Hangout com Miguel do Rosário 17 de abril de 2019

Ao vivo! Miguel do Rosário e Renata Mielli debatem a situação de Lula

Por Miguel do Rosário

22 de março de 2018 : 19h31

Você pode assistir e participar do debate em nossa página no Youtube, clicando aqui.

Mas pode assistir também pelo player abaixo.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

11 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Renan Saniago

23 de março de 2018 às 18h28

Sobre a possível prisão de Lula: a PF e/ou o Moro realmente impediriam a visitação a Lula caso ele fosse preso para travar a comunicação. Aliás, alguém viu o Eduardo Cunha preso por aí? Esse é um exemplo de escondido do Moro… nunca ninguém viu mais.

Responder

Tharsis

23 de março de 2018 às 08h27

Vergonha é vc, seu debiloide golpista. Vai embora pra Miami!

Responder

Tharsis

23 de março de 2018 às 08h26

O PT tem tomar cuidado com o Lula! A Globo não quer se dar por vencida. Todo cuidado é pouco.

https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/depois-da-sessao-que-deu-liminar-a-lula-noblat-diz-que-estao-provocando-os-malucos-que-costumam-dar-tiros/

Responder

PEDRO PAULO SALAZAR SANCHES

23 de março de 2018 às 07h41

infelizmente vemos que você se informa em globo, rev. veja, quanto é, época, estadão, folha. não vais conhecer sobre o que de verdade acontece em nosso BRASIL., QUE ELES ADORAM DOAR AOS 8 PAÍSES MAIS RICOS E NOS JOGAREM NA MISÉRIA.

Responder

Miguel do Rosário

23 de março de 2018 às 06h22

Quem é bandido é o juiz ladrão, a serviço do imperialismo.

Responder

Jose carlos lima

23 de março de 2018 às 06h12

A unica justiça possivel eh o STF anular a sentença de Moro, imposta por interesses do DOJ norte americano e grandes cocorpiraçs como a Shell com seus ganhos de trilhőes de reais as custas do golpe as custas da destruiçāo de nosso pais…

….a sentença proferida por Moro ė pura fraude processual, uma farsa, a prova eh de que o triplex conforme ja sentenciado pela justiça de sp, cujos reus ja foram absilvidos ou seja nao ha crime.

Nao podemos nos desmobilizar.
Esse intervalo pode ser apenas freio de arrumaçao para dar ar de legalidade ao arbitrio ja denunciado a ONU.

Nāo resta a menor sombra de dúvida de que esta aberraçao juridica tem o mesmo objetivo da execuçāo, ă bala, de Marielle: silenciar uma liderança politica: não podemos nos calar diante disso.

Responder

Cantemos!

23 de março de 2018 às 05h46

Cantem pelo bem de nosso VENERADO-CHEFÃO-MOR:

PT: vamos cantar COMPANHEIRXS & também Nossxs Ajudantxs (os ditos BOLSONARISTAS — pois odeiam, também, a Imprensa e o Jornalismo e a Mídia establishment tal qual nós mesmo!):
.
Cantem:
.
Parla più piano e nessuno sentirà,

nessuno sa la verità
neppure il cielo che ci guarda da lassù
*
Nessuno sa la verità.

Responder

Romano

22 de março de 2018 às 23h10

https://pt.wikipedia.org/wiki/Gatekeeping

Responder

SysMatrix

22 de março de 2018 às 22h55

XKeyscore (Programa de Vigilância) é um programa da NSA usado no sistema de vigilância mundial ,que permite que aos seus analistas façam pesquisas em imensos bancos de dados que contêm os e-mails, conversas online e buscas de internet de milhões de pessoas ao redor do mundo. Os documentos revelam que qualquer pessoa com acesso aos bancos de dados pode fazer tais pesquisas, incluindo funcionários das empresas contratadas. Não é necessária qualquer autorização especial nem justificativas específica para acessar os dados de quem quer que seja.[1]

