Câmara discute privatização da Eletrobras

Lava Jato e Moro impulsionam manifestações para salvar Bolsonaro

Por Tadeu Porto

18 de maio de 2019 : 18h05

Que a Lava Jato alçou o pior presidente da história desse país fica cada vez mais claro. Agora, a tropa bolsonarista utiliza a própria operação para salvar o presidente que se afunda em uma denúncia robusta de corrupção, e num desgoverno jamais visto na República.

Dia 26 está marcado como dia em que bolsonaristas irão as ruas mostrar apoio ao presidente. Essa mobilização foi chamada logo depois que um tsunami de pessoas nas ruas no dia 15 de Maio abriu a porteira para construir a derrubada do governo.

Nos perfis clássicos da extrema direita, é possível notar que a pauta para essa mobilização é algo que gira em torno da previdência; do pacote anticrime do Moro; da própria LJ e da Medida provisória de organização de ministérios, 870, que mantém os poderes do superminsitro.

Perfis no Twitter de pessoas como Carla Zambelli (abaixo) Bernardo Küster e Movimento Brasil Conservador não me deixam mentir.

Vejam bem: o ato que vem sendo amplamente divulgado pelo presidente para manter sua popularidade, depois de muita incompetência e denúncias pesadas de corrupção, é basicamente sustentado pela Lava Jato.

Se Dallagnol e Moro não se insurgirem contra isso, podem ser cúmplices da manutenção de uma família miliciana no poder.

A operação já vazou delações contra a oposição em momentos estratégicos. A Lava Jato também condenou injustamente e silenciou ilegalmente o maior líder da oposição. Por fim, figuras importante da operação, como Moro, compõe o quadro governamental de trabalho.

E não adianta dizer que não sabia, a essa altura o país interior já sabe, por exemplo, que Bolsonaro empregava funcionários fantasmas. Ademais, o presidente escolheu, desde seu discurso de posse, botar fogo no país quando precisávamos de diálogo e entendimento.

Sustentar Bolsonaro é um crime contra o país, o tempo mostrará com tranquilidade, e a LJ deverá ser responsabilizada.

Tadeu Porto

Colunista do Cafezinho e diretor da Federação Única dos Petroleiros e do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

16 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

carlos

20 de maio de 2019 às 20h06

Eu não sei se alguém já ouviu falar no japonês da federal , sabem que ele cometeu crime, porque estava facilitando o contrabando na ponte da amizade, o tal moro destituiu um PF por suspeita de facilitar a estorçao de desvio no INSS, qual a relação entre um crime e outro? No primeiro ele era o juiz responsável e portanto prevaricou o outro não foi sobre sua jurisdição.

Responder

Eudoro

20 de maio de 2019 às 08h50

BOLSONARO TENTA AUTOGOLPE COM CERCO AO CONGRESSO E JUDICIÁRIO Marcos Corrêa/PR

Depois de uma sucessão de derrotas, em que seu governo foi contestado por milhões de pessoas nas ruas e ficou cada vez mais evidente sua desarticulação política com o congresso, Bolsonaro pretende partir nesta semana para confrontar a sua base radicalizada de extrema-direita com as instituições; o núcleo de extrema-direita da base de Bolsonaro convoca as manifestações do próximo domingo (26) com mensagens radicais que sugerem cercar o Congresso, instalar a “CPI da toga” e fazer uma “revolução cidadã”.

https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/393911/Bolsonaro-tenta-autogolpe-com-cerco-ao-Congresso-e-Judici%C3%A1rio.htm

PERGUNTA: Você acredita em “revolução cidadã” feita por uma família de miliciano psicopatas e corruptos? Pense, porque a escolha de Sofia até o domingo 26/05 será a seguinte: ou nós derrubamos o MILICIANO Bolsonaro ou teremos o começo de uma GUERRA CIVIL no Brasil.

E eleições gerais após a derrubada do monstrengo, esta é a saída.

Responder

Paulo

19 de maio de 2019 às 20h41

Só conjeturando. E se essa grana obtida ilegalmente via “casadinha” com os “assessores”, na ALERJ, pelo Bolsonarinho, tiver sido utilizada no financiamento ilegal da campanha da chapa presidencial do PSL? Caberia, em tese, cassação da chapa pelo TSE e novas eleições. Aí, a solução para o PSL e a direita seria lançar o Moro candidato (deve ganhar, se aceitar). Já se Bolsonarão renunciar, assume o Mourão (a menos que este também renuncie, o que acho improvável). Quadros possíveis: ou vão deixar Bolsonarão sangrar até 2021 e promover seu “impeachment”, para que o Parlamento possa escolher o presidente – hipótese improvável, dadas as consequências para a economia-, ou iremos às urnas, ainda em 2019, ou em 2020! Ou será que o Bolsonarão vai se agachar diante da Globo e aceitar uma “trégua”, por ele e pela família?

