Miguel do Rosário analisa pesquisa CNT/MDA e aliança com Ciro Gomes

Não é guerra às drogas, é guerra aos pobres. Por Xaolin da Rocinha

Por Redação

15 de Maio de 2018 : 18h01

Não é guerra às drogas, é guerra aos pobres.
Por Xaolin da Rocinha
“Viver, viver, viver!”

Era assim que Pipoca da Bike se referia a mim quando estava pedalando e se encontrava comigo nas minhas caminhadas. Pipoca gostava de mim e eu dele. Afinal éramos da mesma geração e vivíamos por ali nos becos da Rocinha ou na ciclovia de São Conrado nos esbarrando de vez em quando.

Essas mortes violentas nas favelas mostram a realidade atual; a criminalização da pobreza.
Já não é mais guerra às drogas é guerra aos pobres.

É necessário manter os pobres afastado da convivência da cidade, até mesmo elimina-los fisicamente.
Afinal para que serve a pobreza a não ser dar mais despesa para o Estado. Realizar saneamento básico, colocar as escolas e a saúde funcionando com qualidade, construir praças de lazer e quadras de esportes, gerar emprego para os jovens, tudo isso aumenta gastos no orçamento público.

O importante é servir e proteger os ricos do sistema e eliminar fisicamente os pobres. Disseminar o ódio e justificar a criminalização da pobreza como guerra às drogas.
É fato que nesta criminalização insana aos pobres, morre criança, morre jovem, morre idoso, todos favelados, todos pobres.

Morrer é preciso, viver não é preciso! Me sentindo triste! x Crónica de Xaolin da Rocinha

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jochann Daniel

16 de Maio de 2018 às 12h10

Desculpe,
mas,
é claro
que é guerra às drogas:
Manter os preços
nas alturas
é interesse
dos altos escalões
do tráfico…
Aqueles que mandam
nos aviões
e nos helicópteros
(Se é que miintendem, à la Pelé…)

Responder

    Jochann Daniel

    16 de Maio de 2018 às 12h16

    E quem paga a conta
    são os pé de chinelo
    varejistas,
    os que vivem
    em torno deles
    e o público em geral
    (balas perdidas,
    criminalidade
    por parte dos varejistas
    deslocados, etc.).

    Responder

Deixe uma resposta