Paris Café: O que esperar da classe média para 2022?

Lucro do Magazine Luiza sobe 152% e atinge R$ 147 milhões no 1º trimestre

Por Redação

08 de maio de 2018 : 09h17

Informações do Money Time:

O lucro líquido da Magazine Luiza (MGLU3) subiu 152% e alcançou R$ 147 milhões no primeiro trimestre de 2018 na comparação com o mesmo período do ano anterior, mostra um documento enviado ao mercado nesta segunda-feira (7). A margem líquida ficou em 4,1%, crescimento de 2 pontos percentuais.

As vendas totais, incluindo lojas físicas, e-commerce tradicional e marketplace, cresceram 33,8% para R$4,5 bilhões, reflexo do aumento de 64,6% no e-commerce total e 21,4% nas lojas físicas.” Em mais um trimestre, o Magalu ganhou participação de mercado em todos os canais e nas principais categorias de produtos”, diz a empresa.

O Ebitda aumentou 29,6% para R$ 300,5 milhões, equivalente a uma margem de 8,3% (zero crescimento). O elevado crescimento das vendas, a contribuição positiva do e-commerce e a diluição das despesas operacionais, contribuíram para o crescimento, explica o Magazine Luiza. O Itaú BBA esperava queda de 30 pontos-base na margem Ebitda.

A receita líquida total evoluiu 28,7% para R$3,6 bilhões, em linha com a variação da receita bruta total.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Rogério Bezerra

09 de maio de 2018 às 06h46

Não com meu dinheiro… Não compro de empresária traidora e, a todo custo, evito comprar de multinacionais.

Responder

Genaro

08 de maio de 2018 às 14h18

Aumento de 64,6% no e-commerce.
O pequeno lojista classe média esta com dias contados. Assim que a logistica do comercio online melhorar os pequenos comércios vão fechar tudo.
E ainda tem concorrência de gigantes como a Amazon.
Bye bye pequeno burguês.

Responder

j.marcelo

08 de maio de 2018 às 12h17

Pq aumentou se estamos em recessão?Estranho,será q é pq o ano passado foi terrível p eles?Esta diluição de despesas operacionais será os salários menores dos trabalhadores?Estou estupefato com estes resultados, não me cheiram bem,tem algo aí !

Responder

Deixe uma resposta