Cafezinho 5 minutos: o conceito de autocrítica

Superando divergências. Carlos Lacerda e Juscelino Kubitschek conversam a respeito da Frente Ampla: tentativa de unir a oposição contra o regime 09/04/1967 / Agência O Globo

A mais importante autocrítica não foi feita: da centro direita

Por Tadeu Porto

08 de outubro de 2018 : 19h38

A hipocrisia pune. Lacerda precisou tentar se unir a Jango e JK (como ilustra a foto) para tentar evitar o avanço da ditadura, mas foi tarde demais.

Já tem um tempo que essa expressão “autocrítica do PT” está na boca da oposição. Todo petista já deve ter respondido pelo menos centenas de perguntas sobre isso, em todo lugar que vai discutir política.

Contudo, por mais irônico que seja, aqueles que sempre se arvoraram de cobrar uma mea culpa do PT nunca precisaram lamber suas feridas em público. O mais interessante disso foi o resultado dessa tragédia: vivendo uma bolha de ilusão, a centro direita foi engolida, justamente, pois não reconheceu seus erros grotescos perante o Golpe de 16, como se aliar ao fascismo explícito.

Não há duvidas que o radicalismo se apoderou da papel de protagonista na conjuntura da direita. Vejam, por exemplo, que os grandes símbolos do Golpe de 16 (dancinha verde amarela, bonecão inflável, MBL, Fiesp,) migraram diretamente para a campanha de Bolsonaro que hoje abocanha sozinha os simpáticos do antipetismo.

O centro-direita foi devastada pelo conservadorismo, arrisco dizer, mais xucro que esse país já viu. Os textos de Carlos Lacerda foram substituídos por tweets de Lobão, Roger e Gentili, e, se continuar assim, tudo que a direita política e democrática construiu aqui (até mesmo o Real) vai ser substituído pela política econômica do “vai pra Cuba” e a política social da escola sem partido.

Não é preciso ser especialista para ver, por exemplo, que o Congresso Nacional formado nessas eleições é uma aberração. O símbolo perfeito desse momento são os deputados que São Paulo, berço do conservadorismo, elegeu para essa legislatura, como Alexandre Frota.

Quando o fascismo ganhou corpo, nas agendas ultra conservadoras de Cunha, a direita deveria ter prestado mais atenção. Mas foi quando o nacionalismo ufanista apareceu com as bandeiras de Deus e a família, que ficou muito claro que o plano tinha desandado. Quem viveu ou conhece a época da ditadura, não menospreza o poder  que o conservadorismo tem de proteger o autoritarismo.

Veja, por exemplo, o fim melancólico da carreira política da candidata Marina Silva: mulher negra de biografia fantástica, considerada a grande terceira via desde 2010, Marina serviu de caixa para guardar os votos úteis de Bolsonaro, um dos maiores inimigos que a minoria que ela deveria representar já viu.

Essa eleição será um desastre pra direita democrática, mas vale lembrar que a esquerda não vai se beneficiar de jeito algum (pelo menos no curto prazo), afinal, a extrema direita quer aplicar a agenda do Capital de maneira feroz e autoritária.

Tadeu Porto

Colunista do Cafezinho e diretor da Federação Única dos Petroleiros e do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

20 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Guimarães Roberto

10 de outubro de 2018 às 15h52

Não foi o Bozo quem conquistou os votos. Os votos foram dados a ele pela Globosta, EdirMaisCedo e o árbitro de Curitiba. Sem eles o Bozo talvez nem chegasse ao segundo turno. O problema do PT é que o partido não tem como calar esses três nefastos eleitores partidários do fascismo.

Responder

Diego Cardoso

08 de outubro de 2018 às 22h12

Pessoal, isso tem que ser resolvido entre o Lula e o Ciro, com o Haddad e a Manu presentes. Se eles pudessem dialogar e chegar a um consenso de que o melhor a fazer hoje pra salvar o Brasil do fascismo é o PT desistir da chapa, permitindo que o melhor colocado depois dele seja convocado para o segundo turno como prevê nossa Constituição, seria um sonho e um milagre ao mesmo tempo. Nos livraríamos da derrota para o fascismo e o PT reescreveria sua história como salvador da nação em um ato de profunda grandeza. O PT está atrás do Ciro nesse momento para todos se unirem contra o fascismo. Contudo esse acordo é improvável, pois estamos em meio a uma grande torre de babel na esquerda. Superar isso é o maior desafio da esquerda e sempre foi. Que o Brizola, o Getúlio, o Darcy nos ajudem de onde eles estivem! Não podemos acreditar que o Lula é um mero psicopata que é capaz de submeter o brasil a um holocausto nas periferias. A derrota já é evidente e confiamos nas pessoas. Confiar na pessoas é o que nos une contra o fascismo.

