Eduardo Cunha), traidores (Temer), manipuladores (Globo) e autoritários (Lava Jato), resultou numa verdadeira hecatombe!

Uma hecatombe política, social, econômica, fiscal, penal, jornalística e cultural.

As empresas estão demitindo em massa. Não adianta a mídia vir com Fake News de geração de emprego, ou tentar festejar o fato de que o Brasil agora tem mais de 500 mil pessoas vendendo comida na rua. As próprias redações estão demitindo, então a mentira da “recuperação econômica” é desmascarada pela própria realidade dos órgãos tradicionais de mídia. E olha que o governo federal nunca jogou tanto dinheiro público nas mídias tradicionais. BB, Caixa, Petrobrás, podem estar sendo destruídos, mas servem para fazer publicidade do governo nos jornalões e tvs.

E agora o Brasil vai perdendo até mesmo a sua pontuação nas agências de risco, o que mostra que as fórmulas neoliberais são um engodo para ludibriar e roubar os otários do terceiro mundo, como os brasileiros.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Darley

12 de janeiro de 2018 às 17h00

Isto é jogada porca das grandes empresas multinacionais, já adquiriu o pré-sal e outras empresas mais agora querem rebaixar um país anão políticamente e economicamente para aprovar à força a reforma da previdência e posteriormente rematar o resto que sobrar.

Responder

Pedro Lemus

12 de janeiro de 2018 às 15h45

Se essas agências de risco fossem sérias. essa redução do ratting do brasil deveria ter sido feita a muito tempo, no máximo até o fim do ano passado. até porque a dilma com deficit em proporção ao PIB muito inferior ao do temer, teve duas vezes a nota reduzida, por conta de bandidagem dessas instituições porcas.

Mas como são instituições corruptas, reduziram só agora como forma de chantagear a população pela reforma da previdência.

Tudo vagabundo: essas agências de rating, os golpistas e os coxa… esses demônios

Responder

Carlos Augusto De Bonis Cruz

12 de janeiro de 2018 às 15h20

Eu quero que estoure. Que venham rastejando pedir a volta das pessoas que foram injustiçadas, humilhadas, difamadas pela corja de canalhas subversivos, jumentos da direita, “puros” de rabo preso. Que se …

Responder

GIL MAZZIOTTI

12 de janeiro de 2018 às 15h15

Está na hora da Dilma voltar. Se foi golpe, o povo irá carregá-la nas costas.

Responder

Nelson

12 de janeiro de 2018 às 14h50

“E agora o Brasil vai perdendo até mesmo a sua pontuação nas agências de risco, o que mostra que as fórmulas neoliberais são um engodo para ludibriar e roubar os otários do terceiro mundo, como os brasileiros.”

Correto. Porém, o que pode estar ocorrendo também é a aplicação da tática de colocar mais pressão sobre a banda podre de Temer e companhia, para que essa complete seu trabalho o mais breve possível.

O Sistema de Poder que domina os EUA quer ver – quanto mais cedo, melhor para eles – o Brasil entregue em definitivo para as mega corporações capitalistas.

O rebaixamento também pode significar mais pressão pela liquidação dos direitos do povo, via término das “reformas”, e do nosso patrimônio e riquezas, via privatizações.

Responder

    GIL MAZZIOTTI

    12 de janeiro de 2018 às 15h18

    Volta, Dilma!

    Responder

Pedro Lemus

12 de janeiro de 2018 às 13h27

Anota aí Miguel!

A copa do mundo de 2018 já tem campeão. Brasil vai ganhar com pé nas costas…

Depois de destruir o país, como vc disse, através de uma “hecatombe política, social, econômica, fiscal, penal, jornalística e cultural.”

Vão tentar requerer a auto estima do brasileiro, com um título roubado… tá escrito nas estrelas.

Responder

    Guilherme

    12 de janeiro de 2018 às 14h06

    A meta vai ser dobrada, isso sim.

    Alemanha 14 x 2 Brasil.

    Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com