Haddad e Dilma em Belo Horizonte

Duplo Expresso: Marilena Chauí e Beatriz Vargas dão aula de cidadania e justiça

Por Wellington Calasans

19 de janeiro de 2018 : 12h22

Por Romulus Maya para O Cafezinho,

O Programa Duplo Expresso desta sexta-feira, 19/01, teve a honra de abrigar duas aulas magnas:

– A filósofa Marilena Chauí comenta a disputa política em tempos de bolhas de rede social. Dando mais uma aula, começa a exposição identificando o direcionamento que os chamados “formadores de opinião” da mídia tradicional fazem para as intervenções de entrevistados e do público: “o que você está sentindo diante disso?”.
Isso, evidentemente, em lugar de “o que você pensa sobre essa questão?”, “qual a sua opinião sobre o ocorrido?”.
O mesmo padrão se impõe nos debates nas redes sociais, especialmente entre os usuários mais jovens. Assim, num mundo neoliberal, de lógica privatista, impulsiona-se a exposição do privado no espaço público: no lugar de opiniões, pensamentos, reflexões, são os sentimentos que acabam expostos.
O tema mostra-se ainda mais problemático quando os indivíduos – agora reduzidos a meros “usuários” – perdem por completo o controle sobre o meio utilizado, as redes sociais, detidas por grandes conglomerados do centro do capitalismo mundial.
E por falar em controle, há agora a revelação de que o Facebook, por exemplo, é projetado para causar vício no usuário, tomando partido justamente da manipulação das suas emoções e da consequente liberação de neurotransmissores, como a dopamina.

– Beatriz Vargas Ramos, professora de Direito Penal e Criminologia da Faculdade de Direito da UnB fala sobre: “o absurdo jurídico da condenação de Lula”. Segue-se mais uma aula para o público do Duplo Expresso. Se ainda restassem dúvidas – que não restam! – a Professora expõe em pouco mais de 20 minutos os principais absurdos de uma eventual confirmação pelo TRF-4 da condenação imposta por Sergio Moro ao ex-Presidente Lula. Dá especial ênfase à clara impossibilidade de caracterização, no caso, do tipo penal de corrupção passiva e à ausência de elementos que o liguem às acusações de corrupção na Petrobras, resultando no fato de Moro não ser o juiz competente para julgá-lo.
A Professora registra ainda a perplexidade que resultará de eventual confirmação da condenação no dia 24, por ir contra jurisprudência assentada não só de tribunais superiores, como o STF, mas também do próprio TRF-4! E conclui: é justamente por ir contra a jurisprudência pacífica do STF que eventual confirmação da condenação será passível de recurso à Suprema Corte.

*

Viva as pensadoras deste Brasil!

*

Fora isso, o advogado Rubens Rodrigues Francisco faz chamada para live especial sobre Fake News, logo mais às 11h, horário de Brasília, também no Duplo Expresso.

Por fim, Wellington Calasans e Romulus Maya comentam a atualidade política, ressaltando a importância da reação popular à provável confirmação da condenação de Lula pelo TRF-4. Em vez causar abatimento, tal afronta – política! – ao direito deve aumentar, ainda mais, o grau de mobilização contra o projeto de golpe jurídico-midiático-político articulado pela finança internacional contra o povo brasileiro, tocado, no varejo, pela Rede Globo, valendo-se da mão grande de seus lacaios no Judiciário/ Ministério Público.

Informação com credibilidade, comentaristas e convidados em sintonia com a realidade do país e do mundo.

*

Links:

Programa mencionado durante a fala da Professora Marilena Chauí: “Envoyé spécial“, da TV pública francesa, de 18/1/2018 – “Facebook é projetado para viciar usuários e manipular suas emoções (em francês)”.

Artigo do site americano “Slate”, de novembro de 2017, sobre o mesmo tema (inglês).

*

O programa começa sempre às 6 da manhã: a verdade chega primeiro.

Nas fanpages do Duplo Expresso, Wellington Calasans, O Cafezinho, Falando Verdades, Dilma Resistente e também do Botando Pilha.

#ReferendoRevogatório

#ReconstruçãoNacional

#LeiCancellier

#SoberaniaNacional

#OcupaTRF4

#TaclaFuraBolha

#DarioMesser

#CadeCunha

#QuemeDD

#MoroNaCadeia

#GloboPropineira

Perdeu algum de nossos programas?

Assista em nosso canal no YouTube: http://bit.ly/2CPoHeN

Acesse nosso canal no Telegram e receba drops diários com o resumo do programa: https://t.me/duploexpresso

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Valdson Silva Cleto

19 de janeiro de 2018 às 14h58

Vendo a lista de hashtags no final, senti a falta de alguma que remeta à necessidade de elegermos um Congresso com maioria progressista, de esquerda, nacionalista, etc.
O que existe hoje de mais importante na política do que isso?
Adianta eleger o Lula e eleger um Congresso como o atual, que não deixe ele governar e que ainda possa dar outro golpe com outro impeachment fraudulento?
A primeira hashtag é sobre Referendo Revogatório. Ora, quem convoca referendo é o Congresso, não existe referendo revogatório se não elegermos um congresso totalmente diferente do atual e dos congressos que sempre tivemos.
Reconstrução Nacional, Lei Cancellier, Soberania Nacional, tudo depende do Congresso!

Vamos pensar em hashtags que falem sobre a questão da eleição do Congresso? Vamos falar mais sobre o voto pro Congresso? Precisamos informar o eleitor sobre a importância da escolha do partido na hora de votar pro Congresso, precisamos informar o eleitor que repete que todos os políticos e partidos são iguais sobre a enorme diferença na atuação parlamentar de cada partido. Precisamos mostrar como votou cada bancada de cada partido no golpe, na pec do fim do mundo, na destruição dos direitos trabalhistas, na entrega do pré-sal, no financiamento empresarial de campanha, no marco civil da internet, etc.

Pensem nisso com carinho, Cafezinho!

Abraços!

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com