Live do Cafezinho: balanço dos partidos de esquerda

Justiça do RJ decide tornar indisponível os bens de Eduardo Paes (DEM)

Por Redação

20 de outubro de 2020 : 19h27

Nesta terça-feira, 20, o desembargador Gilberto Matos, da décima quinta Câmara Cível decidiu pela indisponibilidade dos bens do candidato a prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM), líder nas pesquisas.

A decisão foi baseada numa ação do Ministério Público sobre supostas irregularidades na contratação de empresas de ônibus por parte da Prefeitura do Rio.

Além de Paes, também foi alvo da decisão o Sindicato das Empresas de Ônibus que teve o bloqueio de bens no limite de R$240,3 milhões.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marco Vitis

21 de outubro de 2020 às 12h53

Eu não compraria um carro usado desse Eduardo Paes. Mas por que esse processo aparece agora, às vésperas da eleição ? Pode ser que ele seja um corrupto e a Justiça tenha razão. Mas justo agora ? Por que não foi condenado durante todos esses anos ? E por falar em corrupção, alguém ouviu falar do processo de Aécio Neves ?

Responder

Deixe uma resposta