Responder

    Paulo

    08 de outubro de 2018 às 22h21

    Getúlio? Darci Ribeiro? Brizola? Mas eles sempre foram escrachados pelo PT…

    Responder

    Francisco

    09 de outubro de 2018 às 09h22

    Difícil, muito difícil.
    Getúlio tirou a própria vida para impedir um golpe de Estado ou uma guerra civil que ele não teria condições de ganhar.
    Aí você acessa certos redutos da blogosfera, conversa com dirigentes e militantes, e só vê confiança e mais confiança na vitória final.
    Aos que enxergam o Monstro no qual está se transformando a sociedade brasileira e se alarmam diante disso, cabem as “singelas” alcunhas de “derrotistas” e “traíras”.

    Responder

    Vicente Adruda

    10 de outubro de 2018 às 01h57

    Diego, permita -me discordar de Você. Ninguém consegue passar para o segundo turno de uma eleição presidencial e abre mão de sua cadidatura. Desculpe, mas seria uma prova de fraqueza. Nem os eleitores autênticos do PT aceitariam. Na eleição de 1989 o Brizola também sugeriu exatamente isto. Se LULA tivesse concordado com a proposta de Brizola a TV globo teria liquidado com ele no primeiro debate do segundo turno e bem precisariam ter feito as baixarias que fizeram para ganhar aquela eleição.

    Responder

Deusdedit Leal da Silva

08 de outubro de 2018 às 21h52

Replico neste momento de tristeza e aflição que nada quero para mim, mais sim para meus filhos e neta. Como um homem de 72 anos , hoje fui advertido por ser de opinião contraria as ideologia de gênero e vendo este artigo muito bem elaborado pelo Tadeu. Eu declaro que já não posso ter ambição, diante do teclado do meu computador eu indignado com a possível fraude nas urnas eletrônicas : Este cavalo, que a esquerda do Brasil tripudiou quando esteve no poder até outro dia, ele cansou, e nele ninguém vai montar por muito tempo: todos serão dele apeados, tais as dificuldades de nele cavalga-lo. É exatamente isto Tadeu, não suponham, que eu quer ser patético quando afirmo, que comparo a que o Brasil.Como se estivéssemos sendo invadidos por um inimigos externos. De nós mesmos uma vez que o país esta dividido – E digo , hoje , diante dos fatos : quem é que em sâ consciência , não reconhece que ninguém mais tem força para conduzir os acontecimentos ? Os acontecimentos que é vão nos conduzir.Quando se deixa uma nação a mercê dos acontecimentos, as suas forças politicas tem a obrigação de ajoelhar se diante dela e pedir-lhe perdão porque era ela as forças politicas, que deveria por obrigação não permitir que se chegasse a semelhante extremos. Será , talvez que , necessário, que o Brasil ainda sofra ainda mais? Pelo que estou vendo e verifico que sim.É preciso que o Brasil sofra ainda mais , que as fortalezas disparem contra os navios que haja morte nas ruas? Para então cada um de si reconheça isto não pode continuar. Se neste dia ainda não se convencerem, virá então o desmoronamento: Um governo no Rio Grande do Sul, outro em São Paulo, outro no nordeste tendo como Capital Pernambuco , outro no Pará, se ainda assim não se convencerem, acabaremos numa intervenção. A minha pergunta é eta : até onde vai a cegueira no Brasil.Todos sabemos que a esquerda foi com muita sede ao pote e hoje execrada nas urnas tentam a qualquer custo retomar o poder, que não é bem assim não Tadeu?Quando se fala de um discernimento tem que partir de quem , para que se cheque a compreensão que ninguém por si só, tem a força para governar a nação?A pacificação não é possível? Então, continue a sofrer e fazendo todos sofrerem também. Isto é apenas o começo o resto ainda virá . Agora acredito que, quando o sofrimento doer, enfim, na própria carne , cada um compreenderá que o Brasil tem direito a alguma coisa, que o Brasil não merecia isto e de verdade não merece. Tadeu eu coloco a minha mão no peito em nome de todos os brasileiros de bem e digo a nossa culpa é pequena, porque de verdade ela é toda dos homens a quem a nação confiou um legado e não um direito de propriedade. Hoje eu digo para todos,brasileiros cujo a honra a integridade defenderemos nossa pátria, com sacrifício da própria vida. Um abração Tadeu de um brasileiro temente a Deus e não sou contra a esquerda marxista que tem uma vice – com uma tatuagem de Che Guevara, ai fica difícil você não concorda?

Responder

    Maria Libia

    09 de outubro de 2018 às 03h07

    Invasão estrangeira já temos, ou vc acha que o golpe foi financiado pelas casas Bahia? Afinal ganharam o pré-sal, a Embraer, metade da Amazônia, Alcântara que a partir de agora nenhum brasileiro entrará sem a anuência do grande irmão do norte, etc. Literalmente 72 anos e não aprendeu nada. Prolixo e confuso, mas prefere odiar o PT e não amar o lindo e infelizmente Brasil.