Responder

    Alan C

    19 de maio de 2019 às 21h07

    Enquanto o presidente da câmara não aceitar alguma denúncia, nada acontece.
    Lembrando que o bozo já cometeu uma meia dúzia de crimes de responsabilidade que, se fosse pra seguir a constituição, um processo de impeachment já teria sido instaurado.

    Responder

      Paulo

      19 de maio de 2019 às 22h27

      Sim, mas não podemos esquecer que o “impeachment” é um processo político (embora possa se amparar em fato criminoso); e a cassação, pelo TSE, é um processo judicial, baseado em crime eleitoral…

      Responder

maria do carmo

19 de maio de 2019 às 16h50

Queremos ver bolsonaro e major olimpio em manifestacao anti-corrupcao comecando por flavio bolsonaro no Panama e o desvairado jair bolsonaro e seus 11 ex assessores que nunca pisaram no Congresso…

Responder

maria do carmo

19 de maio de 2019 às 16h35

Queremos ver bolsonaro e major olimpio em manifestacao anticorrupcao a comecando por flavio bolsonaro no Panama e o desvaiarado bolsonaro que teve 11 acessores que nunca pisaram na Camara…

Responder

carlos

19 de maio de 2019 às 07h39

Esse tal moro, não é um juiz é sim um canalha vagabundo, cabo eleitoral do bolsonaro, assim como foi do PSDB, com o outro vagabundo FHC, vejam o caso do Banestado, vejam o caso da APAE Paraná, vejam o caso do Zuculloto, vejam o caso da prefeitura de Maringá.

Responder

    Alan C

    19 de maio de 2019 às 09h55

    Zucolotto tem proteção estratégica, se tivéssemos justiça nesse brazilzinho ele seria uma das chaves para desmoronar o sistema corrupto meticulosamente construído por trás da Farsa Jato.

    Responder

LUPE

18 de maio de 2019 às 22h04

Caro Justiceiro, “comentarista” traidor da Pátria.

Não precisa dizer,
não digo para você que é inimigo.

Digo para os leitores

Qualquer m……………….. é melhor do que esse traste
inacreditável
que tá aí.

Nem os piores africanos da política dos piores países da África
conseguem ser tão……. tão … tão…… (não encontro palavras)

tão incrivelmente inacreditável quanto este …….

bossalnaro………

Responder

    Justiceiro

    19 de maio de 2019 às 10h35

    Caro Lupinho, comentarista desesperado por ver Miguel permitir opinião contrária à doutrinação Lulista, não se aborreça, lembre-se que nós suportamos 8 anos de Lula e 5 de Dilma. Então, em 2022 você terá a chance de tirar Bolsonaro do poder: basta que escolha entre Doria ou Sérgio Moro. Tem o coronel, mas vocês não votam no Cirão de jeito nenhum, não é?

    Responder

      Alan C

      19 de maio de 2019 às 11h31

      Quem quer doutrinação lulista que vá pro 247 ou então não encham o saco pedindo moderação lulista ao Cafezinho como há naquela porcaria xiita.

      Responder

Justiceiro

18 de maio de 2019 às 19h51

Tadeu, Tudeu.

Acham que vão derrubar o presidente? Tentem, que assume um general. E general gosta de ficar pelo menos 20 anos no poder.

Responder

Alan C

18 de maio de 2019 às 19h20

Nenhuma novidade, venho dizendo isso a tempos, pode demorar, mas um dia essa farsa jato corrupta responderá por todos os crimes cometidos.

Responder

Sergio Araujo

18 de maio de 2019 às 18h22

247 purinho.

Responder

    carlos

    19 de maio de 2019 às 10h03

    O tal moro é o maestro que rege a torcida organizada do 171 que são a equipe dele vejam quem é ônix lorenzoni, réu confesso da JBS, vejam quem é Paulo Guedes investigado pelo COAF, vejam quem é o chefe deles o moro e o outro 171 miliciano.

    Responder

Deixe uma resposta