Fórum Reforma Tributária BandNews

Lava Jato investiga nova delação de Palocci envolvendo BTG

Por Redação

03 de outubro de 2019 : 20h09

No MPF

Lava Jato: MPF e Polícia Federal deflagram Operação Estrela Cadente

Investigação apura fornecimento ilícito de informações sigilosas do Copom para fundo de investimento

Operação conjunta do Ministério Público Federal em São Paulo e Polícia Federal investiga vazamentos de resultados de reunião do Copom ocorridos nos anos de 2010, 2011 e 2012, inseridos em contexto de obtenção de vantagens ilícitas mútuas entre banqueiro e agentes públicos do alto escalão do governo federal da época. A deflagração da operação “Estrela Cadente” ocorreu nesta quinta-feira (3).

A investigação, instaurada a partir de colaboração premiada de Antônio Palocci, apura o fornecimento de informações sigilosas sobre alterações na taxa de juros Selic, por parte da cúpula do Ministério da Fazenda e do Banco Central, em favor de um fundo de investimento administrado pelo BTG Pactual, que, com elas, teria obtido lucros extraordinários de dezenas de milhões de reais.

É investigada a possível prática, entre outros, dos crimes tipificados nos artigos 317 (corrupção passiva) e 333 (corrupção ativa), ambos do Código Penal, art. 27-D, da Lei 6.385/76 (informação privilegiada), bem como o art. 1°, da Lei nº 9.613/98 (lavagem e ocultação de ativos).

Na operação, está sendo cumprido um mandado de busca e apreensão, expedido pela Justiça Federal de São Paulo, no endereço sede do Banco BTG Pactual em São Paulo, para levantamento de novas evidências sobre o caso sob investigação.

Os detalhes do inquérito policial seguem sob segredo de justiça.

***

A nova delação de Palocci foi vazada para Estadão, com chamada envolvendo o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, e para o Globo, que teve acesso a trechos exclusivos de um vídeo inédito da delação. A ex-presidenta Dilma se pronunciou com indignação contra os novos vazamentos da delação de Palocci. Segue íntegra da carta que ela publicou em seu site:

**

No site da Dilma

A nova mentira do senhor Palocci

Dilma rechaça as insinuações contidas na delação do ex-ministro, convenientemente vazada pela Lava Jato, justamente quando as manobras ilegais e arbitrariedades estão sob escrutínio do STF

03/10/2019 5:21

A propósito do novo vazamento da delação do senhor Antonio Palocci, a Assessoria de Imprensa de Dilma Rousseff esclarece:

1) Não há provas que atestem a veracidade das informações prestadas pelo senhor Antonio Palocci à Polícia Federal. Ele mentiu e a imprensa continua a veicular suas acusações de maneira leviana.

2) A delação do senhor Antonio Palocci não apresenta provas ou sequer indícios de que a presidenta Dilma Rousseff teve conhecimento ou participação direta em supostas ilegalidades. Não há provas que atestem que ela sabia ou tivesse autorizado o BTG Pactual a ter acesso a quaisquer informações sigilosas no âmbito do governo federal, inclusive relativas às informações do Conselho de Política Monetária (Copom).

3) Presidentes da República jamais participaram, atuaram ou interfeririam em reuniões do Copom ou do Banco Central.

4) É lamentável que, mais uma vez, procedimentos judiciais – que correm sob segredo de Justiça – sejam vazados à imprensa.

5) Isso ocorre justamente quando pesam indícios de abusos e irregularidades cometidas por autoridades do Judiciário. Parece que o objetivo é tirar o foco das suspeitas de abuso de autoridade e conduta ilegal por parte dos operadores do Direito, conforme as revelações da Vaza Jato.

6) Tais “denúncias” chegam no momento em que vêm a público também revelações de abusos confirmados até pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, em seu livro de memórias.

7) Em cinco anos de Lava Jato, jamais foram apresentadas provas de que a ex-presidenta Dilma Rousseff tivesse conhecimento ou participação em malfeitos.

8) A verdade já veio à tona. A Justiça prevalecerá.

ASSESSORIA DE IMPRENSA
Dilma Rousseff

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

chichano goncalvez

03 de outubro de 2019 às 20h53

Primeiro: A verdade tem que ser pronunciada sempre, sem precisar paga-la, caso contrario ocorre o que está acontecendo com esse Mallossi que quer tirar o dele da reta a qualquer preço e fica inventado mil e uma “possivel corrupção”; Segundo:Quem tenta vender uma” possivel verdade”, que não passa de uma mentira ardilosa, não merece nenhuma credibilidade; Terceiro: esse Mallossi, já teve complicações, quando Prefeito de Ribeirão Preto, lembram ? Quarto: Teve enrredo com contrato de mulheres de programa; enfim o cara quer se safar denunciando inocentes, como corre com todo e qualquer mentiroso; Quinto: Meu amigo Jorge Viera à mais dez anos atrás botou esse apelido nesse mentiroso : Mallossi .

Responder

Andressa

03 de outubro de 2019 às 20h45

Não é possível que o quadrilhao vermelho fez isso, não acredito….

Nem acredito na parte onde ele conta o que fez Lula quando chegou no poder (dizer governo seria uma ofensa a democracia) para arrecadar dinheiro para os PT e amigos se perpetuar no poder, não são novidades.

Enquanto o Brasil foi tomado de assalto por essa facção criminosa os tontoleiros ideológicos que hoje reclamam porque não tem mais um centavo nos cofres públicos onde ficaram por 20 anos …? Olhando para a foto de Fidel e Che Guevara na parede do quarto…?

Afinal de contas não é quarto mundo a toa….asnos !!

Responder

Deixe uma resposta