História: Brizola na Unicamp em 1987

A entrevista de Rubens Ricupero sobre a política externa de Bolsonaro

Por Redação

15 de março de 2019 : 10h39

Amigos me recomendaram assistir essa entrevista, e partilho a recomendação com vocês.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alan Cepile

17 de março de 2019 às 00h07

Maria quem??

Responder

Paulo

15 de março de 2019 às 22h14

Rubens Ricupero, uma aula de diplomacia. Quem sabe o Governo Bolsonaro possa repensar nossas relações internacionais, e não se pautar por Olavo de Carvalho (ainda que tenha seus méritos) ou pelo tal Araújo…

Responder

    LUPE

    16 de março de 2019 às 13h23

    Caro Paulo
    Olavo de Carvalho foi criado pelo Globo e pela Veja,
    que lhes deram espaço para seu discurso.
    Discurso reles, antipetista.
    Para as pessoas
    (infelizmente a maioria)
    com as cabeças envenenadas pela Grande Mídia
    através da Lava Jato
    contra o petismo,
    qualquer um que tenha um discurso
    que cheire a antipetismo
    é amigo. E tem razão, no que fala.
    OC, que mora na Virgínia, EUA, às custas da TIA,
    é um agente inimigo do Brasil.
    Ele indica e protege o pior.
    Como o foram
    o colombiano Ministro da Educação,
    o chanceler Araújo (coisa ruim deve ser parente do Sérgio, aqui do Cafezinho), etc. etc

    Responder

LUPE

15 de março de 2019 às 22h05

Caro nobre Ricupero
Desista de explicar o irracional.
Porque a trupe que tá lá tá a serviço.
Missão: destruir o Brasil
para que povo massacrado
não tenha condições de reagir
aos roubos, pilhagens
(pré sal , Reforma da Previdência , etc,)
que ocorrem todos os dias
e que a Grande Mídia esconde,
não noticia, não informa, , não faz Lava Jato
Porque ele atua a serviço dos nossos inimigos.
Porras………………………..

Responder

    LUPE

    16 de março de 2019 às 12h51

    Desculpem a falha no texto. Leia-se:

    PORQUE ELA, A GRANDE MÍDIA,
    TRABALHA E SERVE AOS NOSSOS INIMIGOS
    (PRINCIPALMENTE OS ESTRANGEIROS).

    Responder

Nelson

15 de março de 2019 às 15h40

Como é que é? A Dona Maria Lydia quer que o Brasil convença os governos da China e da Rússia a suspenderem o apoio a Nicolás Maduro, pois ele tem que deixar o poder para evitar as “circunstâncias de temor” que isto traz para muita gente?

É impressionante como nossos comentaristas e apresentadores da mídia hegemônica torcem os fatos, em obediência aos ditames e em atendimento aos interesses do Sistema de Poder que domina os Estados Unidos. Usam a linguagem adequada a ir formando e consolidando uma opinião geral, um senso comum, contra quem quer eu seja o indesejável pelos EUA.

Quem está a gerar “circunstâncias de temor” para muita gente, de terror, definiria melhor a situação, é o governo dos EUA, que não quer reconhecer que o povo venezuelano tem o direito inalienável de decidir o seu próprio destino.

Os já contumazes atos de sabotagem às usinas de geração e às redes de transmissão de energia elétrica, bem como às linhas de fibra ótica e instalações petrolíferas da PDVSA, além dos franco atiratores do golpe de abril de 2002, da greve petroleira de 2003 e das guarimbas dão mostras muito claras de quem é o verdadeiro responsável pelas “circunstâncias de temor” que vêm assustar a muita gente.

Mas, para a nossa apresentadora, o problema é Maduro.

Responder

Deixe uma resposta

x
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com