Debate entre presidenciáveis na RedeTV! 22 horas

Acordo entre Ciro e PT volta a ser discutido na imprensa baiana

Por Redação

14 de maio de 2018 : 22h28

Publicado na Tribuna da Bahia.

Por Osvaldo Lyra (Editor de Política)

O pré-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, vive um impasse sobre coligar ou não com o PT. Recentemente, o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), levantou a possibilidade de uma aliança entre os dois grupos. A declaração dele rapidamente repercutiu entre os petistas e foi veementemente refutada pela presidente nacional da legenda, senadora Gleisi Hoffmann (PT). Ciro, no entanto, ainda se mantém esperançoso com a possibilidade de entrar em acordo com a maior legenda de centro-esquerda do país. “Não tenho a menor ideia do que vai acontecer com o PT. Respeito o tempo do PT, respeito o momento traumático que eles estão vivenciando, mas há um país com 207 milhões de pessoas que precisa ser salvo de uma agenda impopular, ‘antipobre’ e antinacional gravíssima que não pode ser legitimada nesse instante. É disso que se trata. É uma agenda que está sendo tocada por um governo ilegítimo e golpista”, disse em entrevista exclusiva à Tribuna, durante um vôo entre Porto Alegre e o Rio de Janeiro, de onde partiria para Fortaleza, numa pausa na agitada agenda de pré-campanha. O pedetista assegura que está conversando com praticamente todas as legendas, mas deixa claro que tem um limite: “Eu gostaria de somar todo o apoio que eu puder. Meu único limite que já está explícito é o MDB. Considero que o MDB precisa ser extinto pelo caminho da democracia”. Ainda no papo, Ciro faz uma avaliação dura contra o governo de Michel Temer, traça estratégias de campanha e revela o que vai fazer nos primeiros seis meses caso seja eleito presidente da República. Confira:

Tribuna da Bahia – Como o senhor avalia o processo eleitoral em curso? O cenário está totalmente indefinido, às vésperas da eleição?

Ciro Gomes – Sim, o cenário ainda está bastante indefinido. Acredito que, do ponto de vista histórico, isso será visto como o final de um ciclo. O fim de ciclo representa a negação de uma polarização que nos dividiu ao longo dos últimos 20 anos e a busca de uma liderança nova que não está definida ainda no quadro desse governo no país. Isso é parecido com o que aconteceu em 1989. Ali também havia um fim de ciclo. Os grandes partidos estavam desmoralizados. A população estava procurando uma liderança. Acabou aterrissando em uma fratura em que o primeiro e o quarto tiveram uma diferença de menos de seis pontos.

Tribuna – Qual será o perfil do novo presidente? O que o senhor acredita que a população vai cobrar ao longo da campanha e quais requisitos serão colocados em cheque?

Ciro – Acho que, ao contrário da mistificação que se fez, especialmente ao redor da eleição de São Paulo nas últimas eleições municipais, a população vai procurar a ficha limpa, experiência, ideias concretas para a solução de problemas complexos da vida popular – tais como emprego, saúde e a questão da violência.

Tribuna – A Lei da Ficha Limpa está consolidada no país. Lula será candidato mesmo preso? Ou o senhor acredita que isso é uma estratégia do PT para se manter firme e formar, sobretudo, bancadas nos estados?

Ciro – Não tenho a menor ideia do que vai acontecer com o PT. Respeito o tempo do PT, respeito o momento traumático que eles estão vivenciando, mas há um país com 207 milhões de pessoas que precisa ser salvo de uma agenda impopular, antipobre e antinacional gravíssima que não pode ser legitimada nesse instante. É disso que se trata. É uma agenda que está sendo tocada por um governo ilegítimo e golpista. É uma agenda que, mascarada por pressões de marketing, ser legitimada pelo voto. Nesse momento, o futuro do país passa por uma grave ameaça. Acredito que o PT, no momento oportuno, vai ver isso.

Tribuna – O senhor acredita que será possível construir uma aliança dos partidos de esquerda já no primeiro turno?

Ciro – Não acho provável. Seria muito bom, não só pela potencialização das nossas possibilidades eleitorais, mas porque daria mais consistência para o governo que se iniciaria a partir dessa vitória eleitoral.

Tribuna – Como vê a resistência de parte do PT em apoiá-lo?