” Você pode ler os e-mails de qualquer pessoa em todo o mundo, de qualquer pessoa que você tenha o endereço de e-mail. Qualquer website: Você pode ver o tráfico entrando e saindo do Site. Qualquer computador em que uma pessoa se senta: Você pode ver. Qualquer laptop que você estiver seguindo: você pode seguí-lo enquanto ele se movimenta de um local para outro em qualquer parte do mundo. É uma fonte que serve para todas as informações que NSA busca.[2]

O programa é compartilhado com outras agências, incluindo as agências do Canadá,[3] UK, Austrália, Nova Zelândia e da Alemanha.[4][5]

O XKeyscore pode ver as caixas de entrada e saída de e-mails de qualquer pessoa em todas as partes do mundo, bastando apenas ter em mãos um endereço de correio eletrônico.Permite também que os analistas da NSA leiam o conteúdo que os usuários produzem nas redes sociais como Facebook, Orkut, Twitter, Flickr e outras. As revelações contidas em um dos documentos da NSA expostos por Edward Snowden, mostram que, entre outras coisas, o software permite a intervenção em tempo real na navegação de milhões de usuários na Internet para descobrir o que cada internauta está fazendo na Web a cada instante. O programa consegue mapear as pessoas a partir de localidades, enquanto elas usam o Google Maps, por exemplo. Os documentos mostram as imagens de como funciona a interceptação e coleta de comunicações mundialmente, sejam comunicações telefônicas, e-mails ou por quaisquer outros meios. Os dados coletados mundialmente são então enviados para armazenamento no gigantesco Centro de Processamento de Dados Utah, sob administração da NSA.

https://pt.wikipedia.org/wiki/XKeyscore_(programa_de_vigil%C3%A2ncia)

Responder

Evelin

22 de março de 2018 às 22h06

https://pt.wikipedia.org/wiki/PRISM_(programa_de_vigil%C3%A2ncia)

PRISM (programa de vigilância) é um dos programas do sistema de vigilância global da NSA que foi mantido secreto desde 2007 e até sua revelação na imprensa em 7 de junho de 2013. Sua existência veio à público por meio de publicações feitas pelo jornal britânico The Guardian, com base em documentos fornecidos por Edward Snowden.[1][2][3]

Os documentos fazem parte de uma apresentação em Power Point datada de abril de 2013 e composta por de 41 slides, descrevendo as capacidades do programa PRISM. Ela aparentemente se destina ao treinamento de funcionários dos serviços de inteligência das agências participantes do programa[4].

Do ponto de vista do usuário, empresas que fornecem serviços na Internet, coletam os dados de seus usuários para prover os serviços por eles buscados. Por exemplo, o Gmail possui os dados dos usuários que buscam serviços oferecidos pelo Gmail, como Webmail; o Skype possui os dados dos usuários que buscam serviços oferecidos pelo Skype como, por exemplo, conversações usando conversações telefônicas através da Internet; o YouTube possui os dados dos que buscam os serviços oferecidos pelo YouTube e assim por diante.[5]

O que os slides da apresentação sobre o programa de vigilância PRISM, preparada pela NSA, mostram, é que o programa PRISM permite aos funcionários da NSA, coletar os vários tipos de dados dos usuários, que estão em poder de serviços de Internet, incluindo histórico de pesquisas, conteúdo de e-mails, transferências de arquivos, vídeos, fotos, chamadas de voz e vídeo, detalhes de redes sociais, log-ins e quaisquer outros dados em poder das empresas de Internet.

A apresentação afirma que o programa PRISM é executado com a participação das companhias listadas na apresentação, na qual a NSA afirma ainda que tem acesso direto aos servidores do Google, Facebook, Apple e outras gigantes da internet nos Estados Unidos.[6][7][8]

As empresas listadas na apresentação da NSA negaram seu envolvimento com a agência de inteligência americana.São elas: Microsoft, Google, Facebook, Yahoo!, Apple, YouTube, AOL, Paltalk e Skype.[9]

O emblema do programa MYSTIC[13] mostra um feiticeiro segurando um cetro com cabeça de telefone.

O Prism coleta os dados que são posteriormente analisados e armazenados através de outros programas de vigilância que fazem parte do sistema de vigilância e espionagem implantado pela NSA. Alguns exemplos de programas que utilizam os dados coletados através do PRISM são:

MYSTIC – programa que é parte integrante e critica do PRISM, para interceptação de áudio (voz) e capaz de gravar “100 por cento” das chamadas telefônicas de um país estrangeiro, o que permite a NSA ou outras agências americanas, retroceder e ouvir na integra conversas telefônicas, mesmo um mês depois de terem ocorrido.[14][15][16]

NUCLEON – Slides de apresentação da NSA sobre o NUCLEON indicam que este é o programa usado para analisar dados de voz reunidos através do programa PRISM.[17][18]

DISHFIRE – revelado em 16 de janeiro de 2014 – processa e armazena mensagens SMS coletadas a mundialmente. Os documentos mostram que o Dishfire foi usado para coletar cerca de 194 milhões de mensagens texto por dia; o conteúdo foi compartilhado pela NSA com o GCHQ, um serviço de inteligência britânico.

A Agência de Segurança Nacional reuniu quase 200 milhões de mensagens de texto por dia de todo o mundo , utilizando o Dishfire para extrair os dados , incluindo a localização , as redes de contato e detalhes do cartão de crédito, de acordo com documentos ultra-secretos revelados pelo The Guardian.[19]Uma análise mais detalhada dos dados é realizada posteriormente pelo PREFER.[20]

PREFER – revelado em 16 de janeiro de 2014, é um sistema automatizado usado pela NSA, que recebe os dados coletados via PRISM, identifica-os classifica-os em pelo menos 11 categorias diferentes, incluindo log-ins, fotos, vídeos e metadados.[21]

PINWALE – Identificado por um slide de NSA, o codinome refere-se a um banco de dados usado para armazenar e analisar vídeo e outros conteúdos selecionados recolhidas pelo PRISM e outros programas, sendo capaz de armazenar enorme quantidade de dados por 5 anos. [22] etc…

Em 13 de maio de 2014, no livro Sem lugar para se esconder[38], de Glenn Greenwald foram revelados os nomes das empresas chaves na parceria com a NSA no programa de vigilância e espionagem mundial feito pelo governo americano ao redor do mundo.

Os documentos publicados mostram as companhias americanas[39] que fizeram alianças com a NSA no programa de vigilância global e são parceiras diretas e chave na espionagem e vigilância mundial.

Entre elas está a Verizon bem como a Qualcomm que fabrica e vende no mercado mundial equipamentos com backdoors para os malwares que facilitam a espionagem. Outras empresas reveladas como parceiras da NSA são: Cisco, Oracle, Intel, Qwest, EDS, AT&T, Verizon,Microsoft, IBM.

No caso da Qualcomm, ela é uma das empresas principais no fornecimento de chipsets e outras tecnologias incluindo processadores para dispositivos móveis como por exemplo, telefones celulares, bem como de hardware e software distribuídos ao redor do mundo e em parceria direta com a NSA ,fabricando e vendendo no mercado mundial equipamentos com backdoors para os malwares que facilitam a espionagem da NSA; seus equipamentos[40] tem papel fundamental no espionagem americana em vários países, incluindo mas não se limitando a: Portugal,Brasil, Japão, Coreia do Sul, França, Alemanha.

https://pt.wikipedia.org/wiki/PRISM_(programa_de_vigil%C3%A2ncia)

Responder

Ricardo Cebalho

22 de março de 2018 às 20h05

Vcs não devem jogar contra,é provável que LULA ganhe essa.

Responder

Deixe uma resposta

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com