    Responder

    Francisco

    09 de outubro de 2018 às 09h32

    Você tem todo o direito a ter opinião própria.
    Contudo, cabe o alerta.
    Até hoje estou à procura da famigerada ideologia de gênero, mas não a encontrei.
    Ouço falar de questões de gênero. Presumo que são pertinentes. Por mais que eu seja participativo nas tarefas domésticas, minha esposa continua com mais afazeres que eu. Isso é apenas um exemplo.
    Varrer isso para debaixo do tapete equivale a escravizar as mulheres.
    Os homossexuais decidiram sair do armário? Professam agora abertamente suas afinidades?
    Qual o problema? Sabe quantos reais perdi com isso? R$ 0,00.
    Bolsonaro poderá ter no segundo turno uma votação consagradora, perto dos 60% dos votos válidos.
    Entretanto, para esse caldo cultural que alimenta sua candidatura, há uma realidade impossível de ser superada: não podemos retornar aos anos 1930-1950.

    Responder

      Francisco

      09 de outubro de 2018 às 09h41

      P.S.: Quem lhe diz isso é alguém que já passou dos 50, tem cabelos brancos e, portanto, muito longe está de ser um jovem encantado com o “marxismo cultural” (como define a direita).
      P.S.2: Na batalha das ideias que se trava no mundo ocidental já há algumas décadas, a ignorância e o misticismo ganham de lavada. Infelizmente, o Brasil é (tornou-se) terreno propício para esse fenômeno.

      Responder

    Glauber Tocha

    10 de outubro de 2018 às 10h50

    Tu queres o nazismo não fica enrolando tá bom !

    Responder

Nilson Messias

08 de outubro de 2018 às 21h40

Este blog está igual a um “intelectual” que previu o golpe de 64 e vive disso, isto é, mais do mesmo.

Responder

Luis Campinas

08 de outubro de 2018 às 20h56

Se conseguirmos a difícil muito difícil, não impossível eleição de Haddad, com a nova composição do parlamento, a margem de manobra será muito reduzida. Do ponto de vista institucional, será mais um executivo, se conseguir de manter, de resistência, de manutenção do que temos, do que de avanços. O que veio é muito ruim, muito mesmo!

Responder

Aliança Nacional Libertadora

08 de outubro de 2018 às 20h07

Centro Direita virou Ciro……por isso ninguém comenta aqui…

Responder

Paulo

08 de outubro de 2018 às 19h54

Ainda bem que teremos 2º Turno, e aí, pelo menos, os dois candidatos poderão discorrer sobre o que pretendem fazer com a Previdência Social, as estatais, o SUS, a Reforma Trabalhista, o Pré-Sal, etc. Ou será que continuarão se esquivando?

Responder

    Antonio Passos

    08 de outubro de 2018 às 21h00

    Continuarão ? Não generalize, Haddad já está cansado de dizer o que pretende fazer. Quem se esquiva é o Bosta Ignaro que inclusive eu duvido que vá a debates neste segundo turno.

    Responder

      Brasileiro da Silva

      08 de outubro de 2018 às 21h59

      Sim. Andrade esta cansado de dizer o que quer fazer: constituinte, intervenção na economia, controle da mídia e soltar o corrupto preso. Que blz.

      Responder

      Hudson

      08 de outubro de 2018 às 22h03

      Tanto é verdade, que nenhum Bolsomínion é capaz de dizer quais são as propostas do Vô Mito.

      — Bolso, qual sua proposta pra economia?
      — Pergunta pro Posto Ipiranga Guedes.
      — Guedes, qual é a proposta econômica?
      — Reduzir impostos dos ricos, aumentar imposto dos pobres, privatizar até a faixa presidencial…
      — Eu, o capitão paraquedista, mando que Guedes cale a boca, ou o povo vai nos descobrir!
      — E o Plano de Governo apresentado ao TSE?
      — Esqueça! KKKK é incrível!!!! KKKK Imposto de Renda Negativo? Renda Mínima Cidadã? Isso é coisa de comuna no meu plano? KKKK KKKK

      Responder

        Brasileiro da Silva

        08 de outubro de 2018 às 22h37

        Vc não percebe que a incompetência do PT permitiu que o Bolsonaro, sem falar nada, impusesse uma derrota acachapante ao PT?

        Responder

        Brasileiro da Silva

        08 de outubro de 2018 às 22h39

        Nenhum bolsominiom vai toda segunda pedir conselhos ao líder da seita na cadeia.

        Responder

      Paulo

      08 de outubro de 2018 às 22h18

      Qual a proposta detalhada de Haddad para a Previdência? Do Bolsonaro nem falo pois dizem até que procurará se compor com o Temerário pa antecipar a reforma…

      Responder

Deixe uma resposta