Ciro – É natural. O PT é o principal partido do campo progressista brasileiro. Hegemonizou a política do país ao longo dos últimos 14 anos. É bom lembrar que nesse período inteiro teve o meu apoio em 100% dos dias, sem faltar nenhum. Lula esteve no centro dos processos eleitorais em todas as eleições desde a redemocratização, seja como candidato ou impondo com sua popularidade grande a candidatura de Dilma. Ele esteve presente em todas as eleições. Não é fácil para um partido que tem essa história compreender a dinâmica do que está acontecendo no país.

Tribuna – Essa prisão de Lula, de certa forma, deixa a situação do país muito mais delicada, sob o risco mesmo de pressões e movimentos políticos incontroláveis…

Ciro – Sim, mal administrado esse patrimônio político que o Lula tem pode ferir a legitimidade do processo. A questão da prudência, da cautela, de pensar na questão do país, da democracia, são tarefas importantes dos petistas nesse instante (especialmente do Lula, apesar de estar num momento de grande trauma). Acredito que na hora apropriada eles serão capazes de perceber essa responsabilidade.

Tribuna – Já foi cogitada, inclusive, a possibilidade do PT indicar um vice numa chapa com o senhor. Isso é um cenário que, de certa forma, já começou a ser conversado ou não há nenhum tipo de entendimento nesse momento?

Ciro – Não há nenhum tipo de entendimento e nem é possível. De um lado, o petista médio se sente meio que traindo o Lula se começar a pensar em outra coisa que não seja obedecer a diretriz de que ele é o candidato. Mas isso leva um tempo. É preciso que a gente respeite isso e tenha paciência. Portanto, eles não vão considerar tão cedo outra possibilidade que não seja Lula candidato.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

19 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Fehnelon

16 de maio de 2018 às 15h49

Deixa o Titio falar pra vcs.

Como em todos os países que vem passando por isso, a estratégia geral não foi traçada aqui. Não se iludam, não é a toa que os alvos são PT e Lula, são os únicos que podem oferecer resistência. Não sou eu quem diz, são os arquitetos do golpe.

Lula é perigoso porque vc não pode mandar em Lula, vc não pode dobrar Lula, vc não pode corromper Lula, não que eu veja virtudes de santo nele, mas Lula não responde ao mercado, Lula não responde a patrocinador de campanha… Lula responde a milhões de trabalhadores. Lula não se elege pela TV, Lula se elege pelos movimentos sociais, pelos sindicatos, pela população mais pobre das periferias e das regiões mais miseráveis desse país. É a isso que Lula responde, querendo ele ou não

E é só por isso que, anos de ataque midiático só o fizeram crescer. Qualquer outro candidato seria destruído em 2 semanas. Mas isso não acontecerá, pq qq outro candidato, por mais bem intencionado que seja, será dobrado, coagido, manipulado, corrompido ou destituído, pq não tem apoio popular de vdd, pode até ser um lider pelo povo, mas o povo não o verá como lider.

Só Lula tem força política para tomar o país, por isso só Lula está preso, por isso só Lula está sendo impedido de concorrer… E por isso temos esse plano maluco de tentar que retiremos a candidatura de Lula para apoiar Ciro, isso é tão descabido, e ainda num momento desses…

Percebe? La fora, só veem o PT como esquerda a ser desarticulada no país, só veem o Lula como liderança popular. E vc propõe tirar os dois do jogo pelo “bem do país”? Onde vc acha que surgiu essa ideia brilhante de resistência?

Eleição sem Lula é SIM fraude!

* A fase paz e amor tem prazo. Logo nós, apesar da intenção de vcs, vamos ter voz em horario nobre diariamente. Nós vamos tacar fogo nesse país!!!

Lula Livre!

Responder

Jaciara Siqueira Coelho

15 de maio de 2018 às 17h35

porque os militares estão ameaçando publicamente, porque Ciro foi leal aos governos petistas, porque o PT não é o centro da politica brasileira, a esquerda não se restringe aos militantes lulistas, porque o mundo vasto e podemos negociar e ceder quando a situação assim exige.

Responder

Jaciara Siqueira Coelho

15 de maio de 2018 às 17h33

O PT deve apoiar Ciro porque o momento político é outro. O PT e o |PSDB estão desacreditados pelo golpe de 2016, pelo envolvimento do PT e do PSDB na corrupção, porque o PT cometeu equívocos, por

Responder

Francisco de Assis

15 de maio de 2018 às 15h29

Miguel, por que voltou a censurar meu comentário? Por que ele mostra claramente sua manipulação barata em prol do neo-coronel? Um post aparentemente tão pouco lido e você volta com sua truculência. Você construiu uma boa credibilidade e vai jogá-la no lixo agora, para defender o neo-coronel paulista-cearense? Seus leitores – os que você trata como “bugios” “sectários” – precisam agora fazer prints de telas para provar que estão sendo censurados?

