Haddad no Jornal da Globo

Capa da revista Exame de 1 ano atrás

Queda de Pedro Parente é a coroa fúnebre do governo Temer

Por Pedro Breier

01 de junho de 2018 : 16h29

Por Pedro Breier

Não há quem possa negar que o governo Temer é muito bom em ao menos uma coisa: demonstrar a própria incompetência.

O pedido de demissão de Pedro Parente da presidência da Petrobras – o homem ostenta o título de bicampeão na categoria desastres nacionais, com o apagão elétrico no governo FHC e agora a crise de abastecimento – vem para coroar o estrondoso fracasso do governo golpista.

Uma coroa fúnebre, é claro.

A direita brasileira deu um golpe com o discurso de que o PT é incompetente e “quebrou o Brasil”.

Que tal, em matéria de incompetência, aplicar cegamente os dogmas econômicos neoliberais, deixando o preço dos combustíveis à mercê dos humores do mercado, e, dessa forma, ser responsável por uma crise de abastecimento sem precedentes na história?

Ruas vazias, imensas filas em postos de combustíveis inclusive nas madrugadas, falta de alimentos. O cenário meio pós-apocalíptico cai como uma luva para um país governado à base de doses cavalares de entreguismo, ataques aos trabalhadores e incompetência.

A suposta má-gestão da Petrobras foi a grande desculpa usada para derrubar Dilma Rousseff. Politicamente, a investida da Lava Jato contra a Petrobras e as empresas que fazem parte da cadeia produtiva do petróleo foi muito mais decisiva para a consumação do golpe do que as próprias pedaladas, a risível, não fosse trágica, justificativa oficial.

As políticas do PT para a Petrobras estavam certas, vejam vocês. A realidade se encarregou de evidenciar que a política de conteúdo nacional e a forte presença do Estado no gerenciamento e na exploração dos campos de petróleo, assim como na definição do preço dos combustíveis, são essenciais para que a empresa cumpra seu papel primordial de servir à população do Brasil.

O governo colocado no poder pela Lava Jato e pela mídia demonstrou espetacularmente o potencial destrutivo do liberalismo econômico para o país. O descontrole nos preços, a desnacionalização da produção de derivados de petróleo e a privatização aos pedaços da Petrobras geraram simplesmente o caos.

A História é, ainda bem, didática.

Pedro Breier

Pedro Breier, colunista d'O Cafezinho, é formado em direito mas gosta mesmo é de jornalismo. Nasceu no Rio Grande do Sul e hoje vive em São Paulo.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Ismael Façanha

02 de junho de 2018 às 18h24

A política NEOLIBERAL imposta à PETROBRÁS, levou à CRISE DOS CAMINHONEIROS enforcados pela alta do DIESEL, causando um colossal prejuízo econômico ao País, mas, a grande imprensa silencia acerca desse verdadeiro CRIME de LESA PÁTRIIA, perpretado pelos dirigentes incompetentes e neo-liberais fanáticos brasileiros. A ECONOMIA está em regressão, os empresários se descapitalizaram, enquanto os cidadãos são ESCORCHADOS pelo aumento constante da gasolina e álcool. PARA QUE? Para defender os INTERESSES dos ACIONISTAS nacionais e ESTRANGEIROS DA NOSSA PETROLEIRA.

Responder

paulino camargo

02 de junho de 2018 às 10h31

Este prejuízo colossal do mercado dá bem a dimensão da impatriotice e o entreguismo deste governo corrupto. O Themmeroso não renuncia e nem se afasta do Governo na certa é por medo de, ao descer a rampa do palácio será imediatamente algemado e encaminhado a PAPUDA.

Responder

Vaitomanoc da Silva

01 de junho de 2018 às 21h45

quando os cálculo básicos apontam haver uns U$ 300 quatrilhões de brasileiros corruptos ¨escondidos¨ por contas no exterior, só um imbecil achar haver investidor estrangeiro querendo aplicar o seu rico dinheiro por aqui, e menos ainda em condições de pressionar para colocar na direção das empresas quem possa fazer com que o seu rendimento seja um dos maiores do mundo. Tinha era que investigar quem são tais ¨investidores¨ que estão por aqui. imagine se essa turma vai indicar quem seja melhor para petrobras e Brasil

Responder

Curió

01 de junho de 2018 às 17h53

Tudo bem mas, falta incluir algumas coisinhas. Não foi coroa de flores alguma. Não pelo menos para o golpe. Eles são especialistas no pulo do gato, são lisos para mais de metro, são bagres gosmentos. O Meireles saiu de fininho com estas conversas moles de candidaturas. Foi responsável também por esta situação e pela tragédia social da ” austeridade “. Agora o Parente não vai levar o ônus dos disparates do Temer, sai a francesa… Os candidatos do golpe não passam dos 1%, eles estão ajeitando as coisas… Só haverá coroas de flores quando Temer for para o inferno com o povo na rua. É luta de foice. Lula Livre!!! Lula Presidente!!! Sol na Carminha…

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com