Live do Cafezinho (18 h): Pós-verdade na política brasileira (uma conversa com Fabio Palacio)

Fake news e regulação – armadilhas e saídas

Por Redação

10 de julho de 2020 : 17h16

A ConJur organizou uma live nesta sexta-feira (10) na qual reuniu o jornalista e professor da ECA-SP Eugênio Bucci, o consultor do governo alemão na lei alemã de regulação de redes Mathias Kettemann, o deputado federal pelo PCdoB e relator da lei de proteção de dados brasileira Orlando Silva, a jornalista e colunista da Folha Patrícia Campos Mello, o diretor do instituto LGPD e docente assistente na Goethe Universität Frankfurt am Main e a diretora do instituto LGPD e professora do Mackenzie Juliana Abrusio.

A live se propõe a tratar dos assuntos relativos às fake news e à regulação das fake news. Temas delicados, uma vez que trata-se de controle de informações.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Henrique Martins

10 de julho de 2020 às 18h33

A Constituição brasileira diz que o estado é laico.
Resta saber se o novo ministro da educação vai distribuir bíblias e orientações evangélicas nas escolas né.
Isso porque a religião evangélica está atuando como partido político no Brasil num flagrante abuso religioso. Esse partido, obviamente, vai querer impor sua religião ao país. Para tanto nada melhor que começar pela doutrina nas escolas.

O velho malandro que governa o país faz qualquer coisa para se manter no poder. Meu Deus!
Mais não vai adiantar. Não há um só dia que tenhamos sossego nesse país desde sua imoral ascenção. O Brasil vai cair a ficha e ele será derrubado com ou sem base evangélica.

Quem viver verá?

Responder

Deixe uma resposta