Não precisa publicar o presente comentário, mas espero que você libere meu comentário anterior neste post, feito em 14 de Maio de 2018 às 23h54.

Responder

    Francisco de Assis

    15 de maio de 2018 às 15h34

    Vi agora que meu comentário anterior foi liberado, depois de um bom tempo na geladeira, com tratamento seletivo dos comentaristas, o que também não é uma muito democrático da sua parte.

    Responder

Ricardo Cebalho

15 de maio de 2018 às 14h57

Porque o PT deve apoiar Ciro? Ciro é que deveria apoiar o PT, Hora quem tem os votos. É LULA ou Ciro, isso é um contra censo.

Responder

Pedro Cândido Aguarrara

15 de maio de 2018 às 12h12

Não se iludam.
O PT e os petistas ficaram muito decepcionados com os muitos traíras.
Martaxa, Hélio Bicudo, Cristóvão Buarque e muitos outros.
Todos desconfiam de Ciro. Por quê? Porque sabem que todas as brigas de Ciro com o PT foram por causa dos gatunos do PMDB. E ele sempre teve razão. Com Ciro, PMDB nem pensar.
Então veja. A esquerda não faz nem um terço do Congresso em 2019. Para você ter uma ideia o PT é a maior bancada e tem apenas 60 deputados. O resto da esquerda todo vai fazer no máximo outras 60 cadeiras. E no Senado, no máximo, 20 cadeiras. Como vai governar com 120 cadeiras no Congresso e 20 cadeiras no Senado?
Não vai. O Ciro vai fazer acordo com quem pra governar? Com PP?
Não. Ele quer apoio pra chegar no segundo turno. Chegando, ele ganha de qualquer um por falta de opção e vai dar as costas pro PT e fazer um acordo com PSDB e DEM.
Isso é muito possível e o pessoal do PT, cansado das trairagens, tem muito medo.
Não se iludam. A esquerda não tem força política para governar e precisa se conformar com isso e ir para a Oposição até a população eleger um Congresso e um Senado de maioria de esquerda. Aí sim vir com um projeto revolucionário, coisa que o PT nunca chegou nem perto.

Esse é o problema do PT. Mesmo elegendo Lula não consegue governar sem ceder metade do governo pra direita. Essa é a realidade.
Não importa mais governar agora. Quanto pior o próximo presidente melhor e mais fácil fazer oposição e virar o jogo em 2.022.
Botem isso na cabeça. É melhor a esquerda FORA DO GOVERNO em 2018.
Se preparar para virar o jogo daqui a quatro anos.

Se forçar a barra elege o presidente mas não governa e o país vai continuar ladeira abaixo. Estamos num beco sem saída. Não tem jeito mais. É o resultado do golpe. Quem deu e quem apoiou é que são os responsáveis. Que se fodam junto com o povinho feito de cocô desse país sem vergonha na cara. Quero que chegue no fundo mais fundo do mais fundo dos poços.
Só assim começa o conserto.

Sei que vocês vão ficar chocados mas o que melhor pode acontecer nessas eleições é um imbecil como Bolsonaro como presidente. Seria ótimo. Uma maneira desse país tomar vergonha na cara rapidamente. Uma maneira de golpista aprender os resultados de um golpe de estado.
Um imbecil na presidência é TUDO DE BOM E É O QUE O POVO DESSE PAÍS MERECE!!!

O Brasil merece o pior candidato possível. Se o Faustão se candidatar vote nele! Se a Ana Maria Braga se candidatar vote nela! O Brasil merece!!

Amigos, enquanto houver coisas como Globo no Brasil iremos vegetar. Tem que chegar na merda total com CV e PCC barbarizando geral para a população compreender o que é Globo, Band, etc…

Não adianta pensar socialismo com um povo dopado por Globo e Cia, anestesiado em novelas e futebol, adicto de BBB, viciado em noticiário manipulação. Esqueça…

Sem bancada com nível crítico mínimo e sem democratização da mídia não tem governo progressista que vá pra frente!! Esqueça…

Idiotia geral não tem socialismo que resolva.
Tem que chegar na merda total primeiro. Na falência total de toda decência e de todo escrúpulo.
Ai vão começar a entender o que é preciso.
Vão compreender o que os mantêm deseducados e ignorantes. A quem sempre interessou que fosse assim.

