Entrevista de Haddad ao SBT

Lula e o impasse do bloco golpista

Por Jeferson Miola

14 de maio de 2018 : 21h14

Jeferson Miola           

Cada nova pesquisa eleitoral confirma o impasse monumental que o regime de exceção não consegue suplantar.

Em que pese o amplo repertório de medidas arbitrárias e os inúmeros atropelos à Constituição na perseguição ao Lula para retirá-lo da competição eleitoral, o ex-presidente continua liderando com enorme folga todas as pesquisas, mesmo incomunicável na prisão política em Curitiba.

A pesquisa da CNT, com campo feito entre 9 e 12 de maio, que cobre o período de mais de 1 mês de encarceramento do Lula numa solitária, mostra Lula [32,4%] bem à frente do segundo lugar, que são os votos brancos e nulos [18%].

Nas simulações sem Lula, os votos brancos e nulos, que alcançam até 31,7%, venceriam todos os demais candidatos – prova inequívoca da ilegitimidade da eleição na hipótese de nova fraude jurídica para sequestrar os direitos políticos do Lula.

O impasse da classe dominante não é nada desprezível: não consegue emplacar nenhuma candidatura do campo reacionário-conservador; sabe que Bolsonaro, se não for salvo pela comunidade evangélica, é um balão de ensaio que esvaziará apenas comece o debate eleitoral; e fracassou em todos experimentos com as “novidades por fora” do sistema político – os chamados outsiders.

O bloco golpista não consegue encontrar uma candidatura viável e capaz de assegurar, mediante uma vitória eleitoral em outubro, a continuidade do golpe.

E, por outro lado, vê Lula estabilizado na dianteira, com índices que garantem vitória no primeiro turno, representando uma ameaça real à sobrevivência da ditadura Globo-Lava Jato.

O aumento do arbítrio e da violência institucional, nesta perspectiva, passa a ser uma probabilidade importante.

A libertação do Lula mais a garantia dos direitos civis e políticos do Lula votar e ser votado, são os componentes estruturantes da luta democrática e da resistência ao fascismo Globo-Lava Jato que deve unir o campo nacionalista, democrático e popular.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Chauke Stephan Filho

15 de maio de 2018 às 16h14

Só a guerra pode trazer a paz ao Brasil.

Responder

JOAQUIM ALVES

14 de maio de 2018 às 23h35

O PROBLEMA E A BURRICE DO LULA,FOI TER ACREDITADO,QUE EM UM PAÍS DE CANALHAS E COVARDES,EXISTISSE JUSTIÇA! PARECE QUE O POVO AINDA NÃO CAIU NA REAL! QUE APENAS UMA GUERRA CÍVIL,PODE MUDAR ESSE PAÍS DE CORRUPTOS E COVARDES DO STF E JUDICIÁRIO,GLOBOLIXO! NÃO EXISTE MAIS JUÍZES SÉRIOS NESSE PAÍS DE VAGABUNDOS! TODOS ESSE PILANTRAS JUIZES E MINISTROS DO STF,MP,PGR,PF E JUDICIÁRIO DO MALDITO DEDENSOR DE TUCANOS,CHAMADO MORO AÉCIO.NÃO PASSAM DE POP STAR,TODOS DOIDOS POR FAMA! PILANTRAS! MAS O PIOR,QUE NÃO EXISTE NINGUEM PARA ACABAR COM ISSO! APENAS UMA GUERRA CIVIL,PODE MUDAR ESSE PAÍS DE VAGABUNDOS E PILANTRAS!

Responder

Dio

14 de maio de 2018 às 21h24

Não tem jeito, essa é a eleição de Lula.
#lulalivre

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com