Live do Cafezinho (19h): que segurança pública que queremos?

Ernesto Araújo compra briga de Eduardo Bolsonaro contra a China

Por Redação

26 de novembro de 2020 : 19h29

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, repreendeu a embaixada da China após os ataques do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro. De acordo com Araújo, a defensiva dos chineses foi “ofensivo e desrespeitoso” com o parlamentar.

“O tratamento de temas de interesse comum por parte de agentes diplomáticos da República Popular da China no Brasil através das redes sociais não é construtivo, cria fricções completamente desnecessárias e apenas serve aos interesses daqueles que porventura não desejem promover as boas relações entre o Brasil e a China. O tom e o conteúdo ofensivo e desrespeitoso da referida ‘Declaração’ prejudicam a imagem da China junto à opinião pública brasileira”

Em outro momento da carta, Araújo rechaçou a atitude dos diplomatas chineses.

“Não é apropriado aos agentes diplomáticos da República Popular da China no Brasil tratarem dos assuntos da relação Brasil-China através das redes sociais. Os canais diplomáticos estão abertos e devem ser utilizados”

A carta foi divulgada pela CNN Brasil.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

José Marcondes

27 de novembro de 2020 às 14h27

Ernesto Araújo é RETARDADO e chama Olavo “Cuco” de Carvalho…de mestre.
Bozoloides são os píores, desejam quebrar a economia BR!

Responder

dcruz

27 de novembro de 2020 às 13h30

Claro que embaixador chinês sabe o gado com que está lidando, vai reclamar com esse energúmeno terraplanista que só abre a boca pra dizer asneiras?Utiliza, então, as redes sociais, aliás, a mídia preferida do bozo et caterva. Diz o velho ditado: pimenta nos olhos dos outros é refresco.

Responder

Luan

27 de novembro de 2020 às 09h42

O acordo “Clean Network” é o que ?

Responder

Marcio

27 de novembro de 2020 às 09h28

Ernesto Araujo calado é um poeta.

Responder

Justiceiro

26 de novembro de 2020 às 23h00

Cala a boca, Ernesto!

Responder

Jerson

26 de novembro de 2020 às 22h54

O respeito a liberdade de expressão não é propriamente o prato forte da casa dos chineses, preferem cachorros.

Responder

Montecristo

26 de novembro de 2020 às 21h44

A finalidade do acordo que o Brasil assinou junto aos EUA e outros paises e exatamente para que os dados de quem aderir ao 5G não caiam nas mãos de países onde não há democracia, transparência, liberdade de imprensa, etc…qual seria a novidade ou o problema no que o deputado disse ?

Responder

    Batista

    26 de novembro de 2020 às 23h40

    É isso aí, Montecristo, “exatamente para que os dados de quem aderir ao 5G caiam nas mãos de países onde há democracia, transparência, liberdade de imprensa, etc.”, né mesmo, Snowden?

    Tem dia que é de noite, e dá um cansaço…

    Responder

Gedeon

26 de novembro de 2020 às 21h39

As esquerdetes como de costume ficam caladas diante da interferência e das pseudo- ameaças de outros países no Brasil…. são um bando de cagalhões, de maricas.

Responder

Gilmar Tranquilão

26 de novembro de 2020 às 20h13

Tá, agora ele vai falar que o nazismo era chinês kkkkkkkkkkkkkkk

Responder

    Kleiton

    27 de novembro de 2020 às 07h29

    Há campos de concentração na China também, onde são enviados os muçulmanos para serem reeducados…tudo na indiferença da esquerda obviamente.

    Responder

    Igor

    27 de novembro de 2020 às 08h59

    Noffa……que inteligência; que perspicácia ! kkkkkkk

    Responder

Deixe uma resposta