A falha principal foi de Getúlio. Se deixou seduzir pelo populismo e perdeu o foco.
Depois não teve mais jeito. Ficamos entre merdas. Militares imbecis, Carlos Lacerdas, um maluco que queria fazer uma capital no interior do pais e um outro que fêlo porquê quilo. Sobrou o Jango que já não podia fazer mais nada. Socialismo virou palavrão. E Globo e Cia cresceram apoiando a ditadura que veio depois e que continua até hoje nos meios de comunicação e no judiciário. Todos fascistas. Alienadores sociais. Diversionistas da população. Diversão passou a valer mais que educação. Cerveja, futebol, novela, valem mais que estudar ou se preparar. BBB é curtição. Um país de drogados.
E pensam que droga é maconha ou cocaína…

Droga é uma coisa chamada Rede Globo de Vulgarização do Viver. E a população está completamente drogada, viciada nessa droga.
Sem resolvermos isso não há futuro querível, vivível, possível.

https://www.brasil247.com/pt/247/minas247/354783/Em-livro-jornalista-acusa-A%C3%A9cio-de-ter-tido-tr%C3%AAs-overdoses-como-governador.htm Em livro, jornalista acusa Aécio de ter tido três overdoses como governador

Esse era o presidente que o Brasil merecia e continua merecendo.
Chega de abobrinha de esquerda no poder. Esquerda tem que fazer oposição ao que vier e se preparar, se reformular e se fortalecer para voltar ao poder em 2022 com um projeto de esquerda de verdade, taxando banqueiros e grandes fortunas, usando os bancos públicos a favor da população, acabando com o monopólio da mídia por grupos privados, criando uma imprensa pública honesta e responsável, fazendo projetos exequíveis de reforma agrária em todos os estados e reformando o judiciário e o processo político.

Basta de poder de mentirinha. Ou poder de verdade ou Oposição.

Responder

Pedro Cândido Aguarrara

15 de maio de 2018 às 11h38

Ciro Gomes quer o apoio do PT para chegar no segundo turno.
No segundo turno ele ganha contra qualquer candidato.
Após empossado ele vai excluir o PT e o PMDB do governo.
Como vai jogar duro em cima do rentismo vai ter que fazer um acordo amplo para governar com PSDB, PP, PSB, PDT, algumas siglas de esquerda que toparem,
e mais,
Rede Globo, Fiesp, MPF, DPF, STF com tudo….
É isso que ele vai fazer e todo mundo do PT SABE!!!
Eleitores do PT só votarão nele se houver indicativo de Lula e Dilma nesse sentido.
PONTO FINAL!!!

Responder

D.....Va

15 de maio de 2018 às 11h03

Ciro com certeza absoluta é o candidato do momento. Pena o PT não reconhecer que as vezes é necessário dar um passo para trás para continuar andando. Neste momento, tem que se atentar que Ciro Gomes é o PROTAGONISTA das eleições, sem ele toda a esquerda está naufragada, e vai levar uma surra bem pior da que tomou nas eleições municipais. Em conversa com professor de politica da Universidade Londrina, ele falou o seguinte: Nas últimas eleições cerca de 20% dos eleitores não comparecem para votar, é percentual que se mantém em todas as eleições isso soma-se ao 5 a 7 % que votam nulo ou branco, o que dá um percentual de 25 a 27 % de votos que não vão a candidato algum, em geral, quase a totalidade desses votos estão em eleitores de direita. Esses eleitores vão vir para urnas com toda certeza, e eles estarão majoritariamente com os candidatos de direita, em especial em Bolsonaro, pois faz o perfil deste tipo de eleitor. Se o PT continuar nesta sandice de não apoiar um candidato que tenha chance de chegar ao segundo turno com Bolsonaro, correremos o risco de telo eleito já no primeiro turno, como aconteceu em São Paulo com Dória. Essa tática suicida de ” Ou Lula ou Nada” é tudo que Bolsonaro quer, isso vai possibilitar que seja possível ele se eleger já no primeiro turno com o voto desses eleitores que costumam não votar em eleições. É um risco enorme que não se pode correr neste momento, ou toda a esquerda se une em prol de Ciro, que é o único com possibilidades de derrotar a direita, ou somente um milagre pode salvar a esquerda depois das eleições.

Responder

Valéria

15 de maio de 2018 às 08h06

Ciro é de direita . E se eleito vão fazer se aliar a globo. Ele falou numa entrevista que as pessoas usem o controle remoto. Portanto não pensa em regulamentar a mídia.

