Live do Cafezinho (19h): que segurança pública que queremos?

Líder de Bolsonaro na Câmara, Arthur Lira será denunciado por corrupção

Por Redação

24 de novembro de 2020 : 16h25

Nesta terça-feira, 24, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu manter o recebimento da denúncia contra o deputado federal e líder do Governo Bolsonaro na Câmara, Arthur Lira (PP-AL), por corrupção.

Os ministros Marco Aurélio Mello, Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso votaram contra um recurso da defesa de Lira que pedia o arquivamento da denúncia contra o parlamentar. Já o ministro Dias Toffoli pediu vista e o julgamento foi suspenso.

Em 2012, Arthur Lira foi acusado de receber R$106 mil de propina do então presidente da CBTU, Francisco Colombo. De acordo com a Procuradoria Geral da República (PGR), o suborno seria para manter Colombo no comando da estatal dos metrôs.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

PEDRO PAULO VILARDO DE FREITAS

25 de novembro de 2020 às 22h21

No meu governo ñ tem corrupção, ñ tem nem governo…

Responder

Gedeon

25 de novembro de 2020 às 07h51

Que seja eleito a presidência da camera, leve adiante as reformas que os brasileiros pedem e em seguida que se lasque altamente… Isso não interessa a ninguém.

Responder

Gilmar Tranquilão

24 de novembro de 2020 às 17h27

eta bozolândia, não passa um dia sem tá ca-GADO kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Paulo

24 de novembro de 2020 às 17h08

É a cara do Governo do Capetão…

Responder

Deixe uma resposta