Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

O PT acerta ao levar a candidatura de Lula às últimas consequências

Por Pedro Breier

26 de abril de 2018 : 17h21

(Santinho de 89, quando as eleições eram um pouco mais livres)

Por Pedro Breier

Está positivamente engraçado o revezamento dos colunistas patronais da velha imprensa na missão de tentar convencer o PT a desistir da candidatura de Lula o mais breve possível.

Já li que o PT está errando o cálculo, que é um desrespeito aos eleitores, que a estratégia do partido gera um “déficit democrático”, que se demorar muito pode ser tarde demais, que a concorrência vai acabar ficando com os votos de Lula, e por aí vai.

Nada disso faz o menor sentido.

É cristalino o acerto da estratégia de Lula e do PT na questão da candidatura presidencial.

Não há porque desistir da candidatura Lula antes que o judiciário a impugne definitivamente, uma vez que a prisão do líder nas pesquisas é completamente política.

Se a prisão é política, seria uma estupidez o PT desistir espontaneamente de levar a candidatura às últimas consequências. Tal atitude daria uma certa aparência de legitimidade jurídica ao grotesco engodo que é a condenação e prisão sem provas do político mais popular do país.

Como disse Dilma Rousseff durante palestras em universidades dos EUA, alguns dias atrás, isso resolveria apenas o problema da direita.

Enquanto Lula continua candidato, segue sendo, obrigatoriamente, o centro das atenções.

E isso é péssimo para a grande mídia, cujo desejo é, neste momento, que Lula seja esquecido, como se fosse um preso comum, para que possa focar na tradicional manipulação eleitoral antipovo na qual é especialista.

Entretanto, o poder magnético de Lula, conferido pelo número de eleitores que querem votar nele, faz com que a eleição de 2018 gire, para desespero da direita, em torno de uma cela de Curitiba.

Na verdade, nem precisaríamos discorrer muito sobre o tema.

Bastava, na questão, seguir a máxima do velho Brizola e posicionar nossa análise no lado diametralmente oposto ao da Globo e suas sócias da máfia midiática.

Se eles dizem que o PT deve abandonar logo a candidatura de Lula, claro está que ela deve ser levada até o limite.

Pedro Breier

Pedro Breier nasceu no Rio Grande do Sul e hoje vive em São Paulo. É formado em direito e escreve n'O Cafezinho desde 2016, sendo atualmente um dos editores do blog.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

15 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

JOAQUIM BATISTA JUNIOR

29 de abril de 2018 às 14h32

Não tem como votar novamente no lula, traiu os interesses dos trabalhadores, governou com cunha, temer, gedel, deu trilhões aos bancos e tostões aos trabalhadores. E ainda se locupletou, roubou como QQ burguês no poder. Só não enxerga quem não quer.

Responder

    Miguel do Rosário

    30 de abril de 2018 às 10h21

    Lula não roubou e não “governou com Cunha, Temer, Geddel”. Quem elegeu esses deputados foram seus eleitores. Lula não era ditador para poder excluir do poder aqueles que tinham sido postos lá pelos eleitores. Ele tinha que governar com o congresso, como qualquer governo do mundo. .

    Responder

Mauricio

27 de abril de 2018 às 15h08

Essa eleição precisa ter o Lula pra ser legitima, pois se ele não concorrer, qualquer um que vença não terá legitimidade e a crise política continuará. O eleito ouvirá por todo o mandato que só foi eleito porquê o Lula não era candidato e que teriam votado nele.
E o texto está corretissimo, se a globo prega algo, faça o contrário.

Responder

    Mauricio

    27 de abril de 2018 às 15h16

    Agora, continuando o raciocínio, tem de ver o quão pode ser perigoso pra ele permanecer preso e isolado, como diz o Mino Carta, até o mundo mineral sabe que podem acabar com a vida dele naquela solitária.

    Responder

Adalberto

27 de abril de 2018 às 06h50

Decisão acertada. Não podemos seguir o roteiro dado pela mídia comercial. Não vai ser tão fácil como os golpistas imaginaram. Vão ter quer escancarar o golpe, cancelando as eleições.

Responder

Marys

27 de abril de 2018 às 00h48

E teve um taxista que me disse que nem sai de casa pra votar se Lula não for candidato.

E outro que disse que essa meninada que usa camisa da CBF pra derrubar governo legítimo, precisa ler História.
Não há histórico de operário eleito democraticamente que tenha se sustentado tanto tempo no poder e feito tanto pelo povo.
Uma dona de casa me disse que Lula é o PT fizeram a maior revolução sem sangue de que já se ouviu falar.
Estranho, muito estranho um cara desses estar preso.

Responder

Marys

27 de abril de 2018 às 00h37

LULA É DE NOVO A ESPERANÇA DO POVO!

Hoje, qdo perguntei a uma aluna em quem ela iria votar, ela disse que não votaria em ninguém.
Qdo falei que Lula era candidato pq o PT registrou sua candidatura mesmo estando preso, ela deu um grito de alegria incrível e ainda disse que o filho e familiares ficariam muito felizes qdo soubessem disso.

Tenho lido textos e frases de trabalhos escolares que falam espontaneamente de Lula, agradecendo pelo que ele fez e falando da injustiça contra ele.

Hoje, quase choro ao ler o texto feito por uma estudante, dizendo o quanto agradecia a Lula pelo bem que fez ela e sua família, deplorando a prisão injusta do melhor Presidente do Brasil.

Responder

iraida novikov

26 de abril de 2018 às 23h49

corre o risco de nao haver eleiçoes… A ditadura do judiciário já informou.

Responder

Claudio

26 de abril de 2018 às 20h59

Lula 2018, preso, livre ou morto. “Morto de rir” da felicidade de seu povo.
A verdade pode tardar, mas não vai falhar. Por isso ela tem de vir antes de outubro de 2018. Vamos nos manter unidos em um só nome: LULA LIVRE.

Responder

Márcio Martins

26 de abril de 2018 às 18h54

É a estratégia mais correta. Se há algum petista que sugira algo diverso disto, é quinta coluna!

Responder

    Miguel do Rosário

    26 de abril de 2018 às 19h39

    Não exagera também. Discordar é válido.

    Responder

      Márcio Martins

      26 de abril de 2018 às 22h54

      Obviamente que dentro do partido toda discussão é válida, mas alguns petistas adoram as páginas amarelas da Veja e os microfones globais. É destes que estou falando. São os famosos petistas, pero no mucho! Se caíssem nas mãos do Moro seriam pior que Palocci…e, por onde anda, falando nisto, o tucano Delcídio do Amaral?

      Responder

    Serjao

    27 de abril de 2018 às 01h51

    Ou Lula ou nada.
    Repetindo: ou Lula ou nada.
    Eleição sem Lula é só um plebiscito, é referendar o golpe ao povo brasileiro.
    Lula é o porteiro, a doméstica, os descamisados, os miseráveis, os intocáveis do Brasil que afinal chegaram ao poder.
    Lula é um símbolo, um corte que separa e define dois Brasis, um antes e um depois, um da eterna oligarquia escravocrata e um do povo brasileiro, é a inauguração da Nação Brasileira.
    Bom dia, Lula!

    Responder

José Ribamar

26 de abril de 2018 às 18h02

E de deixá indignação o que a Globo vem fazendo todos os dias no seus jornais, Lula vale mais que a Globo e provo, Lula o único presidente q teve 87 % de aprovação talvez nunca na história do Brasil teve um igual.

Responder

Dirceu

26 de abril de 2018 às 17h30

Sim, ser sempre do contra.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?