Responder

    Miguel do Rosário

    15 de maio de 2018 às 12h44

    Valéria se Ciro é direita, porque ele se aliou a Lula, a Dilma, tem denunciado o golpe de Estado, defendido a inocência de Lula, atacado o neoliberalismo e vem com um programa de esquerda?

    Responder

      Wins

      15 de maio de 2018 às 19h55

      Ciro pretende fomentar uma alternativa mediante o uso do controle remoto?…. se for fazer a regulamentacao da mídia ele não dura seis meses no cargo .. veja os Kirchners na Argentina e o grupo Clarín

      Responder

LUIZ ANTONIO CALIMAN NALIN

15 de maio de 2018 às 04h03

Até voto no Ciro na impossibilidade de votar no Lula ou em quem indicar mas está campanha do cafezinho já deu, fui!

Responder

José

15 de maio de 2018 às 02h01

Parece que a insistência do “Cafe Pequeno” em tentar pautar o que é melhor para o Brasil e para o PT, tem funcionado como uma “anti propaganda” para Ciro.
As Esquerdas e os progressistas percebem algo de estranho nessa forçação de barra prol Ciro e o efeito tem tudo para ser contrário, É só ver a repercussão negativa a cada post insistente. Digo insistente porque a página não só passou a fazer campanha aberta para o PDTsita, como tenta colocar o PT numa situação constrangedora, caso o partido não rume em direção ao candidato que “não é puxadinho do PT”, como ele próprio afirmou. Enfim, defendo que o PT mantenha a candidatura de Lula, lance o nome de um vice que leve a campanha até o fim. O STF vai ter de corrigir a injustiça e liberar Lula. Caso isso não ocorra, o vice de Lula será o nome indicado e aí veremos quem leva.

Ciro naturalmente encontrará apoio no centrão PP, DEM e outros partidos de aluguel. Talvez se torne até o candidato aceito pela imprensa golpista e mercado, já que para eles parece não haver alternativa.

Responder

Dio

15 de maio de 2018 às 00h19

O que é petista médio?

Responder

Francisco de Assis

14 de maio de 2018 às 23h54

Miguel do Rosário continua forçando a barra pró-Ciro. Não faz isso, Miguel.

O título da matéria no link indicado é ““O futuro do país passa por uma grave ameaça” e a última pergunta na página linkada é:

“Tribuna – Já foi cogitada, inclusive, a possibilidade do PT indicar um vice numa chapa com o senhor. Isso é um cenário que, de certa forma, já começou a ser conversado ou não há nenhum tipo de entendimento nesse momento?”

E a resposta de Ciro do Rosário é esta:

“Ciro – Não há nenhum tipo de entendimento e nem é possível. (…) Portanto, eles não vão considerar tão cedo outra possibilidade que não seja Lula candidato.”

E o Cafezinho estampa o título: “ACORDO ENTRE CIRO E PT VOLTA A SER DISCUTIDO NA IMPRENSA BAIANA”

Até um verdadeiro bugio, daqueles que vivem na mata, perguntaria: “É sério isso, Miguel?”

Responder

Curió

14 de maio de 2018 às 23h15

Seus sem-vergonhas! Seus patifes!
Neste século inteiro não se viu um engodo desses!
Vocês não tem limites, não tem princípios nem vergonha na cara!
Imagina se o país cair na mão de vocês ?
Não acredito no que estou vendo!
Que injúria, que pilantragem, que embuste! Isso está indignando até os não petistas!
Seus merdas! Seus vendidos. Seus mercadológicos! Seus dinheiristas!
Só se der com um gato morto na cara até fazer o gato miar! Vão pro inferno!

Responder

    Fehnelon

    16 de maio de 2018 às 15h12

    Curió, compartilho teus sentimentos.
    Não lhes de argumento para nos chamar de radicais sectários. Faça versos, aponte o engodo e o ridículo da situação. E é isso que é, um ridículo extremo. é revoltante de ouvir… Mas é só isso, na pratica, não é nada…

    No dia a dia, fica claro, não há chance da base do PT ser induzida a isso. La dentro corre o discurso, que inclusive vem da liderança, de que se isso acontecer é pq o PT sofreu um golpe, e devemos rachar, pegar outra legenda um ” P Qualquer coisa”, e continuar a luta, pq o nome tanto faz, o povo vai saber que somos o PT.

    Não tem arrego! Tem luta!

    Lula Livre!

    Responder

Adalberto

14 de maio de 2018 às 22h45

Para os fanboys do